É estável quadro de Saúde de criança da cidade de Itiúba internada no HDM/IMIP, em Petrolina, com problemas respiratórios

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Depois de matéria publicada na manhã de hoje (23), no Blog Waldiney Passos, sobre uma criança de apenas 11 meses que, foi internada no Hospital Dom Malan/IMIP em Petrolina no último sábado (21), com sintomas de síndrome aguda grave respiratória, o hospital se manifestou sobre o caso.

Em nota enviada a nossa redação, a assessoria de comunicação do hospital informou que a paciente regulada do município de Itiúba (BA) se encontra estável e aguarda resultado de exames.

A informação da transferência da criança que, inicialmente foi atendida no hospital municipal de sua cidade natal, foi dada pela prefeita do município baiano, Cecilia Petrina (PC do B) em uma live durante o final de semana.

A nota esclarece ainda, que a Secretaria de Saúde do Estado reforça que casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) – que acontece quando o indivíduo hospitalizado apresenta febre, acompanhada de tosse ou dor de garganta, e que apresente dificuldade de respirar – podem ser provocados por diversos agentes, a exemplo de bactérias, vírus, influenzas A e B, além do Coronavírus. Então, é essencial aguardar o resultado dos exames para classificação do paciente.

E continua a nota: “em tempo, a direção do Hospital Dom Malan (HDM) informa que está funcionando normalmente e prestando a devida assistência à população de acordo com cada caso. As medidas de higiene e de segurança, como isolamento respiratório, também estão sendo seguidas de acordo com os protocolos estabelecidos e as recomendações dadas aos serviços de saúde neste momento.”

Prefeitura esclarece morte de criança de seis anos em Petrolina

(Foto: Ascom/PMP)

A morte de uma criança de seis anos, registrada na manhã desta segunda-feira (16), no Residencial Vivendas em Petrolina (PE), gerou especulações e notícias falsas que circularam nas redes sociais e em grupos de WhatsApp. Em nota, a prefeitura municipal esclareceu que a morte não foi provocada pelo novo coronavírus.

“A paciente foi atendida por profissionais da Unidade Móvel de Atendimento Médico, e esta já chegou em situação extremamente grave. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também foi acionado e encaminhou uma equipe ao local. Foram feitas manobras de ressuscitação, mas a paciente não respondeu, evoluindo a óbito. A causa da morte foi registrada como desidratação”, esclareceu a prefeitura.

LEIA MAIS

Espaço do Leitor: Compesa enviará equipe para atender demanda no Serrote do Urubu

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) afirmou ao Blog que uma equipe será enviada ainda hoje (14) para averiguar um vazamento de água limpa no Serrote do Urubu, zona rural da cidade.

LEIA TAMBÉM

Leitor volta a chamar atenção para vazamento de água limpa no Serrote do Urubu

O vazamento em questão foi identificado na quarta-feira (11), próximo ao Clube Coqueiral e mostrado ontem (13), por nossa equipe. A comunidade alega que o problema é constante e ocorre sempre após o carro do lixo passar no local.

Fake news: FASJ desmente casos de alunos infectados pelo coronavírus

(Foto: Daniel Lucas)

Nesta sexta-feira (13), notícias dando conta que nove alunos da Faculdade Fasj, com sede em Juazeiro (BA) estariam com o novo coronavírus, circularam nas redes sociais e grupos de notícia do WhatsApp. A informação causou pânico na população do Vale do São Francisco.

Há pouco, a Fasj emitiu uma nota, desmentindo a notícia. “[…] A Sociedade Educacional do Vale do São Francisco (Faculdade FASJ) vem a público rechaçar recente “fake news” disseminada na data de hoje”, disse em nota. “[…] Não há qualquer notícia de outros infectados, muito menos de alunos pertencentes aos quadros da Faculdade FASJ”, completou.

LEIA MAIS

Em nota, Compesa afirma que reposição do asfalto em via da Cohab Massangano deve ser concluída na próxima segunda

Após publicação de reportagem no Blog Waldiney Passos mostrando a revolta de moradores da rua 44, na Cohab Massangano, que cobram da Compesa o recapeamento da via, que teve a pavimentação destruída durante uma obra da Companhia, a empresa se posicionou afirmando que o problema já está sendo resolvido.

