Qualidade da água do Rio São Francisco melhorou depois de ações do município, diz prefeitura de Petrolina

(Foto: Ascom/PMP)

O projeto Orla Nossa da prefeitura de Petrolina há três anos vem realizando ações no Rio São Francisco e segunda a prefeitura, o trabalho conseguiu melhorar a qualidade da água e possibilitar um habitat propício ao desenvolvimento da fauna e da flora do Velho Chico.

Para chegar a esse resultado, a Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA) fechou 70% dos esgotos clandestinos e tratou do solo da margem do rio que estava contaminado. Ao longo do projeto, a prefeitura pode perceber um aumento no número de espécies de aves, além de capivaras e jacarés do papo amarelo que são encontrados e se reproduzem no trecho.

No início do projeto, um índice alarmante encontrado foi a taxa de oxigênio diluído. Em 2017, o trecho Orla possuía a taxa de oxigenação de 1,3 mg/L, após tratamento realizado subiu para 8.1 mg/L. O índice adequado pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) é de, no mínimo, 6 mg/L. Isso representa um aumento de quase 600% na melhoria da qualidade da água.

O trabalho, iniciou com 5 quilômetros de extensão, mas atualmente a prefeitura cuida de cerca de 12 quilômetros de faixa de terra ribeirinha, além de monitorar a qualidade da água e realizar peixamentos que ajudam a restabelecer o equilíbrio natural do trecho do Rio São Francisco.

Barragem de Sobradinho vai aumentar vazão liberada para 1.600 m³/s

A decisão foi tomada em reunião de Acompanhamento das Condições de Operação do Sistema Hídrico do Rio São Francisco, realizada nesta terça-feira (2).

Durante a videoconferência o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) apresentou a proposta para realizar a operação do reservatório da hidrelétrica de Sobradinho (BA) com defluência média diária de 1.500 m³/s em 3 de junho e 1.600 m³/s a partir do dia 4.

LEIA MAIS

Chesf aumenta mais uma vez a vazão da Barragem de Sobradinho

A vazão defluente da Usina Hidro Elétrica de Sobradinho (BA) será elevada mais uma vez. A partir da meia noite deste dia 15/04, o volume liberado pelas turbinas passará de 1.400 metros cúbicos para 1.600 metros cúbicos por segundo. A medida foi divulgada no fim da tarde desta terça-feira (14), em nova carta circular expedida pela Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf).

É a terceira vez que a vazão de Sobradinho é elevada em 8 dias. No entanto, as comportas da barragem não serão abertas. A água continuará sendo liberada pelas turbinas de geração de energia.

A medida adotada pela Chesf atende a diretriz estabelecida na última terça-feira (7) durante a reunião de avaliação das condições da Operação dos Reservatórios da Bacia do Rio São Francisco, coordenada pela Agência Nacional de Águas (ANA), o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), na qual apresentou-se a necessidade de permanência da defluência de Xingó no patamar de 1.300 m³/s durante o mês de abril.

A Chesf alerta para a importância da não ocupação de áreas ribeirinhas situadas na calha principal do rio, pois a depender da necessidade do aumento da geração de energia na Usina Hidro Elétrica de Xingó, o volume de água a ser liberado do reservatório de Sobradinho pode aumentar ainda mais.

Prefeitura de Sobradinho solicita interdição da barragem após visita de turistas durante o final de semana

Mesmo com recomendações, população local descumpre quarentena (Foto: Reprodução/WhatsApp)

O volume do Lago de Sobradinho está subindo diariamente e isso levou vários turistas locais até a barragem, nesse final de semana. O flagrante gerou revolta, pois a recomendação é evitar aglomerações e respeitar o isolamento social durante da pandemia do novo coronavírus.

O turismo em tempo de quarentena foi visto como algo grave para a Prefeitura de Sobradinho (BA) que decidiu solicitar a interdição do espaço à Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Ches) para visitação. “Devido a aglomeração flagrada neste domingo (12), estamos entrando em contato com os responsáveis pela Companhia solicitando a interdição do espaço”, informa a nota.

Ainda ontem, ao saber da aglomeração de turistas, a Prefeitura acionou a Polícia Militar da Bahia para dispersar a população. Em relação aos pontos turísticos municipais, a nota ressalta que os comerciantes não podem descumprir as medidas adotadas. Quem o fizer, será punido.

