Moradores do bairro São Joaquim ainda sofrem com transtornos provocados pela chuva

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

As chuvas que ocorreram na primeira semana deste mês em Petrolina (PE), ainda deixam rastros em algumas localidades. No bairro São Joaquim, as queixas sobre os transtornos são inúmeras. Durante a chuva, a água invadiu casas e deixou a rua intransitável. O problema, é que o Sol voltou a aparecer, mas os moradores ainda estão sofrendo as consequências.

“A última chuva que deu entrou água dentro de casa. Até hoje, a fossa ainda está entupida com a água minando do chão, não podemos nem usar o banheiro por que se der a descarga a fossa volta pro banheiro deixando a casa podre. Não sei mais o que fazer sem solução pra pensar mais sobre isso ninguém resolve nada em relação a isso. Precisamos do saneamento com urgência”, desabafou um morador do São Joaquim.

Além dos problemas sanitários, a população local também reclama da infraestrutura da Rua 20, no bairro São Joaquim. Sem pavimentação, sempre que chove a rua fica alagada, a lama toma conta e a via fica intransitável, segundo os moradores.

Previsão indica possibilidade de chuva rápida em Petrolina neste fim de semana

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Nos últimos dias, o Sol voltou a aparecer nos municípios do Sertão do São Francisco. Apesar das altas temperaturas, a previsão do tempo, indica possibilidade de chuva rápida neste fim de semana em Petrolina (PE).

De acordo com informações da APAC a previsão para os próximos dias é de céu parcialmente nublado a nublado. Pancadas de chuva de forma isolada no período da tarde e noite com intensidade fraca a moderada.

Chuvas fortes alagam cidades no Piauí

Após um longo período de seca,  está chovendo forte em algumas cidades do Estado do Piauí. Na última segunda-feira (06), uma chuva intensa foi registrada no município de  Massapê do Piauí.

As chuvas intensas também foram registradas em municípios como Patos do Piauí, Paulistana, Picos. Lagoa do Barro e Jacobina do Piauí, onde a Barragem do Padre transbordou.

Nossa redação editou um vídeo mostrando diversas ruas das cidades alagadas como resultado das chuvas torrenciais.

Previsão do tempo

Segundo o site Climatempo, a chuva continua forte no Piauí. O alerta é amarelo com possibilidade de novos temporais. A chuva será frequente e volumosa com fortes rajadas de vento.

Ipubi e Parnamirim registram boas chuvas, mas Apac prevê tempo firme nesta sexta-feira

Ipubi e Parnamirim seguem registrando boas chuvas

O sol apareceu em Petrolina, mas a chuva continua em dois municípios do Sertão. Em Ipubi e Parnamirim não houve trégua e choveu bem nas últimas 24 horas. De acordo com a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), em Serrolândia foram registrados 32,27 mm.

Parnamirim teve uma chuva menor, com 29,12 mm. Na quarta-feria (8) o município com o maior índice de precipitação acumulada foi São José do Belmonte, totalizando 39,63 mm.

A previsão da Apac para o Sertão na sexta-feira (10) é de tempo firme e muito sol, ou seja, a chuva dará uma trégua. A máxima deve ser de 38° C e a mínima de 22° C.

Chuvas na região garantem ânimo novo à população da zona rural de Petrolina

Agricultor Paulo da localidade de Poço Dantas, festejando a chegada das chuvas

Notícia boa no Sertão pernambucano é aquela que envolve mais acesso à água. Na última semana, o município de Petrolina recebeu um considerável volume de chuvas, o que alegra e dá esperança às comunidades rurais, principalmente, as que sofrem com o longo período de estiagem, já que têm seus barreiros reabastecidos ajudando na criação de animais e irrigação de pequenas lavouras.

Foram registrados generosos índices pluviométricos a exemplo da comunidade de Cristália, que marcou 70mm de água. Para Seu Paulo de Terezinha que mora em Poço Dantas, região de Cristália, a emoção de vivenciar dias chuvosos é uma bênção e motivo de gratidão. “É muito importante assim porque a gente passa o ano todinho pra poder ver essas chuvas que vêm. Eu estou muito feliz porque eu já estava queimando o mandacaru para minha criação, a palma que eu tinha estava se acabando também essa chuva veio na hora certa!”, celebrou seu Paulo.

 Outras localidades como Sítio Romão, Garcinha, Inhuma, Atalho; em vilas da área irrigada como N-4, N-5, N-7 e N-10 também festejam as chuvas. E de acordo com os principais institutos de meteorologia do país, há mais previsão para este mês de janeiro.

No próximo final de semana equipes da Secretaria de Governo e Agricultura farão visita a algumas comunidades da zona rural do município para acompanhar de perto tanto as benesses quanto algumas intercorrências que acontecem nesse período chuvoso, em destaque as condições das estradas após as primeiras chuvas. A secretaria realizou em 2019 mais de 1 mil km de patrolamento de estradas vicinais, garantindo assim maior segurança e mobilidade a quem trafega por essas áreas, como também, limpeza de barreiros e barragens, o que proporciona um melhor uso dessa água.