LEIA TAMBÉM

Serviço da Compesa deixa rua intransitável na Cohab Massangano

Em nota enviada ao Blog, a Compesa explicou a necessidade da obra, informou que a reposição do pavimento foi iniciada nesta quinta-feira, e deve ser concluída na próxima segunda-feira (16). Confira a íntegra da nota:

“A Compesa informa que a obra na Rua 44 da Cohab Massangano foi necessária para acessar um poço de visita que foi coberto após obras de pavimentação executadas na via. O problema foi identificado pela equipe da Companhia, no dia 05/03, durante um atendimento para desobstrução da rede de esgoto do local. A obra foi executada neste mesmo dia, quando a via foi aterrada e o trânsito liberado. A reposição do pavimento foi iniciada hoje (12) e deve ser concluída na segunda-feira (16).”

Prefeitura enviará equipe à Vila Mocó para averiguar situação de barraca instalada em calçada

Calçada obstruída é motivo de discussão no bairro (Foto: Reprodução/WhatsApp)

O Blog Waldiney Passos publicou, nesta terça-feira (10), uma matéria sobre uma barraca que está tomando quase toda a calçada na Rua da Harmonia do bairro Vila Mocó, em Petrolina (PE).

A denúncia partiu de moradores, que estão sofrendo com os transtornos provocados pela estrutura, que impede a passagem livre dos transeuntes, entre outros danos.

Em nota enviada ao Blog, a prefeitura informou que enviará uma equipe para apurar a situação, e em caso de irregularidades, tomar as medidas cabíveis.

“A Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação informa que a equipe de Disciplinamento Urbano irá ao endereço para verificar a denúncia. Se forem constatadas irregularidades, serão tomadas as medidas legais cabíveis, como a notificação para retirada imediata da barraca do local.”

Hospital Universitário confirma cancelamento de cirurgia por falta de anestesista e reitera remarcação do procedimento

(Foto: Ascom)

Ontem (9), o Blog Waldiney Passos atualizou o caso de Cícero Vitor, que há mais de 20 dias espera por uma cirurgia, que deve ser realizada no Hospital Universitário, em Petrolina (PE).

LEIA TAMBÉM

Por falta de anestesista, Hospital Universitário remarca cirurgia de jovem com fraturas na face e família reclama

O jovem tem três fraturas na face, oriundas de um espancamento. Ele ficou internado três dias no HU e quando teve alta recebeu a informação de que a cirurgia para reparar as fraturas havia sido marcada para o dia 2 de março. Contudo, na data marcada, ao chegar no Hospital, o paciente foi informado que por falta de anestesista, a cirurgia teve que ser remarcada para o próximo dia 11, amanhã.

Em nota enviada ao Blog Wadiney Passos, o Hospital Universitário confirmou o motivo do cancelamento da cirurgia e reiterou a realização do procedimento marcado para esta quarta-feira (11). Além disso, o HU explicou a falta de profissionais. Confira a íntegra da nota:

“A cirurgia do senhor Cícero Vitor da Silva (21) foi cancelada, na última segunda-feira (02), infelizmente, devido à necessidade de remanejamento da equipe de anestesiologistas para execução de cirurgias emergenciais. Lembrando que o Hospital Universitário é uma unidade de porta aberta para atendimentos de alta e média complexidade e a chegada de pacientes em estado crítico é bastante comum e estes precisam ser priorizados.

O Hospital Universitário lamenta o cancelamento, mas ressalta que o procedimento eletivo já foi remarcado para o dia 11 de março.

A respeito do questionamento sobre o quantitativo de profissionais do HU, o hospital afirmou, em diversas oportunidades, que este número está aquém da grande demanda recebida diariamente. A unidade vem tomando diversas medidas para solucionar este problema, como: os acordos de cooperação técnica com os municípios integrantes à Rede Interestadual de Atenção à Saúde do Vale do Médio São Francisco (Rede PEBA), além das constantes solicitações para redimensionamento de quadro de funcionários junto à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), que, inclusive, resultaram em um concurso público para preenchimento de algumas vagas, realizado no mês de fevereiro.”

Estudantes da Univasf enfrentam paralisação no Transporte Estudantil Intercampi no 1º dia de aula do semestre

No retorno das atividades para o início do semestre 2020.1, os estudantes da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) enfrentaram muita dor de cabeça. Os ônibus que fazem o Transporte Estudantil Intercampi não circularam nessa segunda-feira (2).

Os motoristas resolveram cruzar os braços hoje, cobrando o pagamento dos salários atrasados. Eles alegam que a instituição está em débito há dois meses. Dessa forma, os alunos de Juazeiro (BA) e Petrolina ficaram sem o transporte.

