Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

“Eu não estou no Nordeste, eu estou no Brasil”, diz Bolsonaro durante evento em Petrolina

(Foto: Blog Waldiney Passos)

O Residencial Morada Nova do Programa Minha Casa, Minha Vida, localizado no bairro Antônio Cassimiro, zona norte de Petrolina (PE), foi palco da primeira visita do Presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL) ao Nordeste, depois de eleito. Antes de Petrolina, Bolsonaro esteve em Recife (PE), na manhã desta sexta-feira (24), onde se reuniu com governadores de vários estados nordestinos para apresentar o Plano de Desenvolvimento da Região (PRDNE).

O evento de inauguração do conjunto habitacional Morada Nova, contou com a participação de diversas autoridades políticas, entres elas o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, o Senador Fernando Bezerra Coelho, Gustavo Canuto, ministro de Desenvolvimento Regional, Marcos Pontes, ministro de Ciência e Tecnologia, e  o Presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, entre outros.

Para Miguel Coelho, a visita de Bolsonaro renova a esperança dos petrolinenses, com a realização do sonho da casa própria de mais de 400 famílias beneficiadas. “Na tarde de hoje o senhor está realizando o sonho de mais de 472 famílias, que antes pagavam aluguel. Graças à sua ação, Graças à sua equipe, o apoio da Caixa Econômica Federal, a partir do evento de hoje, essas famílias vão ter um apartamento digno, de qualidade, e a garantia de poder dizer: essa é minha casa, essa é minha vida”, disse o gestor.

LEIA MAIS

Justiça do Paraná determina bloqueio de R$ 3,57 bilhões de partidos

Decisão atinge MDB, PSB e políticos (Foto: Ilustração)

A Justiça Federal do Paraná bloqueou cerca de R$ 3,57 bilhões do MDB, do PSB, de políticos e empresas. O bloqueio foi divulgado nesta sexta-feira (24), pelo Ministério Público Federal (MPF), referente a uma ação de improbidade administrativa da Operação Lava Jato.

Segundo o G1, entre os acusados que respondem ao processo, estão os parlamentares Valdir Raupp (MDB-RO), Eduardo da Fonte (PP-PE) e Fernando Bezerra (MDB-PE) – atualmente líder do governo no Senado – que já foi do PSB.

O bloqueio também atinge os espólios de Sérgio Guerra (PSDB-PE) e Eduardo Campos (PSB-PE), políticos que já morreram. Quanto às empresas, duas foram acusadas: Queiroz Galvão e a Vital Engenharia Ambiental.  Os R$ 3,57 bilhões são o resultado da soma dos limites máximo de valores que devem ser bloqueados nas contas dos investigados.

Anteriormente o MPF já havia solicitado o bloqueio, negado na 1ª instância.Os promotores recorreram e o TRF-4 autorizou. Nossa produção entrou em contato com a assessoria de comunicação do Fernando Bezerra e estamos aguardando um retorno.

Embarque de Bolsonaro a Petrolina está programado para 13h

(Foto: Leo Malafaia/Folha de Pernambuco)

Em sua primeira visita oficial ao Nordeste o presidente Jair Bolsonaro (PSL) desembarcou no Recife (PE) por volta das 9h20 de hoje (24). O embarque a Petrolina está programado para 13h, após uma reunião com governadores da única região na qual foi derrotado nas eleições de 2018.

LEIA TAMBÉM:

Visita de Bolsonaro a Petrolina deve ser marcada por manifestações pró e contra presidente

Fernando Bezerra fala sobre vinda de Bolsonaro a Petrolina

De acordo com o Palácio do Planalto, o desembarque de Bolsonaro em Petrolina – a primeira cidade do Sertão a recebê-lo – acontece por volta de 14h. Do Aeroporto Internacional Senador Nilo Coelho o presidente seguirá para o bairro Antônio Cassimiro, onde às 14h30 inaugura o Residencial Morada Nova do Programa Minha Casa, Minha Vida.

LEIA MAIS

Pela primeira vez, avaliação negativa do governo de Bolsonaro supera positiva

(Foto: Wilson Dias/Agência Brasil)

Pela primeira vez desde que assumiu a Presidência da República a avaliação negativa de Jair Bolsonaro (PSL) superou a positiva. A pesquisa foi divulgada nessa sexta-feira (24), uma semana após a manifestação dos estudantes contra o corte na educação anunciado pelo Governo Federal.

