A campanha salarial da Hortifuticultura 2017 segue para a segunda rodada de negociação nesta terça-feira

Diretora política salarial Simone Paim (Foto: Blog Waldiney Passos)

Os trabalhadores rurais hortifruticultura do Vale São Francisco (BA e PE) seguem para mais uma rodada de negociação da Campanha Salarial 2016, nesta terça-feira (17), no Petrolina Palace Hotel.

A campanha iniciada no dia 10 de janeiro busca reajuste salarial, saúde e trabalho decente para os trabalhadores rurais de Petrolina e Juazeiro. O movimento conta com o apoio do CTB, CUT, Contag, Fetag-BA e Fetape.

Entre as principais reivindicações estão a proibição do “roço” aéreo, realização de exame de Colinesterase e alimentação no local de trabalho.  A negociação salarial está abaixo da inflação e os representantes do sindicato alegam que o patronato alega que o ajuste é inviável devido as dificuldades na produção.

“Nosso pedido inicial foi de R$ 1.032,00 e a proposta da classe patronal foi de R$ 965,00 e depois R$ 968,00. Baixamos para R$ 1.000,00 e ainda não conseguimos atingir nem a inflação”, afirma a diretora política salarial Simone Paim, “Eles alegam que o Vale do São Francisco vem passando por um período de estiagem muito grande e que o clima não favorece. Sabemos que o Vale do São Francisco depende do rio para produzir, que são projetos irrigados, então a produção não depende de chuva e sim da água que vem do Rio São Francisco”, completa.

Nesta terça-feira a negociação será no Petrolina Palace Hotel, às 14h30.

Deixe uma resposta