Pernambuco deve entrar no “novo normal” a partir de novembro, afirma secretário

Meta é entrar no “novo normal” em novembro (Foto: Reprodução)

A partir de segunda-feira (26), todas as regiões de Pernambuco estarão na Etapa 10 do Plano de Convivência com a Covid-19. Diante desse cenário, o Governo do Estado já planeja o início do “novo normal”. Ou seja, quer liberar 100% dos serviços a partir de novembro.

LEIA TAMBÉM

Ouricuri e Afogados avançam para a Etapa 10 do Plano de Convivência com a Covid-19

Na coletiva de imprensa realizada na quinta-feira (22), o secretário de Desenvolvimento Econômico, Bruno Schwambach detalhou a meta. “Podemos nos preparar para a Fase Azul, com a entrada da Etapa 11, que estamos prevendo para o próximo dia 3 de novembro, se os indicadores assim permitirem. A Etapa 11 é o que se tem chamado de Novo Normal. É o estágio onde todas as atividades estão permitidas”, afirmou.

LEIA MAIS

Governo diz que não cede e que manterá Renda Cidadã como está

(Foto: Reprodução/Internet)

Apesar de críticas e da reação negativa de investidores na segunda-feira (28), o governo pretende manter a proposta de financiamento do novo programa social, o Renda Cidadã, com base no dinheiro do Fundeb e de parte dos precatórios.

O líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), tem dito nos bastidores que o programa vai como está e que o texto foi objeto de acordo com os demais líderes do Congresso, com a participação inclusive de integrantes da bancada da educação (a que mais se oporia ao uso da verba do Fundeb).

Pessoas próximas ao senador Márcio Bittar (MDB-AC) vão na mesma linha e afirmam que o trabalho neste momento é de conclusão do texto da PEC Emergencial, com a previsão de criação do programa assistencial como definido em reunião de Jair Bolsonaro com parlamentares nesta segunda (28).

Trabalho remoto de servidores federais resultou na economia de R$ 1 bilhão

O trabalho remoto dos servidores federais, durante a pandemia da covid-19, resultou na economia de R$ 1 bilhão aos cofres públicos entre os meses de abril e agosto. De acordo com a CNN Brasil, o valor representa redução de R$ 859 milhões nos gastos de custeio e a diminuição de R$ 161 milhões nos pagamentos de auxílios aos servidores.

Com o trabalho remoto, não há pagamento de auxílios, apenas o salário aos servidores. Os dados foram repassados pelo Ministério da Economia e fazem um comparativo ao mesmo período de 2019. Ainda segundo o balanço do Ministério, o governo federal conseguiu economizar R$ 471 milhões somente com diárias, passagens e despesas com locomoção.

Já o custo a conta de luz ficou R$ 255 milhões menor. No que tange ao serviço de água e esgoto, houve redução de R$ 32 milhões. “O trabalho remoto veio para ficar. A pandemia mostrou que temos ferramentas tecnológicas que permitem que uma parte do serviço público possa ser feita de qualquer lugar. A gente acredita que mesmo voltando a normalidade, uma parte vai poder continuar sendo feita a distância, sem prejudicar o serviço para o cidadão”, disse o Secretário de Gestão do Ministério da Economia, Cristiano Heckert.

Paulo Câmara comemora investimento de R$ 70 milhões em indústria de papel

O Governador Paulo Câmara recebe o empresário Valdecir Roberto Bechel, da OL.

O governador Paulo Câmara anunciou, nesta segunda-feira (14), no Palácio do Campo das Princesas, a construção da nova planta da OL Indústria de Papéis, empresa baiana que montará em Pombos, no Agreste, uma filial para produção de fraldas descartáveis, papel higiênico e papel toalha. O investimento é de R$ 70 milhões. A expectativa é de gerar 262 empregos diretos no Estado.