A pesquisa foi realizada pelo XP/Ipespe nos dias 20 e 21 de maio. Os entrevistados que consideravam o governo como bom e ótimo ficou em 34% (estava em 35%), enquanto os que avaliavam a gestão como ruim ou péssima ficou em 36% (estava em 31% antes).

A margem de erro da pesquisa é de 3,2 pontos percentuais para mais ou para menos. Foram 1000 entrevistas realizadas. Já a avaliação regular foi de 26%, quando anteriormente totalizou 31%. Não souberam ou não opinaram teve 4%.

O Ipespe questionou aos eleitores se a manifestação do último dia 15 foi relevante para o país: 57% disseram que os atos foram importantes, enquanto contra 38% que consideraram irrelevante. A pesquisa foi divulgada há pouco, momentos antes do desembarque de Bolsonaro em Pernambuco. (Com informações do JC Online).

Visita de Bolsonaro a Petrolina deve ser marcada por manifestações pró e contra presidente

(Foto: Internet)

O presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL) desembarcará em Petrolina no começo da tarde e deve ser recepcionado com manifestações favoráveis e contrárias a sua vinda. Durante a sessão de quinta-feira (23) na Câmara de Vereadores o Blog conversou com manifestantes os quais acompanhavam a votação do Título de Cidadão Petrolinese a Bolsonaro, que explicaram como será a agenda de hoje (24).

Apoiadores devem fazer recepção no Aeroporto

Segundo Everaldo de Almeida, que acompanhava a votação do Título, haverá uma recepção ao presidente ainda no Aeroporto de Petrolina. “Os grupos estão organizando um encontro no Aeroporto ao meio dia, ainda não sei a agenda oficialmente dele, mas a princípio essa recepção está mantida para o Aeroporto”, destacou.

Opositores também programam ato 

Representante do DA de Artes Visuais da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), Bruno de Melo explicou que movimentos sociais e estudantis estão mobilizados para um protesto contrário ao presidente. “A gente está se organizando para fazer essa recepção às avessas, para que ele nunca mais volte e pise mais”, afirmou.

LEIA MAIS

Diário Oficial retifica informação sobre nova função de Isaac Carvalho no Governo da Bahia

O Blog mostrou na quinta-feira (23) a nomeação do ex-prefeito de Juazeiro, Isaac Carvalho para o cargo de Assistente Especial na Secretaria de Infraestrutura (Seinfra) do Governo da Bahia. Contudo, a edição de hoje (24) tornou sem efeito a decisão de ontem.

LEIA TAMBÉM:

Bahia: ex-prefeito de Juazeiro, Isaac Carvalho ocupará cargo na secretaria de Infraestrutura

Através de Decreto Simples assinado pelo governador Rui Costa (PT), tanto a exoneração de Isaac lotado no Gabinete do Governador, quanto a nomeação para a Seinfra foram anuladas. Ou seja, o ex-prefeito continua atuando na função a qual foi lotado em fevereiro desse ano, diretamente no gabinete de Costa.

Nossa produção entrou em contato com a assessoria de comunicação de Isaac em busca de informações sobre o que teria acontecido e se o ex-prefeito chegou a atuar na Seinfra. Até o momento não tivemos resposta.

Em enquete, população aprova Título de Cidadão Petrolinense a Bolsonaro

Você concorda com Título de Cidadão Petrolinense a Bolsonaro?
Votar

Embora o Projeto de Decreto Legislativo que concederia Título de Cidadão Petrolinense a Bolsonaro tenha sido retirado da pauta da sessão dessa quinta-feira (23) na Câmara Municipal de Petrolina, 83,47% dos participantes da enquete promovida pelo blog Waldiney Passos concordaram com a proposta, sendo favoráveis à entrega da homenagem ao presidente da República. 16,09% disseram não concordar com a proposição e 0,43% preferiram não opinar.

Durante a sessão dessa quinta, o vereador Elias Jardim, autor do projeto, decidiu retirar a proposta da pauta, devido à pressão de grupos que estiveram presentes na Casa Legislativa. Além disso, o vereador não estava confiante na aprovação do projeto.

