Trabalhadores vão às ruas de Juazeiro pedir retomada das atividades comerciais

Grupo pede retomada das atividades comerciais (Foto: Rede GN/Reprodução)

A segunda-feira (6) começa com manifestação em Juazeiro (BA). Enquanto o prefeito Paulo Bomfim (PT) concedia entrevista a imprensa local, funcionários do comércio estavam nas ruas da cidade cobrando a reabertura das lojas.

Sem previsão

O fechamento do comércio seguirá até 12 de julho, quando o prefeito poderá ou não revogar o atual decreto municipal. Questionado sobre a flexibilização do setor, Bomfim foi enfático. “Nesse momento nós estamos numa crescente muito rápida e infelizmente eu não vou autorizar reabertura do comércio. A gente vai acompanhando o dia a dia e entendendo esse processo”, disse o prefeito.

Sindicato não concorda com ato, mas quer volta 

Em nota, o Sindicato dos Comerciários de Juazeiro (Sindcom) não apoiou o ato de hoje, no entanto, pede a volta das atividades comerciais. “É necessário outras estratégias para que seja solicitado ao poder municipal a reabertura do comércio e que sejam amenizados os impactos financeiros com o fechamento do mesmo”, destaca a entidade.

Gestores de academias de Petrolina farão carreata nesta segunda-feira

Numa tentativa de pressionar o Governo de Pernambuco, gestores das academias de Petrolina farão uma carreata na próxima segunda-feira (6), às 10h. Além deles, profissionais de Educação Física também devem marcar presença. O grupo sairá da Orla da cidade.

Ainda não há informações sobre o percurso dos manifestantes. Os gestores alegam estar cumprindo os protocolos sanitários e que a saúde também é importante durante a pandemia do novo coronavírus. A reabertura das academias ainda não tem data definida pelo Governo do Estado.

Contudo, na última quinta-feira (2) o secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo afirmou já existir um diálogo com o setor. “Temos discutido o protocolo com a Secretaria de Educação e Esportes e com o setor de ginástica. Demos um passo em relação ao reinício das atividades esportivas. Estamos caminhando nesse processo de retomada, avaliando os números, reforçando esses protocolos para em breve anunciar o retorno das atividades físicas em espaços fechados”, disse.

Empresários de Juazeiro realizam carreata, mas Prefeitura prorroga fechamento do comércio até julho

Carreata foi programada pelas redes sociais (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Um grupo de empresários de Juazeiro (BA), contrários ao fechamento do comércio da cidade, está nas ruas da cidade nessa quinta-feira (25) cobrando a volta do Plano de Retomada das atividades econômicas. Eles alegam ser necessário flexibilizar os decretos para que não haja desemprego.

LEIA TAMBÉM

MP-BA pede fiscalização de carreata que pede reabertura do comércio em Juazeiro

Covid 19: Com crescimento de 74% na taxa de contaminados, comerciantes realizam carreata pela reabertura do comercio em Juazeiro

A carreata percorre as principais ruas e avenidas de Juazeiro. O grupo é contrário à decisão do prefeito Paulo Bomfim de novamente fechar o comércio não essencial. Contudo, o decreto anunciado no último dia 20 de junho será prorrogado até pelo menos 05/07.

LEIA MAIS

Profissionais da Saúde realizaram, em Petrolina este fim de semana, ato simbólico pelas vítimas da Covid-19

(foto: Lucas Cardim/divulgação)

Um ato realizado neste domingo (21) as margens do Rio São Francisco, em Petrolina, pela Rede Nacional de Médicas e Médicos Populares (RNMP), lembrou as mais de 50 mil pessoas mortas pela Covid-19 no Brasil. 50 cruzes pretas foram ficadas no chão, cada uma representando mil mortes registradas no país.

O país ultrapassou a Itália e o Reino Unido e já é o segundo com o maior número de mortes em todo o mundo, atrás apenas dos Estados Unidos. Segundo reportagem publicada pelo blog Preto no Branco, o ato também lembrou os profissionais de saúde que morreram por causa da doença.

LEIA MAIS

Profissionais de saúde fazem ato simbólico em memória dos colegas que morreram por covid-19

Protesto silencioso lembra memória de profissionais que morreram por covid-19 (Foto: Lucas Cardim)

Profissionais da saúde se reuniram no domingo (21) em Petrolina para um ato simbólico. Às margens do Rio São Francisco o grupo fincou cruzes pretas na areia para simbolizar a memória dos colegas que morreram no enfrentamento ao novo coronavírus.

O ato coincidiu com a marca de 50 mil mortes atingida pelo Brasil no final de semana. 139 médicos e 190 profissionais da enfermagem já morreram desde o início da pandemia, aponta o último levantamento do Sindicato dos Médicos de São Paulo (dados relativos a 17 de junho).

A manifestação de Petrolina foi organizada pela Rede Nacional de Médicas e Médicos Populares. Entidades da enfermagem e farmácia também se uniram no protesto silencioso. O ato também foi registrado em mais de 30 cidades do país, em ação conjunta entre a Rede Nacional de Médicas e Médicos Populares, a Associação Brasileira de Médicas e Médicos pela Democracia e mais outras 22 entidades nacionais.

