Universidade Federal do Vale do São Francisco se manifesta contrária ao ‘Future-se’

(Foto: Divulgação)

O Conselho Universitário, órgão superior deliberativo da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Conuni-Univasf), tornou pública a Decisão Nº 65/2019 que trata da posição institucional da Univasf sobre o programa Future-se. No último dia 9, o Conuni, órgão máximo da instituição, que conta em sua composição com representantes das comunidades acadêmica e externa, aprovou Carta de Recusa à minuta do Projeto de Lei (PL) do programa, anunciado pelo Ministério da Educação (MEC) em julho deste ano.  O ato sinaliza alterações à proposta original do MEC, com base no princípio constitucional da autonomia universitária.

Segundo avaliação dos conselheiros, o modelo proposto, conforme minuta do PL, poderá impactar o direcionamento de atividades de pesquisa, ações de ensino, extensão e de inovação tecnológica das Instituições Federais de Ensino Superior (Ifes). A previsão de contrato com Organizações Sociais (OS), de modo impositivo para adesão das Ifes ao programa, também foi apontada como ameaça à autonomia da universidade. Dividido em três eixos, Gestão, Governança e Empreendedorismo, Pesquisa e Inovação, e Internacionalização, o Future-se prevê, ainda, entre outras iniciativas, a criação de diferentes tipos de fundos de investimento e fomento às ações programadas, e de um comitê gestor externo à universidade, caracterizado como entidade de supervisão e controle.

LEIA MAIS

Aldeia do Velho Chico celebra 15 anos com grande programação em Petrolina, Juazeiro e Lagoa Grande

(Foto: Ascom)

Durante o mês de agosto Petrolina vai se tornar a capital cultural do Sertão pernambucano.  De 16 a 31 o Sesc, em parceria com a Prefeitura Municipal, movimentará a cidade com a realização da 15ª edição da Aldeia do Velho Chico – Festival de Artes do Vale do São Francisco. A programação comemorativa de 15 anos do festival, que acontecerá em Petrolina, Juazeiro (BA) e Lagoa Grande (PE), foi lançada na manhã desta quinta-feira (8)  no Teatro Dona Amélia. Consolidado como importante projeto multicultural do Vale do São Francisco, a Aldeia é um desdobramento do Palco Giratório, maior projeto de artes cênicas em circulação no país, e contará com a participação de mais de cem artistas regionais e nacionais.

O homenageado desta edição será o Grupo TPA (Teatro Popular de Arte) de Petrolina, companhia que contribuiu para a construção do movimento teatral na região, com uma trajetória de mais de 30 anos. O tema escolhido para a edição é a hashtag  #SOMOSALDEIA. “O projeto solidificou uma política de cultura. Desde 2005, se a gente for fazer uma avaliação, a quantidade de grupos que surgiu a partir da expectativa do festival, para acolher suas produções, é muito grande. Percebemos ao longo dos anos o crescimento das linguagens artísticas, mostrando que é possível profissionalizar a arte. É o festival que tem trazido espetáculos atuais, contemporâneos, artistas que trazem outros modos de produzir. É um festival atento ao tempo, as discussões atuais, como: racismo, intolerância, violência contra a mulher, homofobia. Pensar isso dentro dos recortes curadoriais também são demandas deste festival, que acaba sendo também um lugar de educação através da arte”, destaca o supervisor de cultura do Sesc Petrolina, Jailson Lima.

Programação

A abertura acontece no dia 16 de agosto, a partir das 15h, no Sesc Petrolina, com a Mostra Pedagógica das Oficinas que terão início no dia 12, seguida pelo Painel de Visualidades da Aldeia, apresentação do Reisado da Comunidade Quilombola Mata de São José (Orocó-PE) e Maracatu Beira-rio (Petrolina). Logo depois, às 17h, o tradicional cortejo Abre Alas pro Velho Chico parte do Sesc e vai percorrer as principais ruas do centro comercial da cidade com a Frevuca, até a Orla. A partir das 18h, a programação acontecerá no palco montado na Orla de Petrolina, com apresentações do Reisado da Comunidade Quilombola do Lambedor (Lagoa Grande-PE), São Gonçalo de Amarante de Zezinho do Vira Beiju (Petrolina), Quadrilha Explode Coração (Petrolina) e Quadrilha Buscapé (Juazeiro-BA). Os shows musicais serão abertos às 19h30 com a cantora caruaruense Gabi da Pele Preta e logo depois o grupo Mande in Quebrada (Juazeiro-BA). A noite de abertura será encerrada com o show Tecnomacumba, da cantora maranhense Rita Beneditto.

