Estudantes de jornalismo da Uneb, em Juazeiro, lançam e-book fotográfico sobre os impactos da pandemia na sociedade

No próximo dia 02 de dezembro, estudantes do curso de Jornalismo da Universidade do Estado da Bahia – UNEB, Campus Juazeiro, promoverão o lançamento do e-book “Faces da Pandemia: Registro de Narrativas”. O produto é fruto do estudo e desempenho de atividades da disciplina fotojornalismo, ministrada pela professora Márcia Guena e o professor auxiliar Jadnaelson Souza. O lançamento será realizado de forma virtual, através da Plataforma Google Meet, a partir das 14h.

Como parte do conteúdo programático, os estudantes vivenciaram na prática o exercício do fazer jornalístico através dos cliques fotográficos. Definiram pautas, fizeram saídas fotográficas e construíram o e-book em grupo, que traz nas imagens, a mudança de hábitos provocada pela crise sanitária do Coronavírus.

LEIA MAIS

Projeto promove capacitação a artistas e produtores culturais do interior de Pernambuco

Artistas e produtores culturais, residentes no interior de Pernambuco, têm até esta sexta-feira (3) para se inscrever em uma oficina online, que ajudará o público-alvo a elaborar projetos. A iniciativa integra o Projeto Táticas Visuais, que busca criar oportunidades àqueles que promovem a cultura.

A capacitação será ministrada pelas produtoras culturais Clarice Hoffmann e Lia Letícia, profissionais experientes que atuam com diversos projetos artísticos. As aulas serão realizadas em formato online, com um total de 50 horas.

A formação será dividida em dois módulos. Os interessados devem enviar email para [email protected]. O curso conta com 40 vagas, sendo destinado especificamente para agentes culturais residentes no interior de Pernambuco.

Primeira noite do Festival Integrado de Artes dos Povos Pretos de Juazeiro reuniu teatro, poesia e dança

A noite de sábado (27) foi de muito teatro, poesia e dança na Pracinha da Cultura (antiga Praça CEU), com a abertura do I Festival Integrado de Artes dos Povos Pretos (FIAPP). O evento, que acontece até terça-feira (30) com a apresentação de diversas linguagens artísticas, integra a programação do ‘Novembro Negro’, da Prefeitura de Juazeiro.

A ação é realizada pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade (Sedes) e pela Secretaria de Cultura, Turismo e Esportes (Seculte). “Estamos muito felizes por estar aqui em mais uma ação desse ‘Novembro Negro’ e por ver toda essa produção cultural que pulsa na população negra da nossa cidade”, disse a diretora de Diversidade da Sedes, Eva Suene, que coordena a atividade.

LEIA MAIS

Cerimônia do Grammy Latino acontece nesta quinta-feira com artistas do Vale na disputa

O Grammy Latino acontece nesta quinta-feira (18) e há representantes do Vale do São Francisco na disputa. Luisão Pereira está em Las Vegas, onde ocorrerá a premiação e levou as cores da Bahia para o evento. Ele está indicado ao lado do cantor Zé Manoel, de Petrolina.

Ambos concorrem pelo trabalho “Meu Coração Nu”. Para Luisão, o dia será de festa dupla. Isso porque, boa parte do disco foi produzido de uma cama de hospital, pois ele luta contra um tipo raro de câncer. A premiação será transmitida pelos canais Bis e Multishow.

Festival Edésio Santos da Canção divulga atrações; Evento teve recorde de inscritos

A 24ª edição do Festival Edésio Santos da Canção – ‘O Mundo Canta Juazeiro’ já garantiu o seu marco na história com o maior número de inscrições realizadas em todos os anos de Festival. Ao todo, a comissão de triagem vai analisar 200 canções até o dia 20 de novembro. O evento será realizado na Orla II de Juazeiro, norte da Bahia, de 9 a 11 de dezembro e contará com shows de três grandes artistas do cenário nacional.

Na noite de abertura do Edésio Santos, no dia 9 de dezembro, a principal atração da noite será Zé Manoel. O artista petrolinense indicado ao Grammy Latino 2021 já foi vencedor do Festival como compositor e vai apresentar o show ‘Do meu coração nu’, em que traz influências do Vale do São Francisco. Na segunda noite, 10 de dezembro, a atração é o juazeirense Edy Star,     muito conhecido por sua parceria com Raul Seixas, Miriam Batucada e Sérgio Sampaio no álbum ‘Sociedade da Grã-Ordem Kavernista Apresenta Sessão das 10’.

LEIA MAIS

Festival Aldeia do Velho Chico termina neste sábado com show da cantora Andrezza Santos

A programação da 17ª edição do Festival Aldeia do Velho Chico vai chegando ao fim em Petrolina, no Sertão de Pernambuco. O evento apresentou uma vasta programação durante os 13 dias de realização, contando com diversas oficinas e apresentações culturais. Neste sábado (13), às 23h, a cantora, compositora e instrumentista, Andrezza Santos, anima o público na última apresentação do Festival, com o show ‘Andarilha’, que traz canções de sua nova produção, além de singles do seu primeiro álbum ‘Alto lá’, lançado em 2019.

