Colônia penal feminina em Petrolina recebe ações da secretaria de Saúde do município

Quarenta e nove mulheres realizaram o exame que identifica a presença dos vírus da sífilis, hepatites B e C e HIV no sangue/Imagem:Assessoria

Quarenta e nove mulheres realizaram o exame que identifica a presença dos vírus da sífilis, hepatites B e C e HIV no sangue/Imagem:Assessoria

A secretaria de Saúde de Petrolina realizou na colônia penal feminina, ação para diagnóstico de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST’s). Ao todo, 49 mulheres realizaram o exame que identifica a presença dos vírus da sífilis, hepatites B e C e HIV no sangue.

“As pessoas privadas de liberdade estão susceptíveis a contraírem alguma DST por serem uma população com atividades de risco como uso de drogas com material injetável, produção de tatuagem em ambientes inadequados, além da própria relação sexual”, frisa a coordenadora do Programa Municipal DST/AIDS e Hepatites Virais, Raquel Costa.

Na próxima semana a ação, agora com testes rápidos, será realizada na penitenciária masculina. “Serão 4 dias de trabalho, de 17 a 20 de maio, com o objetivo de realizar testes rápidos para sífilis e HIV em todos os detentos”, adianta Raquel.

Com informações da Assessoria

Deixe uma resposta