Volume do Lago de Sobradinho deve atingir 100% em maio

Faixa de areia da Ilha do Fogo sumiu por conta da cheia (Foto: Waldiney Passos)

O volume do Lago de Sobradinho deve atingir 100% em maio. A estimativa da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) se baseia no nível de água que está chegando ao reservatório, reflexo das chuvas no Sudeste. Atualmente Sobradinho está com 83,53% de sua capacidade.

Ainda em abril o volume deve atingir 90,28%. Para o mês de maio a expectativa é de que o Lago alcance 100% da sua capacidade, o que não acontece desde 2009.

Um dos reflexos dessa cheia do Velho Chico é o desaparecimento das faixas de areia das ilhas banhadas pelo rio, fato já percebido na Ilha do Fogo que fica no meio das cidades de Juazeiro (BA) e Petrolina.

Areia da Ilha do Fogo submerge nas águas do Rio São Francisco

Ilha do Fogo. (Foto: Blog Waldiney Passos)

A areia de um dos pontos turísticos mais frequentados de Juazeiro e Petrolina desapareceu sob as águas do Rio São Francisco. Desde a madrugada da última quarta-feira (8) quando a Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) aumentou a vazão defluente da barragem de Sobradinho, que o nível de água do Velho Chico vem aumentando.

Inicialmente, a Companhia começou liberando 200 m³/s elevando o patamar da defluência média diária da Usina Hidro Elétrica de Sobradinho para 1.000 m³/s. Na madrugada desta sexta-feira (10), a Chesf passou a liberar mais 400 m³/s, elevando a vazão para 1.400 m³/s. Esse patamar de vazão deverá permanecer, a depender das condições de armazenamento na Usina Hidro Elétrica de Itaparica, qual seja, o patamar mínimo de 30% do volume útil.

(Foto: Waldiney Passos)

A medida adotada pela Chesf foi decida na última terça-feira (7) durante a reunião de avaliação das condições da Operação dos Reservatórios da Bacia do Rio São Francisco, coordenada pela Agência Nacional de Águas (ANA), o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), na qual apresentou-se a necessidade de permanência da defluência de Xingó no patamar de 1.300 m³/s.

O aumento na vazão defluente da Barragem de Sobradinho atende a solicitação da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade de Sergipe, em virtude do elevado teor de turbidez nas águas do Baixo São Francisco, devido às fortes chuvas ocorridas nos estados de Alagoas e Sergipe, ocasionando o desabastecimento de água para consumo humano em várias cidades, inclusive parte de Aracaju.

Durante todo o fim de semana, moradores do bairro Angari, em Juazeiro(BA) e outros ribeirinhos que moram as margens do Rio São Francisco entre Sobradinho e a Barragem de Itaparica devem ficar atentos ao nível do rio.

Hidrelétrica de Sobradinho não terá limite máximo para liberação de água

Velho Chico se alegra com notícia

A chuva do começo do ano trouxe uma boa notícia aos sertanejos. A partir da última quarta-feira (1°) a operação da hidrelétrica de Sobradinho (BA) voltou à faixa Normal, algo que não acontecia desde 2013. Ou seja, a barragem não terá limite máximo na liberação de água.

A mudança acontece sete anos depois da implantação de medidas para recuperar o volume da barragem. Em abril de 2013 a CHESF passou a adotar medidas para preservar a hidrelétrica. Em seguida foram anos registrando seca e a escassez da barragem ligou o sinal de alerta. Porém, 2020 tem sido um ano bastante chuvoso e resultou na recuperação do nível.

De acordo com a Agência Nacional de Águas (ANA), as chuvas de 2020 permitiram a recuperação do armazenamento de Sobradinho, superando o volume útil de 60%. No dia 31 de março a barragem acumulava 73,98% de seu volume útil.

Reservatório de Sobradinho deve chegar a 80% de sua capacidade total de armazenamento no mês de abril

A Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) divulgou nesta terça-feira (31/03) uma ótima notícia para o povo do Vale do São Francisco. De acordo com a Companhia, considerando as condições hidrológicas atuais, a previsão é que, agora no mês de abril, o reservatório de Sobradinho ultrapasse 80% do seu volume útil. Para a Chesf esta condição é importante para o atendimento aos usos múltiplos da região no próximo período seco.

