Com estudo sobre uso de verbas na educação brasileira, professor da Facape defende doutorado

defesa-agnaldo-3

O doutorado na Universidade de Aveiro, em Portugal, teve duração de cinco anos. / Foto: Arquivo pessoal

A Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (Facape) vem enriquecendo seu quadro de profissionais com incentivos a programas de mestrado e doutorado. Na última semana, a instituição reforçou sua equipe de docentes após a apresentação da tese de doutorado do professor Agnaldo Batista da Silva, que já passou pelos colegiados de Ciências Contábeis, Economia e Administração.

O doutorado na Universidade de Aveiro, em Portugal, teve duração de cinco anos. A tese ‘Determinantes da gestão de verbas da educação em municípios do Brasil’ foi aprovada por unanimidade e sem ressalvas pela banca examinadora. Segundo Agnaldo, o objetivo do estudo foi identificar quais os determinantes considerados pelo gestor público para atingir a qualidade da educação.  

“Examinamos uma amostra aleatória estratificada de 1.336 municípios distribuídos entre cinco regiões geográficas brasileiras, baseando-se nos pressupostos das teorias da agência e da contingência”, explicou o docente em sua tese.

Os resultados indicam que a situação econômica familiar é a variável que tem mais impacto no indicador de qualidade da educação, seguida pelas despesas com os professores. O docente aponta a necessidade de mudanças na política de repartição de recursos para a educação nos municípios brasileiros, a fim de contemplar as regiões com menores condições socioeconômicas.

Apoio

Para Agnaldo, agora Doutor em Contabilidade, o apoio da Facape foi fundamental para a conclusão de seu curso. Segundo ele, além de obter um quadro de docentes mais qualificado perante ao MEC, estudantes ganham na pontuação de seus cursos e no enriquecimento do conhecimento.

“O doutorado permite a utilização de novas tecnologias educacionais, atualização dos conhecimentos teóricos e práticos e maior integração nas redes de conhecimento, nomeadamente, no que respeita o elo com outros doutores de várias universidades que cursaram o mesmo doutoramento. Além disso, a formação insere definitivamente os professores e discentes na prática de construção de artigos científicos e na descoberta de novas tecnologias de gestão e controle”, completou.

Com informações de Ascom

Deixe uma resposta