Com um caso da gripe H1N1 confirmado, Prefeitura de Remanso também decreta fechamento do comércio

(Foto: Alex Gonçalves)

Com 12 casos suspeitos do Novo Coronavírus e um caso confirmado da gripe H1N1, a prefeitura de Remanso, na Bahia, publicou um novo decreto determinando a suspensão do funcionamento do comércio. A medida preventiva tem o intuito de combater uma possível disseminação das doenças no município.

Segundo a Secretaria de Saúde do Município, até o final da tarde desta terça-feira (24), todos os 12 casos suspeitos do Coronavírus estão em investigação. Já o único caso notificado da gripe H1N1, foi confirmado.

Com o objetivo de evitar a disseminação das doenças, o prefeito publicou um novo decreto que estabelece novas medidas preventivas, com validade até o dia 5 de abril.

O documento estabelece a suspensão do atendimento presencial ao público em estabelecimentos comerciais do município, salvo algumas exceções. Em caso de descumprimento, o alvará de funcionamento do estabelecimento poderá ser cassado.

Veja algumas medidas do novo decreto:

– hoteis e pousadas devem garantir a higienização e garantir a distribuição de EPIs dos funcionários. Clientes deverão permanecer no quarto e não poderão receber visitas;

– unidades esportivas como ginásios e quadros ficarão disponíveis para possíveis ações de combate às infecções;

– bares, restaurantes, lanchonetes, quiosques somente poderão funcionar por serviço de entrega (delivery);

– estabelecimentos como clínicas veterinárias, supermercados, postos de gasolina, bancos e lotéricas estão permitidos, em horários restritos e obedecendo algumas restrições;

– suspende as atividades do Mercado Municipal.

Deixe uma resposta