Prefeitura de Petrolina reforça proibição de fogueiras e fogos em período junino

(Foto: ASCOM)

Às vésperas das tradicionais comemorações do Dia de São João, a Prefeitura de Petrolina reforça sobre a proibição dos fogos de artifício e queima de fogueiras nesse período junino. A decisão foi tomada devido à ocorrência da fumaça e o cheiro da combustão, que podem ser nocivos ao sistema respiratório.

Além disso, de acordo com a gestão municipal, existe o risco de acidentes com queimaduras, podendo necessitar de internação, o que poderia levar a uma possível lotação nos hospitais e unidades de saúde.

A fiscalização será intensificada pelo efetivo da Guarda Municipal, porém, segundo a prefeitura, é importante a conscientização da população durante o período de combate ao coronavírus. As denúncias podem ser feitas pelo telefone 153 ou através do whatsApp no número: (87) 98106-7310.

Prefeitura de Juazeiro proíbe fogueiras e fogos de artifício no período junino

(Foto: ASCOM)

Seguindo o exemplo de Petrolina, o prefeito Paulo Bomfim publicou nesta sexta-feira (5) que proíbe a queima de fogos e as tradicionais fogueiras, tão comuns especialmente no período junino, como forma preventiva e para proteger a população das doenças respiratórias que costumam lotar os hospitais nessa época do ano em decorrência dos males causados pela fumaça, além das queimaduras.

A secretária da Saúde de Juazeiro Fabíola Ribeiro alerta que em plena luta contra a pandemia do novo coronavírus os leitos hospitalares já estão tendo uma grande demanda dos pacientes que buscam tratamento da COVID-19, SRAG e H1N1.

LEIA MAIS

Pernambuco confirma mais 1.004 novos casos de covid-19

Já são mais de 38 mil casos em PE (Foto: Internet)

1.004 novos casos do coronavírus foram registrados em Pernambuco. A informação foi divulgada no boletim da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), divulgado no início da tarde dessa sexta-feira (5). 205 pacientes têm quadro grave e 799 apresentam sintomas leves.

Pernambuco tem hoje 38.511 casos confirmados da covid-19. Também foram registradas mais 71 mortes, elevando para 3.205 vítimas fatais no estado. Os detalhes do boletim de hoje serão veiculados ao final do dia.

TVE Bahia exibe ao vivo o São João de Todos durante o mês de junho

Música, entrevistas e gastronomia típica. Com o mote #VaiTerSãoJoão a TVE Bahia, canal digital 8.1, em parceria com a plataforma Sua Música (www.suamusica.com.br), vai transmitir a partir desta quinta-feira (4) o ‘São João de Todos’ que, pela primeira vez, irá conectar todo o país em uma única grande celebração junina, levando as tradições e os costumes do São João do Nordeste.

Na abertura da transmissão nesta quinta-feira, às 21h, a atração é a banda Mastruz com Leite.

Os shows, realizados em um ambiente sem público em função da pandemia do coronavírus – serão exibidos ao vivo de quinta a domingo durante todo o mês de junho.

A cada semana, novos artistas se apresentam. Além dos shows, os telespectadores assistirão entrevistas inéditas e informações sobre a deliciosa gastronomia típica dos festejos juninos.

O ‘São João de Todos’ também vai funcionar como porta de entrada de doações para os artistas independentes, suas equipes e instituições de caridade locais.

O público poderá participar doando para instituições de caridade nordestinas e para os artistas que neste momento estão com suas atividades interrompidas por conta das medidas de prevenção ao coronavírus.

Confira a programação da primeira semana:

Quinta-feira (04), das 21h às 23h – Mastruz com Leite

Sexta-feira (05), das 19h às 22h30 – Eric Land e Samyra Show

Sábado (06), das 17h30 às 21h – Taty Girl e Gleydson Gavião

Domingo (07), das 17h às 20h30 – Guilherme Dantas e Junior Vianna

‘São João de Todos’ na TVE durante o mês de junho

Excepcionalmente nesta quinta-feira (4): 21h às 23h. Demais quintas-feiras: 20h30 às 22:30

Sextas-feiras: 19h às 22h30

Sábados: 17h30 às 21h

Domingos: 17h às 20h30

Ao vivo na TVE canal digital 8.1 e www.tve.ba.gov.br/tveonline

Cícero Freire propõe São João virtual em Petrolina

Vereador quer festa online (Foto: Ascom/PMP)

Cícero Freire (Republicanos) quer a manutenção do São João de Petrolina, mas de forma online. Na sessão dessa terça-feira (2) realizada por videoconferência, o edil pediu a promoção da festa para beneficiar a classe artística que está sofrendo os efeitos econômicos da pandemia do novo coronavírus.

