‘Concertos Itinerantes’ visitará três bairros de Petrolina na próxima semana

Gercino Coelho é o primeiro bairro a receber Camerata na próxima semana (Foto: Jonas Santos)

A série de apresentações dos Concertos Itinerantes, da Prefeitura de Petrolina, contemplará três bairros na próxima semana. Gercino Coelho, José e Maria e Henrique Leite receberão a Camerata 21 de Setembro em apresentações gratuitas, às 19h.

No Gercino Coelho a apresentação acontecerá na segunda-feira (9), na praça vizinha a Escola de Referência do Ensino Médio Clementino Coelho (EREMCC). O projeto da secretaria-executiva de Cultura busca democratizar o acesso à arte.

Confira a seguir o cronograma das apresentações:

09/9 – Camerata 21 de Setembro , 19h – Gercino Coelho

16/9 – Camerata 21 de Setembro, 19h – José e Maria

23/9 – Camerata 21 de Setembro, 19h –  Henrique Leite

Copa Vela: Prefeitura de Paulo Afonso divulga programação completa, com shows de Psirico e Capital Inicial

(Foto: Reprodução)

A tradicional Copa Vela promete movimentar Paulo Afonso no próximo final de semana. Além do esporte, o público local e visitantes poderão acompanhar diversos shows gratuitos, promovidos com apoio da secretaria de Cultura e Esporte da cidade.

Para comemorar os 30 anos da competição, a Prefeitura organizou as festas em dois palcos: na Avenida Sales e outro na Prainha. Principal atração da festa, Psirico se apresentará no sábado (7) de feriado. “Márcio Victor é um dos ícones do pagode nacional, já estávamos em negociação e agora tivemos a confirmação. Não tenho dúvidas que trará ainda mais alegria para essa festa tão bonita que é a Copa Vela, e que completa 30 anos”, afirmou o secretário de Cultura e Esporte, Jânio Soares.

A programação na Avenida Apolônio Sales começará sempre às 19h. Confira as atrações da Copa Vela 2019:

LEIA MAIS

Virarte encerra Aldeia do Velho Chico com grande programação neste sábado

O pernambucano Almério é uma das atrações do Virarte. (Foto: Divulgação)

Após 15 dias de intensa programação cultural, a Aldeia do Velho Chico – Festival de Artes do Vale do São Francisco, realizado pelo Sesc Petrolina, será encerrado neste sábado (31), com o tradicional Virarte. Serão mais de dez horas ininterruptas de atrações, em uma grade que conta com shows musicais, espetáculos de dança, teatro e o Mercado Cultural.

Entre as atrações mais esperadas da programação estão a cantora baiana Larissa Luz e o pernambucano Almério. Natural de Altinho, no Agreste de Pernambuco, Almério subirá ao palco alternativo da Aldeia às 20h, para apresentar ao público sucessos do seu segundo CD “Desempena”, e outras canções. O cantor e compositor é ganhador do Prêmio da Música Brasileira 2018 na categoria Cantor Revelação.

Às 23h será a vez da cantora Larissa Luz colocar todo mundo para dançar. Cantora, compositora e atriz, Larissa é um dos principais nomes da música negra contemporânea da Bahia. Atualmente em cartaz vivendo Elza Soares no musical “Elza”, a soteropolitana concilia carreira de atriz e cantora.  Em seu novo trabalho, “Trovão” Larissa constrói um ritual Baile que propõe conexão do sublime com o terreno, atualizando mitos yorubás e conduzindo um encontro entre som e movimento na pista.

LEIA MAIS

Aldeia do Velho Chico: programação deste final de semana sofre alteração

(Foto: Internet)

A grade de programação da Aldeia do Velho Chico deste final de semana passou por uma mudança. O  espetáculo de Teatro Ombela, do grupo O Poste Soluções Luminosas (Recife-PE) , que seria encenado nesta sexta-feira (23),  será apresentado às 19h de sábado (24), na Sala do Ginásio, no Sesc Petrolina.

Aldeia do Velho Chico

Desde o dia 16, o Sesc, em parceria com a Prefeitura Municipal,  movimenta a cidade com a realização da 15ª edição da Aldeia do Velho Chico – Festival de Artes do Vale do São Francisco. A programação comemorativa de 15 anos do festival, acontece em Petrolina, Juazeiro (BA) e Lagoa Grande (PE), e segue até o dia 31 deste mês.

