Bancários encerram greve em Pernambuco; Caixa Econômica continua com paralisação

(Foto: Ilustração)

O texto contempla dois anos e garante, em 2016, reajuste salarial de 8%, abono de R$ 3,5 mil. (Foto: Ilustração)

Foi acordado na noite desta quinta-feira (6), em assembleia no Sindicato dos Bancários, o fim da greve dos bancários. A proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) foi aceita e grande parte das 625 agências pernambucanas, públicas e privadas, voltam nesta sexta-feira (07) ao funcionamento normal.

As agências da Caixa Econômica Federal (CEF) continuam fechadas, pois os bancários da instituição votaram contra o fim da paralisação. Não há negociação marcada entre eles e a Febraban até o momento.

O texto contempla dois anos e garante, em 2016, reajuste salarial de 8%, abono de R$ 3,5 mil, 15% de reajuste no vale-alimentação, 10%, no vale-refeição e 10% de aumento no auxílio creche/babá. Para 2017, ficou determinado no documento a reposição da inflação com base no INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) mais 1% de aumento real nos salários.

A secretária-geral do Sindicato dos Bancários, Sandra Trajano, acredita que a campanha foi vitoriosa, mesmo sem o aumento de 14, 7% que a categoria reivindicou durante a greve. “Não alcançamos nosso objetivo na totalidade mas os bancos tinham oferecido inicialmente 6,5% e garantiram que não iam subir esse percentual. Conseguimos que eles chegassem a 8% este ano e ainda fechamos acordo com ganho real acima da inflação em 2017. Foram avanços importantes”, afirma.

Com informações Diário de Pernambuco

Deixe uma resposta