Mãe denuncia suposta troca de bebês no Hospital Dom Malan

O vídeo acima circulou nas redes sociais nessa semana e mostra uma mãe atendida no Hospital Dom Malan/IMIP, em Petrolina. Patrícia foi transferida da Clise, em Juazeiro (BA) e teve sua criança em solo pernambucano. Grávida de uma menina, ela relatou ter sido apresentada a um menino após o parto.

Esse menino morreu pouco após o parto. A mãe também relatou ter sido privada de receber visitas, inclusive do seu companheiro e pai da criança. Com o vídeo, ela cobra respostas do HDM e autoridades. Em nota, o Dom Malan se pronunciou através de nota:

LEIA MAIS

Governo vai antecipar 13º do INSS e abono salarial

O governo federal já decidiu que vai antecipar o pagamento do 13º salário de aposentados e pensionistas neste ano. O pagamento do abono salarial também será antecipado.

A medida estava em estudo como forma de compensar o fim do auxílio emergencial, programa por meio do qual o governo injetou R$ 254 bilhões na economia, desembolsando recursos para 66,4 milhões de pessoas.

LEIA MAIS

Denúncia: funcionários da Promatre de Juazeiro estão com salários atrasados

Há pendências ainda de 2017, segundo funcionários

Os profissionais do Hospital Promatre, em Juazeiro (BA) estão sem receber seus direitos trabalhistas. Mesmo sendo servidores essenciais e estarem na linha de frente, há pendências datadas ainda do ano de 2017, segundo denúncias apresentadas ao Blog Waldiney Passos.

LEIA TAMBÉM

Hospital Universitário suspende almoço de plantonistas e Sindicato precisa comprar as refeições

E não bastasse as pendências de quatro anos atrás, os servidores estão trabalhando sem adicional noturno ou de insalubridade. “Em dezembro só foi pago o salário seco, sem nenhum benefício, como o adicional noturno e insalubridade. Além disso, alguns funcionários que deixaram a unidade descobriram que o FGTS não estava sendo pago”, conta um funcionário que preferiu não ser identificado.

LEIA MAIS

Concursados apontam irregularidades em concurso do SAAE

(Foto: Ascom/PMJ)

Um leitor enviou mensagem ao blog denunciando suposta irregularidade em um Concurso do Serviço de Água e Saneamento Ambiental de Juazeiro, o SAAE realizado em 2019. Segundo o denunciante, os aprovados nesta seleção para o cargo de operador de pequenos sistemas nunca foram chamados pela empresa para tomar posse.

Porém, de acordo com a denúncia, em 16 de dezembro de 2020, o ex-diretor presidente do órgão, o senhor Joaquim Ferreira de Medeiros Neto, publicou no Diário Oficial do Município, por força de cumprimento de decisão judicial, um edital convocando o 5º colocado para o cargo de operador de pequenos sistemas.

LEIA MAIS

Acompanhante de paciente relata problemas no HU em plena pandemia

Paciente e acompanhante estão proibidas de deixar quarto no HU

O isolamento social é necessário em casos de diagnóstico positivo do novo coronavírus. Mas imagine estar isolada em um hospital, sem direito a um atendimento digno e mais perguntas do que resposta. É justamente essa a situação vivida por duas mulheres no Hospital Universitário de Petrolina.

Desde a semana passada dona Jussiara Ferreira está acompanhando Judite Sousa no HU. Judite teve um derrame e permanece internada na unidade. Porém, uma paciente com quem ela compartilhava o quarto testou positivo para covid. Desde então um pesadelo começou.

Situação difícil

O Blog Waldiney Passos foi procurado pela filha de Jussiara, que nos contou mais sobre a situação. “A mulher tossiu e fizeram o teste de covid. Chegaram no quarto dizendo que elas não poderia sair, nem trocar de acompanhante. Disseram a ela [Jussiara] que vai ter que passar 10 dias lá”, disse.