“Seguimos a orientação do prefeito Miguel Coelho de fazermos um levantamento das prioridades em relação ao que precisa ser feito de mais urgente em relação aos serviços de patrolamento para garantir o direito de ir e vir do homem e da mulher do campo”, ressaltou o secretário de Governo e Agricultura, Simão Durando.

Inmet emite novo alerta de chuva forte para o Sertão Pernambucano

As chuvas fortes no Sertão de Pernambuco devem permanecer até a manhã desta quinta-feira (9). O novo aviso meteorológico foi emitido pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) nesta quarta-feira (8). São esperadas chuvas de 20 a 30 mm/h ou até 50 mm/dia, além de ventos intensos de 40 a 60 km/h.

Segundo o boletim do Inmet, há baixo risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

Com grau de perigo potencial, alerta do Inmet prevê chuva intensa para Juazeiro e Petrolina 

(Foto: Blog Waldiney Passos)

De hoje (7) até amanhã (8), os municípios de Juazeiro (BA) e Petrolina (PE) podem ser acometidos por fortes chuvas. O alerta é do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) que prevê chuvas de 20 a 30 milímetros por hora ou 50 milímetros por dia, para vários municípios do Vale do São Francisco, área que compreende o Sertão Pernambucano e o Norte da Bahia.

Segundo o alerta do Inmet, as chuvas previstas apresentam perigo potencial, com ventos intensos entre 40 e 60 km/h. Baixo risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

Petrolina: vice-prefeita visita áreas atingidas pela chuva e defesa civil divulga contatos para emergências

(Foto: Reprodução/Facebook)

Após mais uma noite de chuva forte em Petrolina (PE), vários bairros da cidade estão em atenção redobrada por parte do poder público. Os moradores das localidades afetadas pela chuva que ocorreu na última segunda-feira (6), enfrentam os transtornos e buscam apoio da prefeitura.

Na manhã de hoje (7), a vice-prefeita de Petrolina, Luska Portela visitou áreas da cidade atingidas pela chuva. “Chuva em nossa região será sempre sinal de bênção, mas também precisamos estar atentos a quem acaba sendo afetado por ela. Os abrigos e o suporte que disponibilizamos são medidas emergenciais, mas em mais alguns meses, teremos a definitiva: centenas de famílias sairão dessas áreas impróprias para moradia e terão casa digna, segura e sem mais riscos. Os residenciais Pomares de Petrolina e Novo Tempo seguem em construção para que quase 1000 famílias finalmente vivam em paz”, disse o prefeito Miguel Coelho em um post nas redes sociais.

Além das visitas às localidades afetadas, a prefeitura também tem feito a divulgação de contatos para emergências. Para contactar a Defesa Civil, basta ligar para o 153. Outro canal de comunicação com a prefeitura é o Informa Petrolina, através do WhatsApp (87) 98100 1883.

Juazeiro: SESP remove árvores caídas e intensifica limpeza de canais

Árvores caíram após chuva de segunda-feira (Foto: Ascom/PMJ)

Oito árvores de médio e grande porte tombaram em Juazeiro (BA). De acordo com a Secretaria de Serviços Públicos (SESP), o balanço faz referência às chuvas dos últimos dias no município e durante toda terça-feira (7) as equipes estarão percorrendo a cidade, monitorando a situação.

LEIA TAMBÉM:

Após parte do teto desabar, Prefeitura interdita Biblioteca Municipal de Juazeiro

A população pode acionar a SESP através do número (74) 3612-5411, indicar o endereço do problema e um ponto de referência. “Começamos o trabalho de recolhimento logo depois da chuva. Os moradores podem ficar tranquilos, pois todos serão atendidos gradativamente e estamos trabalhando para normalizar esta situação o mais rápido possível”, disse o secretário Celso Leal.

Além da retirada das árvores, a secretaria está atuando de forma preventiva na limpeza de canais, como o do Macarrão, no bairro Jardim Flórida. O acesso aos residenciais Brisa da Serra e Praia do Rodeadouro, por sua vez, está sendo patrolado.

Lagoa Grande: chuva arrasta parte de muro do cemitério, em Vermelhos

Parte do muro não aguentou a chuva (Foto: Reprodução)

A chuva de segunda-feira (6) também deixou prejuízos na cidade de Lagoa Grande, no Sertão do São Francisco. Parte do muro do cemitério localizado no Distrito de Vermelhos, zona rural, foi levado pela força da água. Apesar do susto, não houve registro de feridos em decorrência do incidente.

Até às 9h20 dessa terça-feira (7) a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) havia registrado chuva acumulada de 14,18 mm no município, ponto de monitoramento implantado em Jutaí.

