Governo de Pernambuco prorroga decretos: comércio permanece fechado até 17 de abril

Lojistas devem obedecer recomendação do Estado (Foto: Divulgação)

O Governo de Pernambuco renovou três decretos publicados durante a pandemia do novo coronavírus. Sendo assim, o comércio, obras de construção civil, shoppings centeres, bares e restaurantes (permitido apenas o delivery) academias, clubes sociais, além de salões de beleza devem permanecer fechados até pelo menos 17 de abril.

LEIA TAMBÉM

Comércio de Petrolina seguirá fechado até nova orientação do Estado, afirma Miguel Coelho

Urgente: Paulo Câmara determina fechamento do comércio em Pernambuco

A medida é preventiva, adotada em meio ao surgimento de novos casos confirmados no Estado. Já na educação, universidades e unidades escolares de ensino público ou privado seguirão fechadas até 30 de abril.

As determinações foram publicadas no Decreto 48.881/2020, sancionado pelo governador Paulo Câmara (PSB) no dia 3 de abril e publicado no Diário Oficial na edição de sábado (4) e já estão valendo.

Equipes da prefeitura de Petrolina realizam higienização das feiras livres

(Foto: ASCOM/PMP)

Com o retorno do funcionamento das feiras livres em Petrolina, a prefeitura vem intensificando a prevenção ao coronavírus nesses locais. Desde esta quarta-feira, 1° de abril, as equipes da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, e da Agência Municipal de Vigilância Sanitária estão orientando e fiscalizando para que sejam respeitadas as medidas restritiva.

Além disso, nesta quinta-feira (2), foi iniciado um trabalho de higienização dos pátios, bancas e equipamentos da feira do Jardim Maravilha, mais conhecida como feira do Ouro Preto.

A ação, que conta com agentes de limpeza da Secretaria Executiva de Serviços Públicos, visa diminuir o risco de transmissão do vírus, para, assim, dar mais segurança a feirantes e clientes. A higienização está sendo feita com água, sabão e cloro.

“Estamos atentos e tomando as medidas para evitar a disseminação do coronavírus, entendemos que a retomada das feiras é importante para auxiliar no abastecimento de alimentos em Petrolina, mas não podemos descuidar”, frisou o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Emicio Júnior.

Com comércio paralisado, CDL de Juazeiro orienta empresários a se planejarem para o futuro

Comércio está de portas fechadas desde o dia 24/03 (Foto: Blog Waldiney Passos)

Ainda não há uma previsão de quando o comércio de Juazeiro (BA) poderá voltar a normalidade. Os decretos municipais e estaduais continuam em vigência por conta da pandemia do novo coronavírus. Em meio a tantas incertezas a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) emitiu uma orientação aos empresários.

LEIA TAMBÉM

Fake news: Sindcom de Juazeiro desmente reabertura do comércio a partir de segunda-feira

Prefeitura de Juazeiro decreta fechamento de comércio na próxima terça

É hora de planejar o futuro, de acordo com a CDL. Isso porque as portas dos comércios foram fechadas desde o dia 24 de março e muitos comerciantes não têm capital de giro. “Nossa orientação é que cada lojista busque no seu contador as informações necessárias para auxiliar no planejamento e nas decisões dos próximos meses“, salienta a CDL.

LEIA MAIS

Comércio de Petrolina seguirá fechado até nova orientação do Estado, afirma Miguel Coelho

Comércio segue de portas fechadas (Foto: Reprodução/Google Maps)

O prefeito Miguel Coelho (MDB) participou do programa Super Manhã com Waldiney Passos dessa quarta-feira (1º) e comentou sobre a abertura do comércio em Petrolina. Segundo o gestor, ainda não há uma previsão da retomada dos serviços não essenciais, paralisados por conta da pandemia do novo coronavírus.

“O Decreto que fechou o comércio e suspendeu as atividades de serviço foi um decreto estadual, ordens do Governo do Estado e o próprio Ministério Público Estadual reforçou que os prefeitos são obrigados a cumprir essa determinação. Ninguém quer competir e desafiar qualquer ente federativo, nós queremos somar nesse esforço de prevenção“, disse à Rádio Jornal.

Diálogo com a capital

Miguel revelou ainda que está mantendo diálogo com Paulo Câmara (PSB), mas segue aguardando as orientações estaduais. “Não consigo dar um prazo de quando isso vai voltar. A gente tem mantido o diálogo aberto com o Governo do Estado. O governador ficou de dar uma resposta até a sexta-feira a alguns setores que possam voltar, mas isso cabe ao governo do Estado“, comentou.

Fake news: Sindcom de Juazeiro desmente reabertura do comércio a partir de segunda-feira

Comércio seguirá fechado (Foto: Blog Waldiney Passos)

O comércio de Juazeiro (BA) não abrirá as portas a partir de segunda-feira (30). A notícia que circula nos grupos de WhatsApp é fake news, de acordo com o Sindicato dos Comerciários da cidade (Sindcom). Ou seja, os decretos estadual e municipal seguem valendo durante a quarentena.

