Conselho Empresarial da FIEPE discute licenciamento ambiental em Petrolina

Tema de encontro no escritório da Fiepe em Petrolina foi licenciamento ambiental

Tema de encontro no escritório da Fiepe em Petrolina foi licenciamento ambiental

O licenciamento ambiental foi o principal assunto da reunião do Conselho Empresarial da Unidade Regional Sertão do São Francisco da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (FIEPE), realizada nesta segunda-feira (11), em Petrolina.

O tema foi apresentado pela presidente da Agência Municipal de Meio Ambiente de Petrolina (AMMA), Denise Lima, que falou da criação da Agência, em 2011 e do pioneirismo dos trabalhos da entidade em Pernambuco. De acordo com a presidente, as principais atividades da AMMA são o licenciamento ambiental, alvará sonoro e a fiscalização, além do incentivo a arborização da cidade – com a doação no ano passado de 4.500 mudas de vegetação nativa.

Denise Lima também destacou outra importante missão da agência, que é a conservação de 4.500 hectares da Caatinga. “Com um quadro técnico formado por diversos profissionais, dentre eles, biólogo, geólogo, advogado e engenheiros agrícola, ambiental, agrônomo, civil, mecânico e químico, a AMMA faz de Petrolina um dos 15 municípios, em Pernambuco, a realizar seus próprios licenciamentos ambientais, isto caracterizando a importância da municipalização da gestão ambiental”, afirmou Denise Lima.

Para o diretor da FIEPE – URSF, Albânio Nascimento a palestra de Denise Lima foi bastante oportuna, uma vez que todo o segmento produtivo de Petrolina se preocupa com a resolução do Consema – Conselho Estadual do Meio Ambiente, que prevê a transferência para Recife – PE, das decisões dos despachos de licenças ambientais.  “Nossa preocupação é que tirando esta incubência da Agência Municipal de Meio Ambiente de Petrolina – AMMA, tenhamos vários entraves para aprovação dos projetos e licenças ambientais, necessárias ao desenvolvimento do município”, concluiu Âlbanio Nascimento.

Com informações da Clas Comunicação

Deixe uma resposta