Prefeitura realiza cerimônia de premiação do 1º Concurso Literário de Santa Maria da Boa Vista

(Foto: Ascom/Prefeitura)

O Concurso Literário, com o tema: “Nossa terra, nossa gente!”,  foi organizado pela Secretaria Municipal de Educação (SEDUC), em parceria com a Secretaria Executiva de Cultura (SEC) com  objetivo de estimular a criação artístico-literária e homenagear os 148 anos de Emancipação Política de Santa Maria da Boa Vista (PE), no Sertão do Médio São Francisco.

Os vencedores receberam a premiação na última sexta-feira (19) em cerimônia que foi transmitida ao vivo pela página da prefeitura no Facebook.

LEIA MAIS

5ª edição do Clisertão será realizada em Petrolina no mês de maio 

(Foto: Jonas Santos)

A 5ª edição do Congresso Internacional do Livro, Leitura e Literatura no Sertão (Clisertão), realizada pela Universidade de Pernambuco (UPE), Campus Petrolina, em parceria com a Prefeitura de Petrolina, acontecerá no próximo mês de maio, entre os dias 4 e 9.

A programação conta com apresentações musicais, mesas redondas, exposições artísticas, feira de livros, visitas técnicas, exibições de filmes e conferências, que ocorrerão no próprio campus da UPE, além de outras ações distribuídas em várias partes da cidade.

A grande novidade nesta edição fica por conta da realização do I Simpósio Internacional sobre Língua, linguagem, Literatura e Discurso do Vale do São Francisco, que vai trazer ao município nomes como o professor Dr. Philipe Joron, da Universidade Paul Valéry, de Montpellier – França.

LEIA MAIS

Primeira Festa Literária de Uauá começa nesta quinta-feira

A partir desta quinta-feira (14), a Prefeitura de Uauá (BA) realiza a primeira Festa Literária de Uauá (Fliu). Com programação totalmente gratuita, o evento segue até o sábado (16), em vários locais da cidade, com atividades como rodas de conversa, shows musicais, exposição de trabalhos de estudantes da rede municipal, teatro, oficinas, artes visuais, filmes e atividades para o público infantil.

Realizada em parceria com a produtora Uauá Projetos Criativos, a Fliu terá como homenageado o professor e historiador Manoel Neto, que recebeu o título de cidadão Uauaense em reconhecimento ao seu envolvimento com o município e toda a região que foi palco da Guerra de Canudos, queda do Meteorito de Bendegó e outros fatos históricos.

LEIA MAIS

Escritora petrolinense reverte parte da venda de seu livro para fundação ambiental 

(Foto: Divulgação)

O livro Scamonis – O outro lado de mim da escritora Marcela Franca, antes mesmo do seu lançamento, já tinha ligação com o meio ambiente. Toda a trama que envolve a protagonista Ana Maia e seu desenrolar pelo mundo marinho, já trazia a preocupação com o habitat dos animais e a necessidade de preservação.

Por conta desse laço da obra com o meio ambiente, uma parceria com a Fundação Mamíferos Aquáticos – FMA foi firmada desde então, onde parte da renda da venda de Scamonis é revertida para que a fundação que realiza o trabalho de preservação dos animais marinhos, principalmente o peixe-boi, há 30 anos possa dar continuidade ao seu trabalho.

Marcela Franca (Foto: Filipe Franca)

“Conheci a Fundação Mamíferos Aquáticos em 2018. Numa conversa informal, a FMA soube do livro e adorou o projeto Scamonis, que ainda estava sendo finalizado! Eu também fiquei encantada com o trabalho que a Fundação faz em prol dos animais marinhos. Conversei com a agência de qual faço parte, CASA Projetos Literários, e decidimos que parte da venda dos livros seria doada para a FMA. E hoje, nesse momento inesperado de crise ambiental por causa do óleo no mar, fico feliz que de alguma forma posso contribuir para ajudar a Fundação e a vida marinha”, relata Marcela.