Topiqueiros realizam protesto contra decreto que proíbe transporte intermunicipal na Bahia

Na manhã desta terça-feira (16) motoristas de vans e topic´s de diversas cidades da região norte da Bahia realizaram protestos contra um decreto do governador Rui Costa que proíbe o transporte intermunicipal em mais de 300 municípios baianos. A ação mobilizou topiqueiros de cidades como Curaçá, Casa Nova, Senhor do Bonfim, Remanso e Jaguarari.

Em Juazeiro eles saíram em carreata pelas principais ruas da cidade e pararam em frente ao prédio dos correios, ponto de apoio para o transporte alternativo de cidades como Casa Nova. A medida de suspensão tem o objetivo de conter o avanço do coronavírus na população baiana, de acordo com o Governo do Estado.

LEIA MAIS

Grupo que organiza carreata pela reabertura do comércio já se concentra em Petrolina

Manifestação pede reabertura do comércio (Foto: Reprodução/WhatsApp)

A carreata prevista por um grupo de empresários e lojistas de Petrolina para essa sexta-feira (29) já conta com o apoio de alguns petrolinenses. O Blog recebeu há pouco informações de que há uma concentração de veículos no Pátio Ana das Carrancas, ponto de encontro dos manifestantes.

LEIA TAMBÉM

Grupo de empresários organiza mais uma carreata para cobrar reabertura do comércio em Petrolina

A Polícia Militar já está no local, monitorando a situação. A orientação é intervir se houver aglomeração de pessoas. A expectativa é que o grupo percorra algumas ruas de Petrolina ainda na parte da manhã.

Antecipando a manifestação, o prefeito Miguel Coelho (MDB) anunciou ontem que apresentaria o plano de retomada das atividades será anunciada às 17h, em uma coletiva de imprensa virtual.

Grupo de empresários organiza mais uma carreata para cobrar reabertura do comércio em Petrolina

Um grupo de empresários e lojistas de Petrolina está organizando mais uma carreata pedindo a reabertura do comércio durante a pandemia do coronavírus. A concentração está marcada para 9h desta sexta-feira (29), no Pátio de Eventos Ana das Carrancas.

LEIA TAMBÉM

Ministérios públicos se manifestam sobre carreatas e cobram cumprimento de decreto do Governo do Estado

Manifestantes vão às ruas cobrar reabertura do comércio de Petrolina

A expectativa é que o grupo faça o mesmo percurso da última manifestação, registrada na semana passada. A orientação dos organizadores é que todos permanecem em seus carros a fim de evitar aglomerações.

Diante da pandemia da covid-19, a Prefeitura seguiu os decretos do Governo do Estado e decretou o fechamento do comércio não essencial. Tal medida está em vigor há dois meses.

“Queremos trabalhar, Bomfim não quer deixar”, era o grito de guerra de manifestantes hoje no centro de Juazeiro

Dezenas de manifestantes, alguns comerciantes, a maioria não, saíram as ruas de Juazeiro no fim da manhã desta sexta-feira (22), pedindo a reabertura do comércio. Ao contrário de Petrolina, onde os participantes do protesto usaram carros, em Juazeiro eles saíram a pé, pelas ruas da cidade, contrariando os decretos municipais que proíbem atos com aglomeração de pessoas.

Em entrevista coletiva na última segunda-feira (18), o prefeito Paulo Bomfim disse que 70% do comércio da cidade já está funcionando, mas o município não irá liberar a abertura total das lojas nesse momento. Na oportunidade, Bomfim também decretou toque de recolher na cidade entre as 22h e 5h do dia seguinte. O decreto municipal que determina o fechamento do comércio fica em vigo até o dia 30 de maio.

Na tarde desta sexta-feira (22), o prefeito convocou uma nova entrevista coletiva para a próxima segunda-feira (25), às 9h, no Paço Municipal, para anunciar novas medidas de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus.

PM de Pernambuco afirma estar acompanhando manifestação pela reabertura do comércio

Equipes do 2º BIEsp e 5º BPM acompanham manifestação (Foto: Divulgação/SDS)

A Polícia Militar de Pernambuco também se manifestou sobre a manifestação registrada na manhã de hoje (22), em Petrolina. Em nota a PM afirma que equipes do 5º BPM e 2º BIEsp estão “acompanhando a carreata” e que não houve aglomeração até o momento.

LEIA TAMBÉM

Prefeitura de Petrolina afirma estar negociando reabertura do comércio com Estado

Manifestantes vão às ruas cobrar reabertura do comércio de Petrolina

Ministérios públicos se manifestam sobre carreatas e cobram cumprimento de decreto do Governo do Estado

Ontem (21) a PM e Prefeitura foram orientadas a evitar aglomeração de pessoas pelos Ministérios Público Federal (MPF), Estadual (MPPE) e do Trabalho (MPT). A pauta da manifestação de hoje é a reabertura do comércio na cidade, mesmo com a pandemia do coronavírus.

