Caso Beatriz: quinto card divulgado afirma que suspeito tinha sido visto por funcionária


O quinto card divulgado pela família de Beatriz, assassinada em dezembro do ano passado, informa o tempo que o suspeito ficou na área do bebedouro. Segundo testemunhas, foram cerca de 20 minutos até Bia ir beber água.

Segundo a publicação, outras crianças foram abordadas enquanto bebiam água. E afirma que uma funcionária viu uma pessoa com atitude suspeita na área do bebedouro e fugiu com receio dele, não alertando aos demais sobre  o fato.

Manifestação de Fé

Neste sábado (10), será realizada uma “Manifestação de Fé” cobrando as autoridades policiais resultados das investigações. Nesta data, fará um ano do assassinato da menina Beatriz Mota, o crime continua sem punição. O ato terá concentração em frente ao colégio, localizado em frente a praça da Catedral de Petrolina (PE), a partir das 19h.

Bia, como era chamada, foi assassinada ano passado durante uma festa de formatura em um colégio particular de Petrolina (PE). O corpo da menina foi encontrado em um depósito, próximo ao local onde era realizada a cerimônia, com vários golpes de faca.

Deixe uma resposta