Prefeito Vilmar Cappellaro solicita parceria da CODEVASF para revitalização de quatro barragens em Lagoa Grande

(Foto: Arquivo)

O prefeito de Lagoa Grande, Vilmar Cappellaro, encaminhou nesta quarta-feira (01), mais um ofício ao diretor presidente da Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco – CODEVASF, Sr. Marcelo Moreira, solicitando parceria na manutenção e revitalização dos mananciais hídricos do município. Lagoa Grande conta com dezenas de barragens entre elas: Contendas, Santa Bárbara, Maracujá, Alto da Areia, Santa Bárbara, Bom Conselho e Sossego.

Quatro delas precisam urgentemente de revitalização sendo: Santa Marta: reparos na parede e vertedouro. Bom Conselho: reparos na parede, construção de vertedouro com passagem molhada. Alto da Areia: reparos nas paredes, construção do vertedouro com passagem molhada e a Barragem do Sossego também precisando de manutenção.

Segundo o prefeito, “a manutenção e a revitalização das barragens se fazem necessárias para melhorar a contenção, armazenamento e distribuição das águas pluviais que no período de longa estiagem ajudam os produtores rurais tanto na produção agrícola quanto na própria sobrevivência dos rebanhos, pastagens e plantações. Acreditamos muito na sensibilidade do nosso presidente da CODEVASF, inclusive porque Lagoa Grande é um dos mais importantes municípios do Vale, na produção do agronegócio, maior fonte de economia da região”, acrescentou Vilmar Cappellaro.

Codevasf lança 50 mil alevinos de piau e curimatã no rio São Francisco

A Codevasf realizou nesta quinta-feira (4) um peixamento com 50 mil alevinos das espécies piau e curimatã, na orla do Rio São Francisco em Petrolina (PE). O diretor-presidente da Companhia, Marcelo Moreira, participou do peixamento, um ato simbólico em celebração à Semana do Meio Ambiente. As espécies usadas no evento são nativas do São Francisco e foram produzidas no Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura de Bebedouro, da Codevasf.
“Participar desse ato de soltura de peixes no Rio São Francisco não é só um gesto simbólico nesse período, mas a confirmação do nosso compromisso com a revitalização e o cuidado com esse importante manancial”, afirmou Moreira. “A Codevasf continuará cumprindo sua missão institucional de desenvolver bacias hidrográficas de forma sustentável, com ações como as de oferta de alevinos, de equipamentos e de orientação técnica, para que o meio ambiente seja sempre compreendido como um ativo renovável que merece sempre nossa atenção”, acrescentou.
O Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura de Bebedouro tem capacidade de produção anual de oito milhões de alevinos de diversas espécies. De acordo com o superintendente regional da Codevasf em Pernambuco, Aurivalter Cordeiro, a expectativa para 2020 é de que sejam produzidos no centro cerca de quatro milhões de alevinos.
“No primeiro semestre deste ano nós entregamos algo em torno de dois milhões de alevinos para povoamento de diversos corpos d’água, como açudes, barreiros e barragens nos municípios pernambucanos da nossa área de atuação no estado”, informou Cordeiro.
Produção rural
Após o peixamento, diretor-presidente e superintendente seguiram para o setor 15 do Projeto de Irrigação Pontal – primeiro setor do empreendimento a ser ocupado por produtores. Na ocasião houve acionamento da bomba que leva água aos lotes familiares da área sul do projeto. Atualmente os agricultores estão preparando suas áreas para produção. São 77 lotes individuais, cada um de seis hectares.
Ainda no Pontal, Marcelo Moreira participou da entrega de equipamentos que devem fortalecer a agricultura familiar em seis municípios pernambucanos. No ato foram entregues cinco retroescavadeiras, quatro tratores agrícolas, três grades aradoras, três arados reversíveis e quatro sulcadores, distribuídos aos municípios de Bodocó, Parnamirim, Carnaubeira da Penha, Belém de São Francisco, Barra de Guabiraba e Orocó,  investimento de mais de R$ 1,3 milhão.

Codevasf investe mais de R$ 31 milhões no projeto de irrigação Pontal

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) está investindo mais de R$ 31 milhões em obras e serviços de engenharia para concluir a implantação dos setores de colonização da Área Sul do Projeto Público de Irrigação Pontal, localizado em Petrolina (PE).

