“Bronca” por Plano Diretor une bancadas na Câmara de Petrolina

Membros do Legislativo cobram projeto (Foto: Blog Waldiney Passos)

Em meio as demandas dos vereadores, um tema ganhou notoriedade na Câmara de Petrolina na quinta-feira (5): o Plano Diretor Municipal. Praticamente todos os edis presentes no debate de ontem cobraram o envio do projeto de Lei, cuja autoria é do Poder Executivo, para ser apreciado no Plenário.

Ex-líder do governo na Câmara, Ruy Wanderley (PSC) denunciou que outras pessoas – arquitetos e engenheiros – já estão com o Plano em mãos,  enquanto o Legislativo não analisou a matéria até o momento. E cobrou do assessor especial da Prefeitura, Orlando Tolentino agilidade no envio.

“Isso demonstra a falta de respeito que alguns membros do Poder Executivo tem com essa Casa. O Plano Diretor foi feito, já foi encaminhado uma cópia para profissionais de engenharia, arquitetura e empresários, mas estão esquecendo que para ser aprovado tem que passar por essa Casa”, disse.

Membro da Oposição, Elismar Gonçalves (MDB) lembrou que o Plano Diretor deve contemplar tanto a sede, quanto interior e com a demora do projeto, as comunidades rurais estão sendo prejudicadas. “É o Plano Diretor que dá o norte para desenvolver tanto sede, quanto interior. Estamos chegando ao quarto ano da gestão e [queremos] que passe por essa Casa o Plano Diretor. É inaceitável para a cidade de Petrolina [essa demora]“, afirmou.

Presidente da Câmara, Osório Siqueira (PSB) – que na véspera foi cobrado por líderes comunitários acerca da votação – ouviu as demandas de Paulo Valgueiro (MDB), Rodrigo Araújo (PSC), Ronaldo Cancão (PTB) entre outros e determinou um prazo para o envio do Plano Diretor Municipal: 12 de dezembro.

“Essa Casa precisa ter respeito, todos sabem do alinhamento que temos, pessoas responsáveis pelos setores não informam o Legislativo e a cidade toda está sabendo. Aqui é o Poder Legislativo, somos aliados“, pontuou.

 

Deixe uma resposta