Alerta: número de golpes do boleto falso cresce no início do ano

(Foto: Ilustração/Internet)

Geralmente, no início do ano, a maioria das pessoas acumula mais boletos a pagar devido a despesas extras e típicas da época, como impostos, matrícula da escola dos filhos, entre outros. Pensando nisso, o Procon Recife está alerta os consumidores para que não caíam em golpes de boletos falsos.

Esses golpes aumentaram em mais de 55% desde 2018. “Para fazer um pagamento não precisa necessariamente ter conta em banco e muitas pessoas utilizam boletos para quitar as contas. O que a gente orienta o consumidor é para que quando for tirar um boleto pela internet, ele deve manter ativo e atualizado o antivírus do computador. Alguns golpistas utilizam um vírus que aparece na hora que você imprime. Ele modifica a agência e a conta do boleto, fazendo com que o dinheiro não vá para a conta correta”, afirmou a presidente do Procon Recife, Ana Paula Jardim.

De acordo com Ana Paula, a população precisa prestar mais atenção nos sites que emitem os boletos, mas o primeiro passo é ter um bom antivírus no computador, para evitar problemas. Ela recomenda que as pessoas utilizem ferramentas como a Nova Plataforma de Cobrança (NPC), desenvolvida pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban) em parceria com as instituições bancárias, que pode aderir ao Débito Direto Autorizado (DDA). Nele, ao se cadastrar, o cliente recebe a versão eletrônica de todos os boletos emitidos em seu nome.

Confira as dicas do Prodecon Petrolina que vão te ajudar durante compra do material escolar

(Foto: Blog Waldiney Passos)

O período ainda é de férias, mas muitos pais já iniciaram a procura pelo material escolar da garotada. E para ajudar o consumidor de Petrolina, o Programa Municipal de Defesa do Consumidor (Prodecon) repassou algumas dicas para evitar que os consumidores tenham seus direitos desrespeitados.

“Os órgãos de defesa do consumidor orientam que os pais comprem apenas itens que sejam usados, exclusivamente, pelos alunos. Ou seja, os pais ou responsáveis não devem efetivar compra de materiais de uso coletivo. O ideal também é que as instituições de ensino apresentem junto à lista de material escolar o plano pedagógico para justificar o motivo daquela solicitação”, explica a a assessora jurídica do Prodecon, Valdene Pedone.

Outra orientação importante é sobre a compra de agendas escolares padronizadas com o calendário de atividades da escola. De acordo com o Prodecon, a compra desse produto deve ser opcional, e os pais ou responsáveis podem solicitar o calendário de atividades por outros meios.

Inmetro dá dicas de segurança na compra de material escolar

(Foto: Blog Waldiney Passos)

No ato de compra do material escolar para o novo ano letivo, o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) orienta os pais e responsáveis pelos estudantes que procurem o selo de identificação da conformidade nos 25 produtos que estão na listagem de regulamentação do órgão, ligado ao Ministério da Economia.

Os pais devem evitar comprar no mercado informal, porque não há garantia de procedência e também para evitar produtos que ofereçam risco à saúde das crianças, como substâncias tóxicas que podem ser levadas à boca, ingeridas ou inaladas, ou causar acidentes por meio de bordas cortantes ou pontas perigosas. Além disso, devem procurar sempre a indicação de faixa etária, adquirindo artigos de acordo com a idade dos filhos.

Tarifa branca de energia será ampliada a pequenos consumidores em 2020

(Foto: Ilustração)

A maior parte dos consumidores de energia em todo o país terá uma oportunidade de mudar os hábitos e diminuir a conta de luz. Em vigor desde 2018 para grandes consumidores, a tarifa branca de energia será estendida a quase todos os brasileiros em 1º de janeiro.

A tarifa branca consiste na redução do preço da energia fora do horário de pico, também chamado de horário de ponta e envolve três faixas de valores. Nos dias úteis, a cobrança da energia será dividida em três faixas de horário: o horário de ponta (tarifa vermelha), entre o fim da tarde e o início da noite; a faixa intermediária (amarela), uma hora antes e uma hora depois do horário de ponta, e o horário fora de ponta (verde), com custo mais baixo no restante do dia.

Nos fins de semana e nos feriados nacionais, a tarifa de energia sempre será cobrada pelo valor fora de ponta. O modelo começou a ser usado em 2018, para unidades com consumo superior a 500 quilowatts-hora (kWh). Em 2019, passou a ser aplicado em unidades com consumo a partir de 250 kWh.

Intenção de consumo das famílias cai 0,8% de novembro para dezembro

(Foto: Internet)

A Intenção de Consumo das Famílias (ICF), medida pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), caiu 0,8% na passagem de novembro para dezembro. O resultado foi puxado principalmente pela perspectiva profissional, que registrou queda de 3%, e pelo nível de consumo atual, com redução de 2,8%.