“A infraestrutura de uso comum da Área Sul do Pontal já está concluída. Esses investimentos  vão viabilizar a ocupação dos 3,5 mil hectares irrigáveis dessa etapa do projeto. Somente nessa área do empreendimento devem ser gerados mais de 3 mil empregos diretos e 5 mil empregos indiretos”, afirma Sérgio Costa, diretor de Desenvolvimento Integrado e Infraestrutura da Codevasf.

LEIA MAIS

Famílias de baixa renda de Petrolina recebem pescados doados pela Codevasf

(Foto: Alexandre Justino)

Uma parceria da Codevasf e o Programa Transforma Petrolina garantiu a doação de 1.500 kg de tilápias e tambaquis à famílias de comunidades vulneráveis do município, nesta quinta-feira (09). O gesto solidário da Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco e Parnaíba, garantiu a tradição cristã de comer peixes na Semana Santa, para centenas de pessoas de baixa renda.

Os pescados são oriundos de criatórios da Codevasf, em Petrolina. Por conta, do momento de calamidade de saúde e econômica vivida no País, a instituição procurou o Transforma Petrolina para mobilizar a doação de forma organizada em localidades com famílias de baixa renda.

LEIA MAIS

Petrolina: ruas do N-5 e Projeto Maria Tereza recebem serviços de pavimentação

(Fotos: Jonas Santos e Emerson Leitte)

Mesmo em tempos de orientações para que a população se mantenha em isolamento social, em casa, as equipes de engenharia da prefeitura e da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf),  continuam trabalhando na recuperação de estradas de comunidades do interior do município.

Na área irrigada de Petrolina, homens e máquinas trabalham para garantir mais de 60 ruas pavimentadas no Núcleo 5 do Perímetro Irrigado Senador Nilo Coelho e Projeto Maria Tereza nesta primeira etapa.

O trabalho está sendo realizado graças a um convênio no valor de mais de R$ 15 milhões, firmado entre a Prefeitura de Petrolina e a Codevasf para implementar diversas regiões do município.

(Fotos: Jonas Santos e Emerson Leitte)

Nesta remessa de investimentos as comunidades contempladas são: Projetos Bebedouro e Maria Tereza, C-1, C-2, C-3, Alto da Bela Vista, e nas vilas novas dos núcleos N-1, N-2, N-3, N-4, N-5, N-6, N-7, N-8, N-9, N-10 e N-11 terão no total mais de 170 ruas pavimentadas.

As obras foram iniciadas ainda no mês de março nas vilas do N-5 e Maria Tereza onde as frentes de serviço realizaram limpeza, lançamento de piçarra (cascalhamento), encanamento, terraplanagem, compactação do solo e aplicação de brita para receber a primeira camada de asfalto TSD.

Segundo o engenheiro responsável por acompanhar as obras de pavimentação na Área irrigada, Alfredo Gaze Neto, no Núcleo 5 está sendo finalizada a terraplanagem de 12 ruas para que possa ser lançado o TSD; no Maria Tereza, Km 25, 17 ruas já estão prontas para asfaltamento e duas ruas do Covão já recebem o cascalhamento.

Os serviços de pavimentação dessas ruas são de responsabilidade da Codevasf, com o apoio da Prefeitura de Petrolina, por meio da Secretaria de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos (SEINFRA), graças a convênio celebrado entre as instituições.

Projetos de irrigação da Codevasf produziram mais de 3,7 milhões de toneladas de itens agrícolas em 2019

(Foto: Ilustração)

Mais de R$ 3 bilhões em valor bruto de produção (VBP) – isto é, a estimativa do valor total obtido pelos agricultores com a venda da produção agrícola – e cerca de 249 mil empregos diretos e indiretos. Esse foi o saldo alcançado, em 2019, pelos projetos públicos de irrigação implantados pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) na bacia do rio São Francisco. Aproximadamente 3,7 milhões de toneladas de itens agrícolas, sobretudo frutas, foram produzidos nesses projetos. Os dados foram divulgados pela Área de Gestão de Empreendimentos de Irrigação da Companhia.

“Temos observado, anualmente, um investimento em tecnologia por parte dos agricultores, o que proporciona melhoria na qualidade dos produtos oriundos dos projetos da Codevasf, trazendo, como consequência, agregação de valor”, destaca o diretor da Área de Gestão dos Empreendimentos de Irrigação da Companhia, Luís Napoleão Casado.