LEIA MAIS

Hospital Universitário inicia implantação de projeto para agilizar atendimentos na emergência

(Foto: Internet)

O Hospital Universitário (HU-Univasf), em parceria com o Hospital Sírio Libanês, começou o processo de implementação do projeto Lean nas Emergências, com o propósito o propósito de otimizar e dar maior resolutividade aos atendimentos emergenciais. A execução da metodologia é mais uma iniciativa da unidade para tentar controlar e amenizar os efeitos da superlotação. Durante o mês de julho, o hospital registrou uma média de ocupação de 168%.

A equipe do hospital paulista esteve na unidade reunida com profissionais de diversas áreas do HU entre os dias 31 de julho e 01 de agosto. Esse foi o segundo dos 12 encontros que acontecerão nos próximos meses. Na ocasião, foram apresentados as características e objetivos da ferramenta e o resultado de uma análise realizada no setor de Emergência e Urgência do HU. “Esse primeiro momento de diagnóstico foi importante para mostrar a nossa situação. Percebemos que é possível reduzir o tempo de espera e o quantitativo de pacientes no nosso corredor. Os colaboradores estão engajados e acredito que vamos conseguir bons resultados”, comentou o chefe da Unidade de Planejamento do HU, Thiago Magalhães.

LEIA MAIS

Alerta: falso anúncio de emprego para obras de Petrolina circula em grupos de WhatsApp da região

(Foto: Internet)

Nos últimos dias, os grupos de WhatsApp da região foram tomados por uma anúncio falso que promete vagas de emprego em obras de uma suposta duplicação da “Rodovia BR Petrolina ao Vivendas”. O informativo fraudulento apresenta mais de 20 vagas nas áreas de auxiliar administrativo, operador de trator, auxiliar de escritório, copeira, auxiliar de produção, técnico em enfermagem, eletricista, entre outras.

A equipe de Produção do Blog Waldiney Passos apurou o conteúdo do anúncio e verificou que a empresa “A GG Construtora” é inexistente, o endereço de e-mail disponibilizado é inválido, e o número de celular disponível para contatos, pertence à uma pessoa que afirma desconhecer a empresa.

Em nota divulgada na tarde de hoje (31), a Prefeitura Municipal de Petrolina alerta a população:  “Para evitar qualquer tipo de constrangimento, a prefeitura esclarece que trata-se de um  anúncio falso que deve ser descartado por quem o receba. A Secretaria de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos (Seinfra) reforça ainda que todos os processos seletivos verdadeiros são comunicados nas páginas oficiais nas redes sociais da prefeitura e orienta que a comunidade não forneça qualquer tipo de dado pessoal”, conclui a nota.

Atração internacional encerra Congresso de Odontologia do Vale do São Francisco neste sábado 

(Foto: Divulgação)

A principal atração deste sábado (27), em Petrolina (PE), durante o encerramento da 4ª edição do Congresso Internacional de Odontologia do Vale do São Francisco (CIOVASF), é o professor e doutor especialista em dentística restauradora, Ronaldo Hirata. Autor dos livros “Tips” e “Shortcuts” (Editora Artes Médicas), ele se divide entre as atividades na New York University, onde é professor de Biomateriais e Biomimética, sua clínica privada em Curitiba e cursos que ministra ao redor do mundo. A partir das 9h, ele vai apresentar no auditório do Senai o curso: ‘Odontologia Restauradora Estética’.

Com quase 90 mil seguidores no Instagram e 60 mil no Facebook, Hirata vai expor uma visão inovadora acerca de temas relativos a técnicas restauradoras com diferentes materiais. Apaixonado pelo que faz, este profissional, que sonha “em melhorar a vida dos dentistas com procedimentos mais simples e predizíveis, melhorar a vida de pacientes que realmente precisam não por uma vaidade midiática, mas por saúde física e emocional”, também promete chamar a atenção dos congressistas demonstrando soluções clínicas que já fazem parte da Odontologia moderna em todo mundo.

