Implantação de Grupo Institucional para assegurar melhorias sociais aos residenciais do Minha Casa Minha Vida é discutida em Juazeiro

(Foto: Ascom)

Uma reunião realizada no início desta semana, no setor de Habitação da Secretaria de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade (SEDES) discutiu a criação e constituição do Grupo Institucional do Poder Público (GIPP) conforme Portaria n° 464, de 25 de julho de 2018 do Ministério Desenvolvimento Regional (anterior Ministério das Cidades). O grupo será formado por representantes de secretarias municipais, além de outros órgãos responsáveis por políticas públicas necessárias para promoverem melhorias nos residenciais do programa Minha Casa, Minha Vida.

O objetivo do grupo é assegurar condições adequadas de moradia incluindo habitação, educação, saúde, assistência social, transporte, geração de trabalho e renda e segurança pública nos empreendimentos do programa Minha Casa Minha Vida, especificamente, nos residenciais Juazeiro I, II e III. Participaram da primeira reunião, representantes da SEDUC, SEMAURB, SAAE, SEDUR, CSTT, ADEAP, SECULT, SESP e SEDES.

LEIA MAIS

Casas abandonadas nos Residenciais Juazeiro I e III se transformam em pontos de prostituição e tráfico de drogas

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

Os Residenciais Juazeiro I e III do programa Minha Casa, Minha Vida, estão localizados no bairro Itaberaba, região periférica de Juazeiro (BA). Nestes dois conjuntos habitacionais está acontecendo uma prática que tem chamado a atenção dos moradores. Por lá, o abandono de casas está se tornando comum.

“Enquanto tem gente precisando, tem gente que abandona as casas. Dá pra quem precisa, eles não dão pra quem precisa, dão pra quem já tem, aí não dão valor”, desabafa uma moradora.

No Residencial Juazeiro I, a denúncia é ainda mais grave, de acordo com os moradores, casas abandonadas se transformaram em ponto de prostituição, uso e tráfico de drogas.

LEIA MAIS

Moradores de invasões ou áreas de risco em Petrolina devem atualizar pré-cadastro do “Minha Casa, Minha Vida”

Em caso de alguma irregularidade, cadastro deve ser atualizado

Os petrolinenses que residam em ocupações irregulares ou áreas de risco e que estão pré-cadastrados no programa habitacional Minha Casa, Minha Vida têm até esta quinta-feira (17) para regularizar as pendências junto à  Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Sedurbh).

Segundo a Prefeitura, é necessário comparecer à secretaria portando documentos pessoais para verificar de há alguma inconsistência no cadastro e concluir a inscrição. Basta apresentar RG, CPF e o Número de Identificação Social (NIS).

Em caso de alguma irregularidade, a Prefeitura agendará um atendimento na Casa Bolsa para atualização do Cad Único e conclusão da inscrição. A Sedurbh funciona das 8h às 14h e está localizada na Avenida da Integração Geraldo Coelho, nº 498.

Índice que reajusta aluguel acumula inflação de 3,16% em 12 meses

(Foto: Internet)

O Índice Geral de Preços–Mercado (IGP-M), usado no reajuste de contratos de aluguel, teve inflação de 0,68% na primeira prévia de outubro. A taxa é maior que a registrada na primeira prévia de setembro, quando houve deflação (queda de preços) de 0,60%. A informação foi divulgada hoje (10), no Rio de Janeiro, pela Fundação Getulio Vargas (FGV). Com o resultado da prévia de outubro, o IGP-M acumula inflação de 4,8% no ano e de 3,16% em 12 meses.

A alta da taxa de setembro para outubro foi puxada pelos preços no atacado, medidos pelo Índice de Preços ao Produtor Amplo, que teve inflação de 1,02% em outubro ante uma deflação de 0,95% no mês anterior.

O Índice de Preços ao Consumidor, que mede o varejo, teve uma deflação menos intensa em outubro (-0,01%) do que em setembro (-0,09%). Já o Índice Nacional de Custo da Construção caiu de 0,50% em setembro para 0,11% em outubro.