“A mensagem circulada nas redes sociais informando a reabertura do comércio de Juazeiro na próxima segunda-feira não procede. O sindicato comunica que está seguindo o decreto municipal, onde ficou determinado o fechamento até o dia 31 de março“, salientou o Sindcom.

O Sindicato lembrou ainda que há um acordo com o Sindilojas para que as atividades sejam retomadas no dia 08/04, “podendo ser alterado de acordo com as determinações da autarquia municipal”.

Depois de se reunir com empresários, Miguel mantém quarentena e comércio seguirá fechado em Petrolina

Comércio segue fechado em Petrolina (Foto: Magda Lomeu/Globoesporte.com)

Depois de se reunir com representes da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), Sindilojas e Fiepe, o prefeito de Petrolina Miguel Coelho (MDB) anunciou que o comércio seguirá fechado. O encontro aconteceu na tarde de sexta-feira (27).

O gestor ouviu pedidos dos empresários e comerciantes, contudo se manteve firme nas medidas preventivas ao novo coronavírus. “Desde o começo temos ouvido todos os atores envolvidos nesse processo, governos, produtores, especialistas em saúde pública. Por enquanto, os decretos seguem mantidos, priorizando o bem estar da saúde pública. Vamos continuar respeitando a determinação do Governo Estado e avaliar diariamente o cenário da transmissão do vírus”, disse Miguel.

A determinação de fechar o comércio também vem por parte do Governo do Estado, que segue sem alterar seus decretos. Além disso, as aulas estão paralisadas em Pernambuco.

Uma terça-feira com cara de domingo em Juazeiro

(Foto: Blog Waldiney Passos)

O decreto do prefeito Paulo Afonso que implementou medidas para conter a proliferação do novo Coronavírus e a gripe H1N1 deixou as ruas de Juazeiro praticamente desertas.

Com as medidas anunciadas no último sábado (21) e ampliadas na manhã desta segunda-feira (23), os comerciantes fecharam as lojas hoje (24) e os órgãos públicos e privados suspenderam o expediente pelos próximos sete dias. Quem teimou em funcionar teve o estabelecimento fechado por fiscais da prefeitura e pela Guarda Municipal.

LEIA TAMBÉM

Juazeiro confirma segundo caso de coronavírus

Apenas lojas como mercadinhos, farmácias, açougues, padarias, borracharias lojas de ração animal e de defensivos agrícolas, consideradas essenciais, puderam manter as portas abertas. Mas o atendimento é limitado. O número de clientes dentro do estabelecimento está sendo controlado.

LEIA MAIS

Impacto negativo no setor de comércio e serviços pode ultrapassar R$ 100 bilhões, diz CNDL

Comércio na Rua Dom Vital. (Foto: ASCOM/ prefeitura de Petrolina)

A Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), representante de mais de 500 mil empresas em todo o País, vem buscando junto ao Ministério da Economia medidas emergenciais que possam, de alguma maneira, amenizar os impactos da pandemia do coronavírus no setor.

De acordo com a CNDL, a estimativa é que o setor de comércio e serviços seja impactado negativamente em mais de R$ 100 bilhões nos próximos meses. A projeção tem como premissa a normalização das atividades a partir de maio. Caso os efeitos da pandemia avancem além desse período, o impacto poderá ser ainda maior.

O pacote de medidas anunciado pelo governo federal no dia 18 de março traz importantes avanços para que os empresários mantenham a viabilidade das suas empresas. A CNDL trabalha junto ao governo federal nos ajustes necessários que devem ser feitos para que não ocorra o fechamento de milhares de postos de trabalho.

LEIA MAIS

Petrobras reduz preço da gasolina em 12% e diesel em 7,5% após queda do petróleo

(Foto: Ilustração)

A Petrobras anunciou que reduzirá o preço médio da gasolina em suas refinarias em 12% e do diesel em 7,5% a partir de quinta-feira (19). A medida repassa a queda nos preços do petróleo, que nesta quarta (18) estão no menor nível desde 2003. O combustível cai por causa dos impactos da expansão do novo coronavírus e de uma guerra de preços entre grandes produtores.

O repasse de ajustes dos combustíveis nas refinarias para o consumidor final nos postos não é imediato e depende de diversos fatores, como consumo de estoques, impostos, margens de distribuição e revenda e mistura de biocombustíveis.

A Petrobras já havia reduzido o preço dos combustíveis na semana passada, também repassando aos consumidores a desvalorização do Brent (referência internacional do petróleo). Na semana passada, o corte havia sido de 9,5% na gasolina e de 6,5% no diesel.