“Que este mês Petrolina faça como Caruaru vai fazer, como Campina Grande vai fazer, o seu São João online, para que possamos ajudar os músicos e artistas locais, ajudar esse povo e levar o São João em casa”, justificou o vereador que é da base governista.

Além da classe artísticas, Cícero também afirma que a festa virtual pode colaborar para os garçons e funcionários de bares e restaurantes. A sessão ainda está sendo realizada e o pedido do vereador está na lista dos pedidos para votação. A população pode acompanhar a votação no link a seguir:

Prefeito de Araripina afirma que não haverá festa de São João no município este ano

Com os números do novo coronavírus avançando em todo o país, as principais festas juninas do nordeste, principalmente, estão sendo canceladas. Em Araripina, o prefeito Raimundo Pimentel afirmou, durante entrevista à rádio Arari FM, que não há condições para que o evento seja realizado.

Segundo o gestor, a pandemia criou uma nova realidade. “A gente vinha desde o ano passado planejando uma grande festa pra nossa cidade. Mas é impossível realizá-la esse ano, mesmo porque, eventos desse porte estão proibidos pelo governador do estado”, disse.

LEIA MAIS

São João de Caruaru poderá acontecer de forma online

Festa de São João foi modificada na cidade (Foto: Arnaldo Felix)

A pandemia do coronavírus já provocou o cancelamento e adiamento das festas juninas em diversos municípios do Nordeste. Nessa sexta-feira (8) a Prefeitura de Caruaru (PE) anunciou que o evento poderá acontecer em novo formato, para não enfraquecer a tradição local.

Em uma live realizada na manhã de hoje, a prefeita Raquel Lyra cogita a possibilidade de a festa acontecer de forma virtual. “Desde que iniciou a pandemia aqui na nossa cidade nós estamos fazendo discussões internas sobre o que fazer e como fazer. É claro que as festas presenciais dependeriam da evolução do vírus no país, no estado e na nossa cidade. Diante da evolução do vírus, não é possível e não é viável fazer a festa no seu molde tradicional“, afirmou.

De acordo com a prefeita, o evento não terá recurso municipal, já que os contratos firmados com a iniciativa privada em 2019 prevê investimento também em 2020. “Estamos construindo a possibilidade, com o viés da solidariedade, um evento que possa valorizar a cultura local e ser transmitido online“, pontuou.

“Não teremos festa junina”, anuncia Rui Costa

2020 não terá festejos juninos por conta do coronavírus (Foto: Divulgação)

O ano de 2020 será diferente no mês de junho na Bahia. Em uma live na terça-feira (28), o governador Rui Costa (PT) anunciou o adiamento dos festejos tradicionais, por conta do coronavírus. Dessa forma, nenhuma cidade poderá realizar as festas.

LEIA TAMBÉM

Prefeituras baianas decidem cancelar festa de São João em 2020

“Com todos os dados que nós temos, posso anunciar que não teremos festa junina em nenhuma cidade da Bahia. Por que na minha cidade, se não tem nenhum caso? Porque se tiver caso em qualquer cidade, as pessoas que têm carro e não têm festa na cidades delas vão querer ir“, afirmou.

Segundo o governador, mesmo que a situação esteja controlada até junho, seria um risco promover aglomerações de pessoas – inclusive turistas – o que pode agravar um novo cenário de covid-19 no Estado. Antes mesmo da oficialização de Costa, alguns gestores do interior já haviam cancelado as festas, a exemplo de Senhor do Bonfim.

Campo Formoso: Arraiá da Freguesia não será realizado em 2020

(Foto: Arquivo)

um município cancela as festas populares por causa da pandemia do novo coronavírus. Depois de Petrolina, Juazeiro, Senhor do Bonfim e Jaguarari, agora, a prefeitura de Campo Formoso anuncia o cancelamento de seus festejos.