LEIA MAIS

Protagonismo feminino: jornalistas do Vale do São Francisco criam projeto para pautar esporte

Maria Akemi e Thamires Santos, criadoras do projeto de jornalismo esportivo. (Foto: Blog Waldiney Passos)

“O esporte sob a ótica delas”. Essa é a frase que descreve no Instagram, o projeto “Elas e os Esportes“, das jornalistas Maria Akemi e Thamires Santos. Com o objetivo de pautar esporte, o projeto pioneiro na região do Vale do São Francisco foi lançado em abril deste ano, e surgiu em meio à ausência da atuação feminina no jornalismo esportivo e do desejo de protagonizar a área ainda muito restrita aos homens.

“Uma oportunidade de dar visibilidade também a quem faz o esporte no Vale, principalmente mulheres. Não somos sexistas, quem acompanha sabe que também falamos de qualquer esporte de maneira geral. Não esquecendo do cenário nacional. Não queremos apenas falar de mulheres no esporte, queremos falar de tudo!”, explicou Thamires Santos.

Destemidamente, as jornalistas do “Elas” escolheram as redes sociais como plataforma de atuação. É pelo Instagram, Facebook e youtube, que as comunicadoras, mentoras do projeto, produzem conteúdo nos mais diversos formatos: fotografias, podcasts, vídeos, entre outros.

Nossa rotina de trabalho é corrida, ter a rede social como carro chefe do Elas foi talvez a melhor escolha que fizemos”, relatou Maria Akemi em entrevista ao Blog Waldiney Passos, ressaltando que outro diferencial do projeto é o tratamento destinado às mais diversas modalidades esportivas, como artes marciais e futebol americano, além do espaço dado ao esporte masculino. “O fato de sermos mulheres não exclui nossa vontade de tratar do esporte masculino, que aqui, vem em segundo plano”, afirmou.

LEIA MAIS

Afibrovasf realiza assembleia nesta sexta-feira

A Associação dos Fibromiálgicos do Vale do São Francisco (Afibrovasf) realizará nesta sexta-feira (19) uma assembleia geral ordinária para celebrar um ano de sua fundação. Estão convidados os membros ou não, que queiram conhecer de perto o trabalho do grupo.

A assembleia acontecerá às 18h30, na Sala Azul da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) e é aberta ao público em geral. Na pauta estão, além da celebração do primeiro aniversário, estão a definição da programação anual 2019/2020 e um projeto de pesquisa desenvolvido pela UPE.

Nesse ano os fibromiálgicos celebraram conquistas a nível municipal, com aprovações de projetos de lei tanto na Câmara de Vereadores de Petrolina, quanto na de Juazeiro.

Juazeiro sedia etapa única do Campeonato Baiano de Ciclismo de Estrada/ Speed 2019

(Foto: Divulgação)

O município de Juazeiro (BA) vai sediar nos dias 20 e 21 (sábado e domingo) deste mês, a etapa única do Campeonato Baiano de Ciclismo de Estrada/ Speed 2019.  As competições, sendo uma Prova de CRI e a outra de Estrada, prometem movimentar atletas de várias partes do Nordeste com percursos desafiadores.

Tendo como ponto de partida e de chegada a Agrovale, a 30 quilômetros da sede do município, o movimento começa no sábado (20) às 15h com a prova de CRI – Contra Relógio Individual de 10km. As inscrições serão gratuitas para todos os atletas (somente podem correr atletas federados no CRI), porém todos devem fazer a sua inscrição no local da prova, das 10h às 14:30h. Após às 14:30h não será mais permitido fazer inscrição, pois a planilha da ordem de largada estará fechada.

LEIA MAIS

Alta dos custos fixos afeta produção de acerola no Vale do São Francisco

(Foto: Divulgação)

O produtor de acerola do interior de Pernambuco gastou em média R$ 5 mil por hectare para implantar a fruta na última safra 2018/2019. O levantamento foi realizado pelo Sindicato dos Agricultores Familiares de Petrolina (Sintraf). Em termos mais usuais, o agricultor teve que produzir pelo menos 250 caixas por hectare em média, para cobrir os custos com o fruto.