SPC Brasil prorroga feirão on-line de renegociação de dívidas até 23 de dezembro

(Foto: Ilustração)

O feirão on-line de renegociação de dívidas do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) que se encerraria ontem (15) foi prorrogado até o dia 23 de dezembro. Milhões de brasileiros com contas em atraso poderão aproveitar a segunda parcela do 13º salário, além da liberação do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), para quitar suas dívidas e começar o ano com o “nome limpo”. O serviço é realizado em 11 capitais (São Paulo, Belo Horizonte, Salvador, Fortaleza, Recife, Goiânia, Cuiabá, São Luis, Teresina, Rio Branco e Manaus) e em mais quatro cidades do interior do país (Feira de Santana – BA, Ibirité – MG, Pato Branco – PR e Santo Antônio da Platina – PR).

“Prorrogamos o feirão por mais uma semana para que ainda mais brasileiros tenham oportunidade de negociar e iniciar o próximo ano sem dívidas. Quem está inadimplente deve priorizar o pagamento das contas utilizando o 13º e FGTS, por exemplo. Para isso, é importante fazer esforço e consumir com responsabilidade para não reincidir nos atrasos e começar o ano de 2020 no azul”, reforça o presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro Junior.

Pesquisa do Procon-PE aponta queda no preço do material escolar

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Muitas escolas já estão disponibilizando aos pais a lista de material escolar. Pensando nisso, o Procon-PE realizou uma pesquisa dos produtos mais procurados na lista de material escolar e mostrou que eles estão mais baratos. Dos 31 produtos pesquisados, 19 registraram queda no preço.

A pesquisa comparou os valores de dezembro deste ano, com os de dezembro de 2018. A queda mais representativa foi em relação a caixa de caneta hidrográfica (hidrocor), de 12 cores. No ano passado o produto custava, em média, R$ 6,85 e este ano passou para R$ 3,60%, o que indica uma queda no preço de 47,45%.

Além de comparar os preços do material escolar deste mês com o mesmo período de 2018, o órgão de defesa do consumidor também verificou os preços dos produtos em diferentes estabelecimentos. Na pesquisa, um dos produtos que teve a maior variação foi o papel crepom, com uma diferença de 287,76%.

Amigo secreto deve movimentar R$ 7,5 bilhões na economia, aponta pesquisa

(Foto: Ilustração)

Para comemorar as festividades de fim de ano, cada vez mais, os brasileiros têm se rendido ao famoso ‘Amigo Secreto’, também conhecido como ‘Amigo Oculto’. Um levantamento feito em todas as capitais pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) mostra que, este ano, 42% dos consumidores que vão presentar no Natal devem aderir à brincadeira — um aumento de 9 pontos percentuais em relação a 2018. Com isso, a previsão é de que cerca de R$ 7,5 bilhões sejam injetados na economia.

A estimativa é de que 66,3 milhões de pessoas participem de pelo menos algum `Amigo Secreto´ no trabalho ou na família. As principais motivações apontadas pelos entrevistados foram o fato de gostar desse tipo de celebração (59%) e considerar a brincadeira uma boa maneira de se economizar com presentes (36%). Há ainda aqueles que, apesar de entrar na brincadeira, sinalizaram não gostar desse tipo de comemoração: 12% disseram que participam para não serem vistos como antissociais.

Dívidas com bancos representam mais da metade das pendências de negativados, aponta indicador CNDL/SPC Brasil

(Foto: Internet)

Dados apurados pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) mostram que o volume de consumidores com contas em atraso cresceu 1,58% em outubro na comparação com igual período do ano passado. A maior parte das dívidas (53%) em aberto no país está ligada a instituições financeiras — um avanço de 6,0 pontos percentuais em relação a 2016. Já o comércio responde por uma fatia de 17% do total de dívidas – em 2016, a participação desse setor era de 20%. Enquanto o setor de comunicação foi responsável por 12% das pendências e as contas de água e luz por 10%.

Na contramão do crescimento das contas em atraso, o número de dívidas apresentou queda de 2,34% no mesmo horizonte de comparação.

Prefeitura de Petrolina promove feirão de renegociação de dívidas 

(Foto: Ilustração)

No período de 20 a 22 deste mês, a Prefeitura Municipal de Petrolina (PE) promoverá o ‘Feirão de renegociação de dívidas’. Oportunidade para quem tem aquela dívida que considera praticamente impagável e quer resolver a situação. A ação ocorrerá no Centro de Convenções Senador Nilo Coelho, das 9h às 20h.

Estarão presentes no Feirão as seguintes instituições: Santander, Itaú, Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Bradesco, Sicoob, Sicredi, Celpe e a Agência Municipal do Empreendedor (AGE). Os interessados em renegociar devem comparecer ao local com RG, CPF, comprovante de residência e, se tiver, o informativo da dívida.

