Gonzaga Patriota quer inclusão da carne de carneiro e bode no PAA

(Foto: Ascom)

Incluir a carne de carneiro e bode no Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). Essa é a intenção do deputado federal Gonzaga Patriota (PSB), que se reuniu com o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni na sexta-feira (15). Para Gonzaga, a aquisição das carnes também fortalecerá a agricultura familiar no Sertão do São Francisco.

O deputado federal informou que o Governo Federal deve comprar a carne produzida em Dormentes, a capital da Caprinovinocultura. “Dormentes é a capital da Caprinovinocultura, fruto de muito trabalho e esforço da agricultura dessa localidade, mas é importante que esse produto seja adquirido e chegue ao consumidor e o PAA faz exatamente essa ponte. Através desse programa, as carnes de bode e carneiro serão adquiridas com a parceria da prefeitura e, depois, distribuída em várias cidades. Essa ação vai movimentar a economia local, garantindo o escoamento da produção através da compra a preço justo de fornecedores“, disse Gonzaga.

Além de Dormentes, Araripina também pode ser beneficiada. Isso porque o parlamentar solicitou a compra da farinha produzida no município. “A farinha produzida em Araripina deste ano já foi comprada, fiz uma intermediação para levar esse produto para alguns municípios, como Itapetim, Solidão e Sertânia. Essas cidades vão receber farinha do Araripe e carne de Dormentes”, conclui Patriota.

INMET alerta para perigo potencial com mais chuva prevista no Sertão do São Francisco

Previsões de chuvas para Petrolina (Foto: Blog Waldiney Passos)

Depois da chuva de domingo (10), a manhã dessa segunda-feira (11) começou nublada e por volta de 8h20 os petrolinenses voltaram a ser agraciados por São Pedro. E segundo o Instituto Climatempo, o tempo deve permanecer assim pelos próximos dias.

Diante a possibilidade de mais chuva, o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) está com um alerta de “Perigo Potencial” para todo Sertão do São Francisco. De acordo com o INMET, pode chover entre 20 e 30 mm/h ou até 50 mm.

Defesa Civil

Ao mesmo tempo que a chuva traz alegrias, também liga o alerta nas comunidades mais periféricas. A Defesa Civil de Petrolina orienta a população que reside em pontos de risco para procurar ajuda através do 153. Outras orientações servem para todos as localidades: evite ficar embaixo de árvores, não use o telefone carregando na tomada e evite transitar por vias alagadas.

Apac emite alerta de chuva forte para a região

Sábado pode ser de chuva forte em Petrolina e região

O final de semana deve ser chuvoso na região e a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) emitiu um alerta de chuva forte para o Sertão do São Francisco e de Pernambuco. Segundo a Apac, pode chover com intensidade forte ao longo desse sábado (21).

O alerta é válido até 23h de hoje. Quem mora em localidades vulneráveis deve seguir as orientações da Defesa Civil dos seus municípios. Seguindo a mesma linha da Apac, o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) também emitiu um alerta para toda região. Pode chover entre 20 e 60mm e é provável que os ventos alcancem até 40 km/h.

Chuva no Sertão

Nas últimas 12h Petrolina registrou aproximadamente 10mm de chuva. Mas em outras cidades do Sertão os índices são impressionantes. São José do Belmonte, por exemplo, já contabiliza 69 mm. Ontem também foi um dica chuvoso em Floresta e Serra Talhada.

Vilmar Cappellaro é o mais bem votado no Sertão do São Francisco

Vilmar foi o prefeito mais bem votado da região (Foto: Ascom/PMLG)

Vilmar Cappellaro (MDB) foi mais um prefeito da região a ser reeleito no domingo (15). Atual gestor de Lagoa Grande, no Sertão do São Francisco, Vilmar emplacou mais um mandato com expressivos 79,25% dos votos. Ou seja, 12.203 eleitores optaram pela continuidade do seu trabalho.

Ele concorreu com Henrique Diniz (DEM), que somou 3.195 votos (20,75%). Com o resultado das urnas, Vilmar foi o gestor mais bem votado no Sertão do São Francisco. Inclusive, ele superou o prefeito reeleito de Petrolina, Miguel Coelho (MDB), que obteve 76,19% dos votos (121.300 eleitores apostaram na renovação do mandato).

Nas redes sociais, Vilmar agradeceu pela confiança dos eleitores. “Que felicidade imensa por saber que mais uma vez depositarem essa confiança em mim e Catharina Garziera. Vamos juntos fazer com que Lagoa Grande continue crescendo“, disse nas redes sociais.