Em função das chuvas que têm ocorrido, desde a segunda quinzena de janeiro, houve uma melhora significativa no armazenamento dos principais reservatórios, atingindo os seguintes volumes úteis no dia 30 de março:
Três Marias: 99%;
Sobradinho: 73%;
Itaparica: 37%.

Devido ao Reservatório de Sobradinho já ter ultrapassado 60% do seu volume útil, a Chesf informa que, em cumprimento à Resolução ANA 2081/2017, a vazão defluente de Xingó será elevada para 1.100 metros cúbicos por segundo a partir do dia 01/04/2020.

Ressalta-se, ainda, que a situação atual é de normalidade e que não há previsão de abertura de comportas dos vertedouros das usinas de Sobradinho, Itaparica e Xingó.

Depois de oito anos, Cemig faz abertura parcial das comportas da Usina de Três Marias

(Foto: Divulgação/Cemig)

Na última sexta-feira (28), a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) anunciou que está fazendo a abertura parcial das comportas da Usina Hidrelétrica de Três Marias (MG), que fica no Rio São Francisco. A medida foi tomada devido às fortes chuvas registradas no período de carnaval. Atualmente, o reservatório está com de 88,6% da capacidade.

A última vez que a Cemig abriu as comportas de Três Marias foi em 2012. Segundo a Companhia, a ação está sendo divulgada para que eventuais problemas relacionados às inundações possam ser evitados. A operação deve ser mantida pelos próximos 15 dias.

“O vertimento é necessário para evitar que se atinja o limite de armazenamento, quando seria obrigatório o repasse de toda a água recebida pelo reservatório, o que poderia causar transtornos e inundações para as comunidades ribeirinhas”, explicou a Cemig em nota.

LEIA MAIS

Ruy Wanderley cobra da AMMA desassoreamento do Velho Chico na comunidade de Porto da Palha

Ruy Wanderley apresentou Indicação que gerou reação de colegas da própria bancada (Foto: Jean Brito/Ascom CMP)

O vereador Ruy Wanderley (PSC) apresentou a Indicação n° 069/2020 na sessão de quinta-feira (13), no qual solicitava à Agência Municipal de Meio Ambiente (AMMA) o desassoreamento do Rio São Francisco no Porto da Palha.

“Estamos pedindo ao secretário que possa fazer essa intervenção em Porto de Palha, mas não só lá, em todo rio São Francisco. O prefeito Miguel Coelho, desde o início da sua gestão está tentando resolver esse problema na margem do rio em relação aos dejetos jogados in natura e a gente aproveitou a solicitação de um morador de Porto de Palha para que a Prefeitura possa fazer essa intervenção lá”, disse ao Blog Waldiney Passos.

O edil ressaltou que está em constante contato com a comunidade e espera a execução do serviço, já que a Indicação foi aprovada por 18×0. “Nós estivemos, desde o nosso primeiro dia como mandato de vereador que estamos rodando Petrolina, vendo as necessidades das comunidades. Na região ribeirinha a gente tem tido um entendimento com a comunidade, buscando as informações necessárias para trazer [as demandas] para a Câmara“, afirmou.

Juazeiro: corpo de homem é encontrado boiando no Rio São Francisco

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

O corpo de um homem foi encontrado por populares, no início da tarde desta segunda-feira (10), boiando no Rio São Francisco, nas proximidades da Orla II de Juazeiro (BA).

A vítima ainda não foi identificada. A Polícia foi acionada, e o corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML). A causa da morte é desconhecida.

Chuvas aumentam nível da água do Rio São Francisco

(Foto: Divulgação/CBHSF)

O nível de água do Rio São Francisco tem aumentado consideravelmente em decorrência das fortes chuvas que atingem Minas Gerais, desde o último dia 24 de janeiro. A maior parte da água que aumenta a vazão do São Francisco vem da cheia do Rio das Velhas. O curso d’água que nasce no município de Ouro Preto é o principal vetor e escoamento de Belo Horizonte e de quase toda a região central do estado. Segundo dados do Instituto de Meteorologia do Brasil (INMET), o acumulado das chuvas do mês de janeiro na capital mineira chegou a 960 mm.

