Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Com salários atrasados, merendeiras do estado podem paralisar atividades

(Foto: Ilustração)

As merendeiras que trabalham nas escolas estaduais do Sertão pernambucano estão mais uma vez com salários atrasados. No entanto, elas aguardam o cumprimento da promessa de que o pagamento será feito até essa semana, para decidir se de fato paralisarão as atividades.

LEIA TAMBÉM:

Presidente do Sindicato critica empresa por atraso ao pagamento às merendeiras: “sempre atrasou o salário”

João Soares, presidente do Sindicato das Empresas Terceirizadas falou da paralisação das profissionais no programa Super Manhã, da Rádio Jornal e explicou a situação. De acordo com João, há dois meses as merendeiras estão com salários atrasados e tudo isso começou com a chegada da empresa Premium.

“Não se admite profissionais que estão preparando a merenda dos alunos e não tem como preparar a alimentação da família porque o salário que eles têm não aguenta dois meses”, enfatizou o presidente.

Ainda segundo João Soares, o sindicato já está tomando as providências necessárias para que as merendeiras sejam pagas. Isso inclui acionar a Justiça para o recebimento dos direitos e já existe uma ação agendada para 19 de julho, que pode ser favorável ao grupo.

Outro lado

O Blog entrou em contato com a Secretaria de Educação de Pernambuco, para saber se existe uma previsão para o pagamento dos salários em atraso e estamos aguardando uma resposta.

Deixe uma resposta