Deputados rejeitam requerimento para adiar votação da PEC do Teto dos Gastos

(Foto: Internet)

(Foto: Internet)

O Plenário rejeitou há pouco, por 246 votos a 13, requerimento do líder do governo, deputado Andre Moura (SE), e manteve na pauta a PEC do Teto dos Gastos Públicos (Proposta de Emenda à Constituição 241/16), que estabelece um limite para os gastos federais para os próximos 20 anos.

Com isso, ficam prejudicados diversos requerimentos de adiamento de discussão que poderiam ser apresentados pela oposição.

Com o início da discussão, a expectativa é que a análise em segundo turno da PEC 241/16 seja demorada, uma vez que o embate entre governistas e oposição deve persistir.

Como vem ocorrendo desde que a proposta de emenda à Constituição chegou na Câmara, há mais de quatro meses, em 15 de junho, partidos de oposição continuam obstruindo a pauta de votações. Eles argumentam que a PEC representa o desmonte do Estado e do sistema de proteção social do brasileiro.

Fonte Agência Câmara Notícias

Deixe uma resposta