Consolidado como importante projeto multicultural do Vale do São Francisco, a Aldeia é um desdobramento do Palco Giratório, maior projeto de artes cênicas em circulação no país, e contará com a participação de mais de cem artistas regionais e nacionais.

Concerto em homenagem ao Dia dos Pais acontece no Parque Municipal neste domingo em Petrolina

A Prefeitura de Petrolina realiza, neste domingo (11), um concerto em comemoração ao Dia dos Pais.

A partir das 10h, na Arena II do Parque Municipal Josepha Coelho, a Philarmônica 21 de Setembro apresentará ao público um repertório especial para os homenageados.

O concerto que será regido pelo maestro Maicon Novaes, reúne sucessos de artistas como Djavan, Pixinguinha, Roupa Nova, entre outros artistas da Música Popular Brasileira.

A apresentação é coordenada pela Secretaria de Educação, Cultura e Esportes, através da Secretaria Executiva de Cultura.  O evento é gratuito e aberto ao público.

O secretário executivo de Cultura, Cássio Lucena, reforça o convite. “Convidamos os pais, avós, tios e toda familia, além dos frequentadores do Parque, para prestigiar esse singelo presente musical da Prefeitura de Petrolina. Vai ser uma apresentação encantadora“.

Aldeia do Velho Chico celebra 15 anos com grande programação em Petrolina, Juazeiro e Lagoa Grande

(Foto: Ascom)

Durante o mês de agosto Petrolina vai se tornar a capital cultural do Sertão pernambucano.  De 16 a 31 o Sesc, em parceria com a Prefeitura Municipal, movimentará a cidade com a realização da 15ª edição da Aldeia do Velho Chico – Festival de Artes do Vale do São Francisco. A programação comemorativa de 15 anos do festival, que acontecerá em Petrolina, Juazeiro (BA) e Lagoa Grande (PE), foi lançada na manhã desta quinta-feira (8)  no Teatro Dona Amélia. Consolidado como importante projeto multicultural do Vale do São Francisco, a Aldeia é um desdobramento do Palco Giratório, maior projeto de artes cênicas em circulação no país, e contará com a participação de mais de cem artistas regionais e nacionais.

O homenageado desta edição será o Grupo TPA (Teatro Popular de Arte) de Petrolina, companhia que contribuiu para a construção do movimento teatral na região, com uma trajetória de mais de 30 anos. O tema escolhido para a edição é a hashtag  #SOMOSALDEIA. “O projeto solidificou uma política de cultura. Desde 2005, se a gente for fazer uma avaliação, a quantidade de grupos que surgiu a partir da expectativa do festival, para acolher suas produções, é muito grande. Percebemos ao longo dos anos o crescimento das linguagens artísticas, mostrando que é possível profissionalizar a arte. É o festival que tem trazido espetáculos atuais, contemporâneos, artistas que trazem outros modos de produzir. É um festival atento ao tempo, as discussões atuais, como: racismo, intolerância, violência contra a mulher, homofobia. Pensar isso dentro dos recortes curadoriais também são demandas deste festival, que acaba sendo também um lugar de educação através da arte”, destaca o supervisor de cultura do Sesc Petrolina, Jailson Lima.

Programação

A abertura acontece no dia 16 de agosto, a partir das 15h, no Sesc Petrolina, com a Mostra Pedagógica das Oficinas que terão início no dia 12, seguida pelo Painel de Visualidades da Aldeia, apresentação do Reisado da Comunidade Quilombola Mata de São José (Orocó-PE) e Maracatu Beira-rio (Petrolina). Logo depois, às 17h, o tradicional cortejo Abre Alas pro Velho Chico parte do Sesc e vai percorrer as principais ruas do centro comercial da cidade com a Frevuca, até a Orla. A partir das 18h, a programação acontecerá no palco montado na Orla de Petrolina, com apresentações do Reisado da Comunidade Quilombola do Lambedor (Lagoa Grande-PE), São Gonçalo de Amarante de Zezinho do Vira Beiju (Petrolina), Quadrilha Explode Coração (Petrolina) e Quadrilha Buscapé (Juazeiro-BA). Os shows musicais serão abertos às 19h30 com a cantora caruaruense Gabi da Pele Preta e logo depois o grupo Mande in Quebrada (Juazeiro-BA). A noite de abertura será encerrada com o show Tecnomacumba, da cantora maranhense Rita Beneditto.