Levando em consideração o preço médio de R$ 20 por caixa, a mão-de-obra de R$ 9 por cada colheita, o custo da irrigação e os tratos culturais (adubação, capinação e fertilização), a entidade calcula que o produtor tirou uma rentabilidade de 4,00 caixas, por hectare.

“Anos atrás, o cultivo de acerola em Petrolina trazia um retorno [comercial] mais satisfatório porque tinha um baixo custo de produção. Porém, de uns tempos para cá houve uma alta da mão-de-obra, uma baixa procura pela fruta, uma redução de preços e, consequentemente, a diminuição dos lucros para o agricultor”, avalia o levantamento.

Efeito dominó

Segundo a presidente do Sintraf, Isália Damacena, a entidade prevê uma melhora com relação aos preços das próximas safras, no entanto, pelo motivo errado: recentemente muitos produtores erradicaram suas áreas de acerola, o que também reduzirá em breve a disponibilidade da fruta.

LEIA MAIS

Professor de oratória produz e disponibiliza conteúdo gratuito na internet

Há mais de dois anos, o Radialista e professor de oratória Paulo Ricardo Moreira, tem desenvolvido no Vale do São Francisco, um trabalho sobre a técnica de comunicação que promete ser a chave para o sucesso de muitas pessoas que têm dificuldade para se comunicar.

Focado inicialmente em cursos e palestras de oratória, sobre como dominar o medo de falar em público, o trabalho de Paulo Ricardo avança com o intuito de expandir e facilitar o acesso ao conteúdo produzido por ele.

“Algumas pessoas têm a necessidade de aprimorar a comunicação pessoal, mas não sabem, não se apercebem para isso, outras até sabem, mas por falta de tempo ou por algum outro fator elas não procuram ajuda de um profissional para aprimorar essa comunicação pessoal. Por esse motivo, eu decidi compartilhar conteúdos gratuitos por meio das redes sociais”, disse Paulo Ricardo.

LEIA MAIS

Hospital Universitário restringe recepção de novos pacientes fora do perfil hospitalar

(Foto: Internet)

Em decorrência da superlotação das instalações e falta de espaço físico, o Hospital da Universidade Federal do Vale do São Francisco (HU-Univasf) emitiu um comunicado informado sobre a restrição de recepção de novos pacientes fora do perfil hospitalar. De acordo com o Hospital Universitário a conjuntura atual demanda efetivação do critério de perfil assistencial.

O hospital adota o Protocolo de Manchester para classificar os pacientes de acordo com a complexidade do caso. Segundo a pactuação da Rede Interestadual de Atenção à Saúde do Vale do Médio São Francisco (Rede PEBA), o HU é responsável pelo atendimento aos casos de alta e média complexidade, identificados com as cores amarelo, laranja e vermelho (casos que apresentam risco imediato de perda de função de órgãos ou membros e/ou risco de morte), em referência ao Protocolo, e os casos de baixa complexidade (azul e verde) devem ser atendidos pelas outras unidades que compõem a Rede e que possuem a finalidade de assistir esses casos.

“Há anos, o Hospital Universitário tem se desdobrado, trabalhando muito além de sua capacidade estrutural e de quantitativo de profissionais. O HU-Univasf compreende que tais pacientes não têm culpa pela insuficiência da Rede, contudo, tal conjuntura é extremamente prejudicial não somente para população em geral, como também para os colaboradores que atuam no hospital. Hoje (11), existem 198 pessoas internadas, o que corresponde a uma taxa de ocupação de 154%”, diz um trecho do comunicado.

LEIA MAIS

Futebol Americano: Carrancas vence o Roma em estreia na liga BFA

(Foto: Maria Akemi)

Com participação massiva da torcida, o Carrancas Futebol Americano, estreou na Liga BFA – Acesso Nordeste, no sábado (6), e levou vitória maiúscula, com o placar de 49×0 contra o Roma Gladiadores.

João Victor, anotou dois touchdowns (TDs). Gil e Rashaad também marcaram dois TDs e Ali marcou o outro. O restante dos pontos couberam a Silveira, o kicker. Ele manteve 100% de aproveitamento nos chutes durante a partida.

