Feiras livres e mercados centrais de Juazeiro voltam a funcionar na próxima sexta-feira (03)

Mercado Joca de Souza Oliveira. (Foto: Arquivo)

Depois de muita reclamação por parte dos feirantes, o prefeito Paulo Bomfim (PT), depois de algumas reuniões com representantes dos comerciantes e do Comitê Municipal de Prevenção e Enfrentamento ao Novo Coronavírus (COVID-19) e ao H1N1, resolveu atender a reivindicação dos permissionários.

No final da tarde desta terça-feira (31) foi publicado no Diário Oficial do Município, um novo decreto da Prefeitura de Juazeiro acrescentando às medidas restritivas de combate à pandemia do novo coronavírus, a autorização para funcionamento das feiras livres e mercados centrais da cidade, estabelecendo critérios de segurança para preservar a saúde dos vendedores e clientes.

LEIA MAIS

Chuvas na zona rural faz Prefeitura de Petrolina suspender operação tapa-buracos

(Foto: ASCOM)

Desde o início desta semana, a região do Sertão do São Francisco tem recebido da Agência Estadual de Águas e Clima de Pernambuco (Apac) alertas de chuvas moderadas a fortes. Em Petrolina, na noite da quarta-feira e madrugada desta quinta (26), os pluviômetros marcaram mais de 100 mm em localidades como Cristália e 60 mm em Rajada.

Em virtude das precipitações pluviométricas, a prefeitura suspendeu desde segunda-feira (23) os serviços de recuperação de estradas vicinais. Esse intervalo visa proporcionar um período para que as vias possam secar e assim voltar a receber as equipes da Secretaria de Governo e Agricultura (Segoa) que seguirão o cronograma da Operação Tapa-buracos.

Já foram mais de 360 km recuperados na região de Muquém, Lajedo, Federação, Mudubim, Angical, Atalho, Marí, Baixa do Meio, Rio Jardim, Piranha, Barra Franca. A Segoa reforça ainda que os serviços acontecem, em especial, naquelas estradas que são corredores de transporte escolar para evitar transtornos como volta às aulas nas escolas municipais do interior.

Sindicatos assinam nota conjunta e cobram mais fiscalização nas fazendas durante pandemia do coronavírus

Os municípios da região estão com comércio, escolas e órgãos públicos fechados como medida de enfrentamento ao novo coronavírus. Diante desse cenário os sindicatos ligados ao homem e mulher do campo assinaram uma nota conjunta cobrando mais fiscalização no interior.

Eles cobram a adoção de medidas sanitárias específicas aos trabalhadores da fruticultura irrigada, bem como aos familiares desses funcionários. A fiscalização mais rígida também é cobrada em Juazeiro (BA), Curaçá, Abaré e outros municípios da região.

O documento é assinado pela CONTAR, FETAEPE, FETAR BAHIA, STTAR PE, STJR Juazeiro, SINTAGRO dos municípios de Casa Nova, Curaçá, Sento Sé, Sobradinho e Juazeiro (BA), entidades de Lagoa Grande, Santa Maria da Boa Vista e Belém do São Francisco.

Superintendência do Incra em Petrolina será transformada em Unidade Avançada

Unidade de Petrolina será “Avançada” (Foto: Reprodução/Internet)

A unidade do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) de Petrolina não será fechada por ora, é o que garante o Governo Federal. Em nota enviada ao Blog nessa sexta-feira (20), a Assessoria de Comunicação do órgão confirmou mudanças a partir da próxima segunda-feira (23) na Superintendência Regional da cidade.

LEIA TAMBÉM

Superintendência do Incra de Petrolina será extinta

A SR-29 como é conhecida oficialmente passará a ser uma Unidade Avançada, órgão descentralizado com caráter transitório e subordinado a outras superintendências. Atualmente existem 45 UAs do Incra no país. Essa modificação já estava prevista desde 2019.

