Eleições 2020: Fernando Filho recebe lideranças do Sertão e da Região Metropolitana do Recife

Toninho Valadares e Carlos Valadares (Foto: Divulgação)

O deputado federal Fernando Filho (DEM) recebeu na última sexta-feira (30), lideranças políticas da Região Metropolitana do Recife e do Sertão Pernambucano, com as quais tratou das articulações para as eleições municipais de 2020.

Fernando Filho se reuniu com o ex-prefeito de Triunfo, Eduardo Melo, que se filiou ao MDB a convite do próprio parlamentar. Também estiveram reunidos Toninho Valadares e Carlos Valadares, filhos do ex-prefeito de Afogados da Ingazeira, Totonho Valadares; o prefeito de Orobó, Chaparral; Mário Viana, liderança de Ingazeira; e Alexandre Soares, pré-candidato no Recife.

“Essa é uma fase em que muitas lideranças têm nos procurado para ampliar o campo das oposições, disputando as eleições do ano que vem por esse partido, onde se encontram partidos como o DEM e o MDB. Certamente esses quadros serão um grande reforço e se somarão conosco para construirmos um campo ainda mais forte”, destacou Fernando Filho.

Em alta, Rodrigo Maia descarta disputar eleições para presidente em 2022

(Foto: Arquivo)

Cada vez mais fortalecido após articular a aprovação da reforma da Previdência na Câmara dos Deputados, o presidente Rodrigo Maia (DEM) descartou concorrer ao posto de presidente da República em 2022. Ele rejeitou qualquer hipótese a vaga do posto mais alto no Executivo.

“Não quero ser administrador de crise. Enquanto não organizar o Estado brasileiro, para que eu vou ser prefeito, governador ou presidente?”, afirmou, em entrevista ao Estado de São Paulo. Para ele, o atual presidente Jair Bolsonaro (PSL) e o apresentador Luciano Huck são os nomes mais bem colocados na disputa.

Maia também citou os governadores de São Paulo, João Doria (PSDB), e do Rio, Wilson Witzel (PSC). “Quem vai disputar eleição com Bolsonaro é quem conseguir caminhar da direita para o centro, ou a centro-esquerda. O Doria prefere ocupar o espaço do Bolsonaro. Tem que tomar cuidado para não tentar disputar o núcleo duro do presidente. Ele não vai crescer para o eleitor mais radicalizado antipetista. O Huck está tentando construir esse espaço, um pouquinho mais à centro-esquerda em alguns temas E o governador do Rio é sempre forte”, destacou.

Durante a entrevista o presidente da Câmara também avisou que vai priorizar reformas e projetos de Estado e não, necessariamente, a pauta do governo no segundo semestre, como temas de costumes e autonomia do Banco Central. Se concretizada, a intenção de Maia pode atrasar a venda de estatais, programa estratégico do ministro da Economia, Paulo Guedes. (Com informações do JC Online).

TSE propõe voto distrital para eleição de vereador em 2020

Ministro Luís Roberto Barroso é vice-presidente do TSE. (Foto: Evaristo Sa/Agência France-Press)

Um grupo de trabalho coordenado pelo vice-presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, propõe mudar radicalmente a forma de eleger vereadores no ano que vem. Em documento entregue no mês passado para o presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ), o tribunal defende adotar, já em 2020, o sistema distrital misto em cidades com mais de 200 mil habitantes. A ideia é separar os município em distritos, que elegeriam seus representantes isoladamente.

O modelo distrital misto, inspirado no sistema adotado na Alemanha, prevê a divisão dos Estados e municípios em distritos eleitorais – dessa forma, os candidatos a vereador em um bairro da zona sul de São Paulo, por exemplo, seriam diferentes daqueles dos eleitores de um bairro na zona norte. A divisão de cada cidade em distritos seria feita pelo próprio TSE, que convocaria audiência pública com representantes dos partidos políticos para definir os critérios e os limites de cada um.

Questionado, o TSE não informou sobre previsão para a audiência nem sobre estudos envolvendo a divisão das cidades em distritos. Um dos receios é de que a definição dos limites geográficos de cada região beneficie candidatos e leve a distorções no resultado das eleições.

LEIA MAIS

Em audiência do TRE, Prefeito Wilker Torres expõe dificuldades enfrentadas no recadastramento biométrico 

(Foto: Ascom)

A nova etapa de recadastramento biométrico eleitoral, que pretende alcançar os 30% do eleitorado baiano que ainda não fez a biometria, foi discutido na manhã de sexta-feira (12), em audiência pública no Plenário da Câmara Municipal de Juazeiro, com a presença do Corregedor Eleitoral do TRE-BA, o Juiz Claudio Gusmão.

