Deputados já falam em reajustar o próprio salário

Câmara federal

O vencimento de um magistrado da corte é o limite do que podem ganhar os parlamentares./ Foto: arquivo

Na Câmara, depois de reajuste salarial de diversas carreiras, deputados deflagraram movimento para elevar os próprios rendimentos. Ficaram animados com o aumento de 16% concedido aos ministros do STF, cujos salários passaram a R$ 39,3 mil. O vencimento de um magistrado da corte é o limite do que podem ganhar os parlamentares. A articulação, ainda reservada, esbarra num efeito colateral: um aumento em seus salários fatalmente despertará a ira do eleitorado.

Congressistas ganham R$ 33,8 mil — o salário atual dos ministros do STF, que deve sofrer reajuste. O Planalto morre de medo que o aumento para congressistas ganhe força. De um lado, avalia que o desgaste social também atingiria Temer. De outro, antevê dificuldade de brecar a medida diante da necessidade de aprovar reformas.

2 Comentários

  • Baroes quem?

    5 de junho de 2016 at 21:30

    Enqjanto isso um servidor da SEFAZ-PE que entrou no quadro com nivel medio e viraram auditor. Cada um ganha em torno de R$ 31.000,00. Pura dicotomia. Um ministro que ralou nos estudos ganhar ugual a um SEFAZ. Este é o Brasil

    Responder
  • Maria

    6 de junho de 2016 at 08:35

    Essa é mais uma torneirinha da corrupção que precisa ser lacrada. Não deve ser nunca prerrogativa de politico aumentar os próprios salários. Deve ser vinculado ao salário mínimo, o mesmo percentual.

    Responder

Deixe uma resposta