Com mais de mil casos de sífilis congênita, Secretaria de Saúde de Pernambuco faz alerta a população

(Foto: Ilustração)

Até o dia 11 de setembro deste ano, foram registrados 1.022 casos de sífilis congênita em Pernambuco. Neste sábado (21) será o Dia Nacional de Combate à Sífilis, com ações em Petrolina.

A sífilis é uma doença sexualmente transmissível que tem cura, entretanto, durante a gestação 1.507 mães transmitiram a doença para o bebê em Pernambuco, segundo registro da secretaria de saúde do estado.

Segundo o coordenador do Programa Estadual de Infecções Sexualmente Transmissíveis, François Figueiroa, na forma congênita, a criança pode nascer com sequelas, como surdez, cegueira e retardo mental.

“É uma doença silenciosa. A ferida que aparece nos órgãos genitais parece com um arranhão que não dói e nem arde. As pessoas acham que é só um machucado, um arranhão. Por isso é preciso fazer o teste antes de ter relações sexuais sem preservativo e programar a gestação”.

O Sistema Único de Saúde (SUS) garante o tratamento gratuito da sífilis. Para tentar diminuir os números, a Secretaria de Saúde aposta na descentralização do teste rápido.

Em Petrolina, diversas ações serão realizadas neste sábado (21) no Centro de Testagem e Aconselhamento, localizado no prédio da Secretária de Saúde de Petrolina, no Centro.

Com informações do G1

Deixe uma resposta