Ao se pronunciar, o Prefeito de Casa Nova (BA), Wilker Torres, destacou as dificuldades enfrentadas pelo município que administra: “Temos um município do tamanho de um estado e temos distrito, com 10 mil habitantes, a 150 quilômetros da cidade. Já conversei com Dr Wanderlei (Andrade Lacerda), com Dr Sebastião (Coelho) no sentido de levarmos a biometria para esses distritos. Formamos quatro polos para que a população não ter que vir. Imaginem como será trazer 8 mil eleitores para nossa sede”.

LEIA MAIS

Recadastramento biométrico em Campo Formoso passa a funcionar em novo horário

Recadastramento é obrigatório e deve ser feito até 2020 (Foto: Internet)

Os eleitores de Campo Alegre de Lourdes (BA) devem ficar atentos a mudança no horário de atendimento para o recadastramento biométrico. A Prefeitura anunciou ontem (8) que o serviço está sendo ofertado das 8h às 14h, na Biblioteca Municipal.

O recadastramento é obrigatório no município e pode ser feito de segunda à sexta-feira. Apesar de o prazo se encerrar no dia 18 de fevereiro de 2020, o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) chama atenção dos eleitores para que agilizem o procedimento.

Basta comparecer à Biblioteca no horário mencionado, munido de RG, CPF, Título de Eleitor e Comprovante de Residência. Também são ofertados serviços de inscrição de novos títulos e transferências.

Presidente estadual do PSL não descarta candidatura majoritária em Petrolina: “No tempo certo a gente vai dizer”

Nome de Gabriel Menezes não foi descartado pelo partido em 2020  (Foto: Blog Waldiney Passos)

Partido do presidente da República, Jair Bolsonaro, o PSL quer ter força também nos municípios. Foi o que afirmou o presidente da sigla em Pernambuco, Marcos Amaral. De acordo com o mandatário no Estado, a meta imposta para 2020 é ter o maior número possível de candidaturas.

“A intenção do PSL é hoje ter o maior número possível de candidaturas majoritárias que puder ter. Não é o município, é ter o maior número de candidaturas. Está decidido pelo presidente nacional do partido“, disse em entrevista ao programa Repercutindo, com Daniel Campos na Rádio Jornal Petrolina de terça-feira (2).

A postura de ter várias candidaturas no pleito municipal do próximo ano, segundo Amaral, vem como consequência da força do PSL na eleição de 2018. Contudo, aqui em Pernambuco serão analisados o contexto de cada cidade, em especial, Petrolina.

LEIA MAIS

Humberto Costa manda recado a Cristina Costa sobre possível aliança com Miguel: “É melhor que ela mude de ideia”

Senador refutou ideia de se aliar a bolsonaristas (Foto: Blog Waldiney Passos)

A eleição municipal de 2020 já movimenta o xadrez da política em Petrolina. E na visão do senador Humberto Costa (PT), uma das principais lideranças em Pernambuco, não há chances de a sigla desenhar alianças com bolsonaristas.

LEIA TAMBÉM:

Candidato a prefeito por três vezes, Gonzaga Patriota declara seu apoio a Lucas Ramos

Marília Arraes defende nome de Cristina Costa como candidata a prefeita de Petrolina

Ele concedeu uma entrevista ao programa Super Manhã com Waldiney Passos nessa quinta-feira (27) e foi curto e grosso: “Nós não vamos permitir em qualquer lugar do Brasil [alianças] do PT com bolsonaristas“, disse na Rádio Jornal Petrolina.

LEIA MAIS

Candidato a prefeito por três vezes, Gonzaga Patriota declara seu apoio a Lucas Ramos

Deputado apoiará colega de partido (Foto: arquivo)

Gonzaga Patriota (PSB) bateu na trave por diversas vezes na corrida eleitoral para assumir a Prefeitura de Petrolina. Na eleição de 2020 ele já deixou claro q não disputará o pleito, mas apoiará um companheiro do seu partido: o deputado estadual Lucas Ramos.

LEIA TAMBÉM:

Marília Arraes defende nome de Cristina Costa como candidata a prefeita de Petrolina

“Eu vou apoiar o Lucas, já assumi esse compromisso. É do meu partido, tenho uma dívida muito grande com ele, com o pai dele e vamos trabalhar para chegar no segundo turno. Não sei com quem, obviamente se no segundo turno não for meu candidato, eu vou apoiar o candidato que for da oposição”, disse durante uma entrevista por telefone no programa Super Manhã com Waldiney Passos dessa terça-feira (26).