Petrolina: Seinfra inicia retirada de árvores caídas após chuvas

Retirada de árvores começou ainda durante a madrugada (Foto: Ascom/PMP)

Conforme o Blog mostrou mais cedo, as equipes da Prefeitura de Petrolina estão nas ruas desde a madrugada monitorando os problemas causados pelas chuvas de segunda-feira (6). Em nota, a Secretaria de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos (Seinfra) informou já estar removendo as árvores caídas.

LEIA TAMBÉM:

Leitores registram alagamentos e quedas de árvores após chuvas na região

“Os transtornos causados estão sendo localizados e as providências cabíveis estão sendo tomadas“, ressalta a nota. Quem tiver alguma demanda urgente deve acionar a Defesa Civil através do número 153.

Em relação às demandas como limpeza e remoção de árvores e postes, a Prefeitura destaca que “as equipes seguem de prontidão para atendimentos emergenciais, além de continuarem com a ronda pelos bairros do município para identificar e solucionar demais problemas”.

Leitores registram alagamentos e quedas de árvores após chuvas na região

A chuva que caiu na noite de segunda-feira (6) acabou agravando alguns problemas estruturais de Juazeiro (BA) e Petrolina. Vários leitores flagraram alagamentos e árvores caídas nos dois municípios. As situações mais preocupantes foram próximo ao Viaduto dos Barranqueiros, na subida para Juazeiro e no Parque Lagoa de Calu, na cidade baiana.

A água acumulada tomou a rua, impedindo a passagem de veículos e pedestres que tentavam chegar até suas residências. Sem outra alternativa, muitos tiveram que esperar o escoamento para enfim retornar às casas.

No bairro Dom Avelar as ruas Sensações, Oração e Prudência permanecem debaixo d’água. Em Petrolina também foram registradas quedas de árvores nas Ruas Lagoa Grande, no Centro e na Estrada da Tapera. Não houve registro de feridos.

Defesa Civil está nas ruas

Procurada pelo Blog, a Prefeitura de Petrolina informou que a Defesa Civil está nas ruas desde às 4h da manhã, fazendo o levantamento das comunidades afetadas. Quem precisar de ajuda das equipes pode ligar para o número 153. O Poder Executivo de Juazeiro ainda não retornou nossos questionamentos.

Parnamirim registra mais de 50 mm de chuva em 24 horas, segundo Apac

Petrolina voltou a registrar chuva forte (Foto: Blog Waldiney Passos)

A noite de segunda-feira (6) confirmou a previsão de mais chuva no Sertão do São Francisco e com a água que caiu até a madrugada dessa terça-feira (7), várias cidades da região registraram bons índices de acordo com a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac).

LEIA TAMBÉM:

Chuva forte deixa Petrolina e Juazeiro alagados; deve chover mais nesta terça

Parnamirim teve o maior acumulado de chuva nas últimas 24 horas, com 52,09 mm. Em seguida, de acordo com a Apac, veio Petrolina com 44,80 mm na unidade de monitoramento implantada no bairro Cohab Massangano. O Gercino Coelho registrou chuva acumulada de 41,400 e o José e Maria mais 34,60.

Chuva forte deixa Petrolina e Juazeiro alagados; deve chover mais nesta terça

(Foto: Blog Waldiney Passos)

A forte chuva que caiu na noite dessa segunda-feira (07) deixou Petrolina (PE) e Juazeiro (BA) com vários pontos de alagamentos. Na cidade pernambucana, o viaduto dos barranqueiros, por exemplo, ficou completamente alagado. Em Juazeiro, os pontilhões, trecho de passagem de veículos por debaixo da BR-407, ficaram com muita água.

A previsão era de que chovesse somente 10mm durante a noite de ontem, entretanto, choveu mais do que o esperado pelos institutos meteorológicos. Para esta terça-feira (07), a previsão é de que a chuva seja fraca ou moderada, segundo a Agência Pernambucana de Águas e Climas (Apac).

De acordo com o instituto ClimaTempo, deve chover cerca de 7mm nesta terça, com sol e aumento de nuvens de manhã, e pancadas de chuva à tarde e à noite. É possível que chova entre às 10h e 20h, ainda segundo o instituto.

Vendaval destrói plantação de banana em Santa Maria da Boa Vista

Plantação de banana ficou destruída com vendaval (Foto: Reprodução/Blog Roberto Araripina)

A chuva, misturada com rajada de ventos na sexta-feira (3), destruiu uma plantação de bananas no interior de Santa Maria da Boa Vista, no Sertão de Pernambuco. Também foram registrados tombamento de árvores e a morte de um animal.

LEIA TAMBÉM:

Devido a risco de fortes chuvas, INMET emite alerta para municípios do Sertão

Os casos aconteceram no Perímetro Irrigado Fulgêncio, segundo o Jornal do Commercio. Um animal teria morrido após ser atingido por um raio. Em uma propriedade na Agrovila 30 o vento derrubou o muro de uma casa em construção e destelhou um mercadinho, mas não houve registro de feridos.

123