Com informações da Agência Brasil

Petrolina: Moradores de ocupações pré-cadastrados no Minha Casa, Minha Vida devem procurar a Sedurbh para concluir inscrição no programa

(Foto: Ascom/PMP)

Os moradores das ocupações irregulares e áreas de risco de Petrolina (PE) que foram pré- cadastrados no programa Minha Casa, Minha Vida em 2019, precisam comparecer à Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Sedurbh), até o próximo dia 17, levando os documentos pessoais, para verificar se há alguma irregularidade e concluir a inscrição. A Sedurbh está localizada na Avenida da Integração Geraldo Coelho, nº 498. O horário de atendimento é das 8h às 14h.

É necessário apresentar RG, CPF e o Número de Identificação Social (NIS). De acordo com o secretário executivo de Habitação, Thulio Teobaldo, apenas as pessoas que ainda não trouxeram os documentos devem comparecer. “Quando começamos a incluir os cadastros no sistema, identificamos algumas contradições entre as fichas e os dados do Cadastro Único. É importante que todos compareçam para verificar sua situação, mas estamos com dificuldades para contactar essas pessoas”, explica o secretário.

Ao comparecer na sede da Sedurbh, o interessado deve procurar a Secretaria Executiva de Habitação. Se for identificada alguma irregularidade no cadastro, será agendado um atendimento na Casa Bolsa para atualização do Cad Único e conclusão da inscrição.

Feirão da Caixa começa nesta sexta-feira, em Petrolina

Feirão começa nesta sexta-feira (27), às 10h (Foto: Blog Waldiney Passos)

Na próxima sexta-feira (27) Petrolina recebe mais uma edição do Feirão da Caixa, evento que busca aquecer o setor imobiliário. Os portões serão abertos às 10h e as oportunidades de fechar negócio seguem até às 16h de domingo (29). Assim como nos anos anteriores, o Feirão acontecerá no Centro de Convenções.

De acordo com a Caixa Econômica Federal, serão oferecidas as melhoras condições de crédito da linha SBPE que inclui também novo indexador do IPCA. Até o dia 31 de outubro cerca de 50 municípios do Brasil promoverão as feiras em parceria com o banco.

A entrada é gratuita e no local os visitantes poderão simular créditos, ver projetos na planta e quem sabe, já sair com o sonho da casa própria encaminhado. É importante levar documento de identidade, CPF, comprovante de renda e residência atualizados.

FEIRA DE IMÓVEIS DE PETROLINA

Data: de 27 a 29 de setembro de 2019 (sexta-feira a domingo)

Hora: sexta-feira e sábado, das 10h às 22h – domingo, das 10h às 16h

Local: Centro de Convenções de Petrolina – Av. 31 de Março, s/n – Centro – Petrolina (PE)

Oportunidade: Feira vai oferecer imóveis a partir de R$ 29 mil em Petrolina

(Foto: Ilustração)

Mais de 600 imóveis novos e usados, com valores entre R$29.651,00 a R$1.100.000,00, serão ofertados no próximo final de semana no Centro de Convenções Senador Nilo Coelho, em Petrolina – PE (hall da Secretaria de Desenvolvimento). Com abertura marcada para às 10h desta sexta-feira (27) e prosseguindo até às 16h do domingo (29), a Feira de Imóveis de Petrolina 2019 promete uma edição bastante movimentada com taxas de juros mais baixas e financiamentos parcelados em até 420 meses (35 anos).

Sucesso de vendas e de público nas edições anteriores, a Feira, que tem o patrocínio do Governo Federal através da Caixa Econômica Federal, vem com uma novidade este ano que vai chamar a atenção principalmente das pessoas que buscam por empreendimentos mais baratos.

De acordo com o coordenador do evento, Paulo Lira, tanto as construtoras e imobiliárias como a própria Caixa irão surpreender com a oferta de casas, apartamentos e terrenos com grandes descontos. “A Caixa lançou recentemente uma nova modalidade de financiamento com a taxa de juros atrelada ao IPCA, com isso estamos ofertando uma taxa de juros menor e na Feira os clientes poderão adquirir o imóvel através dessa modalidade. Também durante o evento serão oferecidos brindes e condições especiais”, garantiu.