LEIA MAIS

Sexta edição do Entre Margens destaca produção literária indígena

(Foto: Internet)

De 6 a 10 de novembro, o Sesc Petrolina realiza a sexta edição do Entre Margens: Encontro de Literatura. Neste ano, o projeto lança o olhar sobre a produção literária indígena, com o tema: “A literatura dos povos originários”. A programação é gratuita e vai acontecer no Sesc Petrolina e na Ilha de Assunção, no município de Cabrobó (PE).

Durante os cinco dias, o público terá a oportunidade de ouvir e interagir com nomes como Eliane Potiguara (RJ), Auritha Tabajara (SP), Ely Macuxi (AM), Cláudia Truká (PE), Antônio Carlos (PE) e Elisa Ramos Pankararu (PE). Eles são alguns dos convidados da programação que conta com palestras, contação de histórias, roda de conversa, exposição e oficina.

LEIA MAIS

Sesc Petrolina realiza oficina de Criação Literária na próxima semana; saiba como participar

(Foto: Internet)

Estão abertas as inscrições para a oficina de Criação Literária, que acontecerá de 23 a 27 de setembro, das 18h às 22h, no Sesc Petrolina. Ministrada pelo escritor paraense Andrei Simões, a atividade integra o projeto Arte da Palavra – Rede Sesc de Leituras, desenvolvido pelo Departamento Nacional do Sesc para divulgar a literatura no país, facilitando o acesso da população à obra literária.

A Oficina de Criação Literária tem como objetivo exercitar a prática da escrita literária. O público-alvo são escritores, professores, estudantes do Ensino Médio e pessoas a partir de 16 anos de idade, que tenham afinidade com a escrita. Os interessados podem se inscrever no Ponto de Atendimento do Sesc Petrolina. O valor da inscrição para o público em geral é de R$20. Trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo e seus dependentes pagam R$10.

LEIA MAIS

Petrolina: projeto literário ‘Poesia no Jardim de Ana’ homenageia a escritora Adélia Prado

(Foto: Ilustração)

A escritora mineira Adélia Prado será a homenageada do projeto Poesia no Jardim de Ana, realizado pelo Sesc Petrolina, nesta sexta-feira (7), a partir das 19h, no Jardim da Galeria de Artes Ana das Carrancas. A obra da poetisa e contista, que em seus textos aborda o cotidiano, a alegria, a fé e a feminilidade, será o foco desta edição, que tem como tema “A Poesia de Adélia Prado”, e contará com a participação dos músicos Carol Guimarães e Ivan Greg. A entrada é gratuita.

LEIA MAIS

73ª CIPM arrecada livros paradidático nesta quinta-feira; saiba como participar da campanha

(Foto: Internet/Ilustração)

Nesta quinta-feira (18) comemora-se o Dia do Livro Infantil, e em alusão à data, a equipe do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à violência (PROERD) da 73ª CIPM está realizando o Projeto “Hoje é dia do livro infantil”, parafraseando a frase”Hoje é dia de PROERD”, a fim de arrecadar livros paradidáticos novos e seminovos, e posteriormente, realizar a doação em creches e escolas públicas em Juazeiro (BA).

O local de coleta é a sede da OPM 73ª, situada no bairro Santo Antônio, em Juazeiro, no horário de 8h às 12h e das 14h às 18h. A arrecadação será realizada somente hoje (18), já que a data é um momento oportuno para incentivar o hábito da leitura desde a infância, e assim contribuir para formação de futuros cidadãos, conscientes de seus direitos e deveres, e consequentemente para a consolidação de uma segurança pública de qualidade.

Ao final desta quinta, será sorteada uma cesta com chocolates para os doadores. A entrega dos livros nas instituições e culminância do Projeto ocorrerá na próxima sexta-feira (26).

Clubes de leitura de Petrolina abrem edição 2019 com proposta solidária

(Foto: Ascom)

Os Clubes de Leitura Leia e Leia Mais, criados há 10 anos em Petrolina – PE pelo Plenus Colégio e Curso, abriram os trabalhos da edição 2019, na noite de terça-feira (26), apresentando uma vasta programação com destaque para a leitura solidária.