“De acordo com o decreto  9.739, de 28 de março de 2019, que entrará em vigor no próximo dia 23 (segunda-feira), uma das 30 superintendências regionais do Incra teria que ser extinta. Por decisão da ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, após avaliações técnicas, ficou decidido que a SR-29, localizada em Petrolina-PE, será transformada em uma Unidade Avançada“, explicou o Incra em nota.

Superintendência do Incra de Petrolina será extinta

O Governo Federal extinguiu a superintendência do Incra em Petrolina. A informação foi confirmada pelo deputado federal, Augusto Coutinho ao Blog do Magno. O aviso oficial da decisão será publicada na próxima segunda-feira (23). A União tinha duas opções: encerrar as atividades no Sertão ou em Brasília.

Nos bastidores há a informação de que pesou o fato de o Governo do Estado e Federal não estarem alinhados e serem aliados políticos. Dessa forma, 50 servidores de carreira terão que optar por uma unidade mais próxima, nas capitais Salvador (BA) ou Recife.

O Blog entrou em contato com o Governo Federal para saber se a medida é oficial, estamos aguardando um posicionamento.

Projetos de irrigação da Codevasf produziram mais de 3,7 milhões de toneladas de itens agrícolas em 2019

(Foto: Ilustração)

Mais de R$ 3 bilhões em valor bruto de produção (VBP) – isto é, a estimativa do valor total obtido pelos agricultores com a venda da produção agrícola – e cerca de 249 mil empregos diretos e indiretos. Esse foi o saldo alcançado, em 2019, pelos projetos públicos de irrigação implantados pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) na bacia do rio São Francisco. Aproximadamente 3,7 milhões de toneladas de itens agrícolas, sobretudo frutas, foram produzidos nesses projetos. Os dados foram divulgados pela Área de Gestão de Empreendimentos de Irrigação da Companhia.

“Temos observado, anualmente, um investimento em tecnologia por parte dos agricultores, o que proporciona melhoria na qualidade dos produtos oriundos dos projetos da Codevasf, trazendo, como consequência, agregação de valor”, destaca o diretor da Área de Gestão dos Empreendimentos de Irrigação da Companhia, Luís Napoleão Casado.

A área cultivada em 2019 foi de 99,6 mil hectares, favorecendo 11,4 mil famílias, a maioria produtores familiares, que representam mais de 10 mil. No período, o carro-chefe da produção agrícola continuou sendo a fruticultura irrigada, com destaque para uva, manga e banana, principais culturas do Vale do São Francisco, de acordo com o valor bruto de produção.

LEIA MAIS

Pequenos agricultores do Perímetro Irrigado de Maniçoba estão apostando no cultivo de uva

(Foto: Ilustração)

O Vale do São Francisco é um dos maiores exportadores brasileiros de uvas de mesa. Grande parte do plantio está localizado em Juazeiro (BA) e Petrolina (PE). No Perímetro Irrigado de Maniçoba, zona rural de Juazeiro, parte dos 573 produtores, assentados no Distrito de Irrigação de Maniçoba (DIM), começaram a apostar nessa produção, que até então se restringia aos produtores de lotes empresariais com produção em grande escala.

Atualmente, a área irrigável total do Perímetro de Maniçoba conta com 8.651,77 hectares, os colonos representam 2.893,23 dessa área, e destinaram 20 hectares para a plantação da uva. O pequeno produtor Laurismar Lopes de Souza avalia a produção como um potencial de plantio e está bastante otimista. “Vejo alguns amigos meus cultivando a fruta e obtendo bons resultados. Para início, estou mantendo dois hectares para essa cultura que será um desafio, sobretudo uma nova aprendizagem, e se der certo pretendo aumentar a área. Com plantio da uva consigo colher duas vezes ao ano e ainda faço minha programação de poda”, pontuou.

