Após queixa de leitor, secretaria de Saúde nega desorganização na UBS do São Joaquim

Prefeitura nega problemas na unidade (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Um morador do bairro São Joaquim, em Petrolina, entrou em contato com o Blog Waldiney Passos, relatando problemas na Unidade Básica de Saúde (UBS) da comunidade. Ele afirma que os pacientes vivem numa situação de “caos” nesse começo de semana.

Segundo o leitor, hoje (11) pacientes estavam sendo atendidos por uma enfermeira, pois faltava médico. Outra reclamação foi direcionada às marcações e consultas, porque supostamente o atendimento preferencial não estaria sendo respeitado.

Outro lado

Em nota, a Secretaria de Saúde informou que “os atendimentos estão ocorrendo normalmente” e que a pasta não “desorganização na distribuição de fichas e que os pacientes estão sendo atendidos pela médica da unidade, inclusive respeitando as preferências”.

Por fim a nota reitera o compromisso da gestão com a saúde pública. “A prefeitura reforça seu compromisso com a qualidade dos atendimentos ofertados aos cidadãos petrolinenses”, finaliza a resposta.

Compesa afirma não ter responsabilidade sobre esgoto no Serrote do Urubu

Problema segue sem solução (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Na semana passada o Blog Waldiney Passos mostrou a demanda de um leitor, sobre esgotamento sanitário no Serrote do Urubu, interior de Petrolina. Nossa equipe procurou a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), que afirmou não ter responsabilidade sobre o problema.

LEIA TAMBÉM:

Esgoto no Serrote do Urubu, em Petrolina, incomoda comunidade

Segundo a Companhia, ela “não opera o sistema de esgotamento sanitário de Serrote do Urubu”. A Prefeitura de Petrolina também disse não ser de sua competência o reparo na localidade e a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) ainda não se manifestou sobre o reparo.

Enquanto isso a comunidade é obrigada a conviver com o esgoto escorrendo pela Rua Principal, próximo à uma escola municipal e à associação do Serrote.

Morador vizinho a terreno abandonado da Compesa desabafa: “Essa situação é complicada”

Dor de cabeça para moradores do Centro (Foto: Blog Waldiney Passos)

Quem passa pelo Centro de Petrolina conhece o famoso terreno da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), localizado no cruzamento da Avenida Souza Filho com a Rua Castro Alves. O abandono do prédio vem gerando uma série de transtornos aos moradores da região.

Além da insegurança, problemas como lixo, queima dos restos de materiais e a proliferação de mosquitos preocupam a comunidade que vive aos arredores do espaço. “Quem mora no prédio vizinho está sofrendo com as muriçocas e mosquitos, sem contar a fumaça, porque de vez em quando botam fogo no lixo. Essa situação é complicada”, desabafou um leitor do Blog.

Nossa Produção procurou a Compesa para saber quais medidas a Companhia vai adotar ou já está implantando no sentido de melhorar a limpeza e segurança no terreno. Até o momento não tivemos resposta.

Esgoto no Serrote do Urubu, em Petrolina, incomoda comunidade

Esgoto se mistura com água limpa (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Se é difícil pra quem mora na zona urbana, a situação das comunidades rurais de Petrolina é ainda pior. No Serrote do Urubu, um esgoto na Rua principal tem tirado a tranquilidade da população. Um leitor do Blog contou que a essa situação acontece bem em frente à Escola Luís de Sousa e ao lado da Associação do Bairro.

“É um problema seríssimo em frente à Escola, porque tem um esgoto estourado e um vazamento de água limpa. Ai está juntando e causando esse problema na rua”, contou à nossa Produção.

O Blog entrou em contato com a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), mas ainda não tivemos resposta.

Leitor critica demora no atendimento da Caixa de Petrolina; Banco responde

Leitor afirma que banco não cumpre lei do tempo de espera (Foto: Reprodução/Internet)

Ir às agências bancárias da Caixa Econômica Federal de Petrolina é um verdadeiro teste de paciência aos clientes ou não do banco. O Blog Waldiney Passos recebeu o desabafo de um leitor que esteve na unidade da Avenida Sete de Setembro na última terça-feira (5).

Em contato com a nossa equipe o leitor disse que entrou na unidade pouco antes de 14h45 e só conseguiu ser atendido perto de 16h. A maior queixa não foi o fato de o banco não cumprir com a lei municipal sobre tempo de espera, mas o descaso com os clientes.

“Um setor que precisa emitir senhas e entregar Cartão Cidadão e só deixam um funcionário trabalhando. É difícil pra gente ter que esperar por horas pra resolver um simples problema de senha”, contou.