Veja a seguir a votação dos prefeitos no Sertão do São Francisco:

  • Afrânio – Rafael Cavalcanti (PSB): 62,64%
  • Cabrobó – Galego de Nanai (Avante): 47,26%
  • Dormentes – Josimara Cavalcanti (PSB): 57,80%
  • Lagoa Grande – Vilmar Cappellaro (MDB): 79,25%
  • Orocó – Gueber (PT): 47,26%
  • Petrolina – Miguel Coelho (MDB): 76,19%
  • Santa Maria da Boa Vista – George Duarte (PP): 49,10%

SAAE esclarece a falta de água no interior de Juazeiro

(Foto: Ilustração)

A Divisão de Interior do Serviço de Água e Saneamento Ambiental – SAAE/Juazeiro, comunica aos moradores de Juremal, Carnaíba, Vila Juca Viana, Lagoa da Areia e Ponta D’água (Mandacaru) que a paralisação se deu pela queda de energia, após as últimas chuvas.

O setor informa ainda que já entrou em contato com a Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba) e o sistema de energia estará normalizado a partir das 12h dessa sexta feira (06) estabilizando também o abastecimento de água nestas localidades.

O ciclo das águas e as enchentes; por Roberto Malvezzi (Gogó)

Roberto Malvezzi (Gogó). (Foto: CPT/arquivo)

O Filósofo e Sociólogo Roberto Malvezzi, mais conhecido como Gogó, divulgou um novo artigo de sua autoria. Dessa vez sobre as enchentes causadas pelas chuvas.

Roberto Malvezzi (“Gogó”), nasceu em 1953, no município de Potirendaba, São Paulo. É graduado em Estudos Sociais e em Filosofia pela Faculdade Salesiana de Filosofia, Ciências e Letras de Lorena, em São Paulo. Também é graduado em Teologia pelo Instituto Teológico de São Paulo.

Casado, teve com sua esposa dois filhos e duas filhas, todos baianos. Atualmente, reside em Juazeiro (BA) e atua na equipe da Comissão Pastoral dos Pescadores (CPP) e Comissão Pastoral da Terra (CPT) do São Francisco.

Segue o artigo:

O ciclo das águas e as enchentes

Roberto Malvezzi (Gogó)

O ciclo das águas começa com as chuvas, a partir da evaporação dos oceanos. No Brasil e em parte do continente latino-americano, engrossado pela evapotranspiração da floresta Amazônica. Então, os rios voadores espalham chuvas por quase todo território nacional, que serão armazenadas em aquíferos como Guarani, Urucuia e Bambuí no Planalto Central. Depois, eles distribuem essas águas para todas as grandes bacias brasileiras.

Outra parte corre nos mananciais de superfície e volta ao mar, ou fica armazenada em mananciais de superfícies, como lagoas e lagos. Outra parte evapora e retorna para a atmosfera.

Assim, o ciclo das águas é fundamental para o ciclo da vida. Aqui na Caatinga, quando chove, a caatinga que parecia morta (estava hibernada) como que ressuscita, a vegetação fica verde em uma semana, reaparecem várias espécies de pássaros, insetos e outros animais que a gente não sabe dizer de onde vieram. Como diz um amigo criador de cabras, “até as cabras entram no cio”.

Entretanto, vêm também as enchentes. Não é culpa da natureza. As pessoas foram morar em lugares onde o espaço era das águas. Aqui na cidade de Juazeiro da Bahia, as enchentes ocorrem onde antes eram as lagoas marginais do Velho Chico e às margens dos riachos que ligavam essas lagoas à calha central do grande rio. Os riachos continuam como canais de esgoto a céu aberto. Todos os anos, quando a chuva é intensa como agora, vêm as tragédias socioambientais sobre a população que habita essas áreas de risco, muitas vezes transformando-se em tragédias humanitárias.

O saneamento básico da cidade – abastecimento de água potável, coleta e tratamento do esgoto, manejo dos resíduos sólidos e drenagem das águas pluviais – avançou muito em termos de abastecimento de água e coleta de esgoto. Diz o SAAE que a 95% da cidade. Mas, avançou pouco em termos de manejo dos resíduos sólidos e, menos ainda, na drenagem das águas de chuva. Um prato cheio para os adversários políticos em época de eleições municipais.

Um trabalho sério de avanço na drenagem das águas de chuva precisaria localizar todas as áreas alagáveis, fazer obras de drenagem que garantam o escoamento em tempos de chuva. Se não for possível, é preciso a relocação da população das áreas de risco, o que implica também numa política habitacional para a população relocada. Que a área das águas seja das águas. Essas ações implicam em planejamento técnico, humanitário, recursos financeiros e vontade política.

