Com apenas um projeto em pauta, Requerimentos são destaque na sessão de hoje na Casa Plínio Amorim

Sessão tem um projeto de lei do Legislativo em pauta (Foto: Blog Waldiney Passos)

A sessão dessa terça-feira (13) traz apenas um projeto de lei para votação, proposta pelo Poder Legislativo. A matéria de número 122/2018 altera a Lei nº 470/93 que trata dos limites dos bairros de Petrolina e dá outras providências, proposta pelos edis Paulo Valgueiro (MDB) e Ruy Wanderley (PSC).

Os assuntos mais comentados na justificativa das demandas apresentadas pelos vereadores foram os seis Requerimentos colocados em pauta. Gabriel Menezes (PSL) foi o primeiro a justificar seu pedido nº 233/2018 pedindo voto de profundo pesar pela morte do inspetor aposentado da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Jaime Azevedo.

“Ele era alagoano, chegou à Petrolina há 37 anos, era um apaixonado pela PRF, era defensor do vaqueiro e um exímio cavaleiro. Também trabalhou com caminhões e tinha o apelido carinhoso de Mago. Infelizmente há cerca de um mês descobriu um nódulo no pâncreas”, destacou Gabriel.

Outra moção de Pesar homenageava Ailton Damasceno, ex-servidor da Prefeitura de Petrolina, lembrado por Rodrigo Araújo (PSC), que mesmo ausente teve seu pedido acatado a pedido de Ronaldo Souza (PTB), Gabriel Menezes e Ibamar Fernandes (PTB).

Cobranças aos Poder Executivo

Ronaldo Souza apresentou o Requerimento nº 230/2018 pedindo a presença da secretária da Educação Margareth Zapponi na Ilha dos Coqueiros, para solucionar a questão do transporte escolar dos alunos residentes no local que estudam na Caatinguinha.

“Tive uma reunião com os moradores da Ilha, as crianças de 4 anos estão andando cerca de 7 km a pé pra pegar a lancha que faz o translado para a Caatinguinha, todo santo dia. Por isso convoquei a secretária para visitar a Ilha e conversar com a comunidade”, afirmou Cancão.

Outro edil a trazer Requerimento para a sessão foi Gilmar Santos (PT), também direcionada ao Poder Executivo, em especial ao secretário de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos: “Pedi que nos apresente informações sobre a Escola Social de Qualificação Profissional, atividade desenvolvida para inclusão. Nós queremos saber qual a remuneração dos professores e monitores que atuarão e quais os critérios para seleção desses profissionais e finalmente a gente observa que têm diversos cursos ofertados, mas nós estamos querendo saber quais os critérios de seleção para esses cursos”, disse Gilmar. As 21 Indicações e os seis Requerimentos foram aprovados por 22 votos a zero.

Deixe uma resposta