Outro lado

Diante da queixa apresentada na matéria, o Blog entrou em contato com a Caixa Econômica. Em nota, o banco disse que “tem preocupação constante em atender seus clientes no prazo que a legislação determina e, por isso, investe constantemente em modernização de equipamentos, sistemas de Tecnologia da Informação, racionalização de processos, contratação e treinamento de pessoal, além da significativa expansão de sua rede de atendimento, em todo país”, conclui.

Mãe denuncia falta de alimentos no CMEI do Loteamento Recife; Prefeitura de Petrolina rebate

A mãe de uma criança atendida no CMEI Dona Cinobe, no bairro Loteamento Recife, em Petrolina denunciou ao Blog os problemas enfrentados pelos menores na unidade. Está faltando alimentos e o problema estaria sendo causado por problemas administrativos.

De acordo com a mãe, que preferiu não se identificar, nessa semana o café da manhã tem sido cuscuz seco. Já no almoço as crianças são servidas com arroz, feijão e ovo cozido. No lanche da tarde, apenas uma bolacha seca, sem suco.

“Isso já é antigo, é uma questão administrativa, é uma coisa que persiste e se agravou nessa semana”, relatou à nossa Produção. Além dos alimentos, produtos de higiene também estariam em falta.

LEIA MAIS

Leitor flagra pacientes nos corredores do Hospital Universitário de Petrolina e classifica situação como “horrível”

Segundo leitor, há pacientes em macas perto da lanchonete do hospital (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Um leitor do blog Waldiney Passos entrou em contato com nossa redação para denunciar a superlotação do Hospital de Traumas de Petrolina, administrado pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh). Segundo o leitor, que acompanhava uma paciente no hospital, “tem macas até na área da lanchonete”.

Além disso, ainda de acordo com a denúncia, há pessoas que esperam por uma cirurgia há mais de um mês e sem previsão para realização do procedimento. “É uma coisa horrível, homens, mulheres e crianças. Tem gente desde a porta da emergência até o final do corredor”, afirmou.

Em vídeo enviado para nosso blog, as imagens – gravadas nessa terça-feira (05) – assustam. São pessoas espalhadas sem qualquer tipo de conforto por vários corredores da unidade hospitalar.

Outro lado

O Blog Waldiney Passos procurou a Assessoria de Comunicação do Hospital Universitário, pedindo informações sobre a real situação da unidade e o porquê da demora na realização das cirurgias. Até o momento não obtivemos resposta.

Compesa afirma que fornecimento do Dom Avelar será normalizado hoje

Vazamento foi identificado ontem (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Mais cedo o Blog mostrou a reclamação de um leitor sobre a falta d’água no bairro Dom Avelar. Um outro morador encaminhou ao Blog o vídeo de um vazamento de água limpa que jorra desde a tarde de ontem (4), na Avenida dos Minérios, causador do problema.

LEIA TAMBÉM:

Dom Avelar está sem água nas torneiras desde ontem, afirma leitor

O leitor afirma que a comunidade acionou a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), mas nenhum reparo foi feito ontem. A Compesa emitiu uma nota ao Blog. Segundo a Companhia, desde o vazamento detectado ontem o bairro está sem água, pois foi necessário interromper o abastecimento.

“As equipes já trabalham no conserto da tubulação e a previsão é de que às 17h de hoje, os serviços sejam finalizados o e abastecimento retomado gradativamente”, conclui a nota.

Leitor cobra resposta da Compesa para esgoto estourado no Portal da Cidade

Há mais de 10 dias essa é a rotina dos moradores no bairro Portal da Cidade, em Petrolina. Esgoto estourado, jorrando na via pública e nenhuma solução. O problema, de acordo com um leitor, acontece na Rua da Cuíca e apesar de a Companhia Pernambuco de Saneamento (Compesa) ter sido acionada, nenhum reparo foi feito.

“Eles estiverem em outro vazamento mais à frente e já resolveram. Mas, esse ainda não foi solucionado”, contou o leitor. Desde ontem nossa Produção tenta contato com a Compesa, cobrando respostas acerca desse problema, mas ninguém se manifestou até o momento.

Leitora cobra resposta da Compesa sobre falta d’água no São José

O bairro São José está há 24 horas sem água. O domingo (3) que deveria ser de arrumação ou lazer se transformou numa verdadeira dor de cabeça, já que a comunidade amanheceu sem água na torneira e a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) não avisou previamente sobre a interrupção no fornecimento.

“Desde ontem de manhã sem água aqui no São José. Tentei entrar em contato mas não consegui, é um problema no bairro todo”, disse a leitora à nossa Produção.

