Prefeitura de Juazeiro aciona Ministério Público contra Sintrab Saúde

(Foto: Ascom/PMJ)

A Prefeitura de Juazeiro-BA está acusando o Sintrab Saúde de violar o decreto que proíbe aglomerações, em prevenção a proliferação do novo coronavírus. O fato teria ocorrido na manhã desta quinta-feira (23), no Paço Municipal.

De acordo com a gestão municipal, integrantes do sindicato, liderados pela presidente Telma Marineide adentraram o local causando aglomeração.

“O grupo alegava reunião com o prefeito, sem agendamento. A Procuradoria Geral do Município (PGM) vai noticiar ao Ministério Público este descumprimento de Decreto, desobediência civil e causando coação a servidores públicos”, declarou a PMJ.

Ainda de acordo com a gestão, neste período de pandemia, as reuniões no gabinete do prefeito têm acontecido com público reduzido e obedece ao distanciamento orientado pela Organização Mundial da Saúde. “A sindicalista repete o ato, desrespeitando a sociedade, pois já havia promovido ajuntamento de pessoas e tentado invadir a sala da secretária da Saúde, recentemente, sem prévio agendamento”, acrescentou.

O Procurador geral do Município de Juazeiro, Eduardo Fernandes, informou que vai acionar o Ministério Público da Bahia contra o Sintrab Saúde.

“Em mais um oportunidade, a sindicalista usa de um expediente da má política, tentando criar fatos, e pondo as pessoas em risco, pois as aglomerações causam maior risco de contágio. Vamos acionar o Ministério Público para que tome as medidas cabíveis, tendo em vista que a promoção de aglomeração, contrariando o decreto Municipal pode, em tese, configurar crime previsto no CP”, afirmou.

Servidores de vários setores da Prefeitura de Petrolina recebem máscaras faciais doadas pelo Sindsemp

As máscaras faciais produzidas para doação aos profissionais que estão na linha de frente do combate ao coronavírus, foram distribuídas em Unidades de Saúde, Guarda Civil e Ampla.

Na Guarda Civil Municipal foram distribuídas 80 máscaras para os membros que trabalham nas viaturas e nas ruas. A Associação da guarda civil recebeu os equipamentos com alegria, já que foram um reforço para a corporação que fica exposta durante as abordagens.

“A coisa é séria, é grave, tem que ter a união de todos, e nós queremos agradecer ao Sindsemp. Essas máscaras devem contemplar e proteger a todos na guarda”. Agradeceu o presidente da associação dos Guardas Civis Municipais, Jussiê Mendes.

LEIA MAIS

Sindsemp doa macacões e máscaras faciais para servidores e servidoras do SAMU

(Ascom/Sindsemp)

Nessa quinta-feira (9), membros da diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sindsemp) levaram aos condutores do Samu e aos socorristas, máscaras faciais de proteção e macacões impermeáveis para os servidores e servidoras que podem ter contatos com pacientes contaminados pelo coronavírus em Petrolina. 64 unidades de cada produto, para atender também médicos, enfermeiros.

Desde as primeiras medidas preventivas adotas pelo município contra a Covid-19, o Sindsemp tem realizado várias ações para acompanhar de perto o trabalho de servidores e servidoras, principalmente das categorias que estão na linha de frente de atendimento à população, como as equipes de Unidades de Saúde da Família, Hospitais e Samu. A preocupação tem sido a segurança e o bem estar do servidor.

LEIA MAIS

Após descumprimento de ordem judicial, Sintraf pede aplicação de multa no valor de R$ 87 mil contra o STTR

(Foto: Divulgação)

Em novembro do ano passado, uma sentença da juíza Marília Gabriela Mendes, da 2ª Vara da Justiça do Trabalho de Petrolina, anulou a atuação do Sindicato dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (STTR). Agora, dois meses depois, um novo requerimento junto à 2ª Vara do Trabalho de Petrolina cobra a execução imediata e a aplicação da multa de R$ 87 mil por descumprimento de ordem judicial.

O documento, apresentado pelo Sindicato dos Agricultores Familiares (Sintraf), acusa o STTR de permanecer exercendo ilegalmente atividades, como cobrança de mensalidades, realização de assembleias e uso de meios políticos para a apropriação de programas sociais do poder público, uma vez que a existência da entidade “desafia decisão judicial”. A reclamação também solicita a possibilidade de o descumprimento caracterizar crime de desobediência.

“Numa clara afronta às instituições, buscaram [diretores] meios políticos de firmar parceria para entrega de milho na cidade de Petrolina, meses depois da decisão judicial que determinou que os mesmos se abstivessem de representar a categoria”, diz um trecho do requerimento.