LEIA MAIS

Médicos residentes do HU Univasf denunciam falta de EPIs e abusos da atual administração

HU se manifestou através de nota, disponível no final da matéria (Foto: Ascom)

Residentes do Hospital Universitário de Petrolina elaboraram uma carta aberta (confira aqui) à população, na qual denunciam uma série de abusos praticados pela atual administração da unidade, ligada à Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf). O documento foi apresentado em Assembleia dos Residentes da Univasf, dos cursos de medicina; enfermagem; fisioterapia e terapia ocupacional; e de farmácia.

Em primeiro lugar, os residentes estão sendo proibidos de entrar no HU após 8h. Mas em contrapartida, a administração não apura o cumprimento da carga horária trabalhada: há pessoas sem horário de almoço, trabalhando além do horário e atuando além de oito horas diárias. De acordo com os estudantes dos cursos, o HU extrapola seu poder e fere a orientação do Conselho Federal de Medicina (que veta a limitação do acesso aos hospitais). No fim, o principal afetado é a população, pois há diminuição dos profissionais disponíveis.

Outro ponto da denúncia é a falta de comunicação interna, refletindo na não realização de exames e consultas. Segundo a carta houve “suspensão de exames de imagem para pacientes não internados e de alguns ambulatórios aconteceu de forma não oficializada”.

LEIA MAIS

Detentas da Cadeia Pública de Petrolina cobram assepsia da unidade após novos casos de covid

Pelo menos cinco detentas estão com covid (Foto: Google Street/Reprodução)

A covid-19 não dá trégua em Petrolina e nessa semana o Blog Waldiney Passos recebeu uma denúncia referente à Cadeia Pública Feminina da cidade. Segundo uma fonte, que será mantida em sigilo, pelo menos cinco detentas estão infectadas.

“Dentro da Cadeia Pública Feminina tem cinco em isolamento por terem testado positivo para covid-19“, relatou nossa fonte. A principal queixa das detentas é a assepsia da unidade, a fim de evitar que outras mulheres também se contaminem com o vírus.

Desde segunda-feira (21), quando a nossa equipe recebeu a denúncia estamos tentando contato com a Secretaria de Ressocialização de Pernambuco (Seres). Entretanto, até a conclusão dessa matéria, a pasta não emitiu nenhum posicionamento acerca da nossa denúncia. O espaço segue aberto aos esclarecimentos do Estado.

Sindicato dos enfermeiros relata falta de EPI; Prefeitura afirma estar trabalhando para reforçar estoques

Seepe denuncia falta de materiais, Prefeitura explica situação (Foto: Ascom/PMP)

O Sindicato dos Enfermeiros do Estado de Pernambuco (Seepe) notificou a Prefeitura de Petrolina para fornecer equipamentos de proteção individual (EPIs) nas Unidades Básicas de Saúde (UBS). O Seepe relatou ter recebido denúncias dos filiados sobre a falta de luvas, toucas e outros EPIs.

“Apesar de já ter recebido pacientes com sintomas de COVID-19, as UBS (unidades básicas de saúde) desse município encontram-se, no atual momento com uma grande escassez de EPI’s, dentre estes equipamentos de segurança citamos os seguintes: luvas, capotes, toucas e etc“, informa o Sindicato.

Em nota, a Prefeitura de Petrolina explicou o que houve. “Devido à grande demanda e a evolução da doença no mundo, estes materiais estão com valores elevados e com baixa oferta no mercado“, informou a Secretaria de Saúde. O município já abriu novas licitações e vai reforçar o estoque.

Confira a seguir a resposta da Secretaria de Saúde:

LEIA MAIS

Leitor flagra motoristas dando um “jeitinho brasileiro” para burlar blitz em Petrolina

“Se beber, não dirija”. Essa frase é velha conhecida dos brasileiros. Mesmo assim, ainda há muitos condutores que insistem em curtir o final de semana “tomando umas e outras”. E para evitar que esses motoristas ou motociclistas provoquem acidentes, a Polícia Militar constantemente realiza blitz em pontos estratégicos.