O aumento do volume da água do São Francisco e percebido desde a região da nascente, no Norte de Minas, em São Roque de Minas até municípios baianos como Bom Jesus da Lapa. A principal nascente do Velho Chico que se encontra no Parque Nacional da Serra da Canastra, voltou a jorrar água com um volume expressivo.

De acordo com dados da Agência Nacional de Águas (ANA), a vazão do Velho Chico saiu de 615 m³/s registrados no dia 20 de janeiro para 5.670 m³/s no dia 28 de janeiro, em São Roque de Minas. No mesmo período, o nível do rio passou de 217 cm para atuais 776 cm.

LEIA MAIS

Cheia: municípios baianos banhados pelo Velho Chico já estão em alerta

Os municípios baianos, banhados pelo Rio São Francisco, já começaram a monitorar as águas do Velho Chico devido a cheia de 2020, choveu de forma assustadora no estado de Minas Gerais, onde o nível algumas cidade ultrapassa a marca dos 7 metros.

Na região Oeste da Bahia, o São Francisco desde semana passada já estava com cerca de 4 metros, o sistema de baixa pressão que agiu no estado fez com que grandes acumulados de chuva fossem registrados.

O primeiro município da Bahia, banhado pelo rio é Malhada, na manhã da última terça-feira (28), o nível atingiu 4,12 metros, comunidades ribeirinhas já foram alerdadas que as águas seguirão subindo.

Na cidade mineira de São Francisco, no norte do estado, as medições atestaram 7,95 metros, nos últimos sete dias, a vazão de afluentes do São Francisco subiu 10x.

Nível de água na barragem de Sobradinho continua aumentando e pode chagar a mesma marca de 2018

De acordo com informações do site Notícias da Lapa, o nível da água no Rio São Francisco está subindo de forma considerável na cidade de Bom Jesus da Lapa-BA.

Segundo o monitoramento feito por Dona Maria Alice Alves, que é a responsável pelas leituras para a Companhia Hidrelétrica do São Francisco (CHESF), em Sobradinho, na última sexta-feira(10), o nível chegou a quase 5 metros, e no último final de semana voltou para os 4 metros.

Dona Maria Alice destaca, que o rio já chegou a quase o mesmo nível registrado no final de 2018,  quando subiu 4,75 metros.

Parte desse aumento das águas é resultado das chuvas na cabeceira do rio em Minas Gerais somadas as chuvas na região neste mês de janeiro.

De acordo com as últimas informações da Chesf, o Lago de Sobradinho atualmente está com 30,02% do volume útil, uma afluência de 1150 (m3/s) e defluência de 899 (m3/s).

Curta a nossa página no Facebook e recebe conteúdos exclusivos. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (87) 98816-1881.

Projeto de Integração do Rio São Francisco recebeu mais de R$ 1,3 bilhão, em 2019

Projeto de Integração do Rio São Francisco (Foto: Divulgação/Ministério do Desenvolvimento Regional)

Mais de R$ 1,3 bilhão foram investidos pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) nas obras e ações dos eixos principais do Projeto de Integração do Rio São Francisco, em 2019. Os recursos foram concentrados principalmente na recuperação de etapas que já apresentavam 100% de execução física, mas que exigiram intervenções e reparos no sistema, a exemplo do Dique Negreiros, no Eixo Norte, e da Barragem Cacimba Nova, no Eixo Leste, com objetivo de avançar na conclusão do maior empreendimento hídrico em construção no país.

“Felizmente, as águas do ‘Velho Chico’ voltaram a percorrer os trechos e estão seguindo rumo aos estados que serão contemplados nos dois eixos – Norte e Leste”, disse o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, ao fazer um balanço das ações realizadas no âmbito do projeto, no ano passado. O avanço da água, porém, só foi possível após a realização de diagnósticos, serviços e reparos nas duas estruturas – Dique 1217 e Cacimba Nova, ambos em Pernambuco – construídas, respectivamente, entre 2013 e 2015 e no período de 2012 a 2014.

LEIA MAIS
123