Delegados detalham Operação PC 27, que prendeu colombianos em Petrolina

A Polícia Civil dos 26 estados e do Distrito Federal deflagrou na quarta-feira (24) a Operação PC 27. Em Petrolina foram presos três colombianos dentro da “Operação Medelim”. Segundo o delegado Daniel Moreira, titular da 214ª Delegacia de Polícia Civil, os alvos das ações eram colombianos com relação ao crime organizado.

Foram cumpridos mandados de busca e apreensão em residências, além dos três mandados de prisão. “Eles realizavam diversos empréstimos para a população de menor poder aquisitivo, foram apreendidos mais de R$ 8 mil, bem como alguns objetos, como joias. Eles foram autuados em flagrante e encaminhados à audiência de custódia”, disse.

LEIA TAMBÉM:

Colombianos são presos em Petrolina na Operação Medellim

O trio atuava não apenas em Petrolina, mas em municípios baianos vizinhos a cidade. Outros mandados de prisão foram cumpridos em Ipubi, Salgueiro, Floresta, Serra Talhada e Arcoverde, ligadas ao DINTER II. Em todo estado 88 pessoas foram presas e 10 menores apreendidos.

A Operação PC27 tinha como meta prender foragidos pelos crimes de roubo, homicídios, estupro e participação no crime organizado. “A missão era efetuar a prisão de indivíduos foragidos. No Sertão Pernambucano, no que tange ao DINTER II foram cumpridos 15 mandados de prisão, 12 de busca e apreensão, além de seis autuações em flagrante”, finalizou o delegado e diretor do DINTER II, Jairo Marinho.

Deixe uma resposta