LEIA TAMBÉM

Elias Jardim justifica retirada de projeto e se mantém firme na decisão de homenagear Bolsonaro

Repercussão negativa faz vereador Elias Jardim retirar Título de Cidadão a Bolsonaro da pauta

“[O projeto] vai voltar à pauta, o momento não estava tão bom para votar. Vou articular melhor, acho que falhei na articulação para que seja aprovado. A gente retirou o projeto porque sentiu que ele podia não passar, a gente não tinha segurança total para que o projeto fosse aprovado”, disse o parlamentar.

Ao todo, 4.865 usuários participaram da pesquisa. A enquete teve início nessa quarta-feira (22) às 22h25 e foi encerrada nesta sexta-feira, às 6h15. Para melhor precisão no questionamento, cada IP registrado só poderia votar uma vez.

Guerra entre governadores do NE e Bolsonaro vai acabar, diz chefe da Sudene

Mário Gordilho, superintendente da Sudene Imagem: Sudene

À frente da Sudene (Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste) desde setembro de 2018, Mário Gordilho será o anfitrião da primeira visita do presidente Jair Bolsonaro (PSL) ao Nordeste. Amanhã, às 10h, ele comanda no Recife uma reunião do conselho deliberativo do órgão que vai discutir e aprovar o Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste, documento que reúne 880 propostas dos governos estaduais.

Em entrevista ao UOL, o superintendente antecipou detalhes do plano e falou que a “guerra” política dos governadores da região com o presidente terá um final em breve. “Essa guerra vai deixar de existir no momento em que a gente conseguir implantar e mostrar que efetivamente há uma intenção [do governo federal]. A prova é o presidente estar vindo aqui”, disse.

Gordilho se reuniu previamente com todos os governadores e disse que Bolsonaro deve encontrar um clima favorável. A mesma reciprocidade será dada pelo governo federal. “Ou se concentra os esforços, une os esforço de União, estados e municípios, ou vai continuar mantendo esse status quo. Há 60 anos a Sudene existe, e há 60 anos a renda per capita nordestina é metade da brasileira”, aponta.

O superintendente ainda afirmou que o plano apresentado será o instrumento para acabar com a grande diferença regional de renda do Nordeste para outras regiões. Para isso, começaram reuniões no final do governo Michel Temer (MDB): “É algo que vem se trabalhando desde o final do ano passado”.

Elias Jardim justifica retirada de projeto e se mantém firme na decisão de homenagear Bolsonaro

Vereador Elias Jardim. (Foto: Blog Waldiney Passos)

“O momento não estava bom para votar”. Foi assim que o vereador Elias Jardim (PHS) justificou sua decisão de retirar da pauta dessa quinta-feira (23) o projeto de Decreto Legislativo n° 026/2019, concedendo Título de Cidadão Petrolinense ao presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL).

LEIA TAMBÉM:

Repercussão negativa faz vereador Elias Jardim retirar Título de Cidadão a Bolsonaro da pauta

O vereador da Situação conversou com o Blog após seu recuo e admitiu ter errado na articulação com seus pares. “[O projeto] vai voltar à pauta, o momento não estava tão bom para votar. Vou articular melhor, acho que falhei na articulação para que seja aprovado. A gente não vai colocar para ser reprovado, em breve esse projeto vai voltar a pauta”, destacou.

LEIA MAIS

Bahia: ex-prefeito de Juazeiro, Isaac Carvalho ocupará cargo na secretaria de Infraestrutura

(Foto: Ascom)

O Diário Oficial da Bahia dessa quinta-feira (23) trouxe a mudança na função do ex-prefeito de Juazeiro (BA), Isaac Carvalho. O governador Rui Costa (PT) exonerou Isaac da função de Assistente Especial no Gabinete do Governador.

Agora o ex-prefeito de Juazeiro atuará também como Assistente Especial, mas na secretaria de Infraestrutura da Bahia, cujo comando está nas mãos do PSD, partido que tem se aproximado de Isaac desde sua desfiliação ao PC do B. A função tem o mesmo símbolo – DAS-2A.

Isaac está no governo de Costa desde fevereiro desse ano. O ex-prefeito disputou a eleição de 2018 como deputado federal, mas apesar de ter obtido votação suficiente para exercer o cargo, foi proibido pela Justiça. Desde que anunciou sua desfiliação do PC do B em abril, ele ainda não se filiou a outra sigla partidária.

