Mais de 50 bairros de Petrolina ficarão sem água nesta sexta-feira; confira a lista

(Foto: Arquivo)

Para quem já sofre com a deficiência no abastecimento de água em Petrolina no dia-a-dia, nesta sexta-feira (23) a situação vai ficar ainda pior. É que a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) vai interromper o abastecimento de água em mais de 50 bairros da Zona Leste de Petrolina.

Segundo a Compesa, a interrupção no fornecimento será necessária porque é preciso fazer manutenção corretiva, retirada de vazamento na Estação de Tratamento 1 (ETA 1), além de substituição de peças e elementos hidráulicos.

A Companhia informou que a previsão é que o fornecimento de água seja normalizado, gradativamente, a partir das 20h desta sexta (23), e regularizado em até 48h.

Confira os bairros que serão afetados:
Loteamento Recife, Vila Marcela, Vila Eulália, Areia Branca, Dom Malan, Caminho do Sol, Maria Auxiliadora, José e Maria, Mandacaru, Terras do Sul, Santa Luzia, São Jorge, Vila Débora, Loteamento Padre Cícero, Dom Avelar, São Joaquim, Monsenhor Bernardino, Loteamento Santa Barbara, Vivendas I e II, Buona Vita, Pedra Linda, Vale Dourado, Vila Esperança, Condomínio Mais Viver, Mais Viver Vinhedos, Centro, Jardim Amazonas, Alto do Cocar, Pedro Raimundo, Quati, Jardim São Paulo, Vila Eduardo, Vila dos Ingás, Loteamento Nossa Senhora Rainha dos Anjos, Alto Cheiroso, São José, Henrique Leite, Novo Horizonte, Jatobá, Carneiros, Cidade Universitária, Condomínio Água Viva, Condomínio Portal das Águas, Vila das Imbira, Vila Mocó, Gercino Coelho, Km 2, Loteamento Arco-íris, Jardim Maravilha, Ouro Preto, Alto Grande, Antonio Cassimiro e Vale do Grande Rio.

Manutenção em ETA deixará bairros da zona leste de Petrolina sem água nesta sexta-feira

Mais de 40 bairros estarão sem água (Foto: Ilustração)

Nesta sexta-feira (23), a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) realizará uma manutenção corretiva e deixará diversos bairros de Petrolina sem água. O fornecimento será interrompido a partir das 3h, para solucionar um vazamento na Estação de Tratamento 1 (ETA 1).

Durante o serviço, a Compesa também fará a troca de peças e elementos hidráulicos. Os bairros que ficarão sem água estão situados na zona leste do município. Segundo a Compesa, a previsão é retomar o abastecimento a partir das 20h da sexta.

Contudo, em algumas localidades o serviço somente poderá ser regularizado após 48h, informa a Compesa. Confira a seguir os bairros afetados:

LEIA MAIS

Pedra Linda segue sem água, afirmam moradores

Leitora reclama da Compesa

Ainda está faltando água no bairro Pedra Linda, em Petrolina. No domingo (11) o Blog mostrou a queixa de moradores e a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) informou que a situação seria normalizada ao final do dia.

Hoje, 12/10, não caiu uma gota d’água nas torneiras. “A água chegou ontem umas 19 da noite, bem fraca. E hoje já faltou novamente. Não normalizou nada”, conta um leitor do Blog.

LEIA TAMBÉM

Sem água desde sexta-feira, moradores da zona norte cobram resposta da Compesa

Ainda de acordo com outra leitora, a água que chegou ontem foi fraca e não teve força de encher a caixa d’água. “De sexta pra sábado chegou, mas foi muito rápido. A água não chega com força para subir à caixa. Estamos sem uma gota de água. Não é possível“, desabafou outra moradora, que reside na Rua do Cogumelo.

O Blog questionou a Compesa sobre uma previsão para normalizar o abastecimento no bairro citado. Até a conclusão da matéria não obtivemos uma resposta. O espaço segue aberto aos esclarecimentos.

Sem água desde sexta-feira, moradores da zona norte cobram resposta da Compesa

(Foto: Ilustração)

A Redação do Blog recebeu várias mensagens de moradores da Zona Norte de Petrolina na manhã desse domingo (11). Eles alegam que desde sexta-feira (9) está faltando água nos bairros Dom Avelar, Mandacaru, Pedra Linda, Santa Luzia, São Jorge, São Joaquim, Terras do Sul e Topázio.