“É uma notícia importante diante de um cenário de tantos desafios. Pernambuco continua a manter o ritmo do crescimento atraindo indústrias. A empresa vai gerar centenas de empregos com um investimento de R$ 70 milhões, ajudando na consolidação, não apenas do município de Pombos, mas também de toda aquela região do Agreste. Como polo indutor do desenvolvimento, o Governo de Pernambuco avança nessa pauta de interiorizar as indústrias que chegam aqui ao Estado”, destacou o governador.

Como contrapartida para atrair o investimento, o Governo de Pernambuco deve conceder, até 2032, o incentivo fiscal de crédito presumido do ICMS, de até 90%.  O percentual é correspondente à redução do saldo devedor do imposto apurado em cada período fiscal, enquadrado nas normas de habilitação do Programa de Estímulo à Indústria – Proind.

“A gente tem feito um trabalho muito proativo em busca de investimentos para todas as regiões de Pernambuco, indo em busca de empresas e empreendedores, mostrando as oportunidades que o Estado pode oferecer, não só de incentivos fiscais, mas também de mão de obra de infraestrutura”, enfatizou o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Bruno Schwambach.

LEIA MAIS

Indústria faz campanha para incentivar a compra de produtos de Pernambuco

Ricardo Essinger, presidente da FIEPE.

A campanha institucional foi apresentada ao grande público por meio da divulgação de um vídeo através das grandes emissoras do País, em junho deste ano. Agora, a ideia é que essa concepção se solidifique ainda mais e traga resultados para a economia do estado e do país.

Depois de quase cinco meses acumulando impactos trazidos pela Covid-19, as indústrias pernambucanas se unem e buscam forças para soerguer a atividade produtiva. Lançado pela FIEPE, o projeto Escolha Pernambuco foi criado para engajar a sociedade e estimular o consumo interno, visando incrementar o Produto Interno Bruto (PIB) local, incentivar a geração de emprego e permitir que os investimentos cheguem ao Estado. Ao todo, Pernambuco tem cerca de 15 mil indústrias que podem ser beneficiadas pela iniciativa.

LEIA MAIS

Cédula de R$ 200 já está em circulação nas capitais do Brasil

O Banco Central lançou oficialmente na tarde desta quarta-feira (2) a nota de R$ 200. A cédula, com imagem de um lobo-guará, entrará em circulação ainda nesta quarta nas capitais do Brasil.

A nota é a sétima cédula da família de notas do Real. O Banco Central (BC) encomendou à Casa da Moeda a produção, até dezembro, de 450 milhões de cédulas do novo valor.

É preciso olhar a cédula contra a luz e verificar se há uma marca d’água. E passar os dedos sobre a sua face e perceber elementos em alto relevo. São duas características presentes nas notas verdadeiras.

O lançamento da nova nota de 200 reais — a sétima da família do real — no fim de julho foi seguido de muita resistência. Organizações de combate à corrupção e integrantes do Ministério Público criticaram a decisão do BC, alegando que a nota facilitaria a lavagem de dinheiro.

Salário mínimo para 2021 ficará em R$ 1.067, menor do que o previsto na LDO

(Foto: Agência Brasil)

A queda da inflação fez o governo reduzir o reajuste do salário mínimo para o próximo ano. Segundo o projeto do Orçamento de 2021, enviado nesta segunda-feira (31) ao Congresso, o mínimo subirá para R$ 1.067 em 2021.

O projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2021, enviado em abril, fixava o salário mínimo em R$ 1.075 para o próximo ano. O valor, no entanto, pode ser revisto na proposta de Orçamento da União dependendo da evolução dos parâmetros econômicos.

LEIA MAIS

Caixa credita, nesta segunda, saque emergencial do FGTS para nascidos em setembro

Aplicativo Caixa Econômica Federal- FGTS.

A Caixa credita nesta segunda-feira (31) o saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para os trabalhadores nascidos em setembro.

Apesar de a Medida Provisória 946, que instituiu o saque emergencial, ter perdido a validade, a Caixa manteve o calendário de saques, com base no princípio da segurança jurídica. Ao todo, o governo pretende injetar R$ 37,8 bilhões na economia, beneficiando cerca de 60 milhões de pessoas.