LEIA MAIS

Sindesemp realiza assembleia geral nesta quinta-feira (19)

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Petrolina (SINDSEMP), convoca todos os servidores associados, para uma Assembleia Geral Extraordinária, a ser realizada nesta quinta-feira(19), às 8h, no auditório do Hotel Grande Rio, com pauta voltada à Eleição do Conselho Fiscal, triênio 2019/2022.

De acordo com o sindicato, esse é um momento importante para todo o quadro de servidores que trabalham para o melhor funcionamento do serviço público da nossa cidade.

Centrais sindicais alinham pautas da greve geral do dia 14

(Foto: Internet)

A greve geral convocada pelas centrais sindicais para o dia 14 de junho toma força nos bastidores, com a mobilização dos grupos contrários às reformas do presidente Jair Bolsonaro (PSL). De acordo com o Jornal do Commercio, o movimento quer “derrubar” a reforma da Previdência, principal demanda de Bolsonaro.

O movimento sindicalista realizará até o dia da greve uma a agenda dos sindicalistas inclui plenárias estaduais para mobilização e também o apoio à segunda manifestação da União Nacional dos Estudantes (UNE) em resposta às medidas de contingência no Ministério da Educação, marcada para o dia 30.

Hoje (22) dirigentes dos principais sindicatos do país estão reunidos no Rio de Janeiro, para fortalecer a mobilização. Nos estados os representantes também alinham as demandas e um dos itens que ganha força na pauta de reivindicações é o viés ideológico do governo.

Chapa 2 vê “contaminação” no processo eleitoral do SINDSEMP

Segundo Chapa 2, a própria Comissão Eleitoral descumpriu suas determinações (Foto: Blog Waldiney Passos)

Houve irregularidade na apuração e a Comissão Eleitoral do Sindicato dos Servidores Municipais de Petrolina (SINDSEMP) contribuiu para isso. Essa foi a alegação feita pela Chapa 2 durante uma coletiva de imprensa hoje (29), realizada na Câmara de Vereadores.

Segundo o advogado da Chapa 2, Douglas Pires, a Comissão Eleitoral agiu de forma errada ainda na apuração dos votos em 14 de agosto e continuou prejudicando a chapa derrotada também após decisão imposta pelo desembargador Stênio José de Sousa Neiva Côelho, da 2ª Câmara Cível de Recife, publicada no dia 15 de março desse ano quando ficou determinado a “contagem dos votos, determinando o término de preenchimento do mapa, lavratura da ata a proclamação dos eleitos”.

LEIA TAMBÉM:

Chapa 1 é declarada vencedora em nova apuração do SINDSEMP

Justiça de Petrolina determina apreensão de urnas utilizadas na eleição do Sindsemp

A nova apuração aconteceu nessa semana e na quarta-feira (27) a Chapa 1 foi declarada vencedora. Contudo, houve novamente falha da Comissão Eleitoral. “Eles recontaram seis urnas e anularam essas seis urnas. Chegou o momento da contagem dos votos em separado, em arredio do que foi determinado pelo desembargador e do seu próprio ato deliberativo eles não fizeram a recontagem dos votos em separado. Se finalizaram a contagem dos votos, qual é o resultado dos votos em separado?”, questionou Pires.

LEIA MAIS

Chapa 2 aciona Justiça por resultado da nova apuração na eleição do SINDSEMP

Pleito do dia 14 foi anulado por falhas no processo eleitoral, nova apuração teve como vencedor Chapa 1 (Foto: Arquivo)

A eleição do Sindicato dos Servidores Municipais de Petrolina (SINDSEMP) ganhou mais um capítulo. A Chapa 2, encabeçada por Magda Feitoza novamente acionou a Justiça contra o resultado da última quarta-feira (27) que consagrou a Chapa 1 vencedora.

LEIA TAMBÉM:

Chapa 1 é declarada vencedora em nova apuração do SINDSEMP

Para esclarecer os motivos de acionar a Justiça a Chapa 2 realizará uma coletiva de imprensa nessa sexta-feira (29), às 9h na Câmara de Vereadores. Os candidatos do grupo não concordam com o resultado das urnas e denunciam irregularidades na apuração.

Chapa 1 é declarada vencedora em nova apuração do SINDSEMP

Com resultado, Walber Lins se mantém no cargo (Foto: Blog Waldiney Passos)

A apuração da eleição no Sindicato dos Servidores Municipais de Petrolina (SINSEMP) foi concluída na quarta-feira (27), meses após uma celeuma iniciada em agosto de 2018, que foi parar na Justiça. Por decisão do Judiciário os votos foram recontados e com a decisão de ontem a Chapa 1 foi declarada vitoriosa.