A área cultivada em 2019 foi de 99,6 mil hectares, favorecendo 11,4 mil famílias, a maioria produtores familiares, que representam mais de 10 mil. No período, o carro-chefe da produção agrícola continuou sendo a fruticultura irrigada, com destaque para uva, manga e banana, principais culturas do Vale do São Francisco, de acordo com o valor bruto de produção.

LEIA MAIS

Codevasf convoca futuros irrigantes do Projeto Pontal

(Foto: CODEVASF)

A Comissão Responsável pelo assentamento dos produtores familiares vencedores da Licitação de lote familiar do Projeto Pontal, realizará uma reunião com os futuros irrigantes, na  sede da 3ª Superintendência Regional da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf).

O atendimento ocorrerá nos dias 10, 11, 12 e 13 de fevereiro, no horário de 8h30 às 11h30 e 14h às 17h. Os encontros obedecerão uma ordem prevista por um cronograma que deve ser seguido pelos produtores:

LEIA MAIS

Codevasf inaugura Casa de Mel na zona rural de Petrolina

(Foto: Ascom/Codevasf)

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) inaugurou, nesta semana, a Unidade de Extração e Beneficiamento de Mel na comunidade de Roçado, zona rural de Petrolina (PE). Na construção da Casa de Mel de Roçado, foram investidos cerca de R$ 250 mil. A unidade tem capacidade de extração de até 40 toneladas de mel por ano.

“Já somamos quase 20 unidades de extração e beneficiamento de mel em nossa área de atuação. E para que os apicultores, além dos equipamentos da casa, também tenham os kits individuais para trabalhar, já garantimos mais de R$ 1 milhão destinados a compra de utensílios, indumentárias e equipamentos apícolas para 2020”, informou Aurivalter Cordeiro, superintendente regional da Codevasf em Petrolina.

A ação visa fomentar e fortalecer a prática da apicultura em Pernambuco. No total, já são mais de R$ 10 milhões investidos e quase 3 mil famílias beneficiadas com a entrega de kits de apicultura e com a implantação de casas de mel nas regiões do São Francisco, Araripe, Sertão Central, Moxotó e Pajeú.

Investimento de mais de R$ 200 milhões da Codevasf beneficiará cerca de 70 municípios de Pernambuco

(Foto: CODEVASF)

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) vai investir mais de R$ 200 milhões em diversas ações em Pernambuco. O recurso, fruto de termos de execução descentralizada (TEDs) firmados com o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), beneficiará cerca de 70 municípios da área de atuação da empresa no estado, de acordo com o cronograma estabelecido com as prefeituras.

Parte dos R$ 200 milhões será usada em obras de melhoria da mobilidade urbana e rural, bem como em ações que amenizem os efeitos dos períodos de estiagem. Assim, ao longo de 2020 a Codevasf realizará a pavimentação de vias; recuperação e construção de barragens; e construção de passagens molhadas, de matadouros para caprinos e ovinos e de quadras de múltiplo uso. Também serão perfurados e instalados centenas de poços, todos movidos a energia solar.

LEIA MAIS

Petrolina recebe investimentos da Codevasf para estruturação de vias públicas

(Foto: CODEVASF)

A partir de um investimento de cerca de R$ 16 milhões, a Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco e do Parnaíba(Codevasf) irá estrutura diversas vias de acesso a bairros do município de Petrolina (PE) com a pavimentação em paralelepípedo. As obras devem ser iniciadas ainda neste semestre e devem beneficiar 28 vias públicas com a estruturação urbana.

A execução das obras está dividida em cinco etapas. A primeira engloba os bairros Petrópolis, Terras do Sul, São Jorge, Henrique Leite e Fernando Idalino e deve ser concluída no prazo de 120 dias. Para essa etapa inicial, será investido pela Codevasf aproximadamente R$3 milhões.

Integrante das políticas públicas de Desenvolvimento Regional, os projetos de Desenvolvimento Urbano da Codevasf estão sendo executados nas áreas de atuação da Companhia no país. O mais recente foi no estado de Sergipe, que só este ano estruturou mais de 85 mil m² de vias públicas.