LEIA MAIS

Caixa amplia prazo de suspensão de pagamento da prestação de dívidas

A Caixa Econômica Federal ampliou o prazo de suspensão do pagamento da prestação de dívidas de 90 dias para 180 dias. A medida, tomada em razão da paralisação econômica decorrente da pandemia, vale para créditos comerciais de pessoas físicas e jurídicas, como contratos de renegociação, microcrédito e Crédito Auto. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (28).

A prorrogação não é feita de modo automático e pode ser pedida por clientes pessoa física ou jurídica que estejam em dia com a dívida ou no máximo com 50 dias de atraso.

Quem já havia solicitado a prorrogação da pausa para 90 dias (estando ela em andamento ou já concluída) pode fazer um novo pedido de extensão por mais 90 dias. Quem nunca pediu a prorrogação da pausa pode fazer uma solicitação para que ela dure até 180 dias.

Segundo o banco, os valores das prestações adiadas serão alterados e os juros incidentes durante o período de pausa serão distribuídos nas demais parcelas do empréstimo. Com isso, o cliente que optar por essa alternativa deve se preparar para pagar prestações maiores no futuro. O prazo final para pagamento do contrato também é prorrogado automaticamente.

“No caso de empréstimos com atraso, o período pausado considera as parcelas atrasadas e os encargos por atraso também são incorporados ao saldo devedor”, explica a Caixa em comunicado.

Clientes cujo contrato já tenha atingido o limite máximo de parcelas pausadas não podem pedir a prorrogação. Para aqueles que obtiveram carência no momento da contratação do crédito, o período de pausa é limitado no máximo a seis parcelas.

Caso o cliente deseje solicitar a pausa para até três parcelas, o pedido pode ser feito via Internet Banking Caixa ou App Caixa. Para até seis parcelas, é preciso ligar para o telefone 0800 726 8068 (opção 2) ou 0800 726 0104 (opção 4) no caso de ligações via WhatsApp. Contratos Construcard e Crédito Auto só podem ter a pausa prorrogada via WhatsApp.

Os clientes da Agência Digital podem ligar para 3004 8104 (capitais e regiões metropolitanas) e 0800 208 8104 (demais regiões).

Assembleia virtual: Bancários de Pernambuco aprovam estado de greve

Sem uma proposta diferente do reajuste zero para 2020 apresentada pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), o Sindicato dos Bancários de Pernambuco aprovou por maioria de votos, na noite desta quinta-feira (27), através de uma assembleia virtual, o estado de greve. Cerca de 300 bancários participaram da reunião, que encerrou por volta das 22h. O estado de greve é uma espécie de alerta que a categoria dá ao patronato sobre uma possível paralisação das atividades de trabalho (leia-se, o último estágio antes da greve em si). A presidente interina do Sindicato dos Bancários de Pernambuco, Sandra Trajano, comandou o encontro virtual.

Segundo o sindicato, a categoria reivindica mais 5% de aumento nos salários e todas as cláusulas econômicas. A campanha salarial também tem como prioridade a manutenção dos empregos e dos
direitos, a defesa da mesa única e dos bancos públicos, além do aumento da Participação nos Lucros e/ou resultados (PLR). Durante toda o dia, o Comando Nacional dos Bancários e a Fenaban estiveram em negociação.

Segundo o Sindicato dos Bancários de Pernambuco explicou, os representantes dos bancos foram relutantes e insistiram no reajuste zero para 2020 para a categoria dos bancários. Propuseram um abono de R$ 1.656,22 para este ano. Para 2021, a proposta apresentada foi de repor 70% da inação pelo índice do INPC a partir de 1º de setembro e os outros 30% depois de seis meses. O Comando Nacional cobra reajuste para o ano corrente, pois, apesar da pandemia, o setor financeiro é o mais lucrativo do País.

