Com exposições, recital, espetáculos de dança e teatro chega ao fim neste Final de semana “Janeiro Tem Mais Artes”

janeiro tem amis arte Recital de Canto e Piano

A 8ª edição do festival Janeiro Tem Mais Artes chega à reta final neste fim de semana com exposições, recital, espetáculos de dança, teatro, música, oficinas e mostra de curtas metragens. Na sexta-feira (29), no Cine Teatro Céu das Águas, bairro Rio Corrente em Petrolina,  a Cia 2 em Cena de Recife, se apresenta com espetáculo Reprilhadas e Entralhofas – um concerto para acabar com a tristeza, às 16h . A história começa quando três palhaços descobrem quão grande é a tristeza do mundo e resolvem espalhar alegria por ele.

Depois, às 19h, o Sesc Petrolina abre  na Galeria de Artes Ana das Carrancas,  a exposição Memórias do Risco, com obras do artista visual Zé de Rocha, da capital baiana, Salvador. Com trabalhos criados a partir de vivências no Vale do São Francisco, Zé de Rocha mostra 20 desenhos a carvão e grafite, um objeto, um vídeo e dois expositores contendo cadernos de esboços e anotações. O público também poderá conferir no Hall do Teatro Dona Amélia a exposição Máscaras, do autor, ator e diretor de teatro Sebastião Simão (Olinda – PE).

E ainda na sexta-feira, às 20h, o Teatro Dona Amélia abre as portas para o recital de Canto e Piano – O Canto da Alma, apresentando a soprano Juliana Cruz e o pianista Willames Nunes (Petrolina – PE). Um concerto de música erudita com canções e arias de óperas dos períodos Barroco, Clássico, Romântico e da Música Brasileira.

No sábado (30), o movimento começa às 17h, no Teatro Dona Amélia com a Cia Biruta (Petrolina – PE) apresentando o espetáculo Chico e Flor contra os monstros da Ilha do Fogo. Em cena, um barqueiro, uma  menina e muitas aventuras em meio a lendas fantásticas e histórias encantadas do rio São Francisco. Ainda no mesmo palco do Teatro Dona Amélia, o público poderá conferir às 20h, o espetáculo Bailantes Brincantes Dançantes, com a Cia de Dança do Sesc Petrolina. A partir dos personagens Mateus e Catirina, o espetáculo homenageia os mestres e brincantes da cultura popular nordestina.

E encerrando esta 8ª edição do Janeiro Tem Mais Artes, o Coletivo Trippé (Petrolina – PE) apresenta no domingo às 20h, no Teatro Dona Amélia o espetáculo Fraturas. Um exercício de resistência, foco e concentração dos intérpretes criadores que buscam desenhar no espaço suas próprias presenças.

Deixe uma resposta