Dessa forma o atual presidente Walber Lins se mantém no cargo no quadriênio 2018/2021. Representantes das duas chapas acompanharam a votação realizada pela Comissão Eleitoral do pleito, cujo presidente é Adjones Fernandes.

LEIA TAMBÉM:

Justiça determina recontagem de votos na eleição do SINDSEMP

Sindsemp emite nota confirmando Walber Lins como presidente do sindicato

Apuração de votos na eleição do Sindsemp continua indefinida

Representantes da Ordem dos Advogados do Brasil de Petrolina (OAB-PE), Agrinaldo Sidrônio de Santana e o oficial de Justiça, Cleido Rodrigues da Silva também acompanharam o o processo. A Chapa 1 foi eleita com 665 votos, contra 635 da chapa 2.

Os votos brancos foram 18 e os nulos 15, totalizando 1.333 votos válidos. As seis com irregularidades comprovadas, foram anuladas. A ata da apuração, segundo o SINDSEMP foi aprovada e assinada por todos os envolvidos na apuração.

Manifestantes se unem contra a Reforma da Previdência, grupo seguirá em marcha por ruas de Petrolina

Grupo seguir[a em marcha por ruas do Centro (Foto: Blog Waldiney Passos)

A sexta-feira (22) é destinada a manifestações populares contrárias a reforma da Previdência. Em Petrolina, a Praça do Bambuzinho, no Centro, foi escolhida como local de concentração dos integrantes de sindicatos, estudantes e servidores estaduais, federais e sociedade no geral.

O ato é nacional, organizado pela Frente Brasil Popular. Segundo o integrante da Frente, Bismarques Augusto o grupo ficará concentrado até às 10h e seguirá em marca por algumas ruas da cidade. “A gente está com o calendário de luta contra a reforma da previdência, esses atos estão acontecendo em todo Brasil. Vamos sair em marcha até o Mercado Turístico”, disse ao Blog Waldiney Passos.

Representando a vereadora Cristina Costa (PT) que está em Brumadinho (MG), Célia Alves afirmou que os trabalhadores devem estar atentos a reforma. “A classe mais afetada será o trabalhador com retirada de direitos, só nós vamos perder com isso”, afirmou.

LEIA MAIS

Eleição do Sindicato dos Médicos de Pernambuco acontece nesta terça-feira

(Foto: Ilustração)

Nesta terça-feira (19), os médicos pernambucanos vão às urnas para eleger a nova Diretoria do Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe) para o triênio 2019-2022. Além de eleger os novos diretores, a categoria irá escolher os novos membros do Conselho Fiscal da entidade, os delegados e os diretores das regionais de Caruaru, Petrolina, Garanhuns e Ouricuri.

Apenas a Chapa 1 registrou os seus candidatos. A médica obstetra Claudia Beatriz Camara, atual vice-presidente da entidade, disputa a presidência. Walber Steffano é o candidato a vice-presidente. O atual presidente Tadeu Calheiros é candidato a Secretário Geral do Simepe.

Podem participar das eleições os médicos associados ao Simepe que não tenham débitos com a tesouraria. As eleições ocorrem das 8h às 21h. São 31 locais de votação espalhados por todas as regiões do Estado. Os novos diretores e membros do Conselho Fiscal serão eleitos em cédulas separadas, conforme prevê o Estatuto Social do sindicato.

LEIA MAIS

Terceirizados de escolas estaduais fazem manifestação na GRE de Petrolina e cobram pagamento de salários

Categorias se uniram para cobrar direitos (Foto: Blog Waldiney Passos)

O prédio da Gerência Regional de Educação (GRE) de Petrolina amanheceu nessa segunda-feira (18) com uma movimentação diferente. Funcionários de empresas terceirizadas que trabalham nas escolas estaduais da cidade e região do Sertão pernambucano estão reunidos para cobrar o pagamento dos salários em atraso.

Porteiros, merendeiras e auxiliares de serviços gerais denunciam que as empresas contratadas pelo Governo de Pernambuco desrespeitam o quinto dia útil, além de atrasar o pagamento de vale alimentação e transporte. O presidente do Sindicato Intermunicipal dos Empregados em Empresas de Asseio, Conservação, Limpeza Urbana e Condomínios do Sertão Pernambucano (Siemaco), João Soares, as terceirizadas sempre atrasam o pagamento.