Prodecon autua seis estabelecimentos de Petrolina por possível reajuste abusivo no preço de álcool gel e máscaras

(Foto: Ascom/PMP)

Diante da pandemia do novo coronavírus, tem sido grande a procura por produtos relacionados à prevenção, como álcool gel e máscaras. Por isso, o Programa Municipal de Defesa do Consumidor (Prodecon) autuou nesta terça-feira (17), seis estabelecimentos comerciais de Petrolina (PE) para verificar o possível aumento abusivo dos valores destes produtos.

As denúncias têm aumentado gradativamente, principalmente, após o aumento de casos suspeitos na cidade. No entanto, o Prodecon esclarece que de acordo com o Código de Defesa do Consumidor é caracterizado como prática abusiva elevar sem justa causa o preço de produtos ou serviços e obter vantagem desproporcional.

LEIA MAIS

Preço da gasolina cai 9,5% e do diesel, 6,5%, nas refinarias da Petrobras

(Foto: Ilustração)

A crise econômica mundial causada pela pandemia do novo coronavírus e a disputa entre Rússia e Arábia Saudita sobre o nível de produção do petróleo fizeram baixar o preço dos combustíveis nas refinarias da Petrobras. Segundo a estatal, a gasolina teve redução de 9,5% e o diesel, de 6,5%. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (12).

LEIA MAIS

Coronavírus: estoques de máscaras e álcool gel em farmácias de Juazeiro e Petrolina estão quase zerados

(Foto: Blog Waldiney Passos)

O surto de Coronavírus (Covid-19) que teve origem na China, mas já se espalhou por vários países, tem preocupado a população mundial. O Brasil confirmou 34 casos da doença, em Pernambuco, 12 casos seguem em investigação, e Juazeiro (BA) notificou ontem (10) o primeiro caso suspeito na cidade.

Devido à proliferação dos casos, as pessoas estão buscando métodos para se prevenir. Com isso, a procura por álcool gel e máscaras aumentou consideravelmente nas farmácias. Em Juazeiro e Petrolina (PE), os estoques dos  dois produtos estão praticamente zerados.

LEIA MAIS

Cartão de crédito passa a usar cotação do dólar do dia da compra

(Foto: Marcos Santos/USP)

Quem usa o cartão de crédito no exterior vai poder calcular com mais precisão o custo das compras internacionais. Entra em vigor hoje (1º) determinação do Banco Central (Circular nº 3918) que obriga as operadoras de cartão a usar a cotação do dólar do dia da compra – e não mais a do dia de vencimento da fatura – para conversão do valor em real.

A mudança pretende dar mais previsibilidade aos consumidores que usam o cartão no exterior ou que fazem compras em sites estrangeiros.

Antes dessa mudança, a cotação da moeda americana usada era aquela do dia do fechamento da fatura. Quando anunciou a mudança na regra, em novembro de 2018, o Banco Central (BC) argumentou que o cliente ficava vulnerável às variações do dólar no mercado financeiro desde a data em que o gasto foi feito até o momento do pagamento da fatura mensal do cartão de crédito.

LEIA MAIS

Procon-PE constata aumento de preços de produtos nas farmácias por causa do coronavírus

(Foto: Internet)

Diante do cenário de temor que as pessoas estão tendo, contra o coronavírus, o Procon-PE fez uma pesquisa, e constatou que o álcool em gel aumentou 53% e máscaras aumentaram 100,80%. Na última quinta-feira (27), a fiscalização passou por oito estabelecimentos, da Região Metropolitana do Recife, a partir da demanda de denúncias feitas por consumidores.

Nas farmácias e distribuidoras que o Procon-PE passou no Centro do Recife o menor preço do álcool em gel foi de R$10, já o maior, custava R$15. Em alguns estabelecimentos está sendo limitada a compra de duas unidades por cada Cadastro Nacional de Pessoa Física (CPF).

“Quem regula o preço dos produtos é o mercado. Estamos aqui para fazer o levantamento de preço e dar possibilidades aos consumidores”, disse Jonas Souza, Chefe de Fiscalização do Procon-PE. Ele ainda recomendou que os consumidores façam pesquisas antes de adquirir os produtos.

LEIA MAIS

Lojas do comércio de Petrolina devem ficar fechadas na próxima sexta, feriado da Data Magna

Comércio na Rua Dom Vital. (Foto: ASCOM/ prefeitura de Petrolina)

O dia 6 de março é um marco na história de Pernambuco, A data instituída pela lei 16.059/2017, faz alusão à Revolução de 1817, quando o estado nordestino declarou sua independência com relação à Coroa Portuguesa.

Por conta da Data Magna, será feriado em todo o estado pernambucano na próxima sexta-feira (6). Neste dia, o comércio de Petrolina deve fechar as portas.

Sobre o feriado, o Sindicato do Comércio Varejista de Petrolina faz uma ressalva: “Quem desejar abrir deve ficar atento à legislação prevista em Acordo Coletivo. A lei que institui a celebração da Data Magna prevê que instituições públicas e particulares realizem atividades de conscientização sobre o marco histórico que foi a Revolução Pernambucana”, disse em nota.

123