Desemprego cresce de modo assustador no Brasil

carteira de trabalho

No Brasil o número de desempregados já tem quase a mesma população de Portugal, aproximadamente 10 milhões de habitantes. Por hora, 282 brasileiros passam a fazer parte desse contingente.

A estimativa é de que, até o fim do ano, serão 12 milhões de histórias como essas no País. Vai ser cada vez mais difícil não conhecer alguém que esteja desempregado. E, para quem já está sem emprego, a dificuldade será encontrar portas onde bater. Segundo economistas essa situação não sé uma crise conjuntural, com uma queda temporária. O problema é estrutural.

A nova onda de retração no mercado de trabalho ficou evidente a partir do segundo semestre do ano passado, quando os setores de comércio e serviços – grandes empregadores de mão de obra – começaram a demitir com mais força. A piora se somou aos desligamentos na construção civil e na indústria, em crise há mais tempo.

Em 2015, o comércio fechou 208 mil postos de trabalho, depois de mais de dez anos de criação de vagas. Para este ano, estamos esperando o corte de 220 mil postos, já que o ajuste começou mais tarde no setor e muitos seguraram as demissões por causa dos custos.

Com informações NE10

 

Deixe uma resposta