“Todo mês essas empresas elas só pagam o salário no último dia do mês e às vezes passam para o dia seguinte. A gente quer que eles cumpram a norma da CLT. O Estado não se preocupa em colocar empresas que possa cumprir com as obrigações, que possa se produzir melhor as atividades. Não dão vale transporte, não pagam salário e isso é um desrespeito ao trabalhador”, disse ao Blog Waldiney Passos.

Segundo João, o salário de fevereiro está atrasado e ainda não há previsão de pagamento por parte da Unika (porteiros), Soluções (serviços gerais) e Premium (merendeiras). O grupo está na GRE tentando uma reunião com representantes do Estado.

LEIA MAIS

FTC Petrolina firma parceria com SINDSEMP e beneficia 20 mil pessoas

(Foto: Ascom)

A Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC) assinou convênio na última semana com o Sindicato de Servidores Municipais de Petrolina – SINDSEMP. A iniciativa pretende dar 5% a mais de descontos nas promoções vigentes, podendo chegar a uma dedução de mais de 55% nos cursos de graduação e abatimento de 20% nos cursos de pós-graduação. Além disso, os servidores também serão beneficiados com treinamentos, palestras e outros serviços, sendo mais de 20 mil contemplados (servidores e seus dependentes diretos) com esta parceria.

Para o presidente do SINDSEMP, Walber Lins, a parceria significa uma grande oportunidade de garantir a formação permanente dos servidores. “Teremos cursos de graduação e pós-graduação de qualidade com preços acessíveis para nossos servidores e seus familiares. A educação traz consigo a transformação do indivíduo, portanto estamos muito satisfeitos”, frisou.

Já o diretor da FTC Petrolina, Andrei Mello, falou sobre importância de a FTC estar na atuando comunidade com parcerias deste porte. “Nosso objetivo é proporcionar à população de Petrolina acesso à Educação de qualidade, a fim de auxiliar no crescimento e no aperfeiçoamento do profissional. Nossa meta é estar cada vez mais próximos da comunidade, realizando também ações nos bairros que possam contribuir com o desenvolvimento da Região do Vale do São Francisco”, explicou.

Sindsemp emite nota confirmando Walber Lins como presidente do sindicato

Presidente do Sindsemp, Walber Lins.(Foto: Blog Waldiney Passos)

O Sindicato dos Servidores Municipais de Petrolina (Sindsemp) divulgou uma nota sobre a situação da diretoria executiva da corporação após a justiça reconhecer Walber Lins como presidente do sindicato.

Segundo a nota, a justiça não reconheceu a assembleia realizada no final de outubro do ano passado, em que foi constituída uma nova junta governativa, encabeçada por Magda Mangabeira. Ainda de acordo com o documento, a decisão determinou a manutenção por tempo indeterminado de Walber Lins como presidente da diretoria do sindicato.

Dias antes da assembleia, que aconteceu no Hotel Grande Rio, o Sindsemp emitiu um comunicado alertando os servidores sobre a nulidade do encontro. O objetivo era evitar que os trabalhadores sofressem descontos por motivo de falta, já que os idealizadores da assembleia não poderiam emitir declaração de comparecimento.

LEIA MAIS

Apuração de votos na eleição do Sindsemp continua indefinida

Magda Oliveira e Walber Lins, candidatos à presidência do Sindsemp

Na última terça-feira (14) muitos servidores do município foram às urnas votar na eleição para renovação da diretoria do Sindicato dos Servidores Municipais de Petrolina (Sindsemp). O pleito, aparentemente, ocorreu sem maiores problemas, mas a apuração dos votos está gerando muita polêmica.

Por volta das 03h00 da manhã desta quinta-feira (15), a comissão responsável pela realização da eleição decidiu, após contabilizar os votos das 31 urnas apuradas, suspender a apuração restando apenas a contagem dos votos em separado no total de 134. Ficou decido naquela oportunidade que a apuração seria retomada a partir das 16h00 de hoje.

Com a apuração das 31 urnas o resultado parcial colocava em vantagem a Chapa 2, encabeçada pela professora Magda Oliveira Mangabeira Feitosa, com 1007 votos contra 950 votos da chapa 1, encabeçada pelo o atual presidente Walber Lins.

De acordo com informações de alguns servidores a apuração continua suspensa e o clima é tenso em frente a sede do sindicato, também nos repassaram que haveria um pedido de impugnação de algumas urnas, mas nossa reportagem não conseguiu confirmar essa informação.

O que se sabe é que integrantes das duas chapas e da comissão especial da eleição se encontram dentro do prédio do sindicato discutindo o impasse, portanto, aguardamos novas informações para divulgarmos se haverá ou não a continuação da apuração ainda hoje ou se o pleito será prejudicado por algum motivo.

123