Outro lado

Em nota, a Univasf disse não ter sido comunicada sobre a paralisação, mas afirmou estar reunida com a empresa terceirizada e o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Locadoras, Fretamento e Turismo da Bahia (Sindfretur).

Confira a seguir a nota da Univasf:

LEIA MAIS

Em resposta ao Blog, Compesa afirma não operar no Dom Avelar

Lagoa impede que famílias tenham qualidade de vida (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Na quinta-feira (27) o Blog mostrou um problema em várias no bairro Dom Avelar, em Petrolina. A queixa foi apresentada por um leitor, que denunciava a formação de “lagoas” de esgoto nas ruas do o Ouro, do Calcário, do Ferro e da Granada.

LEIA TAMBÉM

Esgoto estourado impede famílias de saírem de casa no Dom Avelar

Em nota, a Companhia Pernambucana de Saneamento (COMPESA) informou que “a Compesa não opera o sistema de esgotamento sanitário do Dom Avelar”, não sendo sua responsabilidade sanar o problema.

O Blog também procurou a Prefeitura de Petrolina, que desde então não retornou nosso questionamento. Seguimos no aguardo de uma resposta.

Leitor pede recuperação na PE-550, em Santa Mª; DER responde

Asfalto quasse nem existe mais (Foto: Reprodução/WhatsApp)

A situação na PE-550, na zona rural de Santa Maria da Boa Vista, Sertão do São Francisco é calamitosa. Um leitor encaminhou a foto que ilustra essa matéria. Nela é possível observar que o asfalto é praticamente inexistente e com as chuvas do começo desse ano, a qualidade da pista piorou.

Essa foto foi tirada na entrada do Projeto Fulgêncio, onde são cultivadas frutas como banana e a rodovia estadual serve ao escoamento desses produtos. Porém, com os buracos, a vida dos produtores e motoristas não é fácil. “A PE está toda esburacada, dificulta os carros que vêm em busca de mercadorias. Às vezes devido aos buracos na estrada você chega a perder um pneu do caminhão“, disse o leitor.

Outro lado

O Blog procurou o Governo de Pernambuco, para saber quais medidas o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) adotará no sentido de melhorar a qualidade do asfalto. Em nota, o órgão afirmou que um projeto de reestruturação total da via está em desenvolvimento.

Confira a seguir a resposta do DER:

LEIA MAIS

Em nota, operadora TIM afirma que não identificou falha nas Estações que atendem a cidade de Lagoa Grande

(Foto: Ilustração)

Nesta quinta-feira (27), o Blog Waldiney Passos publicou matéria sobre os transtornos enfrentados por moradores da zona rural de Lagoa Grande, causados pelas condições do serviço da operadora de telefonia móvel TIM. A reclamação partiu dos moradores de Jutaí. De acordo com os denunciantes, as quedas no sinal durante as ligações são contantes.

LEIA TAMBÉM

Morador de Lagoa Grande cobra melhorias na cobertura da TIM em Jutaí

Em nota enviada ao Blog, a operadora TIM informou que “não identificou falha nas Estações que atendem a cidade de Lagoa Grande (PE) e que o desempenho da companhia na cidade atende a todos os indicadores Anatel.” A TIM disse que vai continuar acompanhando o desempenho da rede na região. Confira a íntegra da nota:

“A TIM informa que não identificou falha nas Estações que atendem a cidade de Lagoa Grande (PE) e que o desempenho da companhia na cidade atende a todos os indicadores Anatel. No entanto, com foco na máxima satisfação dos seus clientes, a companhia reforça que continuará analisando o comportamento da sua rede para realizar qualquer ajuste que se faça necessário. Quanto ao Distrito de Jutaí, a TIM informa que não tem abrangência na localidade e esclarece que as áreas rurais são cobertas pelas empresas de telefonia móvel, segundo critérios de obrigação estabelecidos pela agência reguladora. Para outras informações, os clientes da TIM podem entrar em contato com o Centro de Relacionamento pelo *144 do próprio celular ou 1056 de qualquer telefone convencional.”

Em nota, prefeito de Orocó afirma que professores do município já recebem piso salarial atual

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

Os professores da rede municipal de ensino de Orocó (PE) continuam em greve. As atividades foram paralisadas no último dia 10, e desde então, a categoria e a prefeitura não chegaram a um acordo. Os professores cobram a reversão da medida tomada pela gestão municipal, que resultou no rebaixamento total dos salários dos servidores oriundos do último concurso público, além do reajuste das tabelas de vencimentos para este ano.