LEIA MAIS

Juazeiro: presidente da Juventude do PSDB anuncia desfiliação do partido

Gleidson (primeiro a direita) militava nos Tucanos desde sua adolescência (Foto: Ascom)

Às vésperas da eleição municipal de 2020 a movimentação nos bastidores da política já começou. Em Juazeiro (BA) a mudança com maior repercussão até o momento foi do ex-prefeito Isaac Carvalho que deixou o PC do B para ingressar no PT.

A nível municipal, o presidente da Juventude do PSDB anunciou sua desfiliação do partido. Gleidson Azevedo militava nos Tucanos desde os 16 anos e ainda não anunciou seu futuro político, porém, tudo indica que ele deve se lançar a um cargo eletivo em 2020.

Confira a seguir a nota do ex-presidente da Juventude do PSDB sobre sua saída do partido:

LEIA MAIS

Recadastramento biométrico já começou em Campo Alegre de Lourdes

Prazo segue até 18 de fevereiro de 2020 (Foto: Reprodução/TRE-BA)

Os municípios do interior respiram clima de São João, porém, os moradores de Campo Alegre de Lourdes (BA) devem ficar atentos ao recadastramento biométrico. O procedimento realizado pela Justiça Eleitoral teve início nessa semana.

Quem quiser evitar a correria da última hora pode ir à Biblioteca Municipal das 8h às 17h, munidos da documentação exigida pelo Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA): RG, CPF, Título de Eleitor e Comprovante de Residência.

De acordo com o TRE, além da biometria as equipes também farão a inscrição de novos títulos e transferências. O prazo para fazer a regularização biométrica no município se encerrará no dia 18 de fevereiro de 2020.

Justiça de Petrolina determina suspensão da eleição no bairro Terras do Sul

(Foto: Arquivo)

A eleição do bairro Terras do Sul, em Petrolina está no meio de uma celeuma jurídica. Nessa semana a Juíza de Direito, Vallerie Maia determinou a suspensão do resultado do pleito realizado em 9 de junho desse ano. No entendimento da magistrada, a Federação Regional do Vale do São Francisco (Fervasf) descumpriu ordem judicial.

Para quem não lembra, na antevéspera da eleição a própria Vallerie Maia emitiu uma decisão solicitando a não realização da votação, já que o candidato da Chapa 1, Baroni entrou com um processo contra a Chapa 2, encabeçada por Pedro Elias.

LEIA TAMBÉM:

Federação afirma que eleição do bairro Terras do Sul está mantida

Chapa 1 segue confiante

Mesmo diante da anulação da Chapa 2 ou da eleição, o pleito foi mantido e terminou com vitória de Pedro Elias. Contudo, o resultado do dia 9 não pode ser considerado com essa nova decisão da Justiça de Petrolina. “Eles estão se complicando cada vez mais, eu só aguardo a Justiça e seus trâmites legais para resolver a situação”, disse Baroni à nossa produção.

LEIA MAIS

Marília Arraes defende nome de Cristina Costa como candidata a prefeita de Petrolina

Deputada cumpre agenda em Petrolina e fala sobre cenário politico local (Foto: Blog Waldiney Passos)

A deputada federal Marília Arraes (PT) está em Petrolina nessa sexta-feira (21) e afirmou com todas as letras que a vereadora Cristina Costa (PT) tem o seu apoio em uma possível candidatura à Prefeitura, em 2020. “Todo mundo sabe que eu sou uma entusiasta da atuação política da vereadora Cristina Costa, eu acho que seria uma grande candidata a prefeita”, afirmou durante participação no programa Super Manhã com Waldiney Passos.

Contudo, apesar do apoio, Marília fez questão de ressaltar um ponto importante: seu apoio é praticamente simbólico. “Defendo o nome de Cristina sem dúvida alguma, mas defendo entre nós, no nosso grupo político porque eu não faço parte do Diretório de Petrolina. É uma conversa entre nós, mas sem nenhuma interferência direta obviamente. Tenho todo respeito pelas decisões tomadas no Diretório aqui na cidade”, ressaltou.