Um dos locais conhecidos aqui em Petrolina é a estrada de acesso às ilhas. Mas sabendo da ação no local, diversos motoristas usaram do famoso “jeitinho brasileiro” para evitar ser pegos. “Ontem naquela estrada que vai pra Ilha do Sol/Rodeadouro e a polícia estava fazendo uma blitz logo ali no inicio da estrada, depois da Cohab VI/Jardim Guararapes. Com medo da blitz, já que muita gente vai para as ilhas e voltam bêbados, os motoristas de carros e motos se amontoaram em vários pontos da estrada antes da blitz criando um caos mesmo no trânsito“, relata um leitor.

LEIA MAIS

Família de paciente idosa que fraturou fêmur cobra resposta do HU sobre cirurgia

Paciente é idosa e tem Alzheimer (Foto: Ascom)

O Blog Waldiney Passos foi procurado, nessa quarta-feira (2), por familiares de Ananda Simão de Lima, uma idosa de 96 anos que sofreu fraturou o fêmur e está internada no Hospital Universitário de Petrolina desde a tarde de terça-feira (1°). Dona Ananda tem Alzheimer, o que requer atenção redobrada da equipe médica.

De acordo com a família da paciente, ela deu entrada na unidade por volta de 13h04, socorrida por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Mesmo sendo paciente prioritária, dona Ananda passou a tarde e a noite deitada na maca, colocada no corredor do HU, aguardando a transferência para um quarto.

Depois de muitas horas de angústia a família conseguiu um quarto a paciente, mas agora busca saber quando a cirurgia do fêmur será realizada. O Blog procurou a assessoria do HU, mas até a conclusão dessa matéria não obteve resposta. Deixamos o espaço aberto aos esclarecimentos.

Roubo a residência gera medo em moradores do Residencial Pomares, que pedem mais policiamento

Comunidade está apreensiva

Moradores do Residencial Pomares, em Petrolina, estão apreensivos com a falta de segurança no conjunto habitacional. Nessa semana uma residência teve a porta arrombada e um bandido entrou no local para roubar objetos do imóvel.

“A casa foi roubada e a pessoa que roubou tirou todas as plaquinhas da porta e roubou a casa”, narra um morador do local. O sentimento entre os moradores é de abandono. A comunidade protocolou um pedido para reforço no policiamento, mas ainda segue sem saber se poderá dormir tranquila.

LEIA MAIS

Moradores retiram barreira de proteção e prejudicam pavimentação no Loteamento Recife

Prefeitura lembra que danificar obras é crime (Foto: Ascom PMP)

Enquanto as equipes da Prefeitura seguem trabalhando na pavimentação de ruas, há petrolinenses prejudicando os trabalhos. Nessa quarta-feira (25) a Secretaria de Serviços Públicos descobriu que há danos no bairro Loteamento Recife, onde a obra estava chegando perto da conclusão.

“Acordamos com muita tristeza hoje ao saber que as barreiras de proteção da Avenida 1, no Loteamento Recife, tinham sido retiradas. Ontem no final da tarde, as equipes haviam imprimado, que é uma etapa que antecede a colocação do asfalto. Além de onerar os cofres públicos, esse tipo de atitude é vandalismo e crime contra o patrimônio público”, comenta o secretário Fred Machado, reforça que além da demora da entrega, esse ato ainda é considerado crime.

É crime e saiba como denunciar

De acordo com a Prefeitura, além de prejudicar o andamento do serviço e a qualidade da pavimentação, os imprudentes estão cometendo um crime. Por isso, quem flagrar danos as obras, pode acionar a Polícia Militar pelo 190 ou a Guarda Municipal através do 153. As denúncias também podem ser feitas na Ouvidoria via internet.

Uma semana após chuva, moradora do Sol Nascente faz apelo à Defesa Civil de Juazeiro

Chuva inundou bairro, se misturou com água do esgoto e agora as ruas viraram uma lagoa de fedor

Faz exatamente uma semana que choveu forte na região, mas os moradores do Sol Nascente, em Juazeiro (BA) seguem enfrentando transtornos provocados pela força da água. Não bastasse o acumulado de chuva, as ruas da comunidade seguem alagadas com esgoto. E de acordo com a população, nenhuma ação foi feita até o momento.

