Caso Beatriz: encontrados dois traços de DNA masculino

Coletiva de imprensa acontece nesta tarde no Colégio Militar./ Foto: Sebastiana Negreiros

Coletiva de imprensa acontece nesta tarde no Colégio Militar./ Foto: Sebastiana Negreiros

Nesta tarde de quinta-feira (08), está sendo realizada coletiva de atualização do caso da menina Beatriz Angélica Mota, morta em dezembro do ano passado em Petrolina, Sertão Pernambucano. A equipe do blog Waldiney Passos está neste momento acompanhando as novidades sobre o caso. Segundo o delegado Marceone Ferreira e o perito Gilmário Lima, dois traços de DNA do sexo masculino foram encontrados, não sendo nenhum compatível até agora, com os 65 exames realizados em suspeitos.

Dos dois perfis de DNA de homens encontrados, um coletado em baixo da unha da vítima e outro no cabo da faca. A arma do crime, segundo revelaram, foi utilizada apenas para esta finalidade. Durante coletiva, ainda informaram que não houve violência sexual, verificado através de exames periciais.

Ainda foi informado que há a possibilidade de realizar um retrato falado com base no DNA com a tecnologia usada nos Estados Unidos da América.

O delegado ainda deixou claro que há uma equipe exclusiva para o caso Beatriz. Diariamente ainda são recebidos vários arquivos digitais do dia da tragédia.  Já foram analisados 4270 fotos e vídeos, totalizando 5 Terabytes de arquivo.

Outras informações a qualquer momento.

Deixe uma resposta