No evento, que contou com mais de 120 alunos, foram confirmadas ações exitosas já realizadas em anos anteriores, a exemplo do projeto ‘Fuscateca’, que distribui obras literárias nas comunidades do município, as feiras do livro, metas de leitura e os concursos de literatura. Mas deve também trazer novidades, como um projeto solidário de empréstimo de livros a alunos da rede municipal de educação, o lançamento de um livro feito pelos membros dos clubes, a publicação de uma coletânea em e-book, além das visitas de campo às unidades de ensino na sede e interior da cidade.

“Nossa proposta é que o livro e a coletânea sejam lançados na Bienal Internacional do Livro [que ocorrerá em Olinda dos dias 4 a 13 de outubro, no Centro de Convenções de Pernambuco], onde nossos alunos sempre se destacam nos debates, convenções e sugestões de leituras junto aos demais visitantes. E estamos ainda com a ideia da criação de um blog, em que os estudantes farão uma resenha dos livros que estão lendo”, adiantou o professor e coordenador dos clubes, Genivaldo Nascimento.

LEIA MAIS

Revista ‘Coral Santa Cecília’ é lançada na Catedral – Santuário Nossa Senhora das Grotas, em Juazeiro

(Foto: Divulgação)

O martírio da padroeira da música e dos poetas e as histórias que deram origem a um dos grupos sacros mais tradicionais de Juazeiro (BA) são narrados numa edição única da Revista ‘Coral Santa Cecília’, lançada neste domingo (17), na Catedral – Santuário Nossa Senhora das Grotas, , após a Missa.

Com uma tiragem especial de 1.000 exemplares, trazendo o tema ‘Quem canta reza duas vezes’, a publicação é fruto de pesquisas da educadora juazeirense, Maria José Lima da Rocha. Em 20 páginas, o leitor terá acesso à trajetória que culminou na morte da santa que dá nome ao Coral Santa Cecília, as curiosidades sobre o grupo, seus componentes, as indumentárias, artigos, homenagens, reportagens, fatos desconhecidos, e hinos.

A revista, que tem a assinatura editorial da Clas Comunicação e Marketing; pesquisa e redação da professora Maria José; editoria e revisão dos jornalistas Carlos Laerte e Jacó Viana, respectivamente, vem com a proposta de realizar um trabalho educacional e de memória, produzido na mesma qualidade editorial das obras anteriores: ‘Revista Arquiconfraria do Coração Eucarístico de Jesus’ (2016) e ‘Revista A Novena Perpétua em Juazeiro – Milagres Existem!’, de 2017.

Século XX é tema de livro que será lançado este mês em Petrolina

(Foto: Blog Waldiney Passos)

No dia 20 de março, ás 19h30, no “Jardim de Yollanda” da UPE, Campus Petrolina, a professora e escritora Clarissa Loureiro, fará o lançamento do romance “Laurus”.

No evento, ainda haverá a exposição de cenas do livro pelo artista Bruno, palestra dos acadêmicos Vlader Nobre e Simão Pedro e apresentação da banda “A terceira margem”.

LEIA MAIS

Projeto de estudantes do curso de Ciência da Computação da Facape será transformado em livro

Fábio Macêdo, Anderson Cavalcante e Jeyziel Gama são os autores do projeto sobre claustrofobia que vai virar livro. (Foto: ASCOM)

Fábio Macêdo, Anderson Cavalcante e Jeyziel Gama fizeram juntos um estudo de caso intitulado “Uma visão ilustrada graficamente voltada à realidade e cotidiano de pessoas claustrofóbicas”, no qual foi criado uma animação gráfica para fazer testes com voluntários claustrofóbicos, com o intuito de avaliar suas reações.

