Deputado acredita que Temer poderá liderar transição pós Dilma

Dep. José Carlos Aleluia

Deputado federal José Carlos Aleluia (DEM/BA)

O deputado federal José Carlos Aleluia (DEM/BA) em entrevista à imprensa na manhã desta segunda-feira (7), disse que o vice-presidente Michel Temer (PMDB), deverá ser o sucessor direto da presidente Dilma em caso de impeachment. “O vice Michel Temer tem plena condição de liderar um governo de transição e realizar as reformas necessárias ao país, no caso do iminente impeachment da presidente Dilma Rousseff”, defendeu.

De acordo com o parlamentar, o presidente nacional do PMDB poderá ter todo o apoio do Democratas e de outros partidos insatisfeito com os rumos do país. “O PSDB não tem outro caminho. Só ficarão na oposição a Temer o PT e o PC do B, Partido Comunista do Brasil”.

Na avaliação do deputado baiano, o uso do aparato governamental por Dilma para visitar Lula, no final de semana, foi um desacato à Justiça Federal e à sociedade brasileira. “A presidente demonstrou estar contra a Justiça e o juiz Sérgio Moro. E quem vai pagar esse dispendioso salamaleque ao padrinho dela será o povo, cujo bolso anda vazio em consequência do desemprego, inflação e recessão profunda”. O Democratas, lembrou o parlamentar, acionou a presidente na Justiça por improbidade administrativa pela vergonhosa iniciativa.

Convicto da urgência do impeachment, Aleluia convocou a população a participar das manifestações do dia 13 de março. “A Justiça já está fazendo a sua parte para a mudança do Brasil. É preciso agora que as ruas acordem o Congresso Nacional, que demonstra ainda estar alheio à vontade popular. Para mudar, precisamos ir ao Farol da Barra, no próximo domingo, às 10 horas”, finalizou o deputado.

Deixe uma resposta