Moradores e turistas não contarão com a animação do Arraiá da Freguesia, que é festejado no dia 13 de junho; da Festa do Padroeiro de Lage dos Negros; São João de Poços e São Tomé, além do São Pedro de Caraíba. A medida foi adotada diante da recomendação de se evitar aglomerações de pessoas por conta da pandemia de Coronavírus, com a estimativa de pico para os meses de maio e junho, segundo o Ministério da Saúde.

A iniciativa visa também evitar que comerciantes não venham sofrer prejuízos ainda maiores, caso, de fato, a festa tivesse de ser cancelada, depois de investimentos realizados.

Festas tradicionais da cidade de Canudos (BA) foram canceladas por causa da pandemia do novo coronavírus

(Foto: Ascom/PMC)

O Arraiá do Conselheiro, uma das festas juninas mais tradicionais da região norte da Bahia, não irá acontecer este ano. A exemplo de outros municípios como Senhor do Bonfim e Jaguarari, a prefeitura do município de Canudos, cancelou todos os festejos tradicionais da cidade.

O prefeito Genário Rabelo (Geo), levou em consideração a atual situação de emergência em saúde pública em função da pandemia do coronavírus. Estão cancelados os festejos em homenagem a Nossa Senhora da Graças que começaria no dia 1° de maio em Bendegó, a Cavalgada de Canudos, a tradicional Alvorada, o Arraiá do Conselheiro e as festas de São João e São Pedro das comunidades rurais.

Embora não haja nenhum caso confirmado da doença na cidade, para o prefeito Geo, é necessário evitar riscos à saúde pública. “Sabemos que essas festas tradicionais são importantes para o fortalecimento da nossa cultura e economia. Todos os anos conseguimos manter esses eventos e hoje lamentamos ter que tomar essa medida, mas precisamos colocar a saúde da população em primeiro lugar, garantindo bom atendimento médico e boas condições de trabalho para os profissionais de saúde”, afirmou.

A medida determina a relocação dos recursos que seriam gastos nos festejos para a área da saúde. Essa é mais uma das diversas ações emergenciais buscando evitar o contágio e a disseminação da Covid-19 em Canudos.

Prefeituras baianas decidem cancelar festa de São João em 2020

Festa de São João em 10 cidades foram canceladas (Foto: Ilustração)

10 municípios baianos decidiram cancelar as festas de São João em 2020, por conta da pandemia do novo coronavírus. O anúncio foi feito nessa terça-feira (7) e na lista estão Amargosa, Cruz das Almas, Ibicuí, Irecê, Itaberaba, Miguel Calmon, Piritiba, Santo Antônio de Jesus, Seabra e Senhor do Bonfim.

De acordo com a Prefeitura de Senhor do Bonfim, a decisão é conjunta e reúne as cidades do interior com as “maiores e mais tradicionais festejos juninos”. Além do festejo do São João estão cancelados também os eventos de São Pedro.

“Após diversas reuniões virtuais nos últimos dias e troca de informações, os gestores optaram por uma decisão coletiva, onde o combate à Pandemia foi priorizada“, destaca o Poder Executivo de Bonfim.

LEIA MAIS

Coronavírus: prefeitura de Jaguarari cancela todas as festas populares e religiosas previstas para 2020

(Foto: Regis Silva)

Em decreto publicado na edição do Diário Oficial do Município da última sexta-feira (27), o prefeito da cidade de Jaguarari, que fica na região norte do estado da Bahia, há 400 km de Salvador,  cancelou todas as festas populares e religiosas programadas para o exercício de 2020 em todo o município, entre elas as comemorações do São João, São Pedro de Pilar e dos Padroeiros dos distritos e povoados.

Prefeito Everton Rocha. (Foto: Divulgação/PMJ)

De acordo com o documento assinado pelo prefeito Everton Rocha, os recursos que seriam usados nesses festejos, serão redirecionados para as medidas de prevenção e combate à pandemia ocasionada pela infecção humana pelo novo coronavírus (COVID-19).

O decreto também autoriza as Secretarias do Município a transferirem toda e qualquer verba prevista como despesa nos festejos citados, para áreas da saúde, educação, ação social, finanças e obras públicas, visando o enfrentamento da pandemia da COVID-19. Clique aqui para acessar o Decreto na íntegra.