No período de altas temperaturas, eles ainda estão sem uma gota d’água nas torneiras e cobram respostas da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa). “Alguns bairros têm água em algumas ruas. Já em outros, zero água”, contou um leitor.

Um morador do bairro Pedra Linda relatou ao Blog que a situação por lá é ainda mais grave. “Não tem água nem para beber. É mais de uma semana praticamente sem água e quando chega é bem fraca”, destacou.

Compesa responde

Nossa equipe entrou em contato com a Compesa. Em nota, a Companhia afirmou que “diante das altas temperaturas, houve um aumento no consumo de água e consequentemente despressurização em alguns pontos” da cidade.

Ainda segundo a Compesa, equipes já estão “realizando ajustes operacionais nos sistemas, visando incrementar a oferta de água e atender o aumento de consumo sazonal. A previsão é que os sistemas estejam reequilibrados no decorrer de hoje (11)”.

Leitor reclama de esgoto estourado na região do bairro Sol Nascente, em Petrolina

O problema existe há alguns dias, segundo o leitor que se identificou apenas como Leôncio. Ele fotografou e enviou a nossa redação através do Whatsapp. De acordo com o relato dele, a água que aparece na foto é de um esgoto que estourou na região do bairro Sol Nascente ou de uma rede que vem dos bairros Bouguenville e condomínio Park Jatobá.

O leitor informou que a tubulação que leva esse esgoto a uma lagoa de estabilização já estava vazando a cerca de 5 dias. Ele afirma que chegou a avisar a um rapaz que estava na frente da Lagoa de Estabilização, mas foi informado que não tinha ninguém que pudesse dar andamento ao conserto.

“Estou enviando essa foto para vocês fazerem um apelo, porque é uma rede de esgoto que dar acesso a uma lagoa de estabilização e tem um escritório da Compesa a 50 metros desse vazamento. Será se eles viram esse vazamento que está aí”, pergunta o leitor Leôncio.

Nós procuramos a assessoria da Compesa para dar alguma posição sobre a solução do problema, mas desde segunda-feira (5) aguardamos contato e até agora nenhuma informação.

Paulo Câmara inaugura obras de laboratórios de água e de esgoto da Compesa na capital Pernambucana

(Foto: Ashlley Melo/SEI)

A inauguração aconteceu na manhã desta sexta-feira (9). Foram requalificados 11 laboratórios de água e as obras de três novos laboratórios de esgoto no bairro de Dois Irmãos, no Recife, que agora passa a ser chamado de Laboratório Central de Análises de Água e Esgoto e conta, agora, com um total de 14 laboratórios.

De acordo com a assessoria de Paulo Câmara, o Estado investiu R$ 7 milhões no serviço, que passa a ser um dos melhores do País. Também foram adquiridos equipamentos de alta tecnologia e o sistema UniLims, usado em companhias de saneamento consideradas referência no País.

“A requalificação é um passo importante para a consolidação das boas práticas no abastecimento e tratamento de água e de esgoto em Pernambuco. O laboratório dá o controle de qualidade e mostra os caminhos a serem corrigidos ou reforçados. É composto pelo que há de mais moderno em termos de boas práticas no mundo. Ele foi totalmente requalificado na questão do tratamento de água e é um laboratório novo na questão do esgoto”, destacou o governador Paulo Câmara.

A Compesa também adquiriu equipamentos de última geração para ampliar o monitoramento da qualidade da água. A análise de agrotóxicos, por exemplo, antes totalmente terceirizada, passa a ser feita em parte no central. A empresa também passa a adotar o sistema UniLims, usado nas melhores companhias de saneamento de do País. Ele permite uma integração dos resultados dos laboratórios do Estado, assim como rastreia a cadeia analítica. Isso tudo serve de suporte para a certificação na ISO 17025.

Esgoto invade residência em Petrolina e morador fica na bronca com a Compesa

Vazamento foi registrado na tarde de ontem, 04/10

Um morador da Rua Pilão Arcado, no bairro Jardim Maravilha, em Petrolina procurou o Blog para desabafar sobre um problema que começou na tarde de domingo (4). O esgoto entupiu e está voltando para sua residência.

Ele afirmou que tentou por diversas vezes contato com a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), mas apenas hoje (5) foi possível registrar a reclamação. “É um absurdo o esgoto retornando da calçada pra dentro de casa“, afirmou.

Em nota, a Compesa disse estar ciente dessa demanda mostrada acima. “Uma equipe já foi encaminhada ao local para a verificação e tomar as providências relacionadas ao caso”, informou a Companhia.

