Detran-PE usa tecnologia para reforçar segurança em testes práticos

Segundo o diretor geral do Detran-PE, Sebastião Marinho, a inauguração do novo sistema tecnológico aconteceu neste mês para integrar as ações do Maio Amarelo/Foto:divulgação Detran

Segundo o diretor geral do Detran-PE, Sebastião Marinho, a inauguração do novo sistema tecnológico aconteceu neste mês para integrar as ações do Maio Amarelo/Foto:divulgação Detran

Quem está no processo para tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), deve ficar atento às mudanças no exame prático de direção do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE). Agora, os veículos do pátio são equipados com leitor de biometria, câmeras de alta definição, tablets, microfones e sensores telemétricos.

Outras novidades são em relação aos veículos, que a partir de agora são do tipo Gol e contam com ar condicionado e direção hidráulica. Segundo o diretor geral do Detran-PE, Sebastião Marinho, a inauguração do novo sistema tecnológico aconteceu neste mês para integrar as ações do Maio Amarelo. “Já tínhamos começado a fase de testes em Surubim, no interior do Estado, desde fevereiro deste ano. Neste mês, desde o dia 2, começamos no pátio de Recife”, relatou.

Os carros onde os candidatos serão avaliados possuem quatro câmeras, sendo três voltadas para a parte interna do veículo e uma que capta imagens do exterior. O pátio também conta com câmeras. Os examinadores agora vão no interior do veículo, juntamente com o candidato e acompanham a prova através do tablet. A biometria do candidato e do examinador é recolhida no início e no fim do processo.

“Se, por exemplo, o candidato passar a menos de 1,5 metro na etapa da bicicleta, o sistema irá identificar e enviará um sinal sonoro para o examinador”, explica Sebastião. Ele acrescenta que o Detran-PE conta com uma central de monitoramento, com cerca de sete pessoas, que podem recuperar imagens e áudios do candidato, caso o resultado da prova seja contestado.

Para o presidente do Sindicato das Auto Escolas de Pernambuco, Ygor Valença, as mudanças foram positivas. “Apoio estas novidades e acredito que elas são uma importante arma para combater as fraudes e os erros. É uma coisa boa. Mas é importante que os candidatos fiquem atentos às mudanças em relação aos carros que usam na auto escola e o que está no pátio”, afirmou.

Atualmente, apenas 51% dos candidatos que fazem a prova prática do Detran-PE são aprovados, enquanto outros 49% são reprovados. O Departamento conta com 140 veículos de avaliação para as categorias A, B, C, D e E.

Com informações do JC Online

 

Deixe uma resposta