LEIA MAIS

Primeiras unidades parcelares empresariais do Projeto de Irrigação Pontal são entregues pela Codevasf

(Foto: Divulgação)

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) iniciou a entrega das primeiras unidades parcelares empresariais (lotes) da Área Sul do Projeto de Irrigação Pontal, localizado em Petrolina (PE). Das 37 unidades parcelares destinadas às empresas, 18 foram vendidas na primeira fase da licitação e mais de 90% dos proprietários já foram notificados e autorizados pela Codevasf para iniciarem as atividades no local. A previsão é que até o final de outubro todas as unidades parcelares sejam entregues.

De acordo com o superintendente regional da Codevasf em Petrolina, Aurivalter Cordeiro, o Projeto de Irrigação Pontal é um acréscimo não só para a área irrigada do município de Petrolina, mas também para toda a área do sertão do São Francisco. “Consideramos que houve, por parte do empresariado e de todos que participaram das licitações, a confiança no trabalho da Codevasf, que visa constantemente a melhoria de vida e o desenvolvimento socioeconômico na área em que atua, por meio de ações que favoreçam o avanço da agricultura irrigada e a estruturação de atividades produtivas”, comemora Cordeiro.

Ocupando uma área total de 29 mil hectares, a área destinada à irrigação abrange cerca de 7,6 mil hectares e foi dividida em duas categorias: unidades parcelares empresariais (média de 46 ha) e familiares (média de 6 ha), sendo 3,5 mil ha no Pontal Sul e 4,1 mil no Pontal Norte.

LEIA MAIS

Casa Nova: Vereador Zé Carlos Borges critica Codevasf e chama Superintendente da 6ª SR de incompetente

Vereador Zé Carlos Borges (Foto: Divulgação)

A sessão da Câmara de Vereadores de Casa Nova (BA) foi agitada, nesta nesta terça-feira (18). Na ocasião foram debatidos assuntos como a determinação de reintegração de posse de áreas do Projeto Nilo Coelho, ocupadas por mais de mil famílias, e o duro discurso do Vereador José Carlos Borges (PT) cobrando a conclusão das obras da Adutora Luiz Nunes, Entroncamento- Serra Branca; que se arrastam desde 2013.

“Há mais de dois anos um incompetente está lá naquela cadeira da  CODEVASF” – desabafou Zé Carlos Borges, segundo ele cansado de cobrar e reunir-se com Elmo Nascimento, Superintendente da 6ª SR da Codevasf em Juazeiro (BA).

“Imaginem vocês, a riqueza que nós temos parada há mais de três anos, que é essa adutora que vai até a Serra Branca”, continuou dirigindo-se aos vereadores e público que lotou o plenário da Câmara, explicando que já colocou Coelba e Codevasf na mesma mesa para discutir o que era necessário para a conclusão das obras e o início do funcionamento da adutora.

” A Coelba foi muito clara. Na frente do pessoal da Codevasf; ou eles providenciariam as licenças ambientais ou nada poderia ser feito. Quem está devendo não é a Coelba, é a Codevasf “, completou o parlamentar.

Adutora Luiz Nunes, entroncamento – Serra Branca

Mais de 3, 4 mil pessoas serão beneficiadas com o sistema de abastecimento que vai levar água para comunidades rurais ao longo de 160 quilômetros, onde já foram investidos desde o início das obras em 2013, mais de 20 milhões de reais, constituindo-se em uma das maiores obras tocadas pela Codevasf.

São três sistemas, sendo o menor deles o Sistema Luis Nunes, captação flutuante, estação de tratamento na localidade e reservatório com capacidade para 30 metros cúbicos. O sistema de Lagoado, previsto inicialmente para atender a 569 pessoas, com captação flutuante na localidade Sítio Mandacaru, equipada com 2 conjuntos motor bomba, com capacidade para bombear 8.532 litros por hora, possui uma estação de tratamento, 11 reservatórios elevados com capacidade entre 5 e 10 metros cúbicos e altura de 10 a 12 metros.

O maior, Sistema Serra Branca, distante 90 quilômetros da sede, que atenderá 2.657 pessoas, têm instalada a captação na localidade de Baraúnas, com três elevatórias já construídas ao longo do percurso da adutora principal que, em conjunto com a rede de distribuição, terá 160 quilômetros. Foram construídos 16 reservatórios com capacidade variando de 5 a 70 metros cúbicos.