A categoria já havia avaliado negativamente a proposta de reajuste zero, de acordo com uma consulta realizada virtualmente, por meio de uma enquete durante a assembleia organizativa, na terça-feira. Na mesma enquete, os bancários mostraram estar inclinados à realização da greve, com indicativo de possibilidade de greve (79%), paralisação parcial (29%), protesto simbólico (17%) e twittaço (23%).

Ministério da Cidadania divulga novo calendário para Auxílio Emergencial

O Ministério da Cidadania divulgou novo calendário para o auxílio emergencial. Quem se cadastrou pelas agências dos Correios e quem teve o benefício negado e contestou pela internet vai receber a primeira parcela entre os dias 28 e 30 de setembro na poupança digital da Caixa.

Os saques em dinheiro vão ser liberados de 19 de setembro a 27 de outubro, de acordo com a data de aniversário. A segunda e terceira parcelas serão pagas entre 9 de outubro e 13 de novembro. A quarta e quinta parcela de 16 a 30 de novembro.

Já quem recebeu a primeira parcela do auxílio emergencial em meses anteriores e teve o pagamento suspenso pela Caixa, mas conseguiu que sua situação fosse reavaliada pelo governo, vai receber todas as parcelas entre 28 de agosto e 30 de setembro.

Segundo o Ministério da Cidadania, a medida é para evitar aglomerações, e assim, minimizar o risco de propagação do novo coronavírus. A portaria com o calendário foi publicada nesta quarta-feira.

Caixa libera 5ª parcela da ajuda de R$ 600 para novo grupo do Bolsa Família

Começa nesta terça-feira (25) o saque da 5ª parcela do auxílio emergencial de R$ 600 aos beneficiários do Bolsa Família que têm o NIS (Número de Identificação Social) terminado em 6.

Hoje não há pagamento de nenhuma parcela para quem não é do Bolsa Família. Amanhã (26), nascidos em dezembro receberão um novo depósito. Confira aqui detalhes do calendário para o público geral.

Quem está no programa Bolsa Família e preenche os requisitos para receber o auxílio emergencial não acumula os dois pagamentos. Recebe apenas o que for de maior valor.

O saque é liberado a cada dia a um novo grupo dos inscritos no Bolsa Família, conforme o último número do NIS:

Como sacar

Os beneficiários do Bolsa Família podem sacar o valor do auxílio por meio do cartão do Programa Bolsa Família, Cartão Cidadão ou por crédito em conta da Caixa.

O auxílio emergencial aprovado em abril previa três parcelas de R$ 600 (ou R$ 1.200 para mulheres chefe de família). O governo federal prorrogou o programa por dois meses, totalizando cinco parcelas.

Novas parcelas estão em análise

O governo federal ainda estuda se vai liberar mais parcelas do auxílio emergencial, além das cinco já aprovadas. A medida depende de ajustes no Orçamento.

A lei aprovada pelo Congresso dá ao presidente Bolsonaro autonomia para liberar novas parcelas de R$ 600 (ou R$ 1.200 para mães chefe de família) até o final do ano, desde que indique de onde virá o dinheiro. Se quiser reduzir o valor das parcelas ou prorrogar o auxílio para 2021, o governo precisará da aprovação da Câmara e do Senado.

Caixa credita hoje saque emergencial do FGTS para nascidos em agosto

Os trabalhadores nascidos em agosto começam a receber hoje (24) o crédito do saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) de até R$ 1.045. O pagamento será feito por meio da conta poupança digital da Caixa Econômica Federal.

Apesar de a Medida Provisória 946, que instituiu o saque emergencial, ter perdido a validade, a Caixa manteve o calendário de saques, com base no princípio da segurança jurídica. Ao todo, o governo pretende injetar R$ 37,8 bilhões na economia, beneficiando cerca de 60 milhões de pessoas.

Anunciado como instrumento de ajuda aos trabalhadores afetados pela pandemia do novo coronavírus, o saque emergencial permite a retirada de até R$ 1.045, considerando a soma dos saldos de todas as contas no FGTS. O valor abrange tanto as contas ativas quanto as inativas.