LEIA TAMBÉM

Escolas municipais de Orocó seguem sem aulas e professores fazem manifestação pelas ruas da cidade

Em nota, o prefeito de Orocó, George Gueber, afirmou que os professores já recebem o piso salarial atual.“[…] Convém informar a todos, que na data de hoje os professores de Orocó já recebem desde o ano passado, o atual piso salarial. Estando o município rigorosamente em dia com os salários desses profissionais”, destacou o gestor municipal.

LEIA MAIS

Em nota, prefeitura afirma que transtornos durante obra da Bacia do Dom Avelar são inevitáveis

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

Desde a última quinta-feira (6), moradores do bairro Dom Avelar estão sofrendo com os transtornos provocados pelas obras de saneamento, realizadas por uma empresa terceirizada, contratada pela prefeitura de Petrolina. Devido a um processo de desobstrução, alguma ruas do bairro ficaram alagadas, após o descarte da água feito diretamente nas vias.

LEIA TAMBÉM

Avenida do Dom Avelar continua alagada e moradores estão indignados

O Blog Waldiney Passos tem acompanhado a situação dos moradores do Dom Avelar, que já não sabem mais o que fazer. Comerciantes locais estão perdendo clientes, e a população tentando driblar o caos que se instalou na localidade. Em nota enviada ao Blog, a prefeitura municipal informou que os serviços de drenagem são necessários e que os transtornos são inevitáveis. Confira a íntegra da nota:

LEIA MAIS

Estudante afirma que empresa está cobrando passagem integral; AMMPLA afirma ter adotado providências

Prefeitura já notificou Atlântico (Foto: Ascom/PMP)

Uma usuária do transporte público de Petrolina procurou o Blog para mostrar um problema que está afetando os estudantes. Ela afirma que o novo sistema está cobrando a passagem no valor integral. Além disso, outro obstáculo enfrentado pelo grupo é a não integração das linhas de ônibus.

“Passou a cobrar o valor integral da passagem e não está acontecendo a integração de uma linha com a outra. Aconteceu comigo hoje e com outros estudantes que pegam o ônibus junto comigo indo e vindo da faculdade“, relatou à nossa equipe.

Empresa prorroga validade dos cartões

O Blog entrou em contato com a Prefeitura de Petrolina, através da Autarquia Municipal de Mobilidade de Petrolina (AMMPLA). Em nota a AMMPLA informou que “já entrou em contato com a empresa Atlântico Transportes a qual informou ter prorrogado o prazo de validade dos atuais cartões até o dia 29 de fevereiro“.

A Autarquia lembrou ainda do direito a meia passagem, porém, é necessário fazer o recadastramento para usufrui-lo. “Para fazer o recadastramento basta se dirigir aos postos de atendimento do Cartão SIM no Centro de Convenções (8h às 18h) ou Expresso Cidadão (8h às 20h) e apresentar declaração da instituição atual, assinada e carimbada; original e Xerox do RG; Original e Xerox do CPF e comprovante de residência atual. Dúvidas através do número: 3864-2750“, explica a nota.

Leitor pede nova pintura das faixas de pedestre na Av. Clementino Coelho, AMMPLA responde

Atualmente faixas na entrada do Condomínio e ao Makro estão apagadas, relata leitor (Foto: Reprodução/Google Maps)

A Avenida Clementino Coelho, em Petrolina está sendo duplicada, mas um leitor do Blog chamou atenção para a sinalização em frente ao Condomínio Carlos Wilson e ao Makro. As atuais faixas de pedestre estão apagadas e devido ao fluxo intenso de veículos na via, os motoristas colocam em risco a segurança dos pedestres.

“Os motorista não param e a faixa está sendo prejudicado pela obra existente. Ali próximo ao condomínio tem creche e escola, a única forma de passar é nesta faixa de pedestre”, destaca o leitor. Nossa Produção procurou a Prefeitura de Petrolina, para saber o que pode ser feito no local enquanto a via é duplicada.

Em nota, a Autarquia Municipal de Mobilidade de Petrolina (AMMPLA) informou que “devido às obras, fazer a repintura da faixa seria um desperdício de dinheiro público já que a via ganhará novo pavimento” e pediu a compreensão dos moradores, pois assim que a duplicação for finalizada uma nova sinalização horizontal será feita.

Confira a seguir a resposta da Prefeitura:

LEIA MAIS
123