Deputado Adalberto Cavalcanti leva o Caso Beatriz para a Câmara Federal

Adalberto Cavalcanti 05

“Pernambuco precisa rever as suas políticas de segurança. Precisamos de mais policiais nos batalhões e nas cidades. O povo de Petrolina e de Juazeiro anda aterrorizado pela falta de segurança na cidade e no campo” afirma Adalberto Cavalcanti (PTB)

Na tarde desta quarta-feira(04) em pronunciamento no plenário da Câmara Federal, o Deputado Adalberto Cavalcanti proferiu um contundente discurso, denunciando a violência em Petrolina e registrando entre outros fatos, o episódio do assassinato da garota Beatriz, que até o momento a polícia ainda não conseguiu desvendar.

“A cidade cobra. As pessoas criaram vários grupos de apoio ao caso Beatriz em Petrolina. Já entrou delegada, já saiu delegado, já trouxeram perito especial, já promoveram reuniões com a imprensa, mas não há nada concreto”, salientou.

Adalberto disse que Petrolina vive um caos na violência e que Paulo Câmara perdeu o controle da segurança em Pernambuco. “Já estive com o Governador, Paulo Câmara, pedindo-lhe mais celeridade no caso da menina Beatriz. Pedi mais policiamento para o sertão, porque as famílias lá estão assustadas. O número de crime aumenta a toda hora. O pacto pela vida deu lugar agora ao pacto pela morte. E eu pergunto: até quando isso?”, questionou.

Para o parlamentar Pernambuco precisa rever as suas políticas de segurança, necessita de mais policiais nos batalhões e nas cidades.

“Faço um apelo ao Governador, Paulo Câmara. Estou preocupado com a segurança do Estado de Pernambuco. Na minha cidade mesmo, Afrânio, cuja Prefeita é minha esposa, o banco está fechado há 2 meses porque agência nenhuma quer botar mais banco nas cidades”, registrou.

Deixe uma resposta