O Feirão está sendo realizado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), em parceria com o Programa Municipal de Defesa do Consumidor (Prodecon) de Petrolina.

Apostas lotéricas ficam mais caras a partir deste domingo

(Foto: Ilustração)

Os preços das apostas de oito modalidades lotéricas ficarão mais caros, a partir deste domingo (10). Segundo a Caixa Econômica Federal, o reajuste será feito, após quatro anos sem elevação dos preços. Algumas loterias foram reajustadas em R$ 1,00, outras sofreram acréscimo de R$ 0,50.

Os novos valores foram autorizados pela Portaria nº 8.061 do Ministério da Economia, publicada no Diário Oficial da União no último dia 31 de outubro. O reajuste valerá para os sorteios que serão realizados a partir de segunda-feira (11).

Bombas de combustíveis terão certificação digital a partir de dezembro

(Foto: Ilustração)

A partir de dezembro, o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), vinculado ao Ministério da Economia, só vai aprovar modelos de bombas medidoras de combustíveis líquidos (gasolina, diesel e etanol) que tenham certificação digital. O objetivo é coibir a ocorrência de fraudes no abastecimento ao consumidor final. A informação foi dada hoje (4) pelo chefe do Setor de Medição de Fluidos do instituto, Edisio Alves Júnior.

Taxa adicional de embarque internacional será eliminada, diz ministro da Infraestrutura

(Foto: Internet)

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, disse hoje (28) que o governo vai deixar de cobrar a taxa adicional na tarifa de embarque internacional. Segundo o ministro, a medida faz parte de uma série de ações que o governo vai tomar para diminuir regulamentações no setor, visando incentivar o setor de aviação civil e a entrada de novas empresas aéreas no país.

“Vou antecipar uma das medidas: é a eliminação da taxa adicional de US$ 18 para voos internacionais”, disse o ministro após participar do Fórum de Líderes da Associação Latino-Americana de Transporte Aéreo (Alta).

Criada em 1999, a taxa é paga pelos passageiros que viajam para fora do país e feita junto com a tarifa de embarque é uma das fontes de receita do Fundo Nacional de Aviação Civil (FNAC), que financia melhorias na infraestrutura aeroportuária.

Facilidade: conta da Celpe pode ser parcelada no cartão de crédito

(Foto: Ilustração)

A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) está oferecendo aos clientes a possibilidade de parcelamento das contas de energia no cartão de crédito. A facilidade, que é oferecida aos clientes que possuem duas ou mais faturas em aberto, pode ser facilmente acessada pelo site da Companhia, assegurando mais comodidade para o cliente que deseja realizar o parcelamento da fatura.

O parcelamento, que pode ser realizado em até 12 vezes no cartão de crédito das bandeiras Master, Visa, Hiper, Elo e Amex, oferece uma série de vantagens para o cliente. A única exigência é que as parcelas tenham valor mínimo de R$ 5,00. A transação, completamente online, é possível a partir de uma parceria da Celpe com a Flexpag, empresa especializada no pagamento por meio de cartões de crédito, o que confere segurança ao cliente.

Confira o passo a passo para realizar a negociação:

1- Acessar o site da Celpe (www.celpe.com.br), selecionando a aba ‘Atendimento’ > ‘Serviços’ e a opção ‘Pagamento com cartão de crédito’;

2- O cliente será então redirecionado para a página da Flexpag, onde deve inserir seus dados pessoais, digitar a conta contrato e selecionar as faturas para pagamento;

3- São aceitos cartões das bandeiras Master, Visa, Hiper, Elo e Amex;

4-  O cliente pode optar pelo parcelamento em até 12 vezes (valor mínimo de R$ 5,00 por parcela).

Em caso de dúvidas, o cliente pode entrar em contato pelos canais de relacionamento da distribuidora. ​

Consumidores podem remarcar viagem a praias atingidas por mancha de óleo

(Foto: Adema/Governo de Sergipe)

Consumidores que tenham comprado pacotes de viagem ou hospedagem para as praias do Nordeste que foram afetadas pela mancha de óleo têm o direito de cancelar ou remarcar a reserva, sem a necessidade de pagar multa. Segundo orientação da Fundação Procon de São Paulo, para isso o consumidor deve entrar em contato com a empresa contratada e pedir o cancelamento ou a remarcação.

As manchas de óleo têm poluído o litoral do Nordeste brasileiro desde o início de setembro, mas foram notadas no final de agosto. A primeira localidade onde, segundo o relatório do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), a contaminação foi comunicada, foi na Praia Bela, em Pitimbu (PB), onde os fragmentos de óleo foram avistados no dia 30 de agosto. A partir daí, a substância escura e pegajosa se espalhou pelos nove estados do Nordeste (Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe).

123