Corpos de 3 brasileiras são encontrados em poço em Portugal

(Foto: Reprodução/Facebook)

A operação policial que encontrou os corpos das jovens foi dirigida pela Polícia Judiciária de Portugal. (Foto: Reprodução/Facebook)

Os corpos de três brasileiras que estavam desaparecidas desde o fim de janeiro foram encontrados nesta sexta-feira, no fundo de um poço de um hotel para cachorros nos arredores de Cascais, a 25 quilômetros de Lisboa.

As jovens são as irmãs Michele Santana Ferreira, de 28 anos, e Lidiana Neves Santana, de 16, e a amiga delas, Thayane Milla Mendes, 21 anos. Segundo a imprensa portuguesa, Michele estava grávida de três meses.

A operação policial que encontrou os corpos das jovens foi dirigida pela Polícia Judiciária de Portugal, que foi avisada sobre a localização dos corpos pela Interpol após a confissão do crime pelo namorado de Michele, Dinai Alves Gomes, à Polícia Federal no Brasil.

“O alegado autor [dos crimes] já estava no Brasil e, através da investigação das autoridades portuguesas e brasileiras, o suspeito foi detido e foi possível localizar os corpos”, explicou o comandante dos Bombeiros, Pedro Araújo, ao jornal português Diário de Notícias.

De acordo com uma amiga das jovens, o brasileiro Dinai Gomes morava e trabalhava em Cascais, no hotel para cachorros onde os corpos foram encontrados. Ele voltou para o Brasil logo após o desaparecimento das mulheres, sem dar informações para seus empregadores.

Segundo familiares das irmãs assassinadas, uma amiga revelou que Gomes costumava ser agressivo com a namorada – ele, inclusive, ameaçava matá-la caso ela engravidasse.

Fonte Veja

Deixe uma resposta