CDL e Sindilojas aprovam retirada de barracas da Abílio Dias e esperam realocação dos ambulantes

Retirada de barracas na travessa Abílio Dias. (Foto: Ascom/Sedurbh)

Por meio de nota, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e o Sindicato do Comércio Varejista de Petrolina (Sindilojas) aprovaram a ação da prefeitura de Petrolina em retirar as barracas da travessa Abílio Dias, no centro da cidade.

A ação aconteceu na última terça-feira (28), quando equipes da prefeitura retiraram cerca de dez barracas que ocupavam a via. Durante a ação, foi identificado que, apesar do grande número de barracas, poucas estavam sendo utilizadas para o desempenho da atividade comercial.

LEIA TAMBÉM

Prefeitura de Petrolina afirma que os ambulantes da Abílio Dias devem ser realocados o mais rápido possível

Prefeitura retira barracas da travessa Abílio Dias para liberação do trânsito no centro de Petrolina

“Um dos pontos mais solicitados pelos comerciantes era, justamente, a liberação da Travessa Abílio Dias, uma vez que, alguns ambulantes dificultavam a circulação de veículos pela via que dá acesso ao Viaduto dos Barranqueiros e ao bairro Atrás da Banca, prejudicando o comércio formal na área. Além disso, há relatos de que o espaço estava sendo usado por usuários de drogas e outras práticas ilícitas.”, diz a nota.

A CDL e o Sindilojas disseram aguardar a realocação dos ambulantes, para que “possam trabalhar de forma correta e prover o sustento das suas famílias”. Os dois institutos afirmaram ainda que esperam mais ações de disciplinamento nas ruas Dom Vital e Souza Filho.

Um Comentário

  • Elane Gomes Henrique

    31 de maio de 2019 at 11:10

    É logico que concorda, da mesma forma que concorda com as lojas que enchem as calçadas de mercadoria obrigando o pedestre a descer para o meio do trânsito, dois pesos duas medidas os ricos podem os ambulantes que tira dali seu sustento sao lixos que tem q ser retirados porque a cidade fica feia com a presença deles. Realmente o ser humano de humano nao tem é nada.

    Responder

Deixe uma resposta