Delegada Gleide Ângelo justifica a diferença entre o primeiro retrato falado e a nova imagem divulgada hoje

(Foto: Divulgação/PC)

Durante a coletiva sobre o caso da menina Beatriz Angélica, uma nova imagem do assassino foi revelada e causou estranheza por ser totalmente diferente da apresentada anteriormente. A delegada que acompanha o caso, Gleide Ângelo explicou o porquê da alteração.

Primeiramente a delegada explica que as imagens de todas as câmeras foram avaliadas novamente e que uma nova perícia foi feita, de modo que a imagem ficasse mais nítida e que fosse possível identificar o assassino.

(Foto: Divulgação/PC)

“Digo com certeza e precisão que este é o homem que matou Beatriz, digo isso porque esse homem, nas imagens não tem nenhuma aparência com o retrato falado. Não guarda (semelhança) porque retrato falado é algo subjetivo, é algo que uma pessoa em um momento de tensão, no momento em que viu o suspeito fez o retrato. Convidamos a mesma testemunha, mostramos a imagem do suspeito junto com outras imagens – foram os peritos que fizeram isto – quando ela viu ela disse ‘é este! ’”, declarou a delegada.

Em breve novas informações.

Deixe uma resposta