Conferência elege propostas para fortalecer assistência social em Petrolina

(Foto: ASCOM)

Instituir a lei do Programa Bolsa Família, garantir o benefício de prestação continuada e ampliar o número de trabalhadores na assistência social: estas foram algumas das propostas eleitas durante a 10ª Conferência Municipal de Assistência Social realizada nesta terça-feira (18), em Petrolina.

O encontro aconteceu no auditório do Senac e contou com a presença do prefeito Miguel Coelho, além de representantes de órgãos ligados à proteção social, estudantes, líderes comunitários, assistentes sociais e demais profissionais da área que discutiram o fortalecimento do Sistema Único de Assistência Social (SUAS).

Logo na abertura do evento, Miguel Coelho destacou a importância do diálogo para reduzir os problemas sociais do município. “Nós não temos as respostas e as soluções para todos estes problemas sociais que atingem tantas pessoas, mas nós teremos a capacidade de resolvê-los se soubermos ouvir e discutir juntos e esta conferência serve justamente para isso”, frisou o gestor.

As propostas foram eleitas na plenária final, após os debates realizados acerca de quatro eixos: proteção social não-contributiva; gestão democrática; acesso às seguranças socioassistenciais e legislação como instrumento para gestão.

Para a secretária de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos de Petrolina, Kátia Carvalho, a conferência é um grande espaço deliberativo de participação social. “Estes encontros são fundamentais para a gente ouvir e refletir sobre como podemos melhorar ainda mais a nossa prática. Vivemos um momento de muitas conquistas aqui em Petrolina e vamos sair daqui ainda mais fortalecidos”, disse Kátia.

O encontro também serviu para eleger os 10 delegados que irão representar Petrolina na XII Conferência Estadual da Assistência Social que acontece nos dias 17 e 18 de outubro no Centro de Convenções, em Olinda.

Deixe uma resposta