Comandante avalia atuação do 2º BIEsp e celebra redução na criminalidade em Petrolina

Batalhão completou um ano de implantação no último dia 3 (Foto: Divulgação/SDS)

Nessa semana o 2º Batalhão Integrado Especializado (2º BIEsp) completou um ano de implantação e segundo o comandante, tenente-coronel André Luiz, os números são positivos em pouco tempo de atuação. O batalhão foi criado com a missão de reforçar a segurança na região.

LEIA TAMBÉM:

2°BIEsp comemora um ano de instalação do Batalhão em Petrolina

Com quatro frentes, o batalhão veio a somar forças com o 5º BPM e logra êxito, segundo o comandante em entrevista ao programa Super Manhã com Waldiney Passos, na Rádio Jornal de sexta-feira (5). “Comemoramos no dia 3 um ano do 2º BIEsp. É um Batalhão que veio para somar, que veio para apoiar o 5º BPM nas ações de segurança e os números apontam que após a criação do Batalhão nós tivemos uma redução significativa nos índices de homicídios e crimes contra o patrimônio”, afirmou o comandante

Além do 5º BPM o BIEsp atua em parceria com outras instituições de segurança, não apenas de Petrolina. “Não foi um trabalho somente feito pelo 2º BIEsp, é um trabalho feito por várias mãos: o 5º Batalhão, a Polícia Civil, a Polícia Científica, Corpo de Bombeiros, nossa co-irmã a Polícia Militar da Bahia, o Ministério Público, Justiça e a AMMPLA”, ressalta o tenente-coronel.

Em 2019 o BIEsp apreendeu mais de 80 armas de fogo apreendidas, 1.700 pessoas encaminhadas à Polícia Civil, cumpridos 71 mandados de prisão, 315 pontos de venda de drogas debelados. 117 kg de maconha, mais de sete quilos de crack e duas toneladas de cocaína.

“Tivemos uma redução muito significativa nos crimes violentos letais, que são os homicídios. Tivemos uma redução de 45%. A meta do Pacto pela Vida é de 12%, estamos muito a frente dessa meta”, finalizou.

Deixe uma resposta