Programa Transforma Petrolina mobiliza população para doação de sangue

(Foto: iStock/Thinkstock)

Seguindo o exemplo da campanha realizada durante o carnaval, o Programa Transforma Petrolina, coordenado pela Primeira Dama Lara Secchi Coelho, mobiliza novamente a população em uma nova campanha para repor o estoque de sangue do Hemocentro da cidade.

Dessa vez, a ação se deve a pandemia do novo Coronavírus que se espalhou por todo o país. O objetivo é conscientizar as pessoas para que continuem doando sangue nesse momento de crise na saúde pública. Segundo a coordenadora do Programa Transforma Petrolina, Lara Secchi Coelho, “é preciso lembrar que as outras doenças continuam existindo e que a demanda de sangue no sistema de saúde só deve aumentar”.

Apesar das orientações para que as pessoas evitem sair de casa, os hemocentros garantem que a doação é feita em locais seguros. Para isso, a higienização vem sendo reforçada, fazendo o uso constante do álcool em gel para desinfetar o ambiente, além do uso contínuo dos equipamentos de segurança necessários, inclusive máscaras, por parte dos funcionários.

Onde doar?

Voluntários podem comparecer ao Hemope Petrolina que fica localizado na Rua Pacífico da Luz, s/n – Centro, no horário de 7h30 ao meio dia. Para evitar aglomerações e risco de contágio, é preferível que as pessoas façam o agendamento através do telefone (87) 3866-6601.

Veja os principais requisitos para a doação:

– Idade entre 16 e 69 anos;

– Peso mínimo 50kg;

– Bom estado de saúde;

– Não ter feito tatuagem ou piercing nos últimos 6 meses;

– Além disso, critérios adicionais de triagem clínica também estão sendo adotados devido a pandemia do coronavírus.

OBS: Não deve doar quem ingeriu bebida alcoólica nas 12 horas antecedentes a doação do sangue. Se a pessoa estiver com gripe ou resfriada, não deve doar temporariamente.

Miguel Coelho anuncia suspensão do São João de Petrolina

(Foto: Ascom/PMP)

Na noite desta segunda-feira (23), durante transmissão ao vivo em suas redes sociais, o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, informou que o São de Petrolina, e todos os festejos juninos que tenham aporte financeiro da prefeitura, deste ano está suspenso enquanto dure o estado de emergência de saúde pública na cidade, ou seja, por tempo indeterminado.

Segundo o gestor, a saúde da população petrolinense é prioridade neste momento. Vale ressaltar que, nesta segunda, Petrolina teve seu primeiro caso do novo coranavírus confirmado.

Isso a gente já havia deixado muito claro. Nossa prioridade é a saúde pública, são os investimentos necessários para que a gente possa segurar a transmissão do coronavírus e do H1N1. Todo dinheiro que era planejado para o São João está sendo investido na saúde, no social e na segurança para poder dar as respostas necessárias à sociedade”, disse Miguel.

Em coletiva de imprensa sobre o coronavírus, Miguel Coelho afirma que São João de Petrolina pode ser adiado ou cancelado

O prefeito de Petrolina (PE), Miguel Coelho (MDB), realizou uma coletiva de imprensa, na noite da última segunda-feira (16), para anunciar as novas medidas preventivas contra o coronavírus adotadas pelo município, com base em um decreto do gestor municipal.

LEIA TAMBÉM

Coronavírus: a partir de quarta, alguns estabelecimentos não poderão funcionar em Petrolina

Além das medidas de prevenção decretadas, outros pontos, que envolvem a economia, educação, turismo e eventos da cidade foram abordados pelos veículos de comunicação presentes no encontro. Dentre os assuntos, Miguel Coelho foi questionado sobre a realização do São João de Petrolina, maior e  mais esperado evento do município. Segundo o prefeito, tudo vai depender do coronavírus.

“Se a crise do covid-19 durar até junho, o São João vai ser adiado, se durar até o final do ano, vai ser cancelado. A gente não pode querer ter a pretensão de colocar o interesse de uma festa, o interesse econômico que o São João representa, por cima da saúde pública”, afirmou Miguel Coelho.

123