LEIA MAIS

Governo estuda suspender novas contratações do Minha Casa, Minha Vida em 2020

Redução temporária poderia economizar R$ 2 bilhões do Governo Federal (Foto: Ilustração)

O Governo Federal estuda suspender novas contratações do programa Minha Casa, Minha Vida em 2020. A decisão se baseia no atual cenário econômico do país e incluiria também o redirecionamento dos recursos do Sistema S para custear gastos orçamentários.

A Junta de Execução Orçamentária (JEO) debateu o assunto nessa semana e avaliou adotar medidas como reduzir despesas obrigatórias (salários, aposentadorias e pensões). Por outro lado, o Governo poderia aumentar os gastos discricionários (tradicionalmente contingenciados e que incluem custeio da máquina e investimentos).

A suspensão das novas contratações do Minha Casa Minha Vida renderia economia de despesas de R$ 2 bilhões. No caso do Sistema S, além do corte dos recursos anunciado no início do governo de Jair Bolsonaro, o que está em discussão é repassar uma parcela da arrecadação para bancar alguns grupos de despesas, principalmente aquelas voltadas para qualificação.

As duas propostas, porém, enfrentam resistências e não há definição. Uma das preocupações com o Sistema S é o risco de transformação de uma espécie de “orçamento paralelo”. (Com informações da Folha de São Paulo).

Moradores do bairro Terras do Sul recebem orientações sobre processo de regularização fundiária

(Foto: Jonas Santos)

Centenas de pessoas se reuniram na Rua 6, do loteamento Terras do Sul, em Petrolina (PE), para tirar as dúvidas sobre a documentação necessária para dar entrada no processo de emissão de escritura dos seus imóveis. O encontro com representantes da Prefeitura de Petrolina, na última quarta-feira (28), renovou o sonho de muita gente que espera há anos para ter a casa própria de papel passado. A ação é parte do programa ‘Petrolina Legal’, da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação.

Foi com muito esforço que dona Angelina da Silva comprou o terreno em que construiu a casa que mora, desde de 2005. Ela até já tentou regularizar a situação do imóvel, mas não conseguiu. “Na gestão passada fizeram essa promessa e eu reuni toda a documentação, mas não deu certo. Agora minha esperança está renovada, porque já vi muita gente recebendo e eu também vou ter a escritura da minha casa, para dar segurança aos meus dois filhos”, disse.

LEIA MAIS

‘Petrolina Legal’ chega ao Terras do Sul nesta quarta-feira

(Foto: Ascom/PMP)

Na noite desta quarta-feira (28) será a vez dos moradores do loteamento Terras do Sul tirarem suas dúvidas sobre a documentação necessária para emitir a escritura dos seus imóveis. A ação faz parte do programa Petrolina Legal, que acontece às 19h, na Rua 6, próximo à Igreja Católica da comunidade.

De acordo com a secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEDURBH), no bairro há potencial para regularização de 1200 moradias. “O programa está sendo bem aceito, a procura da população está satisfatória e nossa expectativa é que a meta seja superada”, afirmou o o secretário Giovanni Costa.

Antes do Terras do Sul, o Petrolina Legal passou por Cosme e Damião, João de Deus e Pedra Linda. Confira a seguir a lista dos documentos exigidos pela Prefeitura:

LEIA MAIS

Residenciais contemplarão famílias em vulnerabilidade social de Petrolina

(Foto: Ascom/PMP)

953 famílias serão contempladas com habitações nos Residenciais Pomares de Petrolina e Novo Tempo V e VI. Elas são parte do grupo em vulnerabilidade social e hoje, moram em áreas de risco. As habitações foram aprovadas pelo Governo Federal para atender esse público alvo.