O Show de Andrezza Santos será apresentado no Sesc Petrolina, a partir das 23h, com ingressos que custam R$30,00 a inteira e R$15,00 a meia entrada.

LEIA MAIS

Forró poderá se tornar Patrimônio Cultural do Brasil

(Foto: Ilustração/Internet)

O forró, ritmo popular da região Nordeste, deve se tornar Patrimônio Cultural do Brasil. O processo de registro teve início na última sexta-feira (5). O Diário Oficial da União publicou um aviso sobre o trâmite e fará um processo de pesquisa sobre o pedido.

De acordo com o documento, a justificativa para a abertura do processo é o reconhecimento do Forró como “forma de expressão multimodal, cujo núcleo é a performance social de um leque de tipos de música e dança” no âmbito da cultura popular.

“O forró, assim como o choro, o frevo e o samba, definiu-se nos bailes e festividades populares, num ambiente de ampla participação e de contatos físicos e culturais”, ressalta a proposta. Após a publicação no Diário Oficial da União, também está aberto o prazo de 30 dias para manifestações de interessados. Após esse período, haverá votação no Conselho Consultivo do Patrimônio.

Autora de “Scamonis” é madrinha de campanha de arrecadação de livros; saiba como ajudar

Marcela Franca é a madrinha da ação, saiba como você pode ajudar (Foto: Blog Waldiney Passos)

A escritora Marcela Franca foi escolhida para ser a madrinha da campanha de arrecadação de livros infantojuvenis, para abastecer a Biblioteca Manatus, no povoado de Coqueiro, na região Norte da Bahia. A biblioteca é comunitária e foi criada pela Fundação Mamíferos Aquáticos, em 2015.

LEIA TAMBÉM

Sucesso na Bienal do Livro de Recife, “Scamonis” será lançado em Juazeiro neste final de semana

Marcela é autora de “Scamonis – o outro lado de mim”, obra lançada em 2019 e que tem como temática seres marinhos. “Recebi o convite da Fundação Mamíferos Aquáticos como um presente. Eu me senti honrada e muito emocionada com a oportunidade de participar dessa iniciativa tão importante. A campanha vai muito além da doação de um livro para uma criança, ela irá incentivar o hábito da leitura, gerar transformação através do conhecimento, do lúdico”, afirma a escritora.

LEIA MAIS

“Criminalização da Cultura da Espada na Bahia” será debatida em audiência na Alba, nesta quinta (4)

Uma tradição no São João de municípios como Senhor do Bonfim, Cruz das Almas e Cachoeira, a Guerra de Espadas será o tema de uma audiência pública nesta quinta-feira (4), a partir das 14h, na Assembleia Legislativa da Bahia. Entre os objetivos do evento, está o debate sobre a sua regulamentação e a importância dessa cultura para as cidades envolvidas.

Proponente da audiência “Criminalização da Cultura da Espada no Estado da Bahia”, o deputado estadual Jacó (PT) estará presente na mesa de abertura ao lado do antropólogo Rodrigo Gomes Wanderley, dos professores Jânio Roque e Filipe Cezarinho, do presidente da Associação dos Espadeiros de Senhor do Bonfim, Darlan Valverde, e da espadeira Rosângela Silva. Também convidados representantes do MP, PM, SESAB, juristas, o prefeito de Senhor do Bonfim, Laércio Júnior, e o vereador Pedro Melo, de Cruz das Almas.

LEIA MAIS

“Travessias” e “EntreCidades”: documentários abordam histórias, patrimônios históricos e a cultura das cidades de Petrolina e Juazeiro

Memórias que cercam o patrimônio material das cidades de Petrolina e Juazeiro, no Sertão do São Francisco, narradas a partir do depoimento de ilustres personagens, estão registradas nos documentários “Travessias” e “EntreCidades”, da Nu7 Produções, coletivo audiovisual independente do Vale do São Francisco. Dois filmes de média metragem que estão disponíveis, gratuitamente, no canal do YouTube do coletivo: https://linktr.ee/nu7producoes.

O primeiro deles, “Travessias”, que foi escrito e dirigido por Cleriton F. Alves, gira em torno das famosas barquinhas, território flutuante comum que une os chãos de Petrolina e de Juazeiros. Além de abordar aspectos históricos da tradicional travessia, a partir da participação do professor e historiador Pablo Magalhães, a narrativa do documentário também se debruça em mostrar as relações afetuosas criadas em torno das barquinhas, como é o caso da fotógrafa Lizandra Martins e do barqueiro, Sr.  Aprígio Nunes.

LEIA MAIS

Jornalista e escritor lança ebook poético “Nada será como antes”

O jornalista e professor Emanuel Andrade está lançando, nesta sexta-feira (29), o ebook “Nada será como antes”. A obra reúne mais de 40 poemas produzidos e reescritos durante a pandemia da Covid-19, entre abril de 2020 e outubro deste ano.

A obra conta com apoio da Lei Aldir Blanc, de Petrolina, e será lançada de forma online. A expectativa do professor da Universidade do Estado da Bahia (UNEB) de Juazeiro é lançar a obra no formato físico, mas em 2022.