Mais cedo nossa equipe entrou em contato via e-mail com a Compesa, solicitando informações sobre o porquê do corte no abastecimento em pleno domingo e se há uma previsão para normalizar a situação. Até o momento a Companhia não se pronunciou.

Leitora flagra maus tratos a animais no Park São Gonçalo, em Petrolina

Uma leitora do Blog entrou em contato através do WhatsApp para denunciar um caso de maus tratos a animais que vem acontecendo no Park São Gonçalo. Ela afirma que o dono dos animais mostrados na foto acima montou um curral sem nenhum tipo de proteção contra o sol e não alimenta os bichos.

“Semana passada uma vizinha falou pro dono cuidar direito, ele achou ruim. Eles não colocam água que é o básico. Eles ficam no meio do sol quente, não tem uma sombra e eles não têm o que comer”, contou à nossa Produção.

O Blog repassou a demanda à Prefeitura de Petrolina, através da Secretaria de Saúde. Entretanto, ainda não tivemos uma resposta sobre a demanda apresentada.

Morador grava vídeo e cobra equipe do SAAE no Residencial Juazeiro 3

Esgoto vem tirando sossego dos moradores (Foto: Reprodução/WhatsApp)

“Não tem condições uma situação dessa na porta das casas”. Essa é a fala de um leitor do Blog, morador do Residencial Juazeiro 3, localizado no bairro Itaberaba. No vídeo enviado à nossa equipe, ele mostra um problema  na Rua N que já dura três dias e vem tirando o sossego da comunidade.

“Já enviei pro setor responsável, se puder fazer com que essa denúncia chegue até o SAAE seremos gratos”, pediu o morador. Nossa Produção encaminhou um e-mail ao Serviço de Água e Saneamento Ambiental (SAAE), pedindo informações sobre quando uma equipe será encaminhada ao local, contudo, até o momento não tivemos retorno.

Leitor cobra manutenção em poste para melhorar iluminação no São Joaquim

(Foto: Internet)

Um morador do bairro São Joaquim entrou em contato com o Blog através do WhatsApp para fazer uma queixa à Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) sobre um poste na Rua 20 que está apagado há vários dias. O leitor alega que o poste fica em frente à sua residência e a rua fica às escuras pela noite.

“A rua não tem infraestrutura, com poste apagado fica complicado e perigoso. Tem dois anos que moro nessa rua e é sempre uma dor de cabeça“, disse à nossa Produção.

Nós entramos em contato com a Celpe, para saber se a companhia já tem ciência dessa demanda e quando realizará a manutenção do poste V059975. Até o momento não tivemos resposta.

Falta de educação de moradores do bairro Palhinhas irrita leitor do Blog

Leitor se irritou com falta de educação (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Equipes da Prefeitura de Petrolina estiveram no bairro Palhinhas para fazer a limpeza de um terreno na Rua do Progresso, por trás da Panevale. Pouco depois de os funcionários saírem da comunidade, os próprios moradores voltaram a despejar materiais no local.

O fato irritou um leitor do Blog, que criticou a falta de educação dos comunitários. “O terreno foi limpo, mas voltaram a descartar o lixo. Cortam os pés de árvores, depois colocam fogo não tem quem aguente a fumaça”, disse à nossa Produção.

Ainda segundo o leitor, as equipes apenas foram fazer a limpeza depois das queixas da comunidade e que o proprietário do terreno não toma as devidas providências. O Blog entrou em contato com a Prefeitura de Petrolina, que enviou uma nota.

De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação, “o descarte de lixo e entulho em terrenos baldios é proibido. O descumprimento é cabível da aplicação de multa que pode variar entre R$250 e R$ 1400”, afirma a nota. A população pode ajudar denunciando os infratores, na Ouvidoria do município, através do número 156.

Leitor pede resposta da Compesa sobre falta d’água na Cohab VI, em Petrolina

Diariamente o Blog traz pelo menos uma queixa sobre falta d’água em Petrolina. Hoje (24) o problema é no bairro Cohab VI. Um leitor do Blog entrou em contato com a nossa Produção afirmando que o problema começou nessa manhã.

Enquanto falta água na torneira de sua casa, um vazamento de água limpa chama atenção em um terreno no bairro. “Pode ser que tenha estourado algum cano, mas estamos sem água aqui na Cohab VI“, disse.

O Blog entrou em contato com a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) para saber se a falta d’água tem a ver com o vazamento e se há uma previsão para a normalização do abastecimento. Até o momento ninguém retornou aos nossos questionamentos.

123