Compesa lança programa para renegociação de dívidas

A partir dessa quinta-feira (1°) a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) inicia uma ação inédita. Consumidores em débito poderão renegociar os valores através do programa “Quita Fácil”. Em alguns casos, os descontos ofertados poderão chegar a 90% e outra opção é o parcelamento no cartão de crédito.

A renegociação pode ser feita de forma presencial ou através dos canais digitais e telefone. Depois do contato inicial, dentro do prazo de 24h a Compesa enviará uma proposta e analisar como será feito o pagamento da dívida.

Segundo a Compesa, o programa foi criado como uma solução rápida de recuperação de crédito. Ou seja, é vantajosa aos dois lados, empresa e consumidor. “A ação surge com oportunidades únicas de adimplência para os clientes Compesa encerrarem o ano sem pendências com a empresa”, explica o diretor de Mercado e Atendimento, Carlos Júnior.

Governo de Pernambuco sanciona lei que cria microrregiões de saneamento básico

Pela Lei Complementar Estadual, municípios não têm autonomia de criar seus próprios planos de saneamento

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), sancionou a Lei Complementar n° 434/2020, instituindo microrregiões de saneamento básico no Estado. A Lei Complementar é resultado de um projeto apresentado pelo Poder Executivo e determina a criação de 11 divisões, formadas por municípios limítrofes.

Dessa forma, as ações de planejamento, execução e operação do serviço serão elaboradas de forma conjunta entre as cidades e o Estado. Petrolina está inserida na microrregião VIII (do São Francisco), ao lado de Afrânio, Dormentes e Lagoa Grande.

Conforme disposto no Artigo 5º da Lei Complementar, o plano regional de saneamento básico proposto pelo Governo do Estado inclui a “prestação concomitante dos serviços de abastecimento de água e de esgotamento sanitário”.

Sem planos municipais

Outro ponto importante é que o plano regional “dispensará a necessidade de elaboração e publicação de planos municipais de saneamento básico por cada um dos municípios integrantes”. A Lei Complementar já entrou em vigor no dia de sua sanção.

Concomitante à promulgação da Lei Complementar, o Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE) determinou a suspensão da licitação proposta pela Prefeitura de Petrolina, que visa substituir a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa).

TCE entra com Medida Cautelar e Prefeitura suspende licitação em Petrolina

(Foto: Ilustração)

O novo processo licitatório para escolher quem seria a nova responsável pelos serviços de água e esgoto de Petrolina foi suspenso. O Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE) entrou com uma Medida Cautelar, atendida pela Secretaria de Planejamento e Gestão da cidade.

O novo processo licitatório estava agendado para terça-feira (29). A ação do TCE vem em meio a um projeto do Governo do Estado de dividir Pernambuco em microrregiões de saneamento. A matéria está sendo discutida na Assembleia Legislativa (Alepe), mas já foi alvo de críticas do prefeito Miguel Coelho (MDB).

Atualmente o sistema de água e esgoto é operado pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), ligada ao Governo do Estado. Ainda não há detalhes sobre a Medida Cautelar. As informações são do blog Nossa Voz.

Compesa afirma que vazamento de água limpa na Rua 43 da Cohab VI foi solucionado

A reclamação foi feita hoje (25) aqui no Blog Waldiney Passos. Segundo ele, há pelo menos três dias, um vazamento estava provocando o desperdício de água limpa naquela localidade. O morador afirmou ainda que a quantidade de água era tão grande que atravessava toda a Cohab VI e chagava ao Rio Corrente, escorrendo por umas três ruas do bairro de Petrolina (PE).

Após contato do Blog, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) informando que recebeu, via Central de Atendimento (0800 081 0195) na quarta-feira (23) a demanda de vazamento de água limpa na Rua 43 ,Cohab VI. Segundo a empresa, uma equipe esteve no local nesta quinta-feira (24) e o problema foi solucionado.

Morador reclama de esgoto estourado no Pedro Raimundo em Petrolina

Um leitor, morador da rua 11 do bairro Pedro Raimundo, na zona norte de Petrolina, enviou mensagem ao Blog Waldiney Passos, reclamando que o esgoto daquela localidade estoura com frequência.

Segundo ele, a Companhia Pernambucana de Saneamento (COMPESA) já fez reparos várias vezes no local, mas poucos dias depois o problema retorna e volta a tirar a paciência dos moradores. De acordo com os reclamantes o mal cheiro é insuportável.