O projeto foi feito para a disciplina de Computação Gráfica, com a supervisão do professor Alexandre Braga, e apresentado no Congresso Interdisciplinar do Vale do São Francisco (CIVASF), na Univasf. Por conta do sucesso, os alunos receberam a proposta da editora Novas Edições Acadêmicas para transformar o trabalho em um livro, que será finalizado e publicado em 2019.

LEIA MAIS

Reforma da Biblioteca Cid Carvalho está 80% concluída e obras devem ser finalizadas até o fim do mês

(Foto: ASCOM)

Os frequentadores da Biblioteca Municipal Cid Carvalho, em Petrolina (PE), tem bons motivos para se animar: com quase 80% das obras concluídas, a reforma do local está em fase final e a previsão é que o equipamento seja devolvido aos usuários no início do próximo ano.

Entre as etapas executadas pela prefeitura, o prédio já teve as instalações hidrossanitárias revisadas e corrigidas, instalação do piso paviflex, correção da iluminação adequada para leitura e revisão do telhado que estava com goteiras.

“A expectativa da gestão do prefeito Miguel Coelho é que a Biblioteca Municipal Cid Carvalho esteja à disposição da população o mais rápido possível. O prédio irá ganhar nova mobília e também o Acervo Público e acervo Nilo Coelho para consulta e pesquisa”, anuncia o secretário de Cultura, Turismo e Esportes, Emicio Junior.

Para garantir o atendimento ao público, um espaço provisório foi montado no prédio da Diocese de Petrolina, na Praça Maria Auxiliadora, no Centro da cidade. Os frequentadores podem ter acesso ao acervo de segunda à sexta-feira, das 8h às 21h, aos sábados de 8h às 18h e nos domingos, de 8h às 13h.

Arquivo Público e acervo Nilo Coelho

LEIA MAIS

História da Bodega de Zé Moxotó vira livro

Natural da Baixa do Moxotó, no semiárido pernambucano, o empresário José Correia da Silva (Zé Moxotó), chegou a Petrolina em 1924, mesmo ano em que Petrolina recebeu em festa o primeiro bispo da cidade Dom Antônio Maria Malan. Ele veio acompanhado de sua esposa Teodora Correia (Dona Santa), que exercia atividade na área de agricultura e também cuidava da educação escolar dos filhos.

O casal veio morar em Petrolina a convite de um tio e com muito esforço conseguiu abrir um empreendimento na avenida Guararapes. Mais tarde o comércio ficou conhecido como a Bodega de Zé Moxotó onde era possível comprar de quase tudo.

Segundo informações de antigos moradores de Petrolina, o comércio de seu Zé esteve até no calendário turístico da cidade. Os visitantes eram convidados a conhecer o lugar com a frase “Na bodega de seu Zé Moxotó tem remédio para mordida de cobra até traição e mulher”

Toda essa história está sendo contada no livro “A Bodega de José Moxotó”, que será lançado às 19h30 do próximo dia 27/12, na Fundação Nilo Coelho, em Petrolina.

Crianças entre 11 e 12 anos publicam livro em Petrolina

(Foto: Internet)

E se você parasse a rotina por um momento e deixasse a sua imaginação criar asas? Foi isso que os alunos entre 11 e 12 anos do Colégio Ester Martins em Petrolina (PE), fizeram para produzir um livro de fábulas coordenado pelo professor João Trapiá.

‘O livro das fábulas’, publicado pela Editora Vecchio, foi um projeto do professor para incentivar a leitura e escrita dos estudantes. “A ideia de construir um livro surgiu a partir de um projeto de leitura que desenvolvemos neste semestre, no qual eles leem livros e, depois de darem nota para a leitura que fizeram, indicam-na a algum amigo de sala. Trabalhamos em cima do gênero fábula. Várias fábulas foram lidas, vimos as características do gênero e, então, partimos para a produção. Alguns ‘erros’ foram deixados, já que o intuito principal era a essência da criação, pois, parafraseando Manuel de Barros, quando uma criança erra na gramática, acerta na poesia.”, explica Joao Trapiá.

LEIA MAIS
12