LEIA MAIS

Acompanhe a cotação dos produtos comercializados no Mercado do Produtor de Juazeiro

(Foto: Reprodução/Internet)

O preço da abóbora comum comercializada no Mercado do Produtor de Juazeiro (BA) é de R$ 1,55 o quilo. Abobora Jacarezinha sai a R$ 0,80 também, enquanto a abobrinha sai a R$ 2,08.

Já o abacaxi sai a R$ 2,10 o quilo e a acerola custa R$ 1,75 também o quilo.

Confira a cotação completa de hoje.

Acompanhe a cotação dos produtos comercializados no Mercado do Produtor de Juazeiro

(Foto: Ilustração)

Hoje (10) o preço da batatinha comercializada no Mercado do Produtor de Juazeiro (BA) é de R$ 2,80 o quilo. A batata doce custa R$ 2,14 também o kg.

A abóbora comum sai a R$ 1,55, enquanto a abóbora jacarezinha custa R$ 0,80 também o quilo.

Confira a cotação completa dessa terça-feira.

Juntos, Miguel Coelho e Gonzaga Patriota entregam equipamentos agrícolas para produtores rurais de Muquém

(Foto: Jonas Santos)

O prefeito Miguel Coelho (MDB) e o deputado federal Gonzaga Patriota (PSB) entregaram, nesta sexta (6), máquinas que vão reforçar a produção da agricultura familiar na localidade. Os equipamentos foram adquiridos com recursos de R$ 170 mil, através de emenda parlamentar do parlamentar em parceria com a Prefeitura de Petrolina.

Na ocasião, os produtores locais, receberam um trator e um kit com pulverizador motorizado, forrageira, caçamba e grade aradora. Os equipamentos serão destinados à Associação dos Agricultores do Muquém.

“Esse trator vai impactar diretamente na vida das famílias do Muquém. Na zona rural temos centenas de produtores esperando máquina para gradear suas propriedades e começar o plantio. Esse equipamento vai beneficiar principalmente os pequenos produtores rurais que fazem parte da agricultura familiar. Os produtores poderão ainda modernizar as tarefas executadas nas propriedades, melhorando as condições da atividade rural, reduzindo os custos da produção e facilitando as atividades de plantio e colheita”, disse Patriota.

LEIA MAIS

Banco do Brasil anuncia R$ 15 bilhões em crédito para pré-custeio de safra

(Foto: Jonas Santos)

O Banco do Brasil anunciou hoje (19) o valor de R$ 15 bilhões para pré-custeio da safra agrícola 2020/2021. O valor é 47% maior do que os cerca de R$ 10 bilhões contratados na safra anterior. Os recursos estão disponíveis para todas as culturas, mas o objetivo principal é financiar de modo precoce as lavouras de soja, milho, algodão, café, arroz e cana-de-açucar.

O crédito de pré-custeio permite aos produtores rurais fazer compras antecipadas de insumos, como sementes, fertilizantes e defensivos, possibilitando a negociação de preços mais baixos junto a fornecedores. “Isso permite aumentar a rentabilidade dos negócios. Permite também começar a movimentar mais a economia, principalmente a economia do campo”, disse o presidente do BB, Rubens Novaes, durante o anúncio na sede do banco, em Brasília.

Novaes frisou também a capilaridade do banco, cujo financiamento ao setor rural alcança 97% dos municípios brasileiros. É possível, por exemplo, fazer empréstimos inteiramente pela internet. Para isso, foi feita uma análise de risco prévia relativa a 750 mil clientes, cujo crédito encontra-se pré-aprovado, segundo o banco.

LEIA MAIS

Parceria  entre IF Sertão-PE e Incra oferece análise de solos a produtores rurais de assentamentos de municípios do Sertão Pernambucano

(Foto: Ascom)

Uma parceria entre o Instituto Federal do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE) e o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) irá beneficiar, por um prazo de dois anos, cerca de duas mil famílias de assentamentos localizados nos municípios pernambucanos de Petrolina, Lagoa Grande, Santa Maria da Boa Vista e Cabrobó.