Nossa equipe procurou a Compesa que, se limitou a dizer, que a obstrução de esgoto da Rua 11 do bairro Pedro Raimundo foi reparada no último domingo (06).

Compesa responde sobre falta de água no bairro Henrique Leite em Petrolina

(Foto: Ilustração)

Após moradores se manifestarem nas redes sociais se queixando da falta de água no bairro Henrique Leite, em Petrolina, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), enviou nota a redação do Blog Waldiney Passos justificando o desabastecimento. Segue o documento na íntegra.

Nota:

“Em esclarecimento ao registro feito por moradores da Rua 28, bairro Henrique Leite, neste blog, a Compesa informa que o desabastecimento da área foi necessário para a execução de serviços de manutenção emergencial (conserto de vazamento). As ações estão em andamento e a previsão é finalizar ainda hoje (31). Após a conclusão dos trabalhos, será iniciado o processo de regularização de distribuição de água no bairro, que ocorrerá de forma gradativa.”

Compesa com os dias contados em Petrolina, prefeito publica edital para contratação de nova empresa

Conforme informamos ontem (25), o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, anunciou através das suas redes sociais, a publicação do edital de licitação para nova concessão dos serviços de água e esgoto em Petrolina (PE). O edital que a cidade de Petrolina colocou na rua para suceder a Compesa foi elaborado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e traz todas as exigências da concessão comum destes serviços de água e esgotamento sanitário pelo prazo de 35 anos.

Os investimentos previstos são de R$ 910 milhões com investimento maciço nos primeiros 5 anos de cerca de R$ 315 milhões.

De acordo com o que foi estabelecido pela gestão, o edital segue o Marco Legal do Saneamento e a meta pra abastecimento de água é chegar a 100% em 2026 em todo o município.

E esgotamento atingir 100% do município em 2030.

Além da sede do município, os serviços devem chegar a mais 64 localidades do interior que atualmente não são atendidas. Segundo a gestão, acerca do esgotamento sanitário, atualmente, há 72% da área urbana com rede coletora. A previsão do edital é chegar a 99% de rede coletora em 2025 na sede e 90% em 2030 na zona rural.

Na avaliação dos gestores locais, o novo modelo traçado no edital com Concessão Comum é mais vantajoso porque traz plano de metas bem definidos o que permite maior controle por parte do município. “Diferente do atual modelo com a Compesa, neste novo contrato as regras de contrato serão mais rígidas podendo o município romper contrato em caso de descumprimento do plano de metas”.

Miguel Coelho informou que não será criado nenhum órgão ou diretoria pra fiscalizar. A fiscalização segue com a Armup, que foi criada em 2003 para fiscalizar estes serviços.

“É o fim dos serviços mal feitos, das ruas com buracos abertos a torto e a direito e da falta de atenção com o nosso interior, para a execução de um trabalho responsável, à altura do que Petrolina quer, merece e precisa. É hora do novo tempo!!”, disse Miguel.

Compesa realiza recadastramento de clientes em Lagoa Grande, Vermelhos e Izacolândia

(Foto: Ascom)

Para estreitar o relacionamento entre clientes e a Companhia, a Compesa deu início hoje (24) ao trabalho de recadastramento na sede municipal de Lagoa Grande, incluindo o distrito de Vermelhos, além de Izacolândia, distrito do município de Petrolina. A previsão é de que sejam visitadas, até novembro, mais de 7 mil imóveis.

A ação tem o propósito de atualizar as informações, visando aperfeiçoar a prestação dos serviços prestados pela Companhia, sem que haja necessidade do cliente se deslocar até a loja de atendimento.

As visitas serão realizadas por profissionais tecnicamente capacitados, devidamente identificados e portando os equipamentos de proteção individual, que realizarão a atualização de alguns documentos, a exemplo de RG, CPF, comprovante de residência e dados sobre os imóveis. Não serão solicitadas quaisquer informações financeiras.

O serviço de recadastramento será realizado das 7h às 17h, de segunda a sexta-feira, e das 7h às 12h, aos sábados. O gerente da Unidade de Negócios da Compesa, Marcelo Guimarães, destaca a importância desta ação. “Este trabalho será fundamental para que possamos identificar a realidade atual dessas localidades, que vem crescendo nos últimos anos, bem como para compreendermos melhor nosso cliente, de forma a otimizarmos a gestão no abastecimento de água e coleta de esgoto”, explica.

Em caso de dúvida, o usuário poderá entrar em contato com a Compesa pelo telefone 0800 0810195.

123