Segundo Thulio Teobaldo, secretário-executivo de Habitação, não haverá período de inscrições aberto para o público em geral. “A equipe da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação realizou o cadastramento prévio dessas pessoas in loco nas referidas comunidades, onde foi possível constatar que os inscritos, de fato, atendem os requisitos para serem beneficiários do programa“, disse.

De acordo com a Prefeitura, a lista dos contemplados será divulgada após os cadastrados passarem por todas as etapas comprobatórias. Têm prioridade famílias com idosos; crianças com microcefalia; mulheres protegidas por medidas protetivas; mães solteiras; e pessoas incapacitadas para o trabalho.

Obras do Residencial Pomares avançam para contemplar mais de 450 famílias em Petrolina

(Foto: Ascom/PMP)

As 496 casas de 42m² estão ganhando forma no Residencial Pomares de Petrolina I, localizado próximo ao Residencial Nova Petrolina. As obras estão avançadas, cerca de 50% do projeto já foi executado, seguindo o cronograma previsto. Em breve, mais de duas mil pessoas devem ser beneficiadas com o programa Minha Casa, Minha Vida.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Giovanni Costa, serão contempladas famílias que moram em áreas de risco ou em ocupações irregulares. “O propósito do prefeito Miguel Coelho é entregar moradias dignas para as pessoas que realmente precisam e se enquadram no perfil do programa”, pontua.

O Governo Federal investiu R$ 40 milhões no Residencial Pomares de Petrolina I. Ao todo, serão 62 blocos, com oito casas em cada. Os imóveis dispõem de sala, dois quartos, banheiro, cozinha e área de serviço. O empreendimento também vai contar com pavimentação das vias, instalação das redes de esgoto e iluminação, bem como linhas de transporte coletivo. Mais de 450 famílias que moram em situação de risco serão beneficiadas com as casas.

Paulo Câmara recebe representantes de movimentos sociais de habitação

(Foto: Diego Nigro/SEI)

O governador Paulo Câmara recebeu na tarde de sexta-feira (12), ao lado dos secretários Marcelo Bruto (Desenvolvimento Urbano e Habitação) e Sileno Guedes (Desenvolvimento Social, Criança e Juventude) e o presidente da Companhia Estadual de Habitação e Obras (Cehab), Bruno Lisboa, representantes de três movimentos nacionais aos quais estão vinculados, também, mais de 15 movimentos de nível local. Na ocasião, Paulo Câmara assinou decreto que cria um Grupo de Trabalho de negociação das reintegrações de posse e despejos.

Após a leitura dos pontos da reunião, os representantes dos movimentos nacionais usaram a palavra para agradecer o espaço de diálogo com o Governo do Estado e criticar a condução dessa pauta pelo Governo Federal. Em seu discurso, o governador reafirmou o compromisso com aqueles que mais precisam e destacou ações sociais que norteiam este seu segundo mandato.

LEIA MAIS

Prefeitura de Petrolina inicia obras do Programa Nacional de Habitação Rural

(Foto: Ascom)

Maria Alice Batista mora numa casa de taipa que construiu com o marido há 35 anos. Depois de tanto tempo, a realidade da agricultora está prestes a mudar. Em breve, ela vai receber uma casa nova, assim como outras 22 famílias que moram na região de Poço Dantas e Cacimba do Baltazar, zona rural de Petrolina. A Prefeitura Municipal já iniciou as obras e o investimento será de quase R$ 1 millhão, por meio do Programa Nacional de Habitação Rural do Governo Federal.

O projeto é para imóveis de 54 m², com dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço, cada uma está orçada em R$ 36.700. “As famílias também terão cisternas, com capacidade para armazenar até 15 mil litros de água. Esse é o primeiro programa de habitação voltado para o homem do campo em Petrolina. O objetivo é melhorar a qualidade de vida dessas pessoas”, afirma o secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Giovanni Costa.

Para Maria Alice, essa é a realização de um sonho. “Estamos há muito tempo esperando, mas com fé em Deus, em breve vamos receber a nossa casa. Agradeço ao prefeito Miguel Coelho que se empenhou em dar andamento a esse projeto”, comenta.

123