LEIA MAIS

Museu do Sertão sediará exposição fotográfica com registros de regiões da América do Sul

(Foto: Jonas Santos)

A partir da próxima quinta-feira (8), Os amantes do Fotojornalismo, e da cultura regional, turistas e petrolinenses terão uma ótima oportunidade de conhecer o trabalho de fotógrafos profissionais e amadores premiados pelos registros feitos no território da América do Sul. A exposição da 13ª edição do Prêmio New Holland de Fotojornalismo será sediada no Museu do Sertão, em Petrolina (PE).

Essa edição, que reuniu as melhores fotografias do campo da América do Sul, recebeu 3.040 imagens inscritas. Entre elas, o trabalho de dois fotógrafos pernambucanos vencedores. Além de Petrolina, a exposição itinerante acontece , simultaneamente , em Cuiabá (MT), além de já ter ocorrido em Curitiba (PR), e seguirá para Córdoba (Argentina) e Bogotá (Colômbia).

LEIA MAIS

Exposição do Memorial de João Gilberto recebe visitas de turistas e estudantes 

(Foto: Ascom/PMJ)

A Prefeitura Municipal de Juazeiro (BA), através da Secretaria de Cultura, Turismo e Esportes, lançou uma exposição em homenagem ao artista juazeirense João Gilberto – mundialmente conhecido por sua música. A exposição ‘João Gilberto – Uma vida Bossa Nova de Juazeiro Para o Mundo’ tem sido visitada diariamente por turistas, estudantes e curiosos no Memorial Casa da Bossa Nova, localizado nas redondezas da Praça da Bandeira, 20, Centro, podendo ser visitada das 8h às 12h e das 14h às 18h.

Após receber visitas durante toda a semana, na última sexta-feira (26), o memorial recebeu os estudantes da Escola Municipal Paulo VI e Escola Municipal Centro Social Urbano, acompanhados de seus professores. Sofia Laís Gomes é estudante do 6º ano do Paulo VI e conheceu o gênio da Bossa Nova através de sua mãe, que sempre foi fã de suas músicas. “Minha mãe escuta muito João Gilberto, mas eu não conhecia sua história. Hoje a gente veio e eu gostei de saber como ele era, a forma como tudo aconteceu para ele ter se tornado esse grande nome da música brasileira.”, afirmou.

O professor de História Antônio Marcos Ramos disse que a ideia de visitar a exposição se deu pelas homenagens feitas a João Gilberto durante as comemorações do aniversário de Juazeiro. “Pensamos na possibilidade de trazer a história da cidade para mais perto dos alunos. Estamos visitando alguns pontos turísticos importantes e não poderíamos deixar de trazê-los aqui. Conhecer a história de João é conhecer a história da cidade. Ele é um artista de grande importância, reconhecido mundialmente. A Prefeitura de Juazeiro está de parabéns pela iniciativa, por enriquecer o conhecimento do juazeirense e dos visitantes que aqui chegam”, disse.

Bregatrap: músico de Petrolina mescla brega e hip hop e promete movimentar cenário musical

Hellter Felliphe tem 19 anos e quer mostrar seu trabalho como produtor e músico (Foto: Blog Waldiney Passos)

Um músico de Petrolina promete movimentar a cena musical do Vale ao mesclar o brega, um dos ritmos mais ouvidos em Pernambuco e o hip hop, surgido nas periferias dos Estados Unidos. O resultado disso é o estilo bregatrap, explica o jovem Heltter Felliphe, de 19 anos.

Nascido e criado em Petrolina, ele mergulhou no mundo da música aos 14 anos apenas para brincar e a paixão falou mais alto. Antigamente focado em apenas um estilo, o estudante de música e hoje produtor musical ampliou seus horizontes abraçando os ritmos da região: brega, forró, pagode e axé.