Leia a seguir a nota da PM:

LEIA MAIS

Prefeitura de Petrolina afirma estar negociando reabertura do comércio com Estado

Prefeitura se manifestou sobre ato (Foto: ASCOM/PMP)

A Prefeitura de Petrolina encaminhou uma nota sobre a manifestação de alguns empresários da cidade nessa sexta-feira (22), os quais cobram a reabertura do comércio local. Segundo o Poder Executivo, a determinação de fechamento das lojas parte do Governo do Estado e que já está se discutindo a nível municipal a retomada gradual desse setor.

LEIA TAMBÉM

Manifestantes vão às ruas cobrar reabertura do comércio de Petrolina

Ministérios públicos se manifestam sobre carreatas e cobram cumprimento de decreto do Governo do Estado

“Neste momento de pandemia, o comércio é regulado por decreto do Governo do Estado, o 48.834/2020. Ou seja, é o Estado quem proíbe a abertura. No entanto, a prefeitura já vem analisando formas de abrir gradualmente o setor, solicitando a devida liberação por parte do governo estadual. Para esta abertura, todos deverão seguir as normas de segurança sanitária, com regras e algumas restrições para evitar a disseminação do Coronavírus“, informa a nota.

LEIA MAIS

Manifestantes vão às ruas cobrar reabertura do comércio de Petrolina

Empresários cobram reabertura do comércio (Foto: Reprodução/WhatsApp)

O Blog mostrou mais cedo que o Ministérios Públicos de Pernambuco (MPPE), Federal (MPF) e do Trabalho (MPT) haviam orientado a Prefeitura de Petrolina e Polícia Militar a impedir a realização de um protesto marcado para essa sexta-feira (22), pedindo a reabertura do comércio. Mesmo assim, um grupo de empresários da cidade está nas ruas nessa manhã.

LEIA TAMBÉM

Ministérios públicos se manifestam sobre carreatas e cobram cumprimento de decreto do Governo do Estado

O grupo se concentra 9h, próximo ao Mineirão (antigo Makro), na Avenida Clementino Coelho. O Blog apurou que eles seguirão até a Prefeitura, para cobrar a retomada do comércio, que hoje está fechado por conta da pandemia do coronavírus.

Nossa equipe entrou em contato com a PM e a Prefeitura para saber quais medidas serão adotadas. Estamos aguardando um retorno. O vídeo a seguir foi encaminhado por um leitor do Blog:

Apoiadores de Bolsonaro vão às ruas de Petrolina pedir intervenção militar

Manifestantes querem intervenção militar (Foto: Reprodução/WhatsApp)

O domingo (19) foi marcado por manifestações em várias cidades do Brasil e em Petrolina não foi diferente. Um pequeno grupo de simpatizantes do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido) foi às ruas pedir intervenção militar e demonstrar apoio a Bolsonaro.

Mesmo debaixo de chuva, o grupo percorreu um trecho da Orla até a sede do Exército, onde prestou apoio às forças armadas do país. A manifestação aconteceu mesmo com as recomendações de isolamento social, solicitadas pelos governos estadual e municipal.

A seguir confira um vídeo das reivindicações dos manifestantes:

Servidores da SESAU fazem manifestação em Juazeiro; Secretaria afirma que município está adotando medidas para atender categoria

Categoria cobra melhores condições de trabalho (Foto: Reprodução/WhatsApp)

A semana começou com manifestação dos servidores da saúde de Juazeiro (BA). Eles se reuniram em frente à Secretaria de Saúde (SESAU), cobrando EPIs aos trabalhadores da zona rural. Segundo a titular da SESAU, Fabíola Ribeiro, a gestão municipal já está adotando as medidas necessárias.

LEIA TAMBÉM

Salto nas notificações liga alerta aos profissionais de saúde de Juazeiro

A mobilização da categoria é reflexo do aumento das notificações na cidade. 11 profissionais de saúde estão com suspeita de covid-19, um deles da zona rural. Fato esse que teria motivado a paralisação dos servidores, como disse a secretária na Rádio Jornal Petrolina.

LEIA MAIS

Ministério Público de Pernambuco recomenda à PM que acompanhe e fiscalize carreatas

Por recomendação do procurador-geral de Justiça, Francisco Dirceu de Barros, o Ministério Público de Pernambuco solicitou à Secretaria de Defesa Social (SDS) que adote as providências necessárias para que a Polícia Militar acompanhe e fiscalize, as possíveis carreatas previstas para acontecer em diversas cidades do Estado entre sábado (28) e segunda-feira (31), reivindicando o fim do isolamento social e a reabertura do comércio.

De acordo com o Gabinete de Acompanhamento da Pandemia do Novo Coronavírus do MPPE, a presença de policiais militares nas manifestações é para evitar que motoristas saiam dos veículos e se concentrem em determinado local, gerando a aglomeração de que trata o Decreto nº 48.837, de 23 de março de 2020.

LEIA MAIS
123