A caminhada do Carrancas para o título em 2019 segue. A próxima partida será no Ceará, onde o time vai duelar com o Fortaleza Tritões em 26 ou 27/07. Em setembro o representante do Vale do São Francisco joga fora de casa contra o Tropa Campina (PB) e encerra a participação na primeira fase em casa, quando receberá o São Luís Sharks em outubro.

HU-Univasf fecha parcerias com os hospitais Albert Einstein e Sírio-Libanês para implementação de projetos na unidade

(Foto: Ascom)

O Hospital da Universidade Federal do Vale do São Francisco (HU-Univasf) foi aprovado em duas seleções do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do SUS (PROADI-SUS) e receberá o apoio dos hospitais Albert Einstein e Sírio-Libanês para a execução de projetos que visam a otimização nos processos e fluxos hospitalares.

Os trabalhos iniciarão a partir de agosto de 2019 e serão direcionados em duas áreas: inovação tecnológica e resolutividade na urgência e emergência. Os colaboradores do HU-Univasf participarão de reuniões e workshops ministrados pelas equipes dos hospitais paulistas que também farão visitas à unidade para desenvolver estratégias de acordo com a realidade do HU e da região.

O Hospital Sírio-Libanês implementará o “Lean nas Emergências”, filosofia de gestão voltada para o aperfeiçoamento de processos baseada em tempo e valor, desenhada para assegurar fluxos contínuos e eliminar desperdícios e atividades de baixo valor agregado.

LEIA MAIS

ApexBrasil investe R$ 680 mil em Petrolina e promove formação de novos exportadores de frutas

(Foto: Divulgação)

Dados do Sindicato dos Produtores Rurais de Petrolina (SPR) estimam que o Vale do São Francisco tem hoje cerca de 3 mil produtores de frutas, e destes, menos de 10% já comercializaram internacionalmente seus produtos. Foi com a proposta de ampliar estes números que a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) anunciou na última terça-feira (2), em Petrolina (PE), o investimento de R$ 680 mil para implantação do Programa de Qualificação para Exportação (PEIEX).

O anúncio foi feito pelo gerente de Relações Institucionais e Governamentais da ApexBrasil, Wilson Almeida, durante reunião com o prefeito Miguel Coelho, onde participaram também representantes da Associação Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas e Derivados (Abrafrutas), Associação dos Produtores e Exportadores de Hortifrutigranjeiros e Derivados do Vale do São Francisco (Valexport) e do Sindicato dos Produtores Rurais de Petrolina (SPR).

Na ocasião, Wilson Almeida destacou o potencial exportador do município e adiantou que serão capacitados inicialmente 100 produtores com perfil adequado para exportação. “Treinamos no ano passado, em todo país, aproximadamente 15 mil empresas no processo de exportação de forma planejada e segura e destas cinco mil são hoje efetivamente exportadores”, lembrou.

LEIA MAIS

Produtores do Vale do São Francisco comemoram retirada de impostos sobre exportações de frutas

(Foto: Divulgação)

O acordo firmado entre o Mercosul e a União Europeia, na última sexta-feira (28), criou a maior área de livre comércio do mundo. Juntos, os dois blocos movimentam U$ 17 trilhões em Produto Interno Bruto (PIB). Reivindicação antiga dos produtores do Vale do São Francisco, a retirada de impostos sobre os produtos agrícolas permitirá, por exemplo, que a uva de mesa produzida na região entre na Europa com tarifa zero.

Os exportadores do São Francisco também terão maior acesso à União Europeia por meio de quotas – para açúcar e etanol –, além do reconhecimento de produtos brasileiros diferenciados, como o vinho. Em Petrolina (PE), onde recebeu os detalhes das negociações, o presidente do Sindicato dos Produtores Rurais (SPR), Jailson Lira, destacou que o Vale deve se posicionar melhor no mercado internacional.

“Alguns países que concorrem conosco na mesma época de produção de frutas, como Estados Unidos, Chile, Peru e África do Sul, não têm a incidência de taxas da União Europeia. Então, esse acordo é histórico para nós porque coloca Petrolina e o Vale do São Francisco em pé de igualdade com esses competidores, uma vez que respondemos por 98% das exportações de uvas de mesa e 95% de mangas do país”, avalia o representante dos produtores do segmento que gera 100 mil empregos diretos e movimenta anualmente cerca de U$ 3,8 milhões.

LEIA MAIS
1234