Será que algum candidato nessas eleições tem mesmo interesse em resolver esse desafio socioambiental da cidade?

Foragido da justiça é preso pela PRF após colidir em viatura da PM, em Petrolina

Homem foi preso após colidir em viatura (Foto: PRF/Divulgação)

Um foragido da justiça foi preso pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), na terça-feira (3), depois de colidir em uma viatura da Polícia Militar. O fato aconteceu na BR-428, no km 186, em Petrolina. O homem de 25 anos era procurado pelos crimes de furto qualificado, adulteração de sinal identificador de veículo automotor e corrupção de menores.

Depois de uma consulta aos documentos apresentados pelo homem, que estava em um moto, foi identificado o mandado de prisão em aberto, emitido em abril de 2018, pela 1ª Vara Mista de Princesa Isabel (PB). Segundo a PRF, o homem negou os crimes, mas depois disso que havia sido detido com uma moto adulterada.

Ele foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Petrolina, para adoção das medidas cabíveis. Ninguém se feriu na colisão entre a moto e a vaitura da PM.

Celpe aumenta número de equipes para atender população após chuvas

(Foto: Celpe/Divulgação)

O grande volume de chuva que vem caindo nos últimos dias no Sertão de Pernambuco, fez aumentar a demanda de serviço da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe). A Celpe informou, através de nota, que registra, desde segunda-feira (2), elevação no volume de chamados no Sertão pernambucano, em decorrência das fortes chuvas, associadas a ventos de maior intensidade e descargas atmosféricas, mais conhecidas como raios.

A nota informa que preventivamente, a empresa redobrou o número de equipes de prontidão e está atuando no restabelecimento da energia com a maior brevidade possível nas áreas afetadas.

LEIA MAIS

Municípios do Sertão registram forte chuva no feriado de Finados

Choveu forte em outras cidades do Sertão, a exemplo de Santa Maria da Boa Vista

O feriado de Finados (2) também foi marcado por muita chuva no Sertão de Pernambuco. Além de Petrolina, que teve uma média de 40 mm ontem, alguns municípios chegaram a contabilizar mais de 60 mm em apenas 24 horas. Os dados são da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac).

Afogados da Ingazeira liderou o ranking das últimas 24 horas com acumulado de 143,18 mm. Parnamirim aparece em segundo lugar, totalizando 89,67mm. Sertânia somou 63,67 mm e Floresta teve 45,10mm de chuva. Conforme mostrado mais cedo, em Petrolina a Cohab Massangano teve 90 mm.

A previsão é de mais chuvas no Sertão do São Francisco e de Pernambuco. A Apac afirma que o dia será nublado, com chuva e trovoada, especialmente à noite. As máximas variam de 32ºC a 24°C.

 

Previsão é de mais chuva no Sertão do São Francisco e duas regiões de Pernambuco

Previsão de mais chuva forte na região (Foto: Blog Waldiney Passos)

Diante da possibilidade de mais chuva, a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) emitiu um aviso meteorológico ao Sertão do São Francisco e de Pernambuco. O alerta foi publicado às 10h dessa segunda-feira (2) e é válido até a madrugada desta terça-feira (3).

Segundo a Apac, a previsão do tempo “indica chuva com intensidade moderada a forte” também no Agreste do Estado. A população que reside em áreas de risco deve seguir as orientações da Defesa Civil dos seus respectivos municípios.

Conforme mostramos mais cedo, apenas na Cohab Massangano choveu 51,80 mm durante a madrugada. Em Orocó choveu 20,15 mm e em Lagoa Grande o acumulado foi de 11,89mm.

Sertão de Pernambuco está em alerta laranja do INMET 

Alerta tem validade até 18h dessa quarta-feira (Foto: Reprodução/INMET)

As altas temperaturas, somadas a baixa umidade, levaram o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) a emitir um alerta ao Sertão de Pernambuco. O Alerta Laranja é o segundo mais grave na escala do Instituto e tem validade até 18h dessa quarta-feira (21).

A cor laranja indica “Perigo” porque a umidade relativa do ar está entre 20% e 12%. Além dos problemas de saúde, há outro risco: as queimadas, que tiveram um aumento nesse ano. Chama a atenção Petrolina não ter sido incluído no alerta.

Cidades em alerta

Contudo, outras cidades da região estão na lista: Araripina, Bodocó, Cabrobó, Cedro, Dormentes, Exu, Granito, Ipubi, Moreilândia, Parnamirim, Salgueiro, Santa Cruz, Santa Filomena, Serra Talhada, Serrita, Terra Nova e Trindade.

