Compesa ignora reclamação de vazamento e irrita moradora do Centro de Petrolina

(Foto: Emaísa Lima/ Arquivo Pessoal)

Segundo informações enviada ao blog, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) está prestando um verdadeiro desserviço para quem entra em contato para relatar alguma demanda. A jornalista Emaísa Lima, entrou em contato para informar que há dias espera atendimento para um vazamento de água limpa.

Veja a reclamação:

Venho a público falar da falta de atendimento da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), aqui em Petrolina, por mais que você entre em contato com eles, seguindo os números telefônicos que vem na conta, terminamos a ficar vendo navios e a água limpa-já escassa-escorrendo pela rua e a conta de água no final do mês vem caríssima.

Torno comum a todos o vazamento de água limpa, no registro, com um vazamento no hidrômetro (onde se faz a leitura da água, para pagarmos, mensalmente) que se encontra na parte externa desta residência, localizada na Rua Ana Nery 126, Centro, Petrolina (Que temos todas as contas pagas). Seguem fotos do que anda acontecendo (e já legendadas).

Vale o destaque que isolamos a região, de maneira simples, com o objetivo de não prejudicar mais e torcer para que nada aconteça de sério e mais grave ocorra. A história é esta: num primeiro momento, entramos em contato dia 06/10, pela manhã cedo, o serviço deveria ter sido feito até dia 09/10, conforme a atendente afirmou que seria realizado a minha mãe. Mas segundo uma outra servidora da Compesa, já no dia 10/10, o serviço fora cancelado com a justificativa de que existia várias outras demandas no município.

Aí eu vos pergunto: Se eles mesmo colocam os telefones a que temos direito (Vazamentos e Extravasamentos 0800 081 0185, vem na página da própria conta de água) o porquê não cumprir o que fala?

Deixe uma resposta