Uma moradora do bairro vem mantendo contato com o Blog Waldiney Passos desde o último sábado (7). Orientada pela nossa equipe, ela acionou a Defesa Civil. Alguns profissionais estiveram no local durante o final de semana, teriam feito fotos e deixaram a comunidade sem respostas.

Hoje, 9 de novembro, essa é a situação do bairro:

“Estamos ilhados por água suja e fedentina. Estamos preciso de ajuda para escoamento da água parada. Se chover mais, a água vai entrar dentro das residências“, contou ao Blog. A equipe da Defesa Civil que esteve no bairro não estipulou prazo para executar alguma ação emergencial.

O Blog solicitou uma resposta da Prefeitura de Juazeiro, para saber quais ações estão previstas e quando elas deverão acontecer no Sol Nascente. Mas até o encerramento dessa matéria, nenhuma secretaria respondeu aos nossos questionamentos. O espaço segue aberto.

Denúncia: conselheiro tutelar de Petrolina estaria atuando sem máscara e teria contaminado motorista

Conselheiros tutelares de Petrolina estariam atuando sem máscara e desrespeitando as medidas sanitárias em plena pandemia. Foi isso que relatou uma fonte – que pediu para não ser identificada – ao Blog Waldiney Passos. Segundo essa pessoa, os servidores em questão estão lotados na unidade do bairro Gercino Coelho.

Um desses conselheiros teria sido diagnosticado com covid-19. E, segundo nossa fonte, contaminou um motorista que atua na mesma unidade. “Existem dois conselheiros que estão desrespeitando tudo e todos. Estão fazendo visitas nas casas das pessoas sem utilizar a máscara de proteção e inclusive até dentro do veículo do conselho tutelar, que é um ambiente fechado, eles andam sem máscara“, contou a fonte.

Funcionários estão afastados

Uma outra fonte, que atua no Conselho Tutelar, confirmou ao Blog o afastamento do motorista e do conselheiro que teria testado positivo. A Secretaria de Saúde informou não poder comentar os casos de covid-19, pois é proibida de divulgar a identidade dos contaminados.

A Prefeitura de Petrolina afirmou que “as denúncias serão apuradas e o órgão tomará as medidas cabíveis”. Contudo, negou o descumprimento das medidas sanitárias. “O Conselho Tutelar vem seguindo todos os protocolos de segurança, recomendados pela OMS, para prevenção à Covid-19”, diz a nota enviada pela Prefeitura.

O que fazer?

Caso você flagre algum descumprimento das medidas sanitárias, pode denunciar os crimes à Polícia Militar (190). É importante destacar que o uso de máscaras em Pernambuco é obrigatório por lei.

Sento Sé: candidato promove atos de campanha com aglomeração de pessoas, afirma leitora

Parece micareta de carnaval, mas é aglomeração em plena pandemia

Durante muitos meses as autoridades, especialmente os gestores municipais, adotaram o discurso do “fica em casa”. A medida foi necessária no enfrentamento da pandemia, isso é inegável. Mas a pandemia ainda não acabou e em várias cidades da região diariamente há aglomerações nas carreatas políticas.

A denúncia de hoje é referente ao município de Sento Sé (BA). A foto acima mais parece de uma micareta em pleno carnaval. Mas é de um ato político promovido por um dos candidatos a prefeito. “Há vários dias o candidato Ednaldo Barros vem promovendo arrastões e carreatas com aglomerações de pessoas. Os casos de covid-19 só aumentam no município e ninguém faz nada”, conta uma leitora que pediu para permanecer no anonimato.

Ainda segundo ela, as autoridades eleitorais têm ciência da situação e nada fazem. Um dos atos dessa semana aconteceu justamente nas proximidades da Justiça Eleitoral. O Blog entrou em contato com a Justiça, contudo não tivemos resposta até a conclusão dessa matéria.

123