Orientações

Diante do alerta, o INMET repassou algumas orientações aos sertanejos. É importante manter-se hidratado, evitar atividades físicas nos horários mais quentes, umidificar o ambiente e em casos de incêndios, acionar a Defesa Civil (199) ou Corpo de Bombeiros Militar (193).

IF Sertão-PE abre inscrições para transferência, reingresso, professor da rede pública de ensino e portador de diploma; unidades de Petrolina são beneficiadas

Petrolina Zona Rural do IF Sertão-PE.

Estão sendo disponibilizadas 117 vagas para o preenchimento de vagas através dos critérios de transferência, reingresso de outra instituição de ensino superior, professor da rede pública de ensino e portador de diploma. Os aprovados ingressarão no segundo semestre deste ano, nos campi Petrolina, Petrolina Zona Rural, Ouricuri, Floresta, Serra Talhada e Salgueiro.

As inscrições podem ser feitas até a próxima sexta-feira, 23 de outubro, pelo sistema eletrônico https://spvo.ifsertao-pe.edu.br/.

LEIA MAIS

Apac renova alerta de baixa umidade no Sertão de São Francisco e de Pernambuco

Alta temperatura e baixa umidade são risco à saúde

A Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) renovou a validade do alerta de baixa umidade nos municípios do Sertão. O “Estado de Alerta” é válido até esta sexta-feira (9), para o Sertão do São Francisco e o Sertão de Pernambuco.

No comunicado, a Apac destaca que a umidade segue abaixo de 20% – valor considerado de risco – no período da tarde. Em decorrência disso, há risco à saúde dos sertanejos. Ressecamento da pele, irritação dos olhos e sangramento das narinas são alguns dos problemas.

O clima seco também propicia os incêndios na Caatinga. Diante dos valores inferiores a 20%, a Apac faz uma série de alertas. Evite exercícios físicos entre 10h e 16h, se hidrate, evite exposição solar e aglomerações em ambientes fechados.

Apac emite alerta de baixa umidade para Sertão de Pernambuco

Saiba os cuidados que devem ser tomados

O forte calor já vem sendo sentido pelos sertanejos desde o final de setembro. Justamente por isso, na manhã dessa quinta-feira (1°) a Agência Pernambucana de Águas e Climas (Apac) emitiu um aviso de baixa umidade à região. O alerta é válido até a próxima segunda-feira (5).

A Apac explica que a presença de uma massa de ar seco está propiciando os baixos valores de umidade relativa do ar. Como resultado, devem-se atingir os valores abaixo de 20%, de hoje até a segunda-feira, em grande parte no Sertão do São Francisco e de Pernambuco.

Riscos e cuidados

De acordo com a Apac, quando a umidade relativa do ar está entre 20% e 30% pode-se considerar um Estado de Atenção. Mas, qual a consequência da baixa umidade? Irritação nos olhos, ressecamento da pele, aumento de incêndios, sangramento no nariz e complicações respiratórias são alguns dos problemas. Como evitar problemas de saúde nesse período de altas temperaturas e pouca umidade?

As dicas da Apac são as seguintes:

  • Evitar exercícios físicos ao ar livre entre 11 e 15 horas;
  • Umidificar o ambiente através de vaporizadores, toalhas molhadas, recipientes com água, molhamento de jardins etc;
  • Sempre que possível permanecer em locais protegidos do sol, em áreas vegetadas etc;
  • Consumir água à vontade.

Operação erradica mais de 80 mil pés de maconha no Sertão de Pernambuco

Um homem foi preso em Santa Maria da Boa Vista (Foto: Polícia Federal/Divulgação)

Uma operação conjunta das polícias Civil e Militar de Pernambuco e da Polícia Federal erradicou 80,3 mil pés de maconha em municípios do Sertão. A ação foi realizada entre os dias 9, 11 e 18 de setembro. A droga estava sendo cultivada em propriedades rurais de Santa Maria da Boa Vista, Carnaubeira da Penha e ilhotas do Rio São Francisco.

Também foram erradicadas 18.640 mil mudas, 30,5 kg de maconha pronta para consumo e quatro kg de sementes. As ações são um desdobramento da Operação Muçambê, que contou com suporte da PF em Brasília (DF).

Durante as investidas contra as propriedades, um homem de 22 anos foi detido em flagrante na cidade de Santa Maria da Boa Vista no dia 11/09. Ele já está preso na Cadeia Pública de Salgueiro. Participaram da ação a PF de Salgueiro, as 1ª, 2ª e 7ª CIPM, BEPI e equipes da Civil. Todo o material, caso fosse colhido e prensado, renderia 27 toneladas da erva no mercado.

12345