PT com candidatura própria

Na ótica da deputada federal, o PT tem condições de lançar candidatura própria em Petrolina e tal posicionamento seria importante para a sigla. “Nós temos tamanho para ter uma candidatura própria, é importante que a gente deixe o partido discutir democraticamente, sem intervenções que nós tivemos em 2018, quando nós decidimos ter candidatura própria e teve essa intervenção nacional”, finalizou.

Escola do Legislativo traz capacitação a vereadores e assessores da Câmara de Petrolina

(Foto: Blog Waldiney Passos)

A Escola do Legislativo levará cursos a todas as microrregiões de Pernambuco. Essa será a primeira vez que o órgão promoverá capacitações a parlamentares e servidores no Estado, em 20 anos de fundação. Uma das ações do órgão ligado a Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) será o seminário Eleições Municipais 2020 – Novas Regras, que acontece em Petrolina, no próximo dia 27.

A Casa Plínio Amorim sediará o evento das 8h às 13h. Depois de Petrolina, Caruaru, Araripina e Garanhuns também receberão a Escola do Legislativo. Entre os temas do evento estão o fim das coligações, propaganda eleitoral e prestação de contas.

“Vamos trabalhar com um tema muito atual, que são as novas regras para as eleições do próximo ano. As mudanças foram implementadas em 2017, mas elas só entram em vigor a partir de 2020. A nossa ida aos municípios facilita a adesão, pois, até então, só tínhamos cursos no Recife. Vamos estabelecer um calendário para realizar todas as formações dentro de um prazo que considere a janela partidária, a migração de partido, sem prejuízos às candidaturas”, explicou o superintendente da Escola do Legislativo, José Humberto Cavalcanti.

LEIA MAIS

Sem ficar em cima do muro, Zé Batista confirma saída do PDT: “Vou procurar um partido para me agasalhar”

Vereador comentou sobre obra na UPAE e seu futuro político (Foto: Blog Waldiney Passos)

“Tô pouco me lixando para isso”. Foi assim que o vereador José Batista da Gama hoje no PDT comentou a situação da sigla em Petrolina que agora tem como líder Edinaldo Lima, ex-vereador e candidato a prefeito pelo grupo de Julio Lóssio, oposição ao governo de Miguel Coelho, de quem Zé é aliado de longa data.

Na sessão de terça-feira (11) o vereador afirmou que está deixando o PDT porque não é de ficar em cima do muro. “Tomei conhecimento semana retrasada, boa viagem ao PDT e boa viagem a Edinaldo Lima. Tô pouco me lixando pra isso, tenho luz própria e posso muito bem me filiar a qualquer outro partido da base aliada. Vou procurar um partido para me agasalhar e agasalhar meu filho, Pé de Galo que será candidato a vereadora na próxima eleição”, afirmou.

Apesar do posicionamento de sair do PDT, Zé Batista destacou que ainda não escolheu sua próxima casa. “Não existe dono do nariz em política. A gente tem que ouvir as lideranças maiores, nós dependemos delas. Vou ouvir o senador, o deputado federal e o prefeito. O partido que a gente achar que vai ser mais conveniente para a gente, a gente vai se filiar. Existe o MDB, o PSL, o DEM que é minha origem, mas eu sou daqueles que não olha para partido, eu olho para a pessoa. Não é o partido que vai definir eleitorado”, ressaltou.

LEIA MAIS

Federação afirma que eleição do bairro Terras do Sul está mantida

A eleição para definir o novo presidente da Associação do bairro Terras do Sul, em Petrolina está mantida. É o que assegura o presidente da Federação Regional do Vale do São Francisco (Fervasf), Paulo Lima. Desde ontem (7) mensagens circulam nas rede sociais alegando que o pleito foi suspenso pela justiça.

A mensagem diz respeito à uma decisão de urgência proferida pela juíza Vallerie Maia, que acatou um pedido da Chapa 1, encabeçada pelo candidato Baroni. No entendimento de Maia, a Chapa 2 – que tem Pedro Elias como candidato descumpriu algumas determinações no que diz respeito ao registro de sua candidatura.

Entre os pontos citados está o não pagamento da taxa de registro da candidatura e demora na entrega da documentação da Chapa 2. Nossa produção conversou com os dois candidatos e o presidente da Fervasf, para ouvi-los.

O que dizem os candidatos

“Nenhum oficial de Justiça entregou [a decisão], quem tá organizando a eleição é a Fervasf. A gente fica triste porque as pessoas querem desorganizar de todas as formas a comunidade, uma comunidade que tanto precisa de melhorias”, afirmou Pedro Elias.

LEIA MAIS
123