Com 99% das obras concluídas, os sistemas estão parados, sujeitos à deterioração e depredação há mais de um ano, quando foram alocados os últimos recursos, dependendo apenas de licenças ambientais que deveriam ter sido providenciadas pela Codevasf, sem as quais a Coelba não fará as ligações elétricas necessárias ao funcionamento.

Codevasf executará R$ 4 milhões de emendas do deputado Fernando Filho 

(Foto: Arquivo)

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba foi escolhida pelo deputado federal Fernando Filho (DEM) para a execução de R$ 4 milhões de emendas parlamentares. A empresa pública, destinada ao progresso das regiões ribeirinhas, fará ações como perfuração de poços e aquisição de equipamentos como máquinas e retroescavadeiras.

“Este ano fizemos a opção de executar uma parte das nossas emendas parlamentares junto à Codevasf, que tem sido parceira no nosso trabalho de fomentar o desenvolvimento do São Francisco. Lideranças dessas doze cidades já se reuniram com o superintendente da Codevasf, Aurivalter Cordeiro, estabelecendo o cronograma, e esses recursos chegarão em breve e já serão utilizados para benefício da população desses municípios”, destacou Fernando Filho.

As doze cidades contempladas são: Afogados da Ingazeira, Betânia, Bonito, Carnaubeira da Penha, Custódia, Flores, Itacuruba, Petrolândia, Tabira, Tacaratu, Triunfo e Tupanatinga.

Codevasf celebra 45 anos de atuação em projetos de desenvolvimento

(Foto: Internet)

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) chega aos 45 anos de existência. A cerimônia de aniversário foi realizada ontem(30), na sede da empresa em Brasília, com a participação do ministro do Desenvolvimento Regional (MDR), Gustavo Canuto, e da secretária nacional de Desenvolvimento Regional e Urbano do MDR e presidente do Conselho de Administração da Codevasf, Adriana Melo, entre outras autoridades. O diretor da Área de Desenvolvimento Integrado e Infraestrutura da Codevasf, Sérgio Costa, atualmente respondendo pela Presidência da empresa, conduziu o evento acompanhado de diretores e gerentes-executivos.

A Codevasf, vinculada ao Ministério do Desenvolvimento Regional, tem a missão de desenvolver bacias hidrográficas de forma integrada e sustentável, contribuindo para a redução das desigualdades regionais. Por meio de execução direta ou mediante parcerias, a empresa executa obras e ações voltadas ao desenvolvimento por meio da implantação de projetos de irrigação, revitalização de bacias hidrográficas, oferta de água para consumo humano e animal, apoio a arranjos produtivos e obras de infraestrutura hídrica. A empresa também atuará como Operadora Federal do Projeto de Integração do Rio São Francisco (Pisf)).

Sérgio Costa destacou a atuação da Codevasf como agente de transformação. “Há décadas implantamos estruturas de irrigação que empregam dezenas de milhares de pessoas. Essas estruturas geram oportunidades e riqueza. Apenas em 2018, os projetos de irrigação implantados ou mantidos pela Companhia na bacia do São Francisco alcançaram valor bruto de produção de R$ 2,7 bilhões – foram produzidas 3,8 milhões de toneladas de itens agrícolas”, disse.

LEIA MAIS

Codevasf realiza tradicional distribuição de peixe para instituições filantrópicas de Petrolina e região

(Foto: Ascom)

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), mantém uma tradição de Páscoa que já dura quase uma década, a distribuição de peixes durante a semana santa para instituições filantrópicas. Este ano, foram distribuídos cerca de 700 quilos de peixes da espécie Tambaqui, oriundos do Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura de Bebedouro (CIB).

O Superintendente regional da Codevasf em Pernambuco, Aurivalter Cordeiro e o gerente regional de revitalização das bacias hidrográficas, Maxwell Tavares foram pessoalmente entregar os peixes na Casa de Passagem Bom Samaritano, Casa Geriátrica, Casa Lar, Lions Clubes de Petrolina, Fazenda Roseira II, e no Centro de Tratamento de Dependentes Químicos, da Comunidade Boa Nova, localizado no Projeto Maria Tereza, km 18.

LEIA MAIS
123