“Sou nordestino, petrolinense e nunca quis cantar um forró ou um brega por inibição. De uns tempos pra cá comecei a cantar e analisando o cenário musical, fiz a junção do brega e do trap. Experimentei todos os estilos, vi a beleza e a qualidade desses ritmos”, disse ao Blog Waldiney Passos.

LEIA MAIS

Festa e Serenata da Família de Monte Orebe animaram o fim de semana em Dormentes

(Foto: Divulgação/ Prefeitura de Dormentes)

O fim de semana em Dormentes (PE) foi de temperatura baixa, mas o calor humano aqueceu os participantes da tradicional Festa da Família de Monte Orebe, na zona rural do município. Este ano a prefeitura municipal em parceria com a comunidade realizou a primeira Serenata da Família, reunindo centenas de pessoas pelas ruas da cidade.

A festa começou no sábado (20) pela manhã, com uma programação esportiva, que contou com competições de corrida entre crianças e adultos e torneio de futsal. Os três primeiros lugares de cada categoria receberam prêmios em dinheiro. Ao todo, a prefeitura disponibilizou cerca de R$ 2.500 mil em premiação.

LEIA MAIS

Festival de Inverno de Garanhuns teve noite de mulheres brilhando na música e inauguração da Casa Galeria Galpão

(Foto: Divulgação)

As mulheres protagonizaram a programação musical da terceira noite do Festival de Inverno de Garanhuns, no último sábado (20). No palco Dominguinhos, a noite aberta pela banda Neander atraiu um público que viu Karina Buhr, Letrux e Céu brilharem em apresentações cheias de personalidade. Na mesma noite, a Catedral de Santo Antônio ficou lotada para ver a apresentação de Leila Pinheiro, enquanto no Som na Rural a DJ Claudinha Summer agitava os intervalos das apresentações entre Raphael Costa, Triinca e Bruno Lins.

“Essa praça, o nome do palco, que agora se chama Dominguinhos, é tudo mundo especial quando venho tocar aqui. Esse é um espaço que junta todo mundo. Às vezes as pessoas vem aqui para comer ou beber, apenas, às vezes nem conhece o som, mas acaba vendo o show. E aí tem gente de fora, tem artista local, é muito legal. E também tem todo tipo de música, desde as que protestam até as que falam do peixinho no fundo do mar”, disse Karina Buhr.

A Casa Galeria Galpão foi inaugurada e agora é o endereço das artes visuais, fotografia, design e moda no FIG 2019. O espaço terá exposições, performances, rodas de conversa e intervenções artísticas. Este ano, a programação no espaço segue até o dia 27, com 15 projetos que ficarão em cartaz para apreciação dos visitantes.

LEIA MAIS

Festival “Eu Sou Juazeiro” dá continuidade aos festejos do aniversário da cidade

Alunos da rede municipal participam de evento promovido pela SEDUC (Foto: Ascom)

Começou há pouco o Festival Eu Sou Juazeiro, promovido pela secretaria de Educação e Juventude (SEDUC) de Juazeiro (BA). O evento reúne alunos da rede municipal e do programa Mais Educação e integra a programação oficial da festa de 141 anos da cidade.

Os alunos se apresentam na Praça São Tiago Maior, levando arte e cultura para as ruas de Juazeiro. Além disso, a SEDUC promove uma exposição fotográfica e promove uma contação da história da cidade. Participam do festival as escolas 25 de Julho, Celso Cavalcanti, Mandacaru, Edualdina Damásio, Antonila da França, Terezinha Ferreira, Haydée Fonseca e Paulo VI.

“Durante essa semana os ensaios foram intensificados para que no dia do Festival saia tudo como planejamos. Queremos convidar toda a população para prestigiar na próxima segunda-feira este evento belíssimo que vai resgatar a história e homenagear personalidades da nossa amada Juazeiro”, destacou Igor Luiz, coordenador do Novo Mais Educação.

