Covid-19: levantamento da Facape indica recorde de casos confirmados em Petrolina

Assim como o Blog já havia destacado no final de semana, a Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (Facape) apontou um recorde nos números de covid-19 na primeira semana de novembro. Entre domingo (1°) e sábado (7), foram confirmados 652 novos casos.

LEIA TAMBÉM

Com mais 1.086 óbitos, Brasil já soma mais de 117 mil brasileiros mortos pela Covid-19

Até então os maiores índices por semana contabilizados pela Facape eram de 487 (27 de julho a 2 de agosto) e 485 (entre 3 e 8 de agosto). E segundo o pesquisador João Ricardo Lima, o aumento de casos é consequência do período eleitoral.

Para a Facape, o processo “de flexibilização ocorreu de forma incorreta e apressada, sem medir os impactos de cada etapa de abertura e sem a realização de um processo de conscientização da população”. Ou seja, foi “feito de forma totalmente irresponsável pelos políticos”. E as autoridades demoraram a agir, impedindo atos públicos apenas no final de outubro. Mas também há um erro por parte da população, que ignorou os cuidados.

Também deve-se levar em conta o descuido dos empresários, que cada vez mais buscam o lucro e afrouxaram as medidas de prevenção nos estabelecimentos. No entendimento da Facape, nos próximos dias deve haver mais altas. A menos que as secretarias de Petrolina e Juazeiro reduzam a testagem.

Deixe uma resposta