Nesta fase, o dinheiro poderá ser movimentado apenas por meio do aplicativo Caixa Tem. A ferramenta permite o pagamento de boletos (água, luz, telefone), compras com cartão de débito virtual em sites e compras com código QR (versão avançada do código de barras) em maquininhas de cartão de lojas parceiras, com débito instantâneo do saldo da poupança digital.

Liberação para saque

O dinheiro só será liberado para saque ou transferência para outra conta bancária a partir de 17 de outubro, para os trabalhadores nascidos em agosto. O calendário de crédito na conta poupança digital e de saques foi estabelecido com base no mês de nascimento do trabalhador.

Até agora, a Caixa creditou o saque emergencial do FGTS para os trabalhadores nascidos de janeiro a julho. Os beneficiários nascidos em março tiveram o dinheiro liberado para saque no último sábado (22).

O pagamento está sendo realizado conforme calendário a seguir:

Orientações

A Caixa orienta os trabalhadores a verificar o valor do saque e a data do crédito nos canais de atendimento eletrônico do banco: aplicativo FGTS, site fgts.caixa.gov.br e telefone 111 (opção 2). Caso o trabalhador tenha direito ao saque emergencial, mas não teve a conta poupança digital aberta automaticamente, deverá acessar o aplicativo FGTS para complementar os dados e receber o dinheiro.

O banco alerta que não envia mensagens com pedido de senhas, dados ou informações pessoais. Também não envia links nem pede confirmação de dispositivo ou acesso à conta por e-mail, SMS ou WhatsApp.

Cancelamento do crédito automático

O trabalhador poderá indicar que não deseja receber o saque emergencial do FGTS até 10 dias antes do início do seu calendário de crédito na conta poupança social digital, para que sua conta do FGTS não seja debitada.

Caso o crédito dos valores tenha sido feito na poupança social digital do trabalhador e essa conta não seja movimentada até 30 de novembro de 2020, os valores corrigidos serão retornados à conta do FGTS.

Agências da Caixa Econômica Federal funcionam neste sábado (22)

Agências da Caixa Econômica Federal funcionam neste sábado (22) das 08h ao meio-dia para atendimento do Auxílio Emergencial, criado pelo Governo Federal destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados e também para saque Emergencial do FGTS.

Não será realizado desbloqueio de aplicativo para evitar qualquer tipo de aglomeração. Segundo o sindicato dos bancários, as agências estão utilizando todos os procedimentos de higienização.

Em Juazeiro funcionam as agências do Centro da cidade e da Avenida Adolfo Viana. Em Petrolina, três agências irão funcionar. A agência da Avenida Sete de Setembro, no bairro KM 2; a agência da rua João Clementino, que fica no centro da cidade e agência que funciona no River Shopping.

Clique aqui e confira se a agência da Caixa da sua cidade vai funcionar neste sábado.

Fraudes no auxílio emergencial podem chegar a R$ 4 bilhões, diz CGU

Fraudadores podem ter desviado de R$ 3 bilhões a R$ 4 bilhões em recursos do auxílio emergencial do governo federal. O balanço foi feito pelo ministro da Controladoria-Geral da União (CGU), Wagner Rosário, em live com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), na noite de quinta-feira (20).

De acordo com o ministro, cerca de 680 mil servidores públicos federais, estaduais e municipais podem estar envolvido nas fraudes. Parte deles pode ser vítima de estelionatários. Outros já admitiram o erro, devolveram o dinheiro e vão assinar um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC). Wagner Rosário explicou que esses trabalhadores terão a chance de se explicar em processos administrativos e quem não é servidor vai responder na Justiça.

De acordo com a Caixa Econômica Federal, o auxílio emergencial já beneficiou mais de 66 milhões de pessoas. O ministro da CGU informou que o governo prepara uma campanha contra a corrupção, voltada para 15 milhões de alunos do 1º ao 5º ano do ensino fundamental. Wagner Rosário disse ainda que o material foi desenvolvido em parceria com a Mauricio de Sousa Produções e pode ser incluído no Programa Nacional do Livro Didático (PNLD).

123