Caso de criança assassinada em Petrolina repercute no Plenário

12.14-MIGUEL-COELHO-RS-4-de-30-300x200O assassinato de uma menina de 7 anos em Petrolina, Sertão do Estado,  levou o deputado Miguel Coelho (PSB) a pedir um pacto pela segurança pública do Estado. O caso ocorreu na última quinta (10), quando a estudante Beatriz Angélica Mota foi encontrada morta com golpes de faca durante uma solenidade no Colégio Nossa Senhora Maria Auxiliadora. A vítima estudava na escola e era filha de um professor de inglês da instituição.

“Sou ex-aluno do colégio, e me solidarizo com a família de Beatriz e com todas as famílias petrolinenses, que estão chocadas com o assassinato. Não podemos deixar que esse caso manche a história da unidade de ensino e da cidade”, declarou o deputado.

O parlamentar anunciou que vai participar de encontro na Secretaria de Defesa Social para saber como o Executivo pode auxiliar na prevenção desse tipo de crime. “Todos nós, deputados, devemos fazer um pacto com o Governo para mandar um recado aos marginais.  Tenho certeza de que a Polícia Civil irá descobrir os culpados”, frisou.

O caso também foi mencionado pelo deputado Álvaro Porto (PTB), em seu discurso de  críticas à política de segurança pública do Estado.

Um Comentário

Deixe uma resposta