“Ainda não é o momento de lançá-lo na forma presencial, por conta dos limites e das restrições. Assim a proposta de lançar o impresso, pode acontecer no primeiro semestre do ano que vem com direito sarau poético e musical“, explica.

O título da obra tem inspiração numa canção de mesmo nome de autor de Ronaldo Bastos e Milton Nascimento que ficou conhecida, nos anos 1970,  na voz de Elis Regina. A obra lançada hoje marca o retorno do professor à escrita, após um hiato por conta de um doutorado concluído em São Paulo no mês passado.

Festival Cantoria e Cantadores segue até sexta-feira, em Petrolina

O Festival de Cantoria e Cantadores de Petrolina segue até sexta-feira (29). Nesta noite (28), o espaço Céu das Águas, no bairro Rio Corrente receberá talentos locais. A programação tem transmissão ao vivo pelo YouTube da Sincronia Filmes 4k.

A programação de hoje começa às 19h50, com Álisson Menezes. Depois, os artistas Gean Ramos e Paulinho Pedra Azul se apresentam. Já na sexta-feira, Camila Yasmine e Ceumar dão a tônica da festa, que tem a curadoria de Maviael Melo.

O I Festival de Cantoria e Cantadores tem realização e produção executiva da Melodia Produções e conta com incentivo cultural da Fundarpe e da Secretaria de Cultura do Governo de Pernambuco (Secult-PE), através da sua aprovação no 3º Edital Funcultura de Música 2018/2019.

Bossa Nova de Juazeiro ganha palco em Salvador

Cantor, compositor e instrumentista, Maurício Dia volta ao palco da Varanda do Sesi Rio Vermelho nesta quinta-feira, dia 28 de outubro, às 20h, para a segunda apresentação do seu show Enquanto a Pele Arder” onde ele interpreta canções autorais que são da mais autêntica Bossa Nova, nascida às margens do Rio São Francisco, em Juazeiro. Na companhia de Ricardo Marques (bandolim, violões e guitarra), Chico Sá (percuteria), André Santana (teclados) e Marcos Sampaio (baixo), Maurício Dia também mostra seu lado pop e tropicalista, fruto da sua vivência musical variada, que o fez, por exemplo, ter laços estreitos com os Novos Baianos.

Sobre Maurício Dia – Nascido em Juazeiro, em 1955, Maurício, desde cedo, mostrou sua acentuada inclinação pela música. Criança ainda, e com uma extraordinária memória musical, exibia-se em palcos imaginários, imitando cantores consagrados da época. Cresceu ouvindo música clássica, jazz, a orquestra de violinos de Paul Mauriat, Beatles, Jovem Guarda e um ritmo diferente que surgia, chamado Bossa Nova. Conterrâneo, admirador, amigo e discípulo de João Gilberto, Maurício Dias não tinha outro caminho a percorrer. A Bossa Nova é seu leme, ponto de partida e reta de chegada.

LEIA MAIS

Editais da Lei Aldir Blanc em Pernambuco contam com mais de 10 mil inscrições

Com o fim das inscrições às 23h59 de ontem (segunda, 18), a Secretaria Estadual de Cultura (Secult-PE) contabilizou 10.191 projetos na nova rodada dos editais lançados pelo Governo de Pernambuco com recursos da Lei Aldir Blanc. O número corresponde a quatro vezes o total de inscrições realizadas nos editais lançados pela Secult-PE em 2020, quando 2.539 propostas artísticas e culturais foram cadastradas.

“Com o objetivo de ampliar a participação do setor cultural nos editais da Lei Aldir Blanc em Pernambuco, a Secult-PE promoveu uma série de iniciativas, como os Encontros LAB PE, atendimentos virtuais e presenciais, acessibilidade no processo de inscrição e a disponibilização de tutoriais sobre como se inscrever nos oito editais da Lei Aldir Blanc em Pernambuco”, destaca Silvana Meireles, secretária-executiva de Cultura do Estado.

LEIA MAIS

IX Festa do Vaqueiro será realizada neste sábado em Juazeiro

(Foto: ASCOM)

A Prefeitura de Juazeiro, através da Secretaria de Cultura, Turismo e Esportes (Seculte), vai promover, neste sábado (16), a partir das 7h, a IX Festa do Vaqueiro do município. O evento, que tem como objetivo reverenciar uma das figuras mais importantes da cultura nordestina, contará com cavalgada, missa e show musical, seguindo todos os protocolos sanitários e medidas recomendadas pelos órgãos de saúde municipal, estadual e federal.

A programação começará às 7h, no bairro Dom José Rodrigues, onde a festa começou. Às 9h, aboiadores e vaqueiros seguirão em cortejo pelas principais ruas da cidade até o Ginásio de Esportes Aloísio Viana, no bairro Jardim Novo Encontro, onde acontecerá a Missa Campal e os shows de Edinho e Juju, Jó e Tinho do Acordeon, Brenda Miranda e Cesar Adriano.

LEIA MAIS
123