Palco de Cultura Popular estreia no FIG mostrando a riqueza das tradições pernambucanas

(Foto: Divulgação)

O público do Festival de Inverno de Garanhuns (FIG) deu início ontem (20) a um dos pontos altos de sua programação. A inauguração do Palco de Cultura Popular trouxe representantes das mais diversas expressões culturais pernambucanas, com direito à presença do mais novo Patrimônio Vivo de Pernambuco, o Caboclinho Carijó. A inauguração contou com a presença do governador Paulo Câmara, do secretário de Cultura, Gilberto Freyre Neto, e do presidente da Fundarpe, Marcelo Canuto. No Palco Dominguinhos, o Barão Vermelho apresentou clássicos que empolgaram o público, encerrando a noite que teve ainda Amanda Back, Banda de Pau e Corda, Mariana Aydar, Veia Nordestina e Zélia Duncan. Enquanto isso,  no Som na Rural, Devotos executou um show que matou as saudades de muitos dos fãs da banda.

Para os entusiastas da cultura popular, o dia foi empolgante. Além do caboclinho, houve os maracatus Nação Raízes de Pai Adão e Piaba de Ouro, Coco das Estrelas, Boi Faceiro, Afoxé Omim Sabá, Samba de Coco Irmãs Lopes, Maestro Fábio César e Banda Raízes Pernambucanas. No Som na Rural, ainda houve o Coco de Tebei e o DJ Evandro Q? nos intervalos.

Outro ícone da cultura pernambucana, Antônio Nóbrega fez uma apresentação marcante na Catedral de Santo Antônio com Sagrama à tarde. O público pode ter uma experiência diferenciada dos artistas, contando com a acústica da igreja. À noite, foi  vez de Alexandre Caldi e Quarteto Encore apresentarem o espetáculo Buarqueanas na catedral.

LEIA MAIS

Governo de Pernambuco dá início à 29ª edição do Festival de Inverno de Garanhuns

(Foto: Ascom)

“Estamos dando inicio ao 29º Festival de Inverno de Garanhuns. Um festival feito com a ajuda de muitos artistas, mas, principalmente, pela presença de vocês, o povo de Pernambuco. Essa é uma das maiores festas da cultura que acontece no país”. Com essas palavras, o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, deu início nesta quinta-feira (18) à programação do 29ª Festival de Inverno de Garanhuns. A fala aconteceu durante a solenidade realizada no Teatro Luiz Souto Dourado antes da apresentação do espetáculo “O som e a sílaba”, escrito e dirigido por Miguel Falabela. A abertura contou com a presença de várias autoridades, dentre elas Gilberto Freyre Neto, secretário de Cultura; Marcelo Canuto, presidente da Fundarpe; e o prefeito de Garanhuns, Izaías Régis.

Paulo Câmara também reforçou o envolvimento e dedicação do Governo de Pernambuco, em parceria com a Prefeitura de Garanhuns, para a realização do FIG 2019. “Nós planejamos e programamos essa edição do Festival de Inverno de Garanhuns para que tenhamos um belíssimo festival. Uma festa que abrace todas as expressões culturais do nosso estado. Como governador de Pernambuco, me sinto honrado em estar mais uma vez no FIG. Que tenhamos um festival da paz, da alegria e da cultura”.

LEIA MAIS

Serra Talhada ganha estátuas de Lampião, Maria Bonita e Zabelê

(Foto: Sebastião Costa)

O município de Serra Talhada (PE) ganhou três estátuas que homenageiam os cangaceiros Lampião, Maria Bonita e Zabelê, que é filho natural da capital do xaxado. As estátuas ficarão expostas num pedestal na área externa do Museu do Cangaço, no Parque da Estação Ferroviária de Serra Talhada, no bairro São Cristóvão. O museu é gerido pela Fundação Cultural Cabras de Lampião.

Uma história que começa em meados dos anos oitenta, com a montagem da peça teatral  “A Chegada de Lampião no Inferno” – diga-se de passagem, com Anildomá e Giovanni Sá – o segundo fazendo o papel de Lampião, foi quando comentou-se pela primeira vez sobre a possibilidade de ser colocada uma estátua de Lampião em Serra Talhada. Tudo se resumiu às conversas de bastidores e mesas de bares do pessoal do teatro. Depois, no início dos anos noventa, essa ideia toma corpo, agora com plebiscito, canais de televisões e jornais do país inteiro emitindo opiniões, divulgando uma polêmica sobre se Lampião era herói ou bandido.

LEIA MAIS
123