O projeto visa oferecer, gratuitamente, consultoria e análise de solos a pequenos produtores rurais assentados destes municípios. O trabalho já teve início e está sendo desenvolvido pelo Incra e pelo Laboratório de Solos do IF Sertão-PE, campus Petrolina Zona Rural.

A parceria prevê ainda a realização de dias de campo com os agricultores. O primeiro aconteceu nesta quarta-feira (19), com o intuito de demonstrar como fazer a amostragem de solo que é enviada para análise. Além do envolvimento dos servidores do IF Sertão-PE e do Incra, a iniciativa conta também com o trabalho de bolsistas selecionados para atuar na realização das análises de solo bem como no apoio durante os dias de campo.

LEIA MAIS

Garantia-Safra: Prefeitura de Petrolina começa a pagar 2ª parcela do benefício

Benefício é pago em cinco parcelas (Foto: Jonas Santos/Ascom PMP)

2.037 agricultores de Petrolina estão cadastrados no programa Garanti-Safra e desde o dia 12 de fevereiro já estão recebendo a segunda parcela do benefício, referente ao período 2018/2019.

O benefício é pago em cinco parcelas, conforme cronograma do Governo Federal. Nesse momento estão recebendo as pessoas com cartão terminado em 1. Em caso de dúvidas, basta comparecer à Secretaria de Agricultura, localizada na Rua das Laranjeiras, nº 265, Centro, próximo à Praça Pio XII (Praça do Galo).

Há ainda um telefone para conta (87) 3864-0747. O Garantia-Safra prevê o repasse de R$ 850, divididos em cinco parcelas de R$ 170.

Em audiência pública no Congresso, Dilson Peixoto cobra pagamento a pescadores atingidos por mancha de óleo

(Foto: Roberto Stuckert Filho)

O secretário de Desenvolvimento Agrário de Pernambuco, Dilson Peixoto, esteve em Brasília (DF) na terça-feira (18), para representando o Estado em uma audiência pública promovida pela Comissão Mista, criada no Congresso Nacional que busca discutir a criação do Auxílio Pecuniário Emergencial aos pescadores afetados pelo óleo que atingiu o litoral nordestino.

Peixoto cobrou o pagamento ao público alvo. “Em Pernambuco temos 7.952 pescadores inscritos no Regime Geral da Atividade Pesqueira (RGP) nos 16 municípios litorâneos do estado, mas o IBAMA resolveu excluir do benefício os pescadores de Abreu e Lima, Itapissuma e Igarassu, o que reduziu esse número para 6.505. Para complicar ainda mais, já que as atualizações do RGP estão suspensas desde 2015, a União limitou o pagamento apenas aos que estão com o registro ativo, restringindo os beneficiados a 4.236 pescadores“, disse.

No segundo semestre de 2019 as manchas de óleo atingiram vários estados do Nordeste, sua origem ainda não é conhecida e enquanto isso, os trabalhadores que vivem da pesca seguem desamparados. “De acordo com o PNC, esses custos deveriam ser custeados pela União até que fosse possível descobrir o responsável pela poluição, o que não foi feito até agora nem sabemos se ainda se tem interesse em identificar”, concluiu.

Acompanhe a cotação dos produtos comercializados no Mercado do Produtor de Juazeiro

(Foto: Reprodução/Internet)

Quem for ao Mercado do Produtor de Juazeiro (BA) nessa terça-feira (18) encontrará o preço das abóboras variando. A do tipo comum custa R$ 1,60 o kg, já a do tipo jacarezinho sai a R$ 0,80 kg, enquanto a abobrinha é vendida a R$ 2,78 também o quilo.

Vilão da cesta básica, o tomate está custando R$ 2,12 o kg. Enquanto isso, a alface subiu e sai a R$ 8,00 o molho.

Confira a cotação completa.

123