Repercussão negativa faz vereador Elias Jardim retirar Título de Cidadão a Bolsonaro da pauta

Grupo anti-Bolsonaro está na Câmara acompanhando sessão (Foto: Blog Waldiney Passos)

A repercussão negativa da proposta de conceder o Título de Cidadão Petrolinense ao presidente Jair Bolsonaro (PSL) fez o autor do projeto de Decreto Legislativo n° 026/2019, Elias Jardim (PHS), recuar e pedir a retirada da matéria na sessão dessa quinta-feira (23).

O projeto chegou a ser lido e colocado em pauta, mas foi retirado ao som de tímidas vaias de manifestantes contrários ao título, os quais se fazem presentes na Casa Plínio Amorim, em maior número que os favoráveis e colocaram cartazes mostrando a indignação ao presidente da República.

Nos bastidores da Câmara ventila-se que a falta de apoio de colegas da própria bancada também pesou na decisão de Elias. Até o momento o edil não quis se pronunciar sobre a retirada do projeto, todavia, o item deve voltar à pauta na próxima semana.

No dia em que Câmara votará Título de Cidadão a Bolsonaro, Gilmar Santos propõe Moção de Repúdio ao presidente da República

Vereador citou posicionamento homofóbico e ações do governo como motivo do repúdio (Foto: Blog Waldiney Passos)

Enquanto o vereador Elias Jardim (PHS) utilizou sua prerrogativa para propor o Título de Cidadão Petrolinense ao presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), Gilmar Santos (PT) antecipou na sessão de hoje (23) que apresentará uma Moção de Repúdio a Bolsonaro.

De acordo com o líder do PT na Câmara, o presidente apesar de ocupar o cargo mais alto na política nacional “é racista, machista e homofóbico. Faz declarações contra indígenas e faz um ataque às universidades, faz um discurso de apologia ao uso de armas”.

A Moção deve ser apresentada na pauta da próxima terça-feira (28), segundo a assessoria do edil. Nessa quinta-feira as 20 Indicações e quatro Requerimentos foram aprovados por 16 votos a zero. Já a concessão do Título de Cidadão Petrolinense a Bolsonaro ainda será analisada nessa manhã.

 

Deputados tiram Coaf de Moro e aprovam redução de ministérios

(Foto: André Dusek/Estadão)

Por 228 votos a 210 os deputados federais determinaram que o Controle de Atividades Financeiras (Coaf) deixe o Ministério da Justiça e Segurança Pública e volte ao Ministério da Economia. Dessa forma o governo sofre uma derrota, enfraquecendo Sergio Moro.

Na pauta de ontem (22) estava a medida provisória 870, a chamada reforma administrativa. Os deputados rejeitaram recriar o ministério do Trabalho e aprovaram um destaque, apresentado pelo Cidadania, para manter o ministério do Desenvolvimento Regional.

Relator da MP, o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB) havia acatado o pedido para desmembrar o Ministério do Desenvolvimento Regional com a recriação dos ministérios das Cidades e da Integração Nacional. Deputados de partidos de centro, no entanto, recuaram da proposta e decidiram aceitar a manutenção do ministério.

Às vésperas da vinda do presidente, Câmara vota Título de Cidadão Petrolinense a Bolsonaro

Sessão de quinta-feira (27) foi marcada por votação de matérias do Executivo (Foto: Blog Waldiney Passos)

Anunciado na sessão de terça-feira (21) o Título de Cidadão Petrolinense a Jair Bolsonaro (PSL) será votado pelos vereadores nessa manhã (23). O Projeto de Decreto Legislativo nº 026/2019 foi proposto por Elias Jardim (PHS) e vem dividindo opiniões dos edis e petrolinenses.

LEIA TAMBÉM:

Enquete: Você concorda com Título de Cidadão Petrolinense a Bolsonaro?

Na última sessão Elias havia afirmado que a matéria é um projeto importante e cabe à Câmara incentivar o presidente da República a fazer um bom trabalho. Bolsonaro virá a Petrolina nesta sexta-feira (24) para entregar casas populares no bairro Antônio Cassimiro.

Além desse projeto, há ainda uma matéria apresentada por Ronaldo Silva e o PL nº 049/2019, de Gaturiano Cigano (PRB) no qual fica proposto a inserção de placas de atendimento prioritário o Símbolo Mundial do Autismo.

123