De volta à Câmara, Zé Batista manda recado a colegas e pede respeito

(Foto: Wesley Lopes/Ascom CMP)

O vereador licenciado e atual secretário de Desenvolvimento Agrário, José Batista da Gama (PSB) voltou à Câmara de Vereadores na terça-feira (1º) para a cerimônia de posse da nova Mesa Diretora da Casa Plínio Amorim. E Zé Batista não poupou elogios a Osório Siqueira (PSB) reeleito presidente.

“Você é um gigante, vossa Excelência é um herói porque comandar uma Casa Legislativa como a de Petrolina por 10 anos é preciso ter muita liderança, é preciso ter muito prestígio, é preciso ter muito jogo de cintura”, destacou o edil.

LEIA TAMBÉM:

Com Osório reeleito presidente, Mesa Diretora é empossada na Câmara de Petrolina

Em discurso na Tribuna Livre Zé Batista confirmou que voltará à Casa Plínio Amorim, já que a reforma administrativa de Miguel Coelho deve afetar seu posto de secretário. “Deverei estar voltando a essa Casa em fevereiro. Tive uma conversa muito sincera com o prefeito e o prefeito está fazendo uma arrumação na equipe para dar uma energia nova e realmente encontrar os destinos que ele norteou no seu plano de governo”, afirmou.

Recado a Domingos de Cristália

Alegando voltar à Casa Plínio Amorim de cabeça erguida, Zé Batista disse que não fará embates na Câmara e preza o respeito. “Vou respeitar todos eles, muitos me perguntam por aí como será meu relacionamento com Domingos de Cristália: vai ser cavalheiro, amistoso, leal. Só não quero que mexa com meus calcanhares, só não quero que venham tirar onda comigo porque sabem que comigo não se tira onda. O respeito é bom e eu gosto”, destacou.

O então secretário clamou a Mesa Diretora para que nesse novo biênio os sete edis eleitos evitem brigas pessoais e cobrou uma “moralização” da Câmara, já que 2018 foi marcado por embates e até denúncias no Ministério Público de Pernambuco (MPPE).

Eu fico sentido quando eu vejo um vereador que fica sendo achincalhado por um líder comunitário. Eu quero pedir a todos vocês, peço a Mesa Diretora que vamos usar o Regimento, vamos acabar com esse lenga-lenga. Nós precisamos ser reeleito em 2